Author Archive

Brasileirão 2021 – Grêmio 0x1 Athlético Paranaense

June 14, 2021

O Grêmio poderá fazer no máximo 3 pontos na três primeiras rodadas desse Brasileirão. Somente em 5 das 18 edições de Brasileirão por pontos corridos já realizadas o campeão fez 3 ou menos pontos nos seus três primeiros jogos.

Contudo, muito mais que a pontuação/aproveitamento, o que preocupa é a performance do time. Ontem o Grêmio praticamente não causou trabalho para o goleiro adversário.

Na transmissão o replay do lance do gol com as linhas de impedimento foi mostrado muito brevemente. Pra mim não ficou suficientemente demonstrado que o bandeirinha cometeu um “erro claro” ao marcar o impedimento.


Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 0x1 Athlético Paranaense

GRÊMIO: Brenno; Rafinha (Vanderson, 27’/2ºT), Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Ricardinho, 27’/2ºT) e Matheus Henrique (Jean Pyerre, 38’/2ºT); Luiz Fernando (Maicon, 15’/2ºT), Jhonata Robert (Léo Chú, 38’/2ºT) e Ferreira; Diego Souza.
Técnico: Tiago Nunes

ATHLETICO-PR: Santos; José Ivaldo, Pedro Henrique e Thiago Heleno; Marcinho (Khellven, 34’/2ºT), Richard, Christian (Léo Cittadini, intervalo) e Abner Vinicius; Nikão (Terans, 20’2ºT), Matheus Babi (Renato Kayzer, 34’/2ºT) e Vitinho (Carlos Eduardo, 30’/2ºT).
Técnico: Antônio Oliveira

03ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2021
Data: 13 de junho de 2021, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Leonardo Henrique Pereira (ambos de MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelos: Matheus Henrique, Thiago Santos, Rafinha e Maicon ; Christian, Matheus Babi e Richard
Gol: Matheus Babi, aos 43 minutos do 1º tempo

Copa do Brasil 2021 – Brasiliense 0x0 Grêmio

June 12, 2021

Foto: Alan Rones (Futura Press)

Mais um jogo marcado para o meio da tarde de um dia útil sem que nenhuma “autoridade” tenha dado uma justificativa para isso.

Eu acho legal quando o Grêmio joga com o calção branco, só não entendi porque essa combinação foi a escolhida para essa partida, visto que o Brasiliense também tem calção e meia em tom claro.

 

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

BRASILIENSE: Edson Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan, Peu; Lídio (Tobinha, 11’/2ºT), Sandy (Ballottelli, 38’/2ºT), Zotti; Peninha (Carlos Eduardo, 26’/2ºT), Luquinhas (Didira, 38’/2ºT), Zé Love (Vitor Rangel, 26’/2ºT).
Técnico: Vilson Tadei

GRÊMIO: Paulo Victor; Vanderson, Geromel, Kanneman e Cortez; Thiago Santos, Lucas Silva (Maicon, 30’/2), Jhonata Robert (Victor Bobsin, 41’/2ºT), Jean Pyerre (Luiz Fernando, 20’/2ºT) e Léo Chú (Ferreira, intervalo); Ricardinho (Diego Souza, intervalo)
Técnico: Tiago Nunes

Copa do Brasil 2021 –
Data: 10 de junho de 2021, quinta-feira, 15h30min
Local: Estádio Boca do Jacaré, em Brasília, DF)
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Ricardo Junio de Souza
Cartões Amarelos: Peu, Lídio, Diogo, Vílson Taddei, Luquinhas, Zotti e Zé Eduardo; Geromel
Cartão Vermelho: Zotti (Brasiliense)

Recopa Gaúcha 2021 – Grêmio 3×0 Santa Cruz

June 7, 2021

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Eu sigo achando que essa competição, na forma proposta, é mais uma inconveniência dentro de um calendário já suficientemente bagunçado. É o segundo ano seguido que o Grêmio entra com um time inteiramente reserva.

Esse ano até dá pra dar um desconto para o fato de ser um jogo especial para o Santa Cruz e para o fato do jogo ter sido transmitido pela TV aberta, mas ainda assim parece um jogo supérfluo em um momento onde só se deveria permitir o essencial.

Foto: Vinicius Molz Schubert @MolzVini (FC Santa Cruz)

GRÊMIO: Adriel; Victor Ferraz, Paulo Miranda, Emanuel e Guilherme Guedes; Fernando Henrique e Victor Bobsin; Guilherme Azevedo (Léo Chú, 31’/2ºT), Éverton (Jean Pyerre, 31’/2ºT) e Léo Pereira (Jhonata Robert, 21’/2ºT); Diego Churín (Ricardinho, 21’/2ºT).
Técnico: Pedro Sotero (analista de desempenho)

SANTA CRUZ: Luiz Carlos; Ramon, Luis Henrique, Diego Rocha e Otávio; Ben-Hur (Leylon, 10’/2ºT), David (Robinho, 32’/2ºT), Chiquinho (Pepeto, 24’/2ºT) e Laion (Kevlin, 32’/2ºT); Fogaça (Felipe, 24’/2ºT) e Nena.
Técnico: William Campos

Recopa Gaúcha 2021
Data: 6 de junho de 2021, domingo, 10h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Árbitro: Erico Andrade de Carvalho (RS)
Assistentes: Claiton Timm (RS) e Artur Avelino Brirk Preissler (RS)
Cartões amarelos: Léo Pereira; Laion, Juliano Fogaça, Diego Rocha
Gols: Guilherme Azevedo, aos 7 minutos do do 2º tempo; Léo Pereira aos 19 do 2º tempo e Jhonata Robert aos 45 minutos do 2º tempo

Copa do Brasil 2001 – Semifinal – Jogo de Volta – Coritiba 0x1 Grêmio

June 6, 2021

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

Há exatos 20 anos o Grêmio vencia o Coritiba pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil de 2001.

O grande problema do tricolor no jogo foi a expulsão de Marcelinho Paraíba, aos 25 minutos do segundo tempo

Foto: Orlando Kissner (Correio do Povo)

 

GRÊMIO EM, BUSCA DO TETRA NACIONAL
Fez 1 a 0 e passou pelo Coritiba. Sem Marcelinho Paraíba, enfrenta o Corinthians na sua sétima decisão de Copa do Brasil

O Grêmio é novamente finalista da Copa do Brasil. Ontem, no Couto Pereira, a equipe de Tite venceu o Coritiba por 1 a 0 e obteve a vaga à final da competição para enfrentar o Corinthians – que venceu a Ponte Preta por 3 a 0. Tri da Copa do Brasil, essa será a sétima final do clube gaúcho na competição. Em 95, Grêmio e Corinthians foram à final e os paulistas levaram a melhor.

O Coritiba precisava vencer o Grêmio para se classificar, mas a forte marcação gremista impedia as conclusões do adversário. Um exemplo disso é que somente aos 33 minutos Messias conseguiu concluir a gol. Foi um chute fraco, de fora da área, fácil para Danrlei defender.

No 2º tempo, o Coritiba voltou para o tudo ou nada. Aos 7, Ânderson cobrou falta e obrigou Danrlei a uma boa defesa, com o ombro. Aos 14, o Grêmio despachou o adversário. Luís Mário cruzou na área, o goleiro falhou e Zinho apenas empurrou a bola para o gol vazio, Grêmio 1 a 0.

Aos 25, Paraíba chutou Alexandre, caído, e foi expulso. Renato Martins, na reserva, havia recebido vermelho por reclamação. Pitbull será titular na final. Juliano, do Coritiba, também foi expulso.” (Correio do Povo, 07 de junho de 2001)

 

Foto: Orlando Kissner (Correio do Povo)

 

“Grêmio supera o Coritiba fora de casa para alcançar a 7ª decisão
LÉO GERCHMANN – DA AGÊNCIA FOLHA, EM PORTO ALEGRE

O Grêmio se classificou para as finais da Copa do Brasil ontem à noite ao derrotar o Coritiba por 1 a 0 em Curitiba- no primeiro jogo, em Porto Alegre, havia vencido por 3 a 1- e enfrentará o Corinthians na final do torneio. O Grêmio poderá ficar sem Marcelinho e Renato Martins -expulsos ontem- no primeiro jogo da decisão, domingo. A partida começou sem jogadas de ataque. A primeira conclusão a gol do Coritiba, que precisava vencer, ocorreu apenas aos 33min, quando Messias chutou, e Danrlei defendeu. A chance mais clara, do primeiro tempo foi do Grêmio, quando Luiz Mário concluiu com perigo e a bola quase passou por baixo das pernas do goleiro Júnior. Aos poucos, a torcida começou a vaiar a equipe paranaense. No segundo tempo, o Coritiba tentou pressionar, mas o time gaúcho fez 1 a 0, quando, aos 14min, Luiz Mário cruzou da direita, e Zinho fez o gol. No próximo domingo, o Grêmio não terá também Rodrigo Mendes e Warley, que estão lesionados.” (Folha de São Paulo, quinta-feira, 07 de junho de 2001)

Atitude de Marcelinho gera crise no Grêmio

DA AGÊNCIA FOLHA, EM PORTO ALEGRE

A expulsão do meia-atacante Marcelinho no final de um jogo em que o Grêmio já tinha a conquista da classificação, contra o Coritiba, causou tensão entre jogadores e dirigentes ontem.

O jogador chegou a Porto Alegre abatido e recebeu cobranças no clube por causa de sua atitude que motivou a expulsão. Após um desentendimento com jogadores do Coritiba, Marcelinho irritou-se e pisou em um adversário.
Além de Marcelinho ter sido decisivo nas últimas partidas, Rodrigo Mendes, que seria o outro titular do ataque, está machucado. Warley, o atacante reserva, recupera-se de contusão e pode não ter condições de jogar. Restariam como opções, para atuar ao lado de Luiz Mário, os ex-juniores Cláudio e Guilherme.
Ontem à tarde, porém, Warley surpreendeu e treinou normalmente. “”Não senti dor, quero jogar. O importante foi que pude me movimentar”, disse ele.
Sem Marcelinho para o primeiro jogo decisivo da Copa do Brasil contra o Corinthians, o Grêmio pelo menos tem a volta de Ânderson Lima, bom cobrador de faltas.” (LÉO GERCHMANN) (Folha de São Paulo, sexta-feira, 08 de junho de 2001)

Foto: Orlando Kissner (Correio do Povo)

CORITIBA: Júnior, Paulo Roberto (Alemão 27/2), Edinho Baiano, Allan, Juliano, Alexandre, Messias, Mabília; Anderson (Silva 17/2); Leandro (Da Silva 01/2), Enílton.
Técnico: Ivo Wortmann

GRÊMIO: Danrlei, Marinho, Mauro Galvão, Anderson Polga, Itaqui (Roger 38/2), Eduardo Costa, Tinga, Zinho, Rubens Cardoso (Gavião 09/2), Luís Mário (Alex Xavier 35/2), Marcelinho Paraíba.
Técnico: Tite

Copa do Brasil 2001 – Semifinal – Jogo de volta
Data: 6 de junho de 2001, quarta-feira, 21h40min
Local: Couto Pereira, Curitiba
Juiz: Antonio Pereira da Silva-GO
Auxiliares: Vanderelei Maia da Silva e Junio Antônio de Oliveira Rocha
Cartões Amarelos: Rubens Cardoso
Cartões Vermelhos: Marcelinho Paraíba 23/2
Gols: Zinho 13/2T

Copa do Brasil 2021 – Grêmio 2×0 Brasiliense

June 4, 2021

Não encontrei nenhuma explicação para esse jogo ter sido marcado às 16h30min de uma quarta-feira. Suponho que tem a ver com o fato do Sportv não ter canais suficientes para transmitir todos jogos da Copa do Brasil e os play-offs da NBA à noite. De qualquer forma eu fico pasmo com a naturalidade que esses horários esdrúxulos são aceitos.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 2×0 Brasiliense

GRÊMIO: Paulo Victor; Vanderson, Geromel, Kannemann, Cortez; Thiago Santos; Jhonata Robert (Guilherme Azevedo, 38’/2ºT), Lucas Silva (Victor Bobsin, 38’/2ºT), Jean Pyerre e Léo Chú (Léo Pereira, 25’/2ºT); Ricardinho (Churín, 25’/2ºT)
Técnico: Pedro Sotero (analista de desempenho)

BRASILIENSE: Edmar Sucuri; Diogo, Badhuga, Gustavo Henrique, Weverton Goduxo (Bolotelli, INT); Lídio, Sandy, Peninha (Jorge Henrique, 43’/2ºT); Didira (Zotti, 33’/2ºT), Zé Love (Romarinho, 33’/2ºT) e Luquinhas (Milton Júnior, 33’/2ºT)
Técnico: Vilson Taddei

Data: 02 de junho de 2021, quarta-feira, 16h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Árbitro: Alexandre Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Carlos Henrique de Lima Filho (RJ)
Cartões amarelos: Vanderson, Lucas Silva e Jean Pyerre; Badhuga, Goduxo, Zé Love e Lídio
Gols: Ricardinho, aos 43 do 1º tempo e Jean Pyerre aos 3 do 2º tempo

Camisa Branca 2021

June 2, 2021

 

Minha opinião sobre essa camisa reserva do Grêmio de 2021 em duas palavras: Falta azul.

Nessa colagem de fotos acima, do jogo contra o Lanus, fica claro que de determinado ângulo parece que os atletas estão usando uma camisa (e um fardamento) toda branca.

Acho interessante a ideia das listras horizontais que vão diminuindo de tamanho conforme “sobem”.  Contudo, no caso dessa do Grêmio acho que a execução foi falha. Na colagem abaixo dá pra ver que essa é uma ideia que vem sendo usada por várias marcas nos últimos anos. Com exceção da camisa do FC Dallas, as demais tiveram um resultado final mais interessante do que a do Grêmio.

Na do Grêmio dá a impressão de que alguém começou a desenhar as listras e simplesmente parou quando foi avisado que precisava inserir o patrocínio do Banrisul, o logo da Umbro e o distintivo do Grêmio.

 

 

 

Acho que a camisa ganharia se as listras seguissem até em cima ou mesmo se aparecessem também em alguma das manga. Conforme simulação abaixo.

Uma outra alternativa seria de colocar o azul na gola e/ou punhos. Abaixo fiz essa simulação, bem como uma com a mesma gola da camisa titular.

 

Outra possibilidade seria de “alterar” apenas o calção ou as meias. Repetindo o mesmo padrão de listras nas demais peças (simulação abaixo).

 

 

A gola da camisa feminina segue sendo bem diferente da masculina. Sigo sem entender a razão disso.

Brasileirão 2021 – Ceará 3×2 Grêmio

May 31, 2021

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Essa foi a 18ª partida de estreia do Grêmio na história do Brasileirão por pontos corridos. Somente em sete ocasiões o Grêmio saiu com vitória na primeira rodada. Mais de 50% aproveitamento nas duas primeiras rodadas do Brasileirão por pontos corridos o Grêmio também só atingiu em 7 das suas 18 participações (sendo que 6 pontos nos dois primeiros jogos só conseguiu em 2017). Cabe lembrar, novamente, a lição de Guardiola sobre pontos corridos:  “As ligas são ganhas nas últimas oito rodadas, e são perdidas nas oito primeiras.”

Não consigo porque a Umbro não faz (ou ainda não fez) uma meia azul celeste para o Grêmio. E desconfio que alguém no Grêmio gosta muito dessa combinação de camisa e calções azuis com a meia branca. Eu não gosto. Acho é a pior alternativa para quando o adversário joga com calções e meias pretos (gosto mais do calção branco com meia azul e calção e meias brancos).

O VAR não ajudou muito no jogo de hoje. Em nenhum momento as imagens esclareceram por completo os lances. Não ficou claro que a bola não saiu no segundo gol do Grêmio. O VAR não exibiu nada que comprovasse que o árbitro cometeu um  “erro claro e óbvio” no pênalti marcado sobre Cortez e a legalidade da posição dos atletas do Ceará no terceiro gol também não ficou tão evidente.

Foto: Caio Rocha (FramePhoto/Gazeta Press)

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Ceará 3×2 Grêmio

CEARÁ: João Ricardo Vinicius Machado, INT);  Buiú, Messias, Gabriel Lacerda e Kelvyn;  Oliveira e Pedro Naressi (Charles, 30’/2ºT); Jorginho, Rick (Wendson, 47’/2ºT) e Saulo (Yony González, 26’/2ºT); Cléber (João Victor, 30’/2ºT)
Técnico: Guto Ferreira

GRÊMIO: Brenno; Vanderson, Geromel, Ruan, Diogo Barbosa (Cortez, INT), Thiago Santos e Lucas Silva (Jean Pyerre, INT);  Léo Pereira   Jhonata Robert, INT), Matheus Henrique e Léo Chú (Guilherme Azevedo, 47’/2ºT) ; Ricardinho

Técnico:  Evandro Fornari (auxiliar)

1ª Rodada – Brasileirão 2021
Data: 30 de maio de 2021, domingo, 16h00min
Local: Estádio Castelão, em Fortaleza, CE
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique Andrade (DF) e José Reinaldo Jr. (DF)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Messias, Buiú e Charles (Ceará); Thiago Santos, Geromel e Robert (Grêmio)
Gols Cléber, aos 35min, Rick, aos 41min, e Vanderson, aos 47min do 1º tempo; Ricardinho, aos 3min e Jorginho aos 48min do 2º tempo.

Copa do Brasil 2001 – Semifinal – Jogo de Ida – Grêmio 3×1 Coritiba

May 30, 2021

Há exatos 20 anos o Grêmio vencia o Coritiba, no Olímpico, por 3×1, no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil de 2001.

É válido lembrar que, em março do mesmo ano, o Coxa havia eliminado o Grêmio das semifinais da Copa Sul-Minas.

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

“BEM PERTO DA FINAL

O Grêmio fez o dever de casa. Precisava ganhar e, se possível, fazer escore. Mesmo saindo do atrás no marcador, virou o jogo, cravou 3 a 1 no placar. A sétima final do clube em 13 edições da Copa do Brasil e os R$ 750 mil de prêmio por esta condição estão muito perto do Olímpico.

Basta empatar ou perder por apenas um gol de diferença no Couto Pereira, na próxima quarta-feira.

O Grêmio começou a se soltar da marcação implacável armada por Ivo Wortmann pelos pés de Tinga. Enquanto ele esteve preso no meio-campo, o Coritiba teve o controle da partida, ainda que sem eficiência ofensiva. A partir dos 20 minutos, sempre com Tinga no comando das ações, as soluções ofensivas foram aparecendo. Aos 21, Warley arrematou pela linha de fundo, rente ao poste, depois de passe de Zinho. Aos 34, Luiz Mário teve chance ímpar de abrir o placar, finalizando um contra-ataque veloz de Zinho e Warley. Aos 27, Zinho encheu o pé, mas para fora. Justamente quando o Grêmio era superior, veio a falta. Danrlei não acreditou e abriu mão da barreira. O lateral-esquerdo Anderson acertou um chute com violência e efeito, enganando Danrlei. Marcou um belíssimo gol. Eram 28 minutos.

O Coritiba, disciplinado taticamente, mostrou problemas na parte técnica. No ataque, o número de passes errados foi assustador, o que ajudou o trio de zagueiros gremista. Warley marcou o seu mais belo gol desde que chegou ao Grêmio. De dentro da área, de pé direito, encontrou uma curva incrível na bola e achou o ângulo do bom goleiro Marcelo Cruz, empatando o jogo. Então, veio o segundo tempo. E, com ele, o massacre.

Houve apenas um time em campo. Prejudicado pelas saídas de Alexandre e Alan, por lesão, o Coritiba se desestruturou. E o Grêmio, registre-se, fez por merecer a vantagem. Antes de Anderson marcar o terceiro gol no melhor estilo Ronaldinho, em cobrança de falta brilhante, foram muitas chances de ampliar. Acuado, o pobre Coritiba mais parecia um lutador nas cordas, levando bordoadas e rezando para o gongo soar, evitando o nocaute. Anderson Lima e Marquinhos foram expulsos. Warley deslocou o ombro e está fora da final do Gauchão e da Copa do Brasil. Luiz Mário também saiu machucado.

Em resumo: o Grêmio parece mesmo uma patrola a aniquilar quem aparecer na sua frente. E não perde há 12 jogos.” (Diogo Olivier. Zero Hora, quinta-feira, 31 de maio de 2001)

 

 

“GRÊMIO LARGA NA FRENTE NAS SEMIFINAIS DA COPA DO BRASIL

O Grêmio largou na frente em uma das semifinais da Copa do Brasil 2001 ao derrotar o Coritiba por 3 a 1, ontem à noite, no estádio Olímpico, em Porto Alegre, na partida de ida. Agora, no jogo de volta, na próxima quarta-feira, em Curitiba, o tricolor poderá empatar ou até perder por diferença de dois gols a partir de 4 a 2 que estará classificado para as finais da competição. Se o Coritiba devolver o 3 a 1, a decisão será nos pênaltis. O Grêmio foi melhor que o Coritiba no primeiro tempo. Mas teve que suar para empatar. Porque aos 28 minutos, Ânderson, cobrando falta da intermediária, acertou o canto alto direito da meta de Danrlei e abriu o escore. O empate só aconteceu aos 33 minutos. Tinga entrou a dribles na área adversária. Após bate e rebate na área, a bola sobrou para o atacante Warley, que chutou forte, à meia-altura, no canto esquerdo da meta defendida por Marcelo Cruz.

No início da segunda parte, o Coritiba quase surpreendeu, com Ânderson novamente cobrando falta, desta vez defendida por Danrlei. Dois minutos após o Grêmio deu o troco. Luiz Mário fez excelente passe para Ânderson. Ao invadir a área, o ala tricolor foi derrubado pelo goleiro Marcelo Cruz. Pênalti claro que Zinho cobrou forte, rasteiro, e colocou o Grêmio na frente aos 5 minutos. O Grêmio continuou melhor em busca do terceiro gol. Que surgiu aos 35 minutos com o ala Ânderson cobrando falta e acertando o ângulo esquerdo da meta de Marcelo Cruz.” (Diário Popular, 31/05/2001)

 

TORCIDA AJUDA E GRÊMIO APLICA 3 A 1
Time largou atrás, mas teve futebol e o apoio do seu torcedor para vencer o Coritiba pela Copa do Brasil. Está quase na final

O Grêmio venceu o Coritiba de virada por 3 a 1, ontem, no Olímpico, e agora pode até perder por um gol de diferença, no Couto Pereira, que estará classificado. A equipe de Tite partiu para cima do adversário logo no início da partida, mas encontrou o Coritiba com uma forte marcação desde o meio-campo. As dificuldades impostas pelos paranaenses se refletiam nos ataques gremistas. Somente aos 20 minutos o Grêmio concluiu a gol, com Eduardo Costa chutando de fora da área.

O Coritiba pressionava e, aos 28, o lateral Ânderson cobrou uma falta da intermediária, a bola viajou cerca de 35 metros e entrou no ângulo direito de Danrlei. O empate veio aos 32. Tinga invadiu a área a dribles e, quando estava perdendo o domínio da bola, Warley apareceu atrás da zaga e bateu colocado no canto esquerdo.

O Grêmio voltou arrasador para o 2º tempo. Logo aos 4 minutos, Luiz Mário lançou Ânderson Lima, que invadiu a área e foi derrubado. Zinho cobrou o pênalti e virou o jogo no Olímpico. Aos 11, Warley sentiu uma antiga lesão no ombro esquerdo e foi substituído. Aos 16, Tinga teve a camisa rasgada e atuou o resto da partida com a número 14, de Alex Xavier, com a autorização do árbitro.

A pressão do Grêmio era intensa e, aos 35, Zinho foi derrubado por Ataliba – que foi expulso – na entrada da área. Ânderson Lima cobrou no canto esquerdo. Um golaço. Na comemoração, Ânderson recebeu amarelo e, logo depois, fez uma falta dura e acabou expulso.” (Correio do Povo, 31 de maio de 2001)

 

Grêmio 3 x 1 Coritiba

GRÊMIO: Danrlei, Marinho, Mauro Galvão, Anderson Polga, Anderson Lima, Eduardo Costa, Tinga, Zinho, Rubens Cardoso; Luís Mário (Itaqui 41/2); Warley (Cláudio Pitbull 11/2).
Técnico: Tite

CORITIBA: Marcelo Cruz, Danilo, Paulo Roberto, Allan (Ataliba 43/1), Juliano, Reginaldo Nascimento (Filipe Alvim 09/2), Messias, Alexandre (Marquinhos 35/1), Anderson, Mabília, Enílton.
Técnico: Ivo Wortmann

Data: 30/05/01, Quarta-feira, 21h45min
Local: Olímpico, Porto Alegre
Público: 32.208 (29.049 pagantes)
Renda: R$ 303.106,00.
Juiz: Paulo César de Oliveira-SP
Auxiliares: Marinaldo Silverio (SP) e Nilson Souza Monção (SP)
Cartões Amarelos: Marcelo Cruz, Marquinhos
Cartões Vermelhos: Ataliba e Anderson Lima
Gols: Anderson, aos 28 minutos e Warley aos 32 minutos do primeiro tempo; Zinho (de pênalti), aos 4, e Anderson Lima aos 36 minutos do segundo tempo.

Sulamericana 2021 – La Equidad 0x0 Grêmio

May 28, 2021

É importante que essa gurizada do Grêmio tenha tido (mais uma) chance de jogar no exterior, mas o jogo foi bastante sem graça. Contudo, no fim das contas, o que interessa é que o Grêmio conseguiu a primeira colocação geral da primeira fase.

Vi muita gente criticando uma suposta deslealdade dos atletas do La Equidad na partida. Achei que eles praticaram muito mais o anti-jogo do que propriamente foram violentos.

Fotos: Dolores Ochoa (POOL/AFP)

La Equidad 0x0 Grêmio

LA EQUIDAD: Roman; Torralvo, García, Mena e Correa (Fuentes, 39’/2ºT); Pestaña (Castano, INT); Zapata (Carlos Rodríguez, 32’/2ºT), Pablo Lima (Salazar, 32’/2ºT), Motta, Mantilla (Quiero, 39’/2ºT); Omar Duarte
Técnico: Alexis García

GRÊMIO: Gabriel Chapecó; Mateus Sarará, Heitor, Emanuel e Jhonata Varela; Fernando Henrique (Thayllon, 35’/2º); Guilherme Azevedo, Bitello, Bobsin, Vini Paulista; Elias (Rildo, 28’/1ºT)
Técnico: Thiago Gomes

Copa Sulamericana 2021— Grupo H — 6ª Rodada
Data: 27 de maio de 2021, quinta-feira, 21h30min
Local: Estádio Bellavista, em Ambato, Equador
Árbitro: Marlon Vera (ECU)
Assistentes: Danny Avila, Edison Vasquez (EQU)
Cartões amarelos: Pestaña, Omar Duarte e Mena; Fernando Henrique, Victor Bobsin, Emanuel e Rildo
Cartão vermelho: Omar Duarte e Andrés Correa

Gauchão 2021 – Final – Grêmio 1×1 Inter

May 24, 2021

Foto: Max Peixoto (FGF)

Grêmio teve a melhor campanha da primeira fase. Dos 3 clássicos disputados, ganhou 2 e empatou 1. Título incontestável.

 

Custo a acreditar que a Federação fez um novo patch para esse jogo e voltou a colocar um distintivo do Inter na camisa do Grêmio e vice-versa.

Eu acho que o grupo do Grêmio carecia de mais jogadores catimbeiros/chatos/malandros/bandidos. Acho também que os cartões vermelhos mostrados por Vuaden nesse jogo foram um exagero. Dito tudo isso, vale lembrar ao Rafinha que, em competições nacionais, os árbitros não costumam com os atletas do Grêmio a mesma indulgência/complacência que tem com os atletas do Flamengo.

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Foto: Ricardo Duarte (Inter)

Foto: Ricardo Duarte (Inter)

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Foto: Richard Dücker (@Ducker_Gremio)

GRÊMIO: Brenno; Rafinha, Geromel, Ruan e Diogo Barbosa (Cortez, 30’/2ºT); Thiago Santos, Matheus Henrique (Lucas Silva, 30’/2ºT), Maicon (Vanderson, 42’/1ºT); Léo Pereira (Pepê, 19’/2ºT), Diego Souza (Ricardinho, 30’/2ºT) e Ferreira
Técnico: Tiago Nunes

INTER: Marcelo Lomba; Rodinei (Caio Vidal, 24’/2ºT), Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés (Moisés, 24’/2ºT); Dourado, Edenilson (Guerrero, 12’/2ºT), Nonato (Lucas Ramos, 39’/2ºT); Palacios (Léo Borges, 39’/2ºT), Thiago Galhardo e Yuri Alberto
Técnico: Miguel Ángel Ramírez

Gauchão 2021 – Final – Jogo de volta
Data: 23/05/2021, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Árbitro: Leandro Vuaden, com Rafael da Silva Alves e Maurício Coelho Penna
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Diogo Barbosa; Rodinei, Lucas Ribeiro
Cartão vermelho: Rafinha (Grêmio); Yuri Alberto (Inter)
Gols: Ferreira, aos 51 minutos do 1º tempo; Rodrigo Dourado, aos 21 minutos do 2º tempo