Archive for the ‘BloGrêmio’ Category

Eleições 2012 – Questionário – Chapa 03

October 9, 2012

Em razão da eleição do dia 21 de outubro o BloGrêmio elaborou um questionário  e enviou para as 3 chapas concorrentes.

Por sorteio hoje são publicadas as respostas da chapa 3:

1) Nominata da chapa (Presidente e CA)
Homero Bellini Junior – Presidente
Alexandre Bugin – vice-presidente
Antônio Carlos Maineri – vice-presidente
Edson Berwanger – vice-presidente
Elizabeth Pedrosa Ribeiro – vice-presidente
Fernando Hackmann Rodrigues – vice-presidente.
Marcelo Wais – Vice-Presidente
2) Está vinculado formalmente a algum Grupo Político? Tem apoio de algum? Qual?
Movimento Grêmio Independente
4) Como avalia o atual momento do clube?
É inegável que o clube evoluiu como instituição nos últimos anos. Todavia, o Conselho de Administração não funciona como tal, faltando-lhe um pouco mais de autonomia para a tomada de atitude. Além disso, falta representação política daqueles abnegados para suporte aos departamentos do clube. É necessário, também, estabelecer metas mais claras para os executivos de todas as áreas  do clube e que essas metas tornem-se de conhecimento do Conselho Deliberativo, o que garantiria maior transparência de gestão. O Grêmio ainda vive uma gestão PERSONALISTA, centrada na FIGURA DO PRESIDENTE. Isso para uma empresa que quer modernizar seus processos de gestão não é recomendável.
5) Em relação a Arena, quais seus Planos e ideias? E como se encaixam no modelo de administração buscado pela sua gestão?
 Defendemos o projeto Arena desde o seu início. Hoje felizmente o novo estádio é um consenso entre os diversos grupos do clube e motivo de orgulho para torcida. É uma conquista de todos e deve seguir sendo assim.
A Grêmio Empreendimentos está bem estruturada, o contrato está firmado e será cumprido. Entendemos que a gestora do estádio  deve ter seus cargos ocupados por critérios técnicos e políticos. Na GE, defendemos a participação de todos os grupos políticos do clube, sem exclusões, e temos que cuidar para não reproduzirmos uma visão personalista também na GE. Vamos priorizar a indicação de técnicos para composição da Grêmio Empreendimentos, bem como nas vagas destinadas ao Clube na Arena Porto-Alegrense. Devemos manter o que vem sendo feito com excelência. Tal indicação será submetida à homologação do Conselho Deliberativo.
Precisamos ter um cuidado redobrado no primeiro ano de funcionamento da arena em razão da mudança de paradigmas na nova casa, com a re-adequação do quadro funcional do clube. Tal período pode ser de grande valia para implementar processos mais profissionais e adotar as medidas sugeridas pelo Planejamento Estratégico, pelo Relatório do Fórum dos Movimentos e pelos trabalhos das consultorias internacionais contratadas para planejar a transição do clube como um todo.
6) Possui alguma medida “emergencial” que julgue necessário a ser implementada no dia seguinte a posse? Qual?
Sim, negociar a permanência do volante Souza. Queremos um time forte.
7) Tendo em vista o planejamento de Marketing da sua eventual gestão, qual a posição do candidato sobre a interação com a torcida gremista? E como pensa o Quadro Social nesse projeto?
O clube atualmente tem o problema sério de comunicação com seu torcedor. O Grêmio possui mais de 50 mil sócios e nem sempre consegue ouvir e atender aos anseios e desejos da sua torcida. É preciso implementar ações para que o sócio sinta-se peça importante na vida do clube, desvinculando aos resultados do futebol. Precisamos redobrar esforços na modernização na estrutura de atendimento aos sócios, já que há indicativo de majoração no número de sócios na ARENA.
8) Como pensa em levar o Grêmio para o topo dos clubes mais fortes internacionalmente, visto que, tem-se ai a questão populacional (quantidade de torcedores) e geográfica (está fora do eixo Rio-São Paulo)?
Muito embora o Brasil seja sempre referido como o país do futebol há uma notória dificuldade dos times nacionais em obter projeção perante os seus pares de outros continentes. Hoje o Grêmio não foge dessa realidade. Contudo, tendo em vista as nossas características únicas, de história, estilo de jogo e torcida, entendemos que o Grêmio pode sim ganhar maior destaque no cenário mundial.
