Brasileirão 1974 – Grêmio 2×0 Sampaio Correa

by
https://64.media.tumblr.com/1be0560e53527bb9018baf6a4be3c13a/0d9a7650ae76755b-51/s1280x1920/944e28ad5c315b8c6dfd4349ddecc3febb4a302d.jpg

Foto: Correio do Povo

 

O único confronto da história entre Grêmio e Sampaio Corrêa aconteceu no Brasileirão de 1974. Vitória gremista por 2×0 no Olímpico.

Um detalhe interessante é que Tarciso se machucou na jogada do segundo gol, mas não foi substituído e acabou ficando de fora de cinco jogos seguintes.

 

GRÊMIO CHEGOU AOS 2X0 COM AUTORIDADE

O Grêmio derrotou ontem ao Sampaio Correa, de São Luis do Maranhão, por 2 a 0, em jogo realizado à tarde no Estádio Olímpico. Foi uma vitória justa da representação  gaúcha, que só não atingiu marcador mais elevado devido a uma série de oportunidades perdidas peles seus atacantes. A equipe maranhense, muito modesta, mostrou pouco futebol.  Sua preocupação foi evitar que o Grêmio pudesse desenvolver todo o seu jogo. Com exceção dos atacantes Dionísio e Ailton, os demais tiveram fraca atuação.

Os golos do Grêmio foram marcados por Mazinho, aos 44 minutos do primeiro tempo, e por Torino, aos 25 do tempo complementar. Após uma falta de Morais em Tarciso, nas proximidades da meia-lua, na conquista do primeiro golo, Torino passou por cima da bola, deixando para Mazinho que chutou com violência, sem possibilidade de defesa para o goleiro Orlando, ex-defensor da Portuguesa de Desportos. A segunda conquista gremista, foi iniciada com um ataque de Tarciso pela direita, que cruzou na área para Torino marcar.

IMPRESSÃO DE GOLEADA

Embora a primeira situação de golo fosse criada pelo Sampaio Coma, aos minutos 4 com Dionísio fazendo falta em Picasso, não marcada pelo juiz, o Grêmio até os 15 minutos iniciais deu a impressão de que poderia golear facilmente a equipe visitante. Aos 7 minutos, Everaldo atacou e fez uma boa finalização, o goleiro pôs para escanteio. Aos 10 minutos, lura realizou uma grande jogada, culminando com um cruzamento da linha de fundo. Aos 13, Torino perde um golo, ao tentar colocar uma bola que poderia ter chutado direto.

Embora sem apresentar uma movimentação coordenada em todas as suas linhas, mas tendo pela frente uma equipe limitada, com os jogadores se amontoando na defesa para evitar, de todas as formas, o golo, o Grêmio até os 15 minutos dava a impressão de que poderia chegar à goleada. Surpreendentemente, dali para frente, o jogo foi perdendo o seu ritmo. O juiz errando com frequência, não dando a lei da vantagens. E a partida foi até se tornando sonolenta. Foi só ao final do período, com o golo de Marinho, de bola parada, que a torcida do Olímpico parece ter despertado.

No segundo tempo, o Grêmio começou pressionando mais. Entretanto, foi Dionísio, mais uma vez, que andou perto de marcar, aos 11 minutos. O Sampaio começou também a revelar um bom ponteiro esquerdo, Ailton. O Grêmio, porém, com uma equipe mais experiente, manteve o predomínio da partida, tendo inclusive perdido golo certo, aos 21 minutos, com Bolívar e Tarciso, tendo este último errado porque quis colocar a bola, dando a impressão de certa displicência no lance. Após o segundo golo, aos 25 minutos, o Grêmio introduziu duas alterações na equipe: Loivo em lugar Bolívar e Humberto Ramos no lugar de Iura.” (Correio do Povo, domingo, 28 de abril de 1974)

 

https://64.media.tumblr.com/a2c54a4eb9a24a78d94ffd7cf5c0fd7c/0d9a7650ae76755b-eb/s1280x1920/acf5d795547410e142a150d704efcd82cda87b9a.jpg

 

GRÊMIO VENCE SAMPAIO CORREA POR 2 A 0 MAS NÃO JOGA BEM
Porto Alegre (Sucursal)  — Mesmo sem jogar bem, o Grêmio ganhou com facilidade do Sampaio Correia, por 2 a 0, ontem no Estádio Olímpico, com gols de Mazinho e Torino, um em cada tempo.

O time gaúcho foi bastante superior e desta vez teve contra si uma arma que geralmente utiliza quando atua fora de seu campo: a retranca. Mas apesar de tudo, marcou dois gols e poderia ter feito mais, não fosse a excelente atuação do goleiro Orlando.

BEM ESQUEMATIZADO
Os times formaram assim: Grêmio com Picasso. Everaldo. Beto Fuscão, Beto e Tabajara; Orcina. Torino e Mazinho: Iúra (Humberto Ramos). Tarciso e Bolivar (Loivo); Sampaio Correia com Orlando. Maurinho (Ari), Morais, Raimundo e Santos; Nandes, Lourival e Djalma (Jorge): Buião, Dionisio e Ailton. Jose Assis de Aragão foi um mau juiz e a renda somou CrS 52 mil 121.

Desde os primeiros instantes já se notara a disposição do Sampaio em atuar na defesa, só saindo raramente em contra-ataques realizados por Dionísio.

Mas o Grêmio, usando as pontas, bem armado, ainda assim conseguiu penetrar na defesa adversária, criando chances de gol. E Orlando fazia ótimas defesas.

Aos 44 minutos surgiu o primeiro gol, marcado por Mazinho, de falta.

No segundo tempo, com Loivo em lugar de Bolívar, o Grêmio melhorou mais. E por causa disso viria a conseguir seu segundo gol. Tarciso cruzou da direita e Torino, de sem pulo, emendou com violência fazendo 2 a 0. Depois disso o time do Grêmio passou a tocar a bola enquanto o Sampaio, sem forças para reagir, se limitou a assistir o adversário.” (Jornal do Brasil, domingo, 28 de abril de 1974)

 

“GRÊMIO 2X0 SAMPAIO CORREIA
PORTO ALEGRE (Do correspondente José Carlos Lameira) — O Grêmio, atuando bem diante de sua torcida, derrotou o Sampaio Correia por 2 a 0, no Estádio Olímpico. Os gols foram marcados por Mazinho, aos 43 minutos do primeiro tempo, e Torino, aos 25 minutos do segundo tempo. Renda de Cr$ 52.121,00. Arbitragem de José Assis Aragão, auxiliado por Airton Bernardoni e José Carlos Von Megden.

A principal característica da partida foi que a equipe do Sampaio procurou não deixar o Grêmio jogar, usando a chamada retranca búlgara Assim mesmo, os gaúchos conseguiram abrir o espaço e chegar até a meta adversária. Apesar de jogar com a defesa cerrada, a equipe maranhense foi muito disciplinada, não apelando nunca para jogadas violentas, o que facilitou bastante o trabalho de José Assis Aragão. “ (Jornal dos Sports, domingo, 28 de abril de 1974)

 

https://64.media.tumblr.com/a432f1f50170d3b87ae7dde0e1152ff0/0d9a7650ae76755b-5d/s640x960/7d1603a8e6724f406695a9a099eddc209294065d.jpghttps://i.imgur.com/lCN6mYr.png

 

GRÊMIO: Picasso; Everaldo, Beto Fuscão, Beto e Tabajara; Orcina, Torino e Mazinho; lura (Humberto Ramos), Tarciso e Bolívar (Loivo)
Técnico: Sérgio Moraes Torres

SAMPAIO CORREA: Orlando; Marinho (Ari), Morais, Raimundinho e Santos; Lourival e Nandes; Buião, Djalma (Jorge Luís), Dionísio e Ailton
Técnico: Gualter Aguirre

Data: 27 de abril de 1974, sábado
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Renda: Cr$ 52.121.00,00
Juiz: José de Assis Aragão
Auxiliares: Airton Bernardoni e José Carlos Von Mendgen

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d bloggers like this: