Archive for February, 2022

Gauchão 1982 – Inter 0x2 Grêmio

February 25, 2022
https://64.media.tumblr.com/c0ab9b6531b9e13fc618b157058bbbb2/ab7551973079ec26-14/s1280x1920/6237d66a61c5c4b62dfc264facdd1fef7659b53b.jpg

Foto: Correio do Povo

No primeiro Gre-Nal do Gauchão de 1982, o Grêmio venceu o Internacional no Beira-Rio, gols de Edmar e Tarciso.

No tabelão da Placar consta que essa partida seria válida pela 4ª Rodada do 1º turno, mas aquele foi o sexto jogo do Inter no campeonato e quinto do tricolor. Imagino que a dupla tenha tido alguns confrontos do Gauchão daquele ano adiantados em razão dos compromissos que teriam na sequência do mês. O Inter fez uma excursão à Europa, onde disputou o trófeu Joan Gamper e o Grêmio iria fazer sua primeira participação na Copa Libertadores.

O fato de Edmar ter marcado um gol na sua partida de estreia com a camisa 9 tricolor deve ter tido alguma influência na saída de Baltazar. O artilheiro de deus foi inscrito pelo clube na Libertadores que se iniciaria em 10 dez dias, mas sequer foi relacionado para este clássico e acabou não atuando mais pelo tricolor (a Grêmiopédia afirma que seu último jogo pelo Grêmio foi a derrota para o São José), tendo sido negociado com o Palmeiras no fim do mês

https://64.media.tumblr.com/bc2742e6ff3c2f194882009b39177a29/ab7551973079ec26-b7/s1280x1920/5bfd8c3585d29e249e95e1a6ea2386c19593375b.jpg

Foto: Correio do Povo

 

GRÊMIO VENCE COM AUTORIDADE

Grêmio 2 x Inter 0. E, sem dúvida, a vitória do melhor. Assim, além de cair o único invicto do regional, ainda o Grêmio marcou uma recuperação ampla, Começou e terminou o Gre-Nal com mais movimentação e futebol. O Inter pareceu querer garantir um empate. Jogou atrás. O Grêmio corria em contra-ataques, tendo o melhor lance ofensivo em Odair — reaparecendo com entusiasmo e vencendo a Edevaldo. Já no Inter, outro problema: Geraldão sempre esteve isolado, nunca aparecendo Cléo ou qualquer outro jogador para a aproximação. O Inter perdeu a invencibilidade de dez jogos.

Odair correu pela esquerda, Edevaldo foi envolvido e fez a falta. O ponteiro levantou para a área. Indecisão na defesa do Inter e André Luís chegou a perturbar Benitez. Edmar, o estreante, apareceu isolado e cabeceou. A bola bateu no chão e foi às redes. Grêmio 1, Inter 0 — 18 minutos.

Odair, de novo, em jogada rápida pela esquerda. Edevaldo fora de posição. De imediato, a cruzada. Os zagueiros ficaram indecisos e Tarciso despontou como centroavante, chutando com força e precisão. Benitez mergulhou, mas não conseguiu fazer a defesa. Grêmio 2, Inter 0.

Nos dois lances, nesta fase, a decisão do Gre-Nal. Posicionamento incorreto, marcação um pouco frouxa e sem explosão, o Inter não pode conter o entusiasmo e melhor futebol do Grêmio. Os colorados tinham mais torcida, mas as tricolores mais futebol.

Com Odair de boa movimentação na esquerda e a meia-cancha fechando com harmonia sempre com Batista e Bonamigo atrás, o Grêmio teve mais volume de jogo. Coletivamente mais competente e a vantagem foi muito justa. Desde a marcação do primeiro gol foi melhor.

 

SEGUNDO TEMPO
Grêmio retornou com a mesma disposição. Assim correndo em contra-ataques rápidos, o tricolor pôde manter o adversário assustado e, em decorrência, garantiu a diferença. O Internacional — que jogou defensivamente no primeiro tempo — repetia o mesmo posicionamento, apesar do Valdomiro no lugar de Ruben Paz.

O Internacional permaneceu sem ofensiva. Geraldão continuou esquecido entro os zagueiros. Ninguém chegava na frente para a jogada de aproximação. O Grêmio marcava com severidade e movimentava-se com insistência. As modificações de Ernesto Guedes não deram em nada.

Aos 7 minutos, num lance em que o estádio não viu nenhuma irregularidade, o árbitro Carlos Martins anulou gol de Edmar para o Grêmio. Marcou falta quando nada aconteceu e a jogada foi limpa.

Para chegar ao final mais tranqüilo, Ênio Andrade não deixou o time reduzir o ritmo. Odair e Edmar saíram para: entrar China e Renato. O Gre-Nal, porém, estava garantido e o tabu de dez jogos caiu no Beira. Rio. O regional não tens mais nenhum invicto.“ (Correio do Povo, quarta-feira, 4 de agosto de 1982)

https://64.media.tumblr.com/16c85c42f0d557edceb29b11f0f6ecf4/ab7551973079ec26-2c/s1280x1920/3cb9db07cd7dd2cfe1dbdd5f6ac0e847dfb01131.jpg

Foto: Correio do Povo

OPINIÃO: O Grêmio teve mais garra, melhor tática e jogou melhor. Vitória merecida.” (Divino Fonseca, Placar, edição n.º 638, 13 de agosto de 1982)

 

 

GRÊMIO VENCE PRIMEIRO GRE-NAL DO ANO

Com um gol de Edemar que estreou e outro de Tarciso, o homem de decisão de clássicos, o Grêmio com muita tranqüilidade e um excelente futebol praticado por seu meio-de-campo conseguiu extraordinária vitória sobre o Inter ontem à noite no Estádio da Beira-Rio, igualando a diferença de pontos depois da derrota para o São José no sábado[…].” (Pioneiro, quarta-feira, 4 de agosto de 1982)

https://64.media.tumblr.com/cd28a6b2e15d51e98e27471959dea0fa/ab7551973079ec26-b1/s1280x1920/c7001e719dd63899fc6c9126d6eb00053daecd2b.jpg

ANTÔNIO GOULART – VITÓRIA DO CONJUNTO

Ganhou, antes de mais nada e com todos os méritos a equipe que entrou em campo com disposição cara ganhar. O Grêmio, que precisava da reabilitação, preparou-se para isso. O Internacional, embalado por uma seqüência de vitórias, algumas um tanto enganosas, parece não ter se conscientizado de que o jogo de ontem, por ser um clássico, fugia inteiramente aos padrões normais do restante do campeonato gaúcho.

Em segundo lugar, ganhou a equipe que melhor encurtou essa condição, isto é: que mostrou conjunto e equilíbrio. Esse foi o ponto alto do Grêmio. Sem ser brilhante, foi um time aplicado, objetivo e prático. Teve sempre onze jogadores úteis. O Inter, pelo contrário, nunca contou com mais do que nove nessas condições. Ruben Paz, Cléo e depois Valdomiro, a rigor, muito pouco contribuíram.

Num jogo de muito movimento, em que predominou o conjunto gremista diante de trio adversário desorganizado, só se consegue ver destaques individuais em Odair, Paulo Bonamigo e Paulo Roberto. A vitória de 2 a 0 para o Grêmio não me surpreendeu, surpreendeu-me, isto sim, a inoperância do perdedor. No fundo, foi um resultado bom para os dois lados. O Grêmio escapou de uma crise iminente e o Inter poderá agora corrigir suas deficiências, porque elas ficaram mais do que evidentes.

—*—

Não sei de onde Baltazar assistiu ao Gre-Nal de ontem. Só sei que não entrou em campo, nem ficou no banco de reservas. De algum lugar ele deve ter acompanhado o esforço de seus companheiros. Com certeza lembrou-se das vezes em que vestia a camisa 9 tricolor e brigava com os zagueiros rubros dentro do gramado. Particularmente, deve ter recordado um jogo do início de sua carreira no Olímpico. Foi um Gre-Nal de 1979, também pelo campeonato gaúcho. quando fez um dos dois gols da vitória de sua equipe. Foi a última vitória de sua equipe. Foi a última vitória do Grêmio diante do tradicional adversário.

Baltazar, agora, mesmo inscrito para a Libertadores, já não tem qualquer certeza quanto ao seu futuro no Olímpico. Sabe que ninguém mais o chama de <<iluminado>>, que seus gols sumiram, e não encontra explicação para isso. A  <<Chuteira de Ouro>> de 1980 é um troféu que recorda um passado recente, mas não consegue ter qualquer Influência no presente.

A única certeza de Baltazar é de que existem dois outros centroavantes com prioridade sobre ele no Olímpico, e de que, a cada dia se firma mais sua condição de jogador negociável, disponível dispensável, à venda. Talvez seja melhor que essa condição se concretize em realidade. Assim, não pesará tanto ficar longe do um Gre-Nal.” (Antônio Goulart, Correio do Povo, quarta-feira, 4 de agosto de 1982)

 

 

 

https://64.media.tumblr.com/90bdcdd27a11bd482e109a99fd20271e/ab7551973079ec26-31/s1280x1920/b3b975cdec3c13f0cd82ebd36250b5d6229ed56f.jpg

INTER: Benitez; Edevaldo, Mauro Pastor, André Luís e Mauro Galvão; Ademir, Cléo e André; Paulo César (Müller), Geraldão e Ruben Paz (Valdomiro)
Técnico: Ernesto Guedes

GRÊMIO: Leão; Paulo Roberto, Leandro, De Léon e Paulo Césa Magalhães; Batista, Bonamigo e Paulo Isidoro; Tarciso, Edmar (China,) e Odair (Renato Portaluppi)
Técnico: Ênio Andrade

Gauchão 1982 – 1º Turno
Data: 3 de agosto de 1982, terça-feira, 21h00min
Público: 41 mil pagantes
Renda: Cr$ 11.866.450,00
Árbitro: Carlos Martins
Auxiliares: Rui Canedo e Irandi Paiva
Cartões Amarelos: Leão, Leandro, Paulo César Magalhães, Bonamigo, Paulo Isidoro e André
Gols: Edmar, aos 19 minutos do 1º tempo e Tarciso, aos 44 minutos do 1º tempo

Sobre a reunião do Conselho Deliberativo de 21 de fevereiro de 2022

February 23, 2022

A ordem do dia da reunião do Conselho Deliberativo de ontem era a seguinte: “Apresentação do planejamento do Departamento de Futebol Profissional para 2022“.

Confesso que já tinha um misto de sentimentos antes mesmo da reunião começar. Por um lado, entendo como muito importante a iniciativa, pelo ineditismo da pauta, que não costuma ser tratada no conselho. Por outro, depois da demissão de Vagner Mancini na segunda-feira passada (para quando a reunião estava originalmente marcada) ficou difícil acreditar que existe, de fato, um planejamento. Acho válido acrescentar ainda que assisti (e não gostei muito) da entrevista com Dênis Abrahão no programa Bola da Vez da ESPN.

E sigo “dividido” depois da reunião. A apresentação feita pelo Vice de Futebol foi bem interessante, explicando em detalhes como funciona atualmente o departamento do futebol profissional do Grêmio. Penso que este é um tema que pode e deve ser apresentado rotineiramente aos conselheiros. Contudo, como pode ser lido na matéria sobre a reunião publicada no site do clube, praticamente não se falou do planejamento propriamente dito. Da mesma forma, Dênis Abrahão não explicou porque Mancini foi mantido na virada do ano, porque foi despedido ainda em fevereiro e porque Roger foi escolhido como seu substituto.

Diversos conselheiros fizeram manifestações. Eu destacaria as seguintes falas: do conselheiro Adalberto Aquino, questionando a demora no lançamento de jovens da base para a categoria profissional; do conselheiro Jeferson Thomas, que oportunamente lembrou que apresentação acabou não abordando o planejamento, mencionando ainda a conveniência de se pensar nas metas e objetivos da temporada e do conselheiro Daniel Caselani, que, diante das dificuldades previstas para o restante do ano, enfatizou a importância de ter torcedor junto ao clube, com a adoção de medidas concretas neste sentido, bem como a necessidade de qualificar o grupo de atletas.

Por derradeiro, creio ser válido registrar que Dênis Abrahão se mostrou (na imensa maioria dos casos) bastante receptivo com as sugestões e críticas feitas pelos conselheiros.

 

Gauchão 2022 – Grêmio 4×0 São Luiz de Ijuí

February 21, 2022
https://i.imgur.com/XcGRVJ9.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

https://i.imgur.com/bZwCD56.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Roger afirmou ter tido “pouca interferência” no desempenho desta partida, mas me pareceu que a boa atuação passou muito pela escalação do time num 4-1-4-1, com Villsanti de primeiro volante e Bitello e Gabriel Silva atuando um pouco mais a frente.

É inacreditável que o tenha sido cogitado manter a segregação de acesso para a arquibancada norte.

– Média de público do Grêmio em 2022:
8.741 (7.877 pagantes)

https://i.imgur.com/nPoUBtt.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

 

https://i.imgur.com/HJWV991.png

Grêmio 4×0 São Luiz de Ijuí

GRÊMIO: Brenno; Orejuela, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti (Victor Bobsin, 38’/2ºT); Janderson (Vini Paulista, 33’/2ºT), Bitello (Lucas Silva, 33’/2ºT), Gabriel Silva e Rildo (Elias, 22’/2ºT); Diego Souza (Churín, 2ºT)
Técnico: Roger Machado

SÃO LUIZ: Renan Rocha; Lucas Carvalho, Rodrigo Milanez, Willian Goiano e Márcio Goiano (Mizael, 38’/2ºT); Régis (Capa, intervalo), Jeferson Prill e Paulinho Santos; Jean Dias (Paulinho Simionato, 20’/2ºT), Juba (Taiberson, 20’/2ºT) e Ariel (Jhonata Araújo, 20’/2ºT)
Técnico: Paulo Henrique Marques

8ª Rodada – Gauchão 2022
Data: 19 de fevereiro de 2022, sábado, 16h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Público: 10.433 (9.452 pagantes)
Renda: R$ 398.846,00
Árbitro: Anderson da Silveira Farias
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Cássio Pires Dornelles
Cartões amarelos: Janderson, Rildo; Juba, Willian Goiano
Gols: Diego Souza, aos 9 minutos do 1º tempo, Rildo, aos 35 minutos do 1ºT; Nicolas, aos 17 minutos do 2º tempo, Janderson (de pênalti) aos 32 minutos do 2ºT

Gauchão 1994 – Grêmio 2×1 São Luiz de Ijuí

February 18, 2022
https://64.media.tumblr.com/85abef7c12de8213a37e9bb5d6afa1ce/tumblr_ppguf8fD0u1rxrwn5o1_1280.jpg

Foto: Silvio Avila (Zero Hora)

No “interminável” Gauchão de 1994, o Grêmio venceu o São Luiz no Estádio Olímpico por 2 a 1.

Duas curiosidades:

– A escalação (que eu busquei no Súmulas Tchê) do Grêmio é praticamente a mesma do time campeão da Copa do Brasil daquele ano. A única diferença estava na camisa 9. Jacques foi o titular deste jogo. Gilson Cabeção fora vendido três dias antes para o Tigres do México e Nildo ainda não havia sido contratado.

– Consultando a Grêmiopédia vi que essa foi a primeira vez que Roger enfrentou o São Luiz como atleta do Grêmio. Amanhã ele enfrentará a equipe de Ijuí pela primeira vez como técnico tricolor.

 

https://64.media.tumblr.com/e2c1188685a0ed2b094fad6ca1947c16/tumblr_ppguahM17u1rxrwn5o1_1280.jpg

Foto: Silvio Avila (Zero Hora)

 

GRÊMIO VENCE SÃO LUIZ E FICA MAIS PERTO DO INTER

O Grêmio bateu ontem o São Luiz, de Ijuí, por 2 a 1, e manteve o segundo lugar no campeonato, com um jogo ao menos do que o líder Inter. O desempenho da equipe desagradou à torcida, que cobrou a redução do ritmo de jogo no final do primeiro tempo. O time do Inter chega hoje à tarde em Seul, capital da Coréia do Sul, onde irá realizar dois jogos contra a seleção nacional.” (Zero Hora, segunda-feira, 9 de maio de 1994)

 

No domingo, o Grêmio fez dois gols em 16 minutos, depois parou diante do Santa Cruz e foi vaiado pela torcida. O treinador quer corrigir este problema.” (Zero Hora, 11 de maio de 1994)

 

“Na parte técnica, o Grêmio precisa mostrar à torcida que as vaias recebidas domingo passado, na vitória de 2 a 1 contra o São Luiz em Porto Alegre, foram circunstanciais. O técnico Luiz Felipe exige regularidade no desempenho e aplicação tática durante todo o jogo.” (Zero Hora, 15 de maio de 1994)

 

https://64.media.tumblr.com/c26d338aebcd3d9765646d9d0a8d7b3c/tumblr_ppguahM17u1rxrwn5o2_1280.jpg

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Paulão, Agnaldo e Roger; Pingo, Jamir, Émerson (Carlinhos) e Carlos Miguel (Arílson); Fabinho e Jacques
Técnico: Luiz Felipe Scolari

SÃO LUIZ: Beto; Jackson, Jaime, Caçula e Kiko; Índio (Gildinho), Nélson (Baggio), Rogério e Evandro Brito; Nílson Aragão e Tizíu
Técnico: Sérgio Savian

Gauchão 1994
Data: 08/05/1994, domingo
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 5.880 (3.832 pagantes)
Renda: CR$ 6.284.000,00
Juiz: Celso Luiz Figueiredo Pastro
Cartões Amarelos: Fabinho, Jaques, Kiko, Índio, Baggio, Evandro Brito, Tizíu
Gols: Carlos Miguél aos 3 minutos, Jacques aos 16 minutos do primeiro tempo e Evandro Brito 30 minutos do segundo tempo.

Umbro 2022 – Terceira camisa do Dundalk FC

February 17, 2022

https://64.media.tumblr.com/da42bf250df76dbb1529a0957fc854c8/ebd1f0d4047cd522-34/s1280x1920/6067ef60d48d1216a6dacb08148771672047ac8e.png
https://pbs.twimg.com/media/FJDewatX0AYm0M1?format=jpg
https://pbs.twimg.com/media/FJDuLwOWQAczTnv?format=jpg

https://64.media.tumblr.com/6b206403cf6d2df4532eb820b443e6a6/ebd1f0d4047cd522-02/s1280x1920/c334c6bfbbeaeac22e4adfcb5a767a84075731ec.png

No mês passado, a Umbro da Irlanda lançou uma nova terceira camisa do Dundalk FC. Achei interessante a forma como a Umbro se valeu de um padrão usada nas mangas da camisa do Manchester United de 1996/1997 (e em outras camisa do seu catálogo) para fazer uma releitura da camisa feita pela O’Neills em 1991, ano que o Dundalk ganhou o campeonato irlandês. Achei interessante também o uso dos diamantes da Umbro em uma listra/faixa quase na lateral da camisa, algo que não se vê mais a marca fazer tanto atualmente.

https://64.media.tumblr.com/8e1d0b900e21c1f870d361662762a9eb/ebd1f0d4047cd522-a0/s1280x1920/5492b7998e3739d03627bf17820bbf52bfb8fbd8.png

A minha primeira ideia seria de fazer, para o Grêmio, uma versão em azul royal desse modelo.

Espelhando a estampa e colocando ela nas mangas também (imagem abaixo), a camisa lembraria bastante a camisa da comissão técnica de 1991.

https://64.media.tumblr.com/cafce0cd35222cdfcc43e0804aae9b22/ebd1f0d4047cd522-5d/s1280x1920/c371c831695517bc573966883281aab616d51c9c.png

Fiz uma versão em azul marinho. Mas assim como as anteriores, achei elas um tanto semelhantes a camisa azul de 2019.

https://64.media.tumblr.com/7af5d34b6b0a76b11cdbf87600b7d55d/ebd1f0d4047cd522-56/s1280x1920/cf62cac09ed0b7cec2833420f8c2f9b6f0bed214.png

https://64.media.tumblr.com/682192eac4d7a0095aea08022b7d2d81/ebd1f0d4047cd522-39/s1280x1920/f8f4515da86f362a2979aeded399516c7db303cf.png

Essa versão em branco com os detalhes em azul me pareceu a mais interessante.

E, mesmo não sendo um grande fã de camisas pretas, acho que vale a pena fazer esta última simulação.

https://64.media.tumblr.com/69931779839ba382b661c2e369ac4cb1/ebd1f0d4047cd522-9c/s1280x1920/7b7e6cfe05182b87b03dd4b14026bfdd73d16194.png

 

Gauchão 2022 – União Frederiquense 3×1 Grêmio

February 17, 2022

https://i.imgur.com/dcYLUKm.jpg

A vitória do União Frederiquense foi merecidíssima. Os donos da casa dominaram a partida. O Grêmio, mesmo com algumas mudanças e testes (como Villasanti de segundo volante e Bitello na meia) não conseguiu melhorar o seu desempenho em relação ao já apresentado nas demais partidas.

https://i.imgur.com/2GuvT2N.jpg
https://i.imgur.com/Ff2fQH9.jpg
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

https://i.imgur.com/HJWV991.png

União Frederiquense 3×1 Grêmio

UNIÃO FREDERIQUENSE: Marcão; Lessa, Talis, Cleiton e Jander (Iago, intervalo); Igor Silva, Marquinhos, Eliomar (Menezes, 40’/2ºT) e Laion (Yuri, 40’/2ºT); Joãozinho (Buzatto, 29’/2ºT) e Daivison (Anderson Magrão, 19min/2º)
Técnico: Daniel Franco

GRÊMIO: Gabriel Grando; Orejuela, Rodrigues, Bruno Alves, Nicolas; Thiago Santos (Lucas Silva, intervalo); Janderson (Vini Paulista, 38’/2ºT), Villasanti (Gabriel Silva, 18’/2ºT), Bitello, Rildo (Fernando Henrique, 38’/2ºT); Elias (Churín, 41/’2ºT)
Técnico: Cesar Lopes (interino)

7ª Rodada – Gauchão 2022
Data: 16 de fevereiro de 2022, quarta-feira, 19h00min
Local: Arena União, em Frederico Westphalen, RS
Público:
Renda:
Árbitro: Lucas Guimarães Rechatiko Horn
Assistentes: Jose Eduardo Calza e Conrado Bittencourt
Cartões amarelos: Marquinhos; Thiago Santos e Rodrigues
Gols: Jander, aos 24 minutos e Elias (de pênalti), aos 28 minutos do 1º tempo; Eliomar, a 1 minuto e Laion, aos 24 minutos do 2º tempo

Gauchão 2022 – Grêmio 1×1 Juventude

February 15, 2022

https://i.imgur.com/qRcR1wC.jpgO desempenho mostrado nessa partida (que é a sexta, ou terceira dos titulares, da temporada, mas sempre parecendo ser a primeira) só poderia resultar em mudanças no comando do futebol.

A volta da torcida na arquibancada norte foi um notícia importante. Mas é difícil aceitar que a biometria siga sendo imposta de maneira discriminatória (e pode até ser uma cautela excessiva, mas acho que a pandemia é mais um agravante nessa questão). E até agora não foi possível entender a razão de ter sido imposta uma segregação de acesso ao estádio para os torcedores que foram naquele setor. Esta mudança sequer foi informada com antecedência pelo clube ou pela Arena.

– Média de público do Grêmio em 2022:
8.318 (7.483 pagantes)

– Média de público dos dez jogos entre Grêmio e Juventude pelo Gauchão disputados na Arena:
17.391 (15.629 pagantes)

https://i.imgur.com/GXGI5rQ.jpg
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

https://i.imgur.com/HJWV991.png

Grêmio 1×1 Juventude

GRÊMIO: Brenno; Orejuela (Rodrigues, 21’/2ºT), Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa (Nicolas, 37’/2ºT); Thiago Santos, Lucas Silva (Villasanti, 21’/2ºT), Janderson, Benítez (Rildo, 37’/2ºT) e Ferreira (Gabriel Silva, 8’/2ºT); Diego Souza
Técnico: Vagner Mancini

JUVENTUDE: César; Soares, Danilo Boza, William Mateus e Moraes; Kelvi, Elton, Jadson; Capixaba (Hélio, 37’/2ºT), Ricardo Bueno (Pitta, 23’/2ºT) e Guilherme Parede
Técnico: Eduardo Barros (interino)

6ª Rodada – Gauchão 2022
Data: 13 de fevereiro de 2022, Domingo, 19h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Público: 11.866 (10.781 pagantes)
Renda: R$ 455.172,00
Árbitro: Daniel Nobre Bins
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor e Tiago Augusto Kappes Diel
Cartões amarelos: Thiago Santos e Diego Souza; Guilherme Parede, Elton, Capixaba e Hélio
Gols: Capixaba, aos 35 minutos do segundo tempo e Nicolas aos 46 minutos do segundo tempo.

Gauchão 1982 – Grêmio 2×0 Juventude

February 12, 2022
https://64.media.tumblr.com/61c8cad628e3679dfe7b0f4f62f28b70/7ef85839e0dd7fec-83/s1280x1920/7445f3a04a23bedc8672133728b82e256ab14bf8.jpg

Foto: Mauro Mattos (Zero Hora)

Em 1982, o Grêmio venceu o Juventude por 2×0, no Olímpico, em jogo válido pelo primeiro turno do Gauchão. Naquele momento a grande preocupação tricolor eram os jogos que faria em Montevideo na semana seguinte, contra Defensor e Peñarol pela fase de grupos da Libertadores.

Na foto acima, registrando o lance do primeiro gol, achei curiosa a imagem da silhueta de alguém na porto do banheiro da arquibancada, no canto superior esquerdo da imagem. Na foto abaixo é possível notar o patrocínio da Olympikus nas costas da camisa 11 de Odair.

E por falar em camisas, interessante a informação veiculada na Zero Hora, de que o Grêmio cobrava dos seus jogadores Cr$ 2.500,00 por camisa. Esse valor, corrigido pelo IPCA, seria o equivalente a pouco mais de 120 reais nos dias de hoje. Outra comparação interessante é com o valor das camisas dos times ingleses em 1982. Os 2.500 cruzeiros comprariam pouco menos de 8 libras esterlinas na época. As camisas de Manchester United, Liverpool e Arsenal eram vendidas, na Inglaterra, por mais de £17 no natal daquele ano.

https://64.media.tumblr.com/10420e64a5191ba602a425a850f77ba3/51742377204a9d9c-94/s640x960/8febc7bb759e964a4857e26db055cee303cc0a29.jpg

Foto: Pioneiro

O TIME DEIXOU A TORCIDA PREOCUPADA
O fraco rendimento contra o Juventude poderá comprometer na Libertadores

Se o time de Enio Andrade mostrar no Uruguai, terça e sexta-feira próximas o mesmo futebol apresentado contra o Juventude, por certo, encontrara sérias dificuldades. Tantas, que será dificílimo trazer para Porto Alegre, os quatro pontos das partidas contra o Defensor e o Penharol. Está certo que o Grêmio venceu por 2 a 0, mas mostrou deficiências. Os laterais falharam nos cruzamentos, Batista e Bonamigo erraram passes importantes, Isidoro movimentou-se sem entusiasmo e Tarciso jamais conseguiu fazer a jogada de linha de fundo. Aliás, contrariando a preferência de Ênio Andrade, os 5.609 torcedores presentes ao Olímpico na fria noite de sábado, pediram a presença de Renato com a camisa sete. Os gols foram de Tarciso e Odair.

Agora, o Grêmio tem quatro pontos ganhos a mais que o Internacional, mas seu saldo de gols tem apenas dois de diferença. Enquanto o Inter tem ainda três compromissos pelo Campeonato Regional, sendo dois no Beira-Rio, ao Grêmio falta somente um, segunda-feira próxima, em São Borja. Mas, como disse o zagueiro Hugo de León, após a vitória “o Gauchão só volta a ser assunto depois de sexta-feira, após a partida com o Penharol pela Taça Libertadores da América”. Antes porém, tem ainda o Defensor, um adversário, teoricamente. mais fraco que o Penharol.

QUATRO CONCLUSÕES

E para superar estes dois adversários o time gremista precisará utilizar de toda a sua competitividade. Ou se¡a, voltar a aquele futebol que jogou nas finais do Campeonato Nacional deste ano. Está certo que contra o Juventude, o último colocado do Gauchão, alguns jogadores se pouparam. Isto foi visível e a torcia até entendeu. Mas contra os uruguaios será diferente. Tarciso, por exemplo, vai precisar usar de toda a sua experiência e fazer as jogadas de ponta. Algo que o Renato realiza com eficiência, mas que no entender de Ênio deve ficar no banco, constituindo-se assim, ao reserva mais importante da equipe. Uma opção para o segundo tempo.

No primeiro tempo aconteceram somente quatro conclusões do ataque gremista. Isto se somarmos o pênalti, perdido por Edmar aos 11 minutos do primeiro tempo. Ele chutou fraco e a bola passou ao lado do poste direito da goleira de Geninho. O retrancado time de Daltro

Meneses somente completou seu primeiro ataque na partida, aos 44 minutos num chute de Caio sobre o gol de Émerson Leão.

No segundo tempo, aos 21 minutos a melhor jogada de ataque do Grêmio. Troca de passes entre Tarciso, Isidoro e Edmar, mas o centroavante falhou na conclusão. A partida de Edmar foi muito ruim, tanto que foi substituído aos 30 minutos. Aos 31, o Juventude atacou e Paulinho concluiu no travessão. Leão apenas olhou.

Nas arquibancadas os torcedores abandonavam o estádio assustados com o “Minuano” e também com o mau futebol que Grêmio e Juventude apresentavam mas cientes num aspecto: Se o Grêmio jogar no Estádio Centenário como o mesmo ritmo, a classificação para a segunda fase da Libertadores fica difícil. Muito difícil.

O PLACAR

TARCISO, 1 a 0 para o Grêmio, aos 43 minutos do primeiro tempo: A jogada começou com um levantamento de Paulo Roberto. Odair dominou na entrada da área,  pela esquerda e chutou. A bola rebateu no zagueiro e sobrou para Tarciso que completou de pé direito.

ODAIR, 2 a 0 para o Grêmio, aos 17 minutos do segundo tempo,  um gol com apenas três toques. Hugo de León cobrou uma falta da intermediária na cabeça de Edmar. O centroavante apenas tocou a bola para o lado esquerdo, visando Odair. O ponteiro bateu forte, a bola chocou se contra o poste direito de Geninho e entrou.” (Luis Zini Pires, Zero Hora, segunda-feira, 23 de agosto de 1982)

 

https://64.media.tumblr.com/e0e3505426c8067bb5839c33102fd1d7/7ef85839e0dd7fec-2f/s1280x1920/2fe4ce7de8792fdd3d7d28388f5b96bcec139524.jpg

Foto: Mauro Mattos (Zero Hora)

JUVENTUDE NÃO SEGUROU EMPATE NO OLÍMPICO
Sábado o Juventude foi a Porto Alegre com a intenção de não tomar gol, mas não resistiu à pressão do tricolor porto-alegrense. A equipe de Daltro Menezes mostrou bom entrosamento na sua defesa e ao mesmo tempo a carência de maior criatividade no setor de ataque.

O Juventude foi no último sábado ao Olímpico jogar contra o Grêmio e foi novamente derrotado. A partida apresentou uma equipe atacando e outra apenas se defendendo, mas até certo ponto foi boa. Embora o Juventude tenha sido, na maior parte do tempo, um time retrancado, conseguiu também algumas jogadas de ataque. Diferentemente do que afirmava durante a semana passada, Daltro Menezes preferiu escalar Paulão na lateral esquerda ao invés de Jesus. Por outro lado, o Grêmio entrou em campo com o visível propósito de golear o Juventude, para aumentar a diferença no saldo de golos do seu principal adversário, o Internacional. Mesmo com todo o assédio do time de Ênio Andrade, a equipe caxiense resistiu até os 43 minutos da primeira fase, quando veio a sofrer o primeiro gol.

O JOGO

Logo no início do jogo a equipe tricolor era toda pressão sobre o Juventude. Aos 11 minutos o Grêmio foi beneficiado por uma penalidade máxima. A jogada que originou o pênalti aconteceu num lance entre o centroavante Edmar e o zagueiro Silva. O atleta do Juventude, ao ver-se envolvido pelo atacante gremista, obstruiu sua passagem com falta. Sílvio Rodrigues, em cima do lance, marcou a penalidade. O próprio Edmar a cobrou e, para sorte do Ju, mandou a bola pela linha de fundo. A partir desse lance, houve uma sensível melhora na equipe do Alfredo Jaconi. O meio-campo armado por Daltro Menezes começava a equilibrar as ações com o equivalente setor adversário. O Grêmio era uma constante no campo de ataque, mas com ataques desordenados. E o Juventude certamente teria conseguido surpreender se tivesse para os contra-ataques jogadores de maior criatividade. Porém; de tanto insistir, o Grêmio aos 43 minutos conseguiu a marcação do seu primeiro gol. Após vários cruzamentos sobre a área do Juventude, numa dessas jogadas, a bola se ofereceu livre a Tarciso que encheu o pé, sem chances para Geninho. O um-a-zero era juste pelo que se viu na primeira fase.

SEGUNDO TEMPO

Na ambição de conseguir mais golos, o Grêmio voltou a campo com maior determinação. O Juventude, por sua vez, não tinha opções de ataque e parecia uma equipe acomodada com o placar, afinal de contas não estava sendo goleado. Aos 17 minutos o Grêmio conseguiu a marcação do seu segundo tento. A jogada teve a participação de De León, Edmar e Odair. Após a triangulação, Odair, que recebeu um passe primoroso de Edmar, chutou forte e sem chance de defesa para Geninho. Com os dois a zero no placar Ênio Andrade fez modificações no time visando poupar seus jogadores para os jogos da Libertadores da América. Retirou Bonamigo e fez entrar Tonho, que conseguiu dar um pouco mais de movimentação àquele setor. Renato também entrou no lugar de Edmar, passado Tarciso para o meio do ataque. No Juventude Daltro se obrigou a retirar o avante Paraná, por estar cansado de tanto correr de um lado para outro, enfrentando a defesa do Grêmio praticamente sozinho. Gláucio entrou, mas nada acrescentou, pois, embora entrando no meio-campo na intenção de liberar Kita para o ataque, o Juventude não conseguiu assustar o adversário. Aconteceu apenas um lance de perigo contra a meta de Leão, um chute de Paulão, em que a bola foi chocar-se no travessão. Ao final do jogo, os dois-a-zero foi um resultado justo. O Juventude mostrou um excelente desempenho do meio-de-campo para trás. Porém, ficou claro também que necessita urgentemente de melhorar o seu ataque.

 

DALTRO ACREDITA NA CLASSIFICAÇÃO

Ainda nos vestiários do Estádio Olímpico Daltro Menezes procurava explicar a derrota contra o Grêmio. E ressaltava que, apesar, havia visto muita coisa positiva na sua equipe:
— É muito difícil segurar o Grêmio, ainda mais jogando em sua casa. E as coisas se tomam mais difíceis quando não se tem condições de atacar, fustigar lá na frente. O Juventude neste jogo em termos de ataque não foi bem. Então o adversário tomou conta da partida. Se bem que criou poucas chances. Mas o resultado foi justo, já que o Grêmio jogou melhor.

MELHORIAS NA EQUIPE

Jogando em Porto Alegre contra a dupla Gre-Nal, dificilmente as equipes do interior conseguem uma vitória ou até mesmo um empate. Mas Daltro garante que no returno, em Caxias, a dupla certamente deixará alguns pontinhos:
— Nada a contestar nesta vitória do Grêmio. Mas o Juventude pensa seriamente na sua classificação. E creio que com este time, mais o Frazão na ponta e um centroavante, dificilmente deixaremos de nos classificar. Nem a dupla Gre-Nal, volto a dizer, passará por Caxias sem deixar pontos. E digo mais: se empatarem, será um bom resultado. Esse time do Juventude já tem muita coisa, mas ainda lhe falta a conclusão, o que poderíamos chamar de acabamento.” (Pioneiro, terça-feira, 24 de agosto de 1982)

 

https://64.media.tumblr.com/afe3fb6309ce20ae55029e7bc39d4817/7ef85839e0dd7fec-1d/s1280x1920/9609741dd255a162ee3135556c7021f2aab5bf6f.jpg

QUEM PAGA?

Já fazia algum tempo que o técnico Daltro Menezes não dirigia um time no Estádio Olímpico. Ele recebeu muitas homenagens, sábado à noite, na partida Grêmio x Juventude, falando através da Rádio Gaúcha com o técnico Osvaldo Brandão e com o preparador físico Julio Espinosa. No final Daltro recebeu de presente uma camisa do Grêmio — a do zagueiro Hugo de Leon, número seis — oferecida por Júlio Espinosa. Resta saber quem vai pagar os Cr$ 2.500,00 da camisa. porque o Grêmio cobra mesmo de todo mundo.” (Bola Dividida, Zero Hora, segunda-feira, 23 de agosto de 1982)

https://64.media.tumblr.com/d2e4952eae3796d51382e1973a689f0d/51742377204a9d9c-be/s500x750/b07fbd73a51af6f757db617bca01eef8fbcd791e.jpg

Foto: Pioneiro

 

GRÊMIO: Leão, Paulo Roberto, Leandro, De León e Paulo César Magalhães; Batista, Bonamigo (Tonho) e Paulo Isidoro; Tarciso, Edmar (Renato Portaluppi) e Odair.
Técnico: Ênio Andrade

JUVENTUDE: Geninho; Ivan, Silva, Paulão e Jesus; Foguinho, Serrano e Kita; Caio, Paraná (Gláucio) e Paulinho
Técnico: Daltro Meneses

Gauchão 1982 – 1º Turno
Data: 21 de agosto de 1982, sábado, 21h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 5.609 pagantes
Renda: Cr$ 1.027.150,00
Árbitro: Sílvio Rodrigues
Auxiliares: Luis Carlos Tiburskie Antônio Moussalle
Gols: Tarciso, aos 43 minutos do 1.° tempo; Odair, aos 17 minutos do 2.°tempo

Umbro 2022 – Camisas do Rosario Central

February 10, 2022

https://64.media.tumblr.com/5f69162f5f64e454b568fee19c959ace/84b685569bd007c2-2b/s1280x1920/6e6fd052832763a2733b393619f9775e968ac81e.png

https://pbs.twimg.com/media/FKcspZXXIAgs-BE?format=jpg

https://pbs.twimg.com/profile_banners/338400297/1643741501/1500x500

https://images.mantosdofutebol.com.br/wp-content/uploads/2022/01/Screenshot_20220131-155629_Instagram.jpg

https://pbs.twimg.com/media/FLK-r98XwAA_Yqe?format=jpg

https://64.media.tumblr.com/f3e41858587a828493feb029ecf1ce78/f99973d6213c1c3d-1c/s1280x1920/13a80a37f442d84d883584bc5f84891abe368b75.png

No início do mês, a Umbro da Argentina lançou as novas camisas do Rosario Central.

Gostei da gola (bem como do detalhe das listras na parte de trás do calção) e resolvi fazer algumas simulações de uma eventual camisa do Grêmio com esse modelo

https://64.media.tumblr.com/49250f6667805a857ef29d3e372fb0ff/f99973d6213c1c3d-cb/s1280x1920/1907cb655f5821e4eca34beb7a4b6c0c75cba6ba.png

Achei que com a gola e punhos brancos o resultado acaba ficando demasiadamente parecido com as camisas de 2016 e 2018.

Resolvi fazer um teste com gola  e punhos pretos, tal como usado nas camisas de 1998 e 2008.

 

https://64.media.tumblr.com/640fdee11ef40e9760036031540a80c9/f99973d6213c1c3d-44/s1280x1920/4103988d1c283cb756bd87fb4b1a16b2bcc01f44.png

Vi gente reclamando da falta de listras nas mangas da camisa do Central. Me parece, uma reclamação procedente, a camisa ficaria mais legal com listras ali também. Mas pra ser totalmente fiel ao modelo do Rosario, fiz uma versão da camisa gremista sem as listras nas manga. O resultado (abaixo) me pareceu muito similar a camisa de 2017.

 

https://64.media.tumblr.com/1e6a31b4fff44d68db3839635ed70f85/f99973d6213c1c3d-e4/s1280x1920/dbf61dd03603c50bf5c83e206744b4658bc3ac22.png

 

https://pbs.twimg.com/media/FKcu7EeXEA82w9C?format=jpg

https://pbs.twimg.com/media/FLGOU-PXwAIKdBV?format=jpg

https://64.media.tumblr.com/9a02582aa1eb2c1be7d2b47ca4967ffb/84b685569bd007c2-71/s1280x1920/21247f5137da5467275ef81d8c3d2273524a4417.png

 

A camisa reserva do Rosario Central é uma clara releitura da camisa reserva de 1998/1999.

Para uma versão gremista eu não vejo muito sentido em manter essa listra vertical.

https://64.media.tumblr.com/ef6bebe2fb1a13394a50051088daad65/84b685569bd007c2-3e/s1280x1920/1f4fb868d986b7a299299eefb3c660394e196ed8.png

Uma primeira ideia era fazer um modelo azul inspirado na camisa reserva usada em 1970.

Abaixo um modelo só com a listra no peito/barriga e acima um modelo com listras nos ombros também (que me faz lembrar a camisa branca do Manchester United de 1998)

https://64.media.tumblr.com/497130a01fecd8007374d8ed59f89936/84b685569bd007c2-ba/s1280x1920/6ad0b1602fce70eefcc4492580c05d4642d8d419.png

https://64.media.tumblr.com/451277578ed2fadbad9f0768d6fccd12/84b685569bd007c2-d8/s1280x1920/82b4d3d681f1dd02e36721f1382d90970d094c3c.png

Para branca uma primeira ideia era uma camisa no estilo da reserva do final dos anos 40/início dos anos 50 (acima), com o distintivo no centro.

Abaixo uma versão com listras nos ombros e no peito e uma com listras somente nos ombros

https://64.media.tumblr.com/1dd4687d4634d543a583f21cd8d1907f/84b685569bd007c2-50/s1280x1920/d04138b21c5c01d043678ab3e0b11a2117e73a30.png

https://64.media.tumblr.com/763e164ff1acfa86babda58e9f12e541/84b685569bd007c2-ec/s1280x1920/159b2bf57a0dce975a196a3b3231dc19f14fa297.png

Gauchão 2022 – Aimoré 1×2 Grêmio

February 10, 2022
https://i.imgur.com/M71k0vt.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

https://i.imgur.com/OfOe524.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

O Grêmio não pode se queixar da sorte no jogo de hoje. A equipe tricolor acabou conseguindo uma vitória de virada, mas com o que apresentou em campo poderia, jogando pouco e de igual pra igual com os donos da casa, poderia facilmente ter sido derrotada.

Tentando olhar pelo lado positivo, o treinador parece também insatisfeito com o desempenho, tanto é que testou um novo esquema no segundo tempo.

https://pbs.twimg.com/media/FLMr50iXsAY3N_m?format=jpg

Foto: Cristiano Oliveira (Rádio Guaíba)

https://i.imgur.com/HJWV991.png

Aimoré 1×2 Grêmio

AIMORÉ: Fabián Volpi; Bruno Ferreira, Henrique, Darlan e Raphael Soares; Wellington Reis, Adriano Klein (Sassá, 34’/2ºT), Mardley (Paulinho Dias, 19’/2ºT) e Wagner; Wesley Pacheco (Marco, Antonio, 43’/2ºT) e Vinícius Baiano (Luís Soares, 38’/2ºT)
Técnico: Rafael Lacerda

GRÊMIO: Brenno; Lucas Kawan (Bruno Alves, intervalo), Rodrigues, Gustavo Marins e Nicolas; Fernando Henrique (Victor Bobsin, 42’/2ºT), Villasanti, Gabriel Silva  (Janderson, 19’/2ºT), Benítez, Rildo (Ferreira, intervalo); Diego Churín (Diego Souza, 19’/2ºT)
Técnico: Vagner Mancini

5ª Rodada – Gauchão 2022
Data: 09 de fevereiro de 2022, quarta-feira, 20h30min
Local: Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo, RS
Público: 1.007 pagantes
Renda: R$ 2.570,00
Árbitro: Roger Goulart
Assistentes: Claiton Timm e Artur Avelino Birk Preissler
Cartões amarelos: Henrique, Wesley Pacheco e Wellington Reis); Gustavo Martins, Nicolas e Fernando Henrique
Cartões vermelhos: Gustavo Martins (Grêmio)
Gols:  Wesley Pacheco, aos 14 minutos do segundo tempo; Villasanti, aos 32 do segundo tempo e Tonhão aos 42 minutos do segundo tempo