 Nosso projeto contempla  a criação da a área de Marketing Global para implantação do Projeto Blue Squade do Projeto DNA Tricolor. Para chegar ao topo o Grêmio não pode nunca perder o foco do futebol. É preciso que o time esteja permanentemente disputando e conquistando torneios internacionais.
 O clube deve também compreender o cenário no qual está incluído, trabalhando para fortalecer o futebol gaúcho e brasileiro como um todo, valorizando especialmente a “marca” do campeonato nacional;
9) É viável conseguir isto em um país com tantas desigualdades e carências em que é difícil para a esmagadora maioria pagar R$ 26 reais para ser sócio e mais os custos de 50% do ingresso e despesas para ver um (ou 4) jogo?
É plenamente viável, o Grêmio pode aumentar consideravelmente as suas receitas se melhor entender e explorar os diversos nichos econômicos e setores sociais que atinge. Para isso é necessária uma mudança na forma do clube tratar seu torcedor e de enxergar seu patrimônio. O Grêmio não possui somente um perfil de torcedor. Possui vários e pode contemplar todos eles nas suas ações.
Em tempo: Em razão dos termos da pergunta é forçoso esclarecer que na atual modalidade associação do Grêmio a mensalidade de R$ 26,00 (Sócio torcedor ouro) dá direito somente a preferência na compra de ingressos (e desconto na compra antecipada pela internet). O plano que dá direito a pagar 50% do ingresso é o sócio torcedor diamante, que tem o custo de R$ 45,00 mensais.
10) É a favor da profissionalização REAL de todo o departamento de futebol? Como fazer para que isto não mude a cada eleição? Qual o papel da Base?
Temos como base do nosso projeto a profissionalização dos setores do clube. No futebol, a razão de ser do clube, não seria diferente. Entendemos que é  fundamental a liderança de uma diretoria institucional, com visão de médio e longo prazo, como elo de ligação entre a equipe, comissão técnica, clube e torcida. Tal diretoria institucional tem também a função de proteger o patrimônio imaterial do Grêmio das atribulações políticas, das cobranças por resultados a curtíssimo prazo e da inevitável pressão dos apaixonados pelo tricolor.
No comando de toda a estrutura profissionalizada do departamento de futebol entendemos que se faz necessária a figura de um vice de futebol. Para responder pelo clube e dar respaldo ao executivo e todo o setor.
A base é fundamental para o fortalecimento do clube e merece ênfase especial no nosso projeto de gestão. A proposta de profissionalização também abrange tal departamento, com planejamento, metas de resultados de campo e de aproveitamento das categorias de base e de jogadores contratados, com definição de métricas de avaliação e adoção de softwares especializados de análise de desempenho como ferramenta de gestão dos atletas.
Pretendemos adotar um esquema tático padrão em todas as categorias de base, o que auxilia no crescimento dos atletas na mudança de categoria. Da mesma forma, se faz necessária a uniformização de treinamento e filosofia desde a primeira categoria até a última, inclusive com aulas teóricas sobre a história do clube, seus grandes atletas e suas conquistas.
11) Como fazer esse projeto de gestão dar certo sem comprometer as finanças e pagando dívidas históricas?
Com a implementação da Gestão financeira totalmente profissional; O MGI pretende a implementação de princípios de gestão financeira, fundamentada em três pilares:
– O controle salarial e de transferência dos jogadores;
– A maximização de receitas; e
– Gestão de receitas patrimoniais, com a exploração de seu patrimônio (ARENA, Eldorado, Cristal, Ilha), visando à gerar receita o ano todo sob diversas formas.
Estes três pilares demonstram a estratégia e procura equilibrar os interesses de todos no ambiente operacional do clube (sócios, torcedores, imprensa, patrocinadores e jogadores)
O controle salarial tem o papel de equilibrar os resultados, já que se identificou que o gasto com salários de jogadores é a principal despesa do clube.
12) Qual o seu projeto para o Grêmio e seus diferenciais?
O projeto pode ser livremente acessado no site http://www.homeropresidente.com.br/nossa-proposta/. O principal diferencial reside no fato de ser uma alternativa ao personalismo que se vê no Grêmio hoje. Não queremos discutir nomes, queremos discutir idéias. E as idéias da nossa proposta têm como base a participação (democratização/renovação), o profissionalismo e a transparência.

Eleições 2012 – Questionário – Chapa 04

October 9, 2012
Em razão da eleição do dia 21 de outubro o BloGrêmio elaborou um questionário  e enviou para as 3 chapas concorrentes.

Por sorteio hoje são publicadas as respostas da chapa 4:

1) Nominata da chapa (Presidente e CA)
A chapa é composta pelo Presidente Paulo Odone, candidato a reeleição, e composta pelos seguintes Vice Presidentes: Eduardo Antonini, Ricardo Vontobel, Claudio Oderich, Marco Antonio Scapini, Rodrigo Karan e André Gutierres.
2) Está vinculado formalmente a algum Grupo Político? Tem apoio de algum? Qual?
Nossa chapa é uma composição dos movimentos Grêmio Novo, Grêmio Sem Fronteiras, Grêmio Menino Deus, Grêmio da Trocida e Grêmio Democrático.
3) Como avalia o atual momento do clube?
Podemos fazer uma analogia. O Grêmio está cruzando pelo Cabo da Boa Esperança. Está saindo das marés ruins, dos mares revoltos e de tudo que atrapalhava a sua navegação que rumava às Índias. Com uma boa navegação, o Grêmio vai chegar aos seus objetivos muito em breve, mas precisa de pessoas que saibam lidar com as adversidades que podem aparecer e que conhecem as características do seu navio.
Nossas finanças estão melhorando, o processo de gestão está cada vez mais maduro, a Arena está prestes a ficar pronta, temos um grande técnico e um time competitivo. Isso tudo não existia até alguns anos atrás. Aliando estes fatores à nossa torcida, iremos muito longe.
4) Em relação a Arena, quais seus Planos e ideias? E como se encaixam no modelo de administração buscado pela sua gestão?
A Arena é um caso de sucesso pleno dentro do Grêmio. Seu projeto foi amplamente discutido dentro do Conselho Deliberativo, com todos os grupos politicos.
Ela possui um plano de negócios que foi muito bem elaborado, protegendo o clube de ríscos e voltado para potencializar de forma exponencial as receitas.
Nosso objetivo é fortalecer ainda mais a relação existente entre a gestão do Grêmio e a Grêmio Empreendimentos com os gestores da Arena. Desta forma, conseguiremos fazer a parceria render mais frutos (patrocinadores, investidores) tanto para a Arena, quanto para o próprio Grêmio.
5) Possui alguma medida “emergencial” que julgue necessário a ser implementada no dia seguinte a posse? Qual?
Hoje, graças a uma gestão forte e profissionalizada que foi implementada, não existe uma demanda emergencial dentro do Clube.
Nossa principal medida é dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito ao longo de seis anos, quando pegamos o Grêmio em uma situação falimentar e devolvemos a ele a grandeza que o pertence. Estamos trabalhando focados na transição para a nossa Arena que já está gerando impactos muitos profundos no processo de gestão do Grêmio, tornando-o ainda mais competitivo, aspecto essencial para qualquer clube de futebol que deseja se manter entre os maiores do mundo.
6) Tendo em vista o planejamento de Marketing da sua eventual gestão, qual a posição do candidato sobre a interação com a torcida gremista? E como pensa o Quadro Social nesse projeto?
Vamos trabalhar muito a parte estratégica do marketing.
A gestão da marca é um dos pontos. Vamos focar em parcerias estratégicas, tanto para patrocinadores, como fornecedores e licenciados. Ainda sobre gestão da marca, iremos trabalhar a inserção do Grêmio em feiras, eventos e workshops sobre futebol e esportes. O mercado esportivo e futebolístico tem crescido cada vez mais, e nestes eventos é que se encontram as maiores referências, onde iremos trocar conhecimentos, know-how sobre todos os aspectos ligados ao futebol. Também vamos aproveitar para expor o que temos de melhor.
A gestão da marca está muito ligada a área de inteligência que projetamos. Ela vai ser a mola propulsora da marca, criando e estimulando os relacionamentos potenciais citados acima e também o relacionamento direto com clubes, gerando intercâmbios de conhecimento.
A comunicação também será otimizada. Queremos estreitar a relação do Grêmio com seu torcedor em primeiro nível, mas também com outros públicos como a imprensa, p.ex.. Um melhor processo de comunicação deve fazer com que o Grêmio esteja praticamente dentro da casa de qualquer gremista, mesmo que more a quilômetros de distância de Porto Alegre. A ideia é que ele saiba tudo o que acontece no Grêmio, utilizando tanto as mídias tradicionais, como radio, televisão, jornais e internet, mas principalmente potencializando as redes sociais e mídias do Grêmio (site, newsletter, TV e Rádio, Facebook, twitter, aplicativo de celular etc.). O torcedor tem que ter as notícias do Grêmio no momento que quiser, onde ele estiver.
Em relação ao Quadro Social, estamos sempre buscando parceiros para oferecer vantagens ao torcedor, para que ele tenha diversos benefícios por ser sócio do Grêmio. Isto é o reflexo de um trabalho iniciado em 2005 e que fez o Grêmio, de cerca de 6 mil sócios, passar a ter 70 mil agora em 2012.
Além das vantagens, vamos trabalhar muito os jovens gremistas. Os grandes clubes da Europa com grande número de sócios valorizam muito este segmento. A ideia é valorizar a criança gremista desde antes do seu nascimento, trabalhando junto às mães gremistas com ações focadas às gestantes. Depois, trabalhar o sócio quando bebê e em seguida o infantil.
O segmento feminino é outro que vamos dar muita atenção. O número de gremistas associadas vem crescendo a cada dia e não podemos deixar passar em branco a oportunidade de ter as mulheres como parceiras do Clube. A mulher é muito fiel ao que ela gosta e admira. Vamos dar motivos para elas aumentarem a fidelidade com o Clube, trabalhando ações específicas para este público.
7) Como pensa em levar o Grêmio para o topo dos clubes mais fortes internacionalmente, visto que, tem-se ai a questão populacional (quantidade de torcedores) e geográfica (está fora do eixo Rio-São Paulo)?
O Grêmio já é um clube muito conhecido nacional e internacionalmente. A melhor maneira de fortalecer a marca Grêmio é disputando títulos internacionais e ganhando-os. E com esta estrutura toda que montamos, temos hoje chances reais de ganhar títulos relevantes que novamente projetem o Grêmio no cenário mundial. Além disso, mesmo estando fora do eixo Rio-SP, temos uma torcida muito fiel e apaixonada. Conseguimos manter índices de ocupação de estádio acima da grande maioria dos times de lá, assim como o número de sócios. É a paixão do torcedor que faz o Grêmio ter força, ser grande e é ela que vai fazer o Grêmio crescer ainda mais no Brasil e em níveis Globais.
8) É viável conseguir isto em um país com tantas desigualdades e carências em que é difícil para a esmagadora maioria pagar R$ 26 reais para ser sócio e mais os custos de 50% do ingresso e despesas para ver um (ou 4) jogo?
Sem dúvida. Hoje temos 8 milhões de gremistas espalhados pelo Brasil e pelo Mundo. Não podemos trabalhar somente o benefício de assistir ao jogo dentro do estádio. Cabem só 60 mil pessoas dentro da Arena. E o resto dos gremistas não vai torcer e nem consumir o Clube? Claro que sim! O futebol mostra que quando o time tem força, ele conquista seguidores que o consomem de diferentes formas em todas as classes sociais. Se ele não for sócio, mas assistir o jogo do Grêmio, o valor da marca já estará crescendo, devido à audiência na televisão, que gera milhões de Reais em receita. Podemos ter como exemplo os grandes clubes da Europa, que quase não possuem sócios no Brasil por exemplo, mas vendem camisas e têm grande audiência nos canais aberto e a cabo.
9) É a favor da profissionalização REAL de todo o departamento de futebol? Como fazer para que isto não mude a cada eleição? Qual o papel da Base?
Com certeza. O futebol do Grêmio hoje é 100% profissionalizado. Tem seu executivo e todos os profissionais contratados com alta capacidade. Hoje não tem como ser diferente. O futebol hoje é uma atividade que exige dedicação integral e de pessoas competentes e capacitadas. O clube que não pensar assim, deixará de ser competitivo.
Para não haver mudanças na estrutura do futebol quando houver eleições, a maturidade dos gestores políticos deve ser muito grande. Eles devem medir os resultados, o que está sendo feito e não o nome dos profissionais, de quem ele é amigo, por quem ele foi indicado. Este é o grande problema que deve ser trabalhado. Uma política de governança corporativa rígida e estruturada, regida pelo Conselho Deliberativo pode ajudar a solucionar esta questão.
O papel da Base é de vital importância para a formação de um time vencedor. Na nossa gestão em 2011-12 investimos R$ 12 milhões nas Categorias de Base e conquistamos vários torneios, destacando a Taça BH neste ano. Antes, em 2008 o investimento também tinha alcançado esta marca, assim como os títulos das categorias também estavam acontecendo, apesar de que a principal função da Base é formar jogadores com qualidade técnica e tática para serem utilizados no time profissional. Os títulos da Base são consequência de um belo trabalho. Por isso investimos pesado na infraestrutura, estruturamos o CDD da Categoria de Base e contratamos profissionais de altíssima competência. O princiapal executivo, atual coordenador da área, possui referência muito forte no mercado e sua qualidade pode ser vista no dia a dia de quem está no Grêmio.
10) Como fazer esse projeto de gestão dar certo sem comprometer as finanças e pagando dívidas históricas?
Nós já quitamos o Condomínio de Credores que onerava terrivelmente o Grêmio em função de dívidas trabalhistas. Era uma folha de pagamentos extra que agora não existe mais. Temos ainda as dívidas com tributos federais que vão sendo abatidas com as receitas da Time Mania. Nossa gestão criou uma estrutura profissional consistente que vem executando um belo trabalho no clube. E ela melhora a cada dia, pois o processo de gestão está amadurecendo e se enraizando dentro da administração. Não existe mais espaço para pessoas incompetentes.
Cabe ressaltar que um fundo de investimentos para saldar o passivo (FIDC) ainda está em fase final de elaboração e vai ajudar a saldar dívidas. Também vamos criar um processo rígido de controladoria, visando racionalizar toda e qualquer atividade financeira e operacional dentro do Grêmio.
Tudo isso está muito alinhado. Tivemos o apoio de grandes consultorias para fazer este trabalho dar certo. A Quality Inn, referendada pelo Dr. Jorge Gerdau trabalha a gestão da rotina e de projetos dentro do Clube. Hoje, todas as áreas possuem metas e indicadores. São mais de 200 e todos funcionários tem conhecimentos deles e o seu trabalho é cobrado através dele. A PwC fez todo o trabalho de reestruturação administrativa do Grêmio. Quando formos para a Arena nos próximos dias, nossa gestão já vai estar totalmente orientada para um novo formato, racional e eficaz, eliminando excessos e ineficiências, otimizando os processos gerenciais e operacionais. Cabe ressaltar o trabalho de certificação ISO nas áreas de apoio, padronizando procedimentos e atividades. O conhecimento de como se faz as coisas está registrado no Clube e não mais na cabeça das pessoas.
11) Qual o seu projeto para o Grêmio e seus diferenciais?
Quando assumimos o Grêmio em 2005 nós estávamos na Série B, tínhamos uma dívida de mais de R$ 100 milhões, apenas nove jogadores eram do clube e diagnosticamos que levaríamos 10 anos para voltar a conquistar títulos relevantes, tamanho o caos em que o Grêmio se encontrava. Sete anos depois temos chances reais de título, ou seja, três anos antes do que tínhamos previsto. Mesmo assim, já estavamos disputando títulos antes, em 2007 e 2008. Por isso o nosso projeto é dar continuidade ao trabalho de recuperação que tem sido feito desde 2005. Nós arrumamos a casa, quitamos o Condomínio de Credores, otimizamos a estrutura administrativa e estamos entregando no fim do ano um time com uma base muito boa, com um excelente técnico e o melhor estádio da América Latina que será nossa Arena. E este é nosso principal diferencial: nós não ficamos no campo das ideias. Arregaçamos as mangas e conseguimos recuperar o Grêmio. Nós fomos lá no Barcelona ver como eles faziam a gestão do seu quadro social e trouxemos pra cá a ideia. O resultado foi o melhor possível, pois hoje temos 70 mil sócios. Também fomos visitar os principais times da Europa para aprender com eles a gerir uma Arena multiuso igual a que nós teremos no fim do ano. Também contratamos empresas de consultoria e auditoria mundialmente renomadas para passar um pente fino no Clube e nos ajudar na transição para a Arena. Buscamos o que existe de melhor em termos de centros de treinamento para montar o nosso, ao lado da Arena, que será de referência mundial. Fomos no Real Madrid, Milan, Barcelona, Benfica, Porto, entre outros, para entender tudo o que eles fazem de certo e descobrimos também o que foi feito de errado e que tiveram que consertar. Nosso CT da Categoria de Base seguirá os mesmos níveis. O futebol não se faz mais com 11 jogadores e um técnico, assim como as empresas não são apenas feitas de operários qualificados.
Ou seja, o diferencial é a evolução que o Clube vem tendo conosco a frente da gestão, e agora que arrumamos toda a casa e conseguimos montar um time qualificado, competitivo e com a cara do Grêmio, queremos voltar a trazer muitas conquistas para dentro dela. E podemos afirmar: O Grêmio está pronto para isso. E nós estamos prontos para levar o Grêmio aos grandes títulos.

Em nome do Grêmio

August 3, 2011

Em nome do Grêmio

O BloGrêmio vem expressar sua profunda preocupação com o atual momento vivido pelo Grêmio, tanto dentro de campo quanto fora das quatro linhas. Ele exige muita cautela e ponderação nas ações de todos os gremistas que tenham verdadeiro amor pelo Clube e pelo menos um pouco de boa fé.

Acreditamos que o grupo atual de jogadores tem qualidade suficiente para obter desempenho que nos coloque longe das últimas posições da tabela. Porém, o desenrolar de uma crise nos bastidores e que se tornou pública, pode ter consequências gravíssimas. Cabe a cada um dos envolvidos parcelas de responsabilidade que, mais do que não serem esquecidas, precisam ser assumidas para enfrentar e resolver a crise com rapidez, para o bem do Grêmio.

A direção do clube deve fazer uma profunda reflexão sobre as causas que levaram o time e também o clube à situação atual. A autocrítica e a mea máxima culpa é um exercício saudável para encaminhar soluções adequadas. Já se perdeu muito tempo e energia com discussões infrutíferas e brigas de facções, que afastam o torcedor do Olímpico e prejudicam o desempenho do time em campo. É função primordial da Direção pensar no Grêmio e neutralizar projetos pessoais que causam danos ao clube.

A oposição também precisa ter senso do momento e entender que nenhum gremista de verdade poderá sentir-se vencedor, com o clube enfraquecido. O momento impõe que ninguém se arvore salvador da pátria e tumultue ainda mais o ambiente, visando tão-somente colher dividendos políticos.

Ao Conselho Deliberativo cabe estar atento e vigilante aos assuntos do clube. Todos os Conselheiros têm obrigação de conhecer os problemas do Grêmio e auxiliar na busca de soluções. Chega de picuinhas, chega de vazamentos de assuntos internos para a imprensa.

Por fim, o torcedor, o ente que sente mais direta e intensamente o desgosto dos resultados de campo, este tem o direito de protestar. Porém, durante os jogos, precisa estar ao lado do time, apoiando, emprestando garra aos jogadores e voltando a ser protagonista em jogos no Olímpico.

Nós, torcedores integrantes do BloGrêmio, daremos a nossa contribuição conclamando a torcida para apoiar o time mais do que nunca nesta hora delicada. Esta quarta-feira é o dia para voltarmos a fazer do Olímpico uma cidadela invencível. Mas estaremos vigilantes sobre a atuação da Direção, do Conselho e dos movimentos políticos que gravitam em torno do nosso Grêmio. Manteremos uma posição crítica e os sócios informados sobre ações oportunistas e de promoção pessoal.

Já há muito tempo a situação tornou-se insuportável. Já passou da hora dos gremistas abraçarem o Clube. Basta de politicagem! Basta de brigas de beleza! Basta! Pelo bem do Grêmio!

_____

Este é um manifesto conjunto dos participantes do BloGrêmio.

E quem critica a crítica?

April 10, 2011
A partir de um confronto entre o que foi publicado pela imprensa e o que efetivamente aconteceu nessa última semana, somos forçados a fazer uma reflexão sobre o papel que a crônica esportiva vem exercendo no futebol brasileiro.

Achei que o texto do Blog do Mosqueteiro foi muito feliz nas suas ponderações, razão pela qual o transcrevo abaixo (Destaco, em especial, os dois trechos em negrito):

O Joio e o Trigo

Saudações Tricolores. Numa era relativista, vivemos entre muitas versões da verdade. Vida difícil, eu afirmo. E não apenas para quem atua na imprensa esportiva, apresso-me a dizer. É assim em toda parte, especialmente para quem está inserido nos meios de comunicação, na indústria de software e tantas outras onde a informação pode ser entregue ao público de forma a influenciá-lo. A vida ainda é menos complicada em algumas profissões, onde o cara vale pelo que ele faz, não pelo subjetivo.

E quando estou assim, investigando as razões para tanta opinião duvidosa, acreditando que talvez estejamos por demais desconfiados das teorias da conspiração, me deparo com a reação do jornalista Wianey Carlet da RBS, que surge em muito boa hora e é emblemática:

“Torcenautas gremistas escrevem acusando a imprensa de “criar” versões para a dispensa de Carlos Alberto (…) Após o jogo contra o Júnior, Renato chegou a acusar a imprensa de inventar explicações. Na verdade, se as versões que têm circulado não correspondem à realidade, é preciso que Renato e os gremistas saibam que elas não foram inventadas pelos repórteres. Todas elas foram passadas para a imprensa por dirigentes e pessoas ligadas à direção. É preciso lembrar que parte dos dirigentes gremistas foi contrariada com a contratação de Carlos Alberto. É muito fácil apontar o dedo para a imprensa, mas pode ser, também, perigoso. O inimigo, afinal, está ao lado.”

Wianey deve lembrar-se do AI-5 de dezembro de 68, que oficializou a censura e escancarou o caráter ditatorial do regime, onde era impossível alguém discordar da versão oficial. Talvez tenha até certa simpatia pelo decreto-lei 1077 de janeiro de 1970 (ano do Tri), que criou a censura-prévia.

Wianey Adjetiva o torcedor que opina na web de TORCENAUTA.

Aproveita para passar a mensagem subliminar de que Renato Portaluppi mente. Tenta limpar a barra dos seus colegas “na marra”, ao melhor estilo “Prendo e Arrebento” do General Figueiredo. É “perigoso acusar a imprensa”. Outra mensagem corporativista, quase como um “não se metam conosco”.

O que se vê aqui na sua melhor forma é a censura, o corporativismo e a patrulha. Sim, esta palavra tão presente na boca de qualquer jornalista ao ver sua opinião criticada, mesmo quando ela não está baseada em fatos. Pois os maus jornalistas patrulham ainda mais a crítica que recebem