Gauchão 2004 – Glória 0x1 Grêmio

by
https://i.imgur.com/rwQvYn9.jpg

Foto: Correio do Povo (Fonte: Camisas do Grêmio)

 

Gauchão de 2004. Essa foi a última vez que o Grêmio foi a Vacaria enfrentar Glória. Até onde eu consegui apurar, nessa partida o Grêmio estreou essa camisa azul marinho (no ano anterior a Kappa já havia lançado um outro modelo em azul marinho, mas aquela não foi usada em jogo)

 

https://i.imgur.com/d4RfuIR.jpg

Foto: Jeferson Botega (Zero Hora) – Fonte: Grêmiopédia

 

FESTA DO GRÊMIO COMEÇOU CEDO

Leonardo Oliveira/Vacaria – O Grêmio acabou com a festa preparada pelo Glória nos Campos de Cima da Serra. Ontem à tarde, venceu por 1 a 0.e voltou de Vacada praticamente classificado às semifinais do Gauchão. Frustrado com o resultado e fatigado pelo acúmulo de jogos, o Glória pensa em usar reservas em Porto Alegre, no sábado.

A partida de ontem consumiu as últimas reservas do time. As rádios da região tratavam o domingo como “de gala”. A torcida ocupou cada centímetro das modestas dependências do Estádio Altos da Glória. A atmosfera criada para o jogo potencializou a tensão. O Grêmio concentrou-se em Vacaria sob olhares desconfiados e críticas pelo pedido de exame antidoping. O ambiente nervoso para o jogo estava criado.

O resultado desse tempero todo foi uma partida genuína de Gauchão. Atacante virou bola em determinados momentos. A marcação nunca deixou de ser severa. Alguns exageraram, como os zagueiros Luciano Sobrosa e Careca. Bateram sem piedade. Fábio Pinto jogou 30 minutos e apanhou por um mês.

— Pobre do Fábio, ficou pouco tempo em campo e apanhou mais que todos — espantou-se Bruno.

O gol de Élton a 1min30s desarrumou o Glória. Com três zagueiros e dois volantes, faltou criação e inspiração para o time. João Pedro, um azougue pela direita, foi quem levou perigo. Sotilli, vigiado por Marcelo, assustou apenas no início. Perdeu o empate aos dois minutos, levou vantagem em três lances pela esquerda e restringiu-se depois a reclamar. Acabou prejudicado pela falta de inspiração do time.

Mesmo assim, Sotilli embalou a esperança da torcida. Oficialmente, 5.987 pessoas estavam no estádio. A impressão era de que havia mais. Todos atenderam ao pedido do presidente Francisco Schio e se apertaram na arquibancada. Teve gente que assistiu ao jogo de lado. Diferente daqueles que subiram em três caminhões estacionados na rua lateral. Havia torcedores até em cima do pavilhão. Mas estes a Brigada Militar tratou de retirar.

Todos voltaram para casa indignados com a atuação de Carlos Simon. Vacaria reclama de um lance no primeiro tempo, quando de fato Cocito desviou com a mão dentro da área um chute de Gasolina. O lance poderia mudar os rumos da partida, mas seria difícil tirar a vitória do Grêmio. O time teve uma atuação consciente e determinada. Claudiomiro comandou uma defesa segura. Cocito e Tiago Prado não se constrangeram em mandar a bola para fora do estádio, na BR-295. Christian, mesmo vigiado, levou perigo. Marcelinho, e Fábio Pinto, no segundo tempo, perderam chance de ampliar. O Grêmio também se queixa, com razão, de um pênalti no segundo tempo em Marcelinho. O atacante foi puxado pelo ombro quando se preparava para chutar em gol.

Mais um lance para discussão em uma tarde azul.” (Leonardo Oliveira, Zero Hora, segunda-feira, 22 de março de 2004, Fonte: Grêmiopédia)

 

https://i.imgur.com/kABApPf.jpg

GRÊMIO PODE ATÉ PERDER POR UM GOL

O Grêmio largou na frente na decisão por uma vaga na final do Grupo 1 do Gauchão 2004. A equipe tricolor fez 1 a 0 no Glória neste domingo, em Vacaria, gol de Élton. O resultado dá a vantagem ao time gremista, que pode perder até por 1 a 0 para garantir a vaga na final da Chave 1 da competição.

O time dono da casa ainda não atravessara o meio de campo, a 1min30 de jogo, quando o Tricolor abriu o placar. Christian foi lançado na entrada da grande área e deixou Élton livre, na cara do goleiro Marcão. O chute foi forte, batendo no travessão antes de cruzar a risca do gol.

Então o Glória começou a jogar. Perdeu a chance de empate um minuto após o gol gremista e na seqüência deu continuidade a uma pressão desordenada, com bolas levantadas a todo instante para dentro da grande área gremista, buscando preferencialmente o goleador Sandro Sotilli.

Aos 28 minutos, quando a pressão era enorme, houve um pênalti a favor do Glória, que o árbitro Carlos Simon não assinalou. Rodrigo Gasolina, na entrada da pequena área, chutou em direção às redes e o volante Cocito claramente jogou-se e defendeu com a mão.

Ciente de que seu time vinha sendo muito pressionado, Adilson Batista decidiu voltar com a defesa reforçada para a etapa final. Entrou Tiago Prado e saiu o meia Luciano Ratinho. O Grêmio passou a rondar a área do Glória com mais assiduidade do que no primeiro tempo. Marcelinho, aos 12 minutos, quase ampliou, quando ficou frente a frente com o goleiro, mas chutou fraco, nas mãos de Marcão.

Aos 30 minutos, numa espetacular arrancada em contra-ataque, Fábio Pinto poderia ter matado a partida, mas, sozinho, chutou exatamente em cima do goLeiro, desperdiçando a grande chance.

O Grêmio ainda poderia ter ampliado aos 40, quando o zagueiro Sobrosa agarrou Marcelinho e o derrubou dentro da grande área. Um pênalti que Simon não marcou.

Para a partida de volta, no Estádio Olímpico, a equipe não poderá contar com Élton, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Baloy, que ainda se recupera de lesão, pode reforçar o time no final de semana.” (Gazeta do Sul, segunda-feira, 22 de março de 2004)

 

https://i.imgur.com/aG2ZR3s.jpg

Foto: Abelardo Marques (Gazeta do Sul)

 

“GRÊMIO VENCE E FICA A UM EMPATE DA DECISÃO DO GAÚCHO

Mesmo jogando fora de casa, o Grêmio deu um grande passo para a classificação à final do Campeonato Gaúcho. Na tarde deste domingo, o time derrotou o Glória por 1 a 0, em Vacaria, e joga pelo empate no estádio Olímpico.

O único gol da partida foi marcado pelo meia Élton, logo aos dois minutos da partida. A partir daí, o Gloria buscou o empate, mas não teve sucesso em suas tentativas. Agora, o tricolor joga pelo empate em casa, para ir à decisão.

O Grêmio iniciou muito bem na partida e abriu o placar logo aos dois minutos. Christian fez jogada pelo meio e tocou para Élton, que invadiu a área e chutou sem chances para o goleiro rival.

Aos 18min, Christian recebeu de Luciano Ratinho, mas o goleiro Marcão se antecipou e fez bela defesa. Cinco minutos depois, Xavier aproveitou cruzamento e Tavarelli defendeu. Aos 31min, Christian voltou a exigir boa defesa de Marcão.

Na etapa final, o Glória tentou pressionar e Sotilli exigiu boa defesa de Tavarelli, aos 8min. Sem muita criatividade, o time do interior arriscou apenas em jogadas de bola parada, que o Grêmio não teve trabalho para parar e conseguir assim uma boa vantagem para ir à final.” (UOL, 21/03/2004 – 18h21)

 

https://i.imgur.com/goJa4Pq.jpg

Foto: Jeferson Botega (Zero Hora) – Fonte: Grêmiopédia

 

GRÊMIO VENCE E AMPLIA A VANTAGEM
Fez 1 a 0 no Glória e agora pode perder pelo mesmo escore no Olímpico que garantirá vaga para a fase seguinte do Gauchão

Só dois gols tiram o Grêmio da final do grupo 1 do Gauchão. Ontem, o time venceu o Glória por 1 a 0, em Vacaria, e ampliou a vantagem nas semifinais. Agora, pode perder por 1 a 0 no Olímpico, no próximo final de semana, que ainda assim tem vaga na decisão. O Glória só avança caso vença por uma diferença de dois gols ou então por um gol, contanto que marque pelo menos duas vezes.

A vitória foi construída no primeiro minuto de jogo. O lateral Élton tabelou com Christian e avançou pela esquerda para chutar na saída de Marcão e marcar o único gol do jogo. A melhor chance do Glória viria no minuto seguinte, quando Sotilli recebeu livre na pequena área, mas chutou para fora.

De resto, o primeiro tempo foi marcado mais pela empolgação e menos pela qualidade técnica. Toda dividida era uma epopéia para os jogadores, o que paralisou a partida em função do grande número de faltas.

Para a segunda etapa, Adílson Batista trocou um articulador (Ratinho) por um zagueiro (Tiago Prado). A medida conteve a iniciativa ofensiva do Glória, que ainda viu a sua situação complicar ainda mais com a expulsão do técnico Bagé, aos 16 minutos.

Desgastado pela recente maratona de jogos, a equipe de Vacaria cedeu ao cansaço nos minutos finais, e o Grêmio se aproveitou para jogar no contra-ataque, com Fábio Pinto e Marcelinho. Foi a vez então de o goleiro Marcão mostrar qualidade e impedir que os gremistas voltassem para Porto Alegre com uma vantagem ainda maior.

A arbitragem de Carlos Simon foi contestada por ambos os lados. O Glória reclama de um pênalti não marcado no primeiro tempo, quando Cocito interceptou com o braço um chute de Rodrigo Gasolina. O Grêmio, por sua vez, alega que aos 41 minutos da etapa final Marcelinho foi puxado pelo zagueiro Careca dentro da área.” (Correio do Povo, segunda-feira, 22 de março de 2004 – Fonte: Grêmio Dados)

 

https://i.imgur.com/q51uUwL.jpg

Foto: Jeferson Botega (Zero Hora) – Fonte: Grêmiopédia

Glória 0x1 Grêmio

GLÓRIA: Marcão; Sobrosa, Marcelo Bolacha e Careca; Flavinho (Marquinhos), Xavier, Toto (Fábio de Los Santos), João Pedro e Aldo; Rodrigo Gasolina (Lela) e Sandro Sotilli
Técnico: Bagé

GRÊMIO: Tavarelli; Michel, Marcelo Magalhães, Claudiomiro e Elton; Cocito (Adriano),Leanderson, Bruno e Luciano Ratinho (Tiago Prado); Marcelinho e Christian (Fábio Pinto)
Técnico: Adilson Batista

Gauchão 2004 – Primeira Fase
Data: 21 de março de 2004, domingo
Local: Altos da Glória, em Vacaria, RS
Público: 5.987 (5.097 pagantes)
Renda: R$ 53.960,00
Árbitro: Carlos Eugênio Simon
Auxiliares: José Antônio Chaves Franco Filho e Sílvio Rogério Silva
Cartões Amarelos: Sobrosa, Marcelo Bolacha, Xavier, Cocito, Élton
Gol: Élton, a um minuto e 30 segundos do primeiro tempo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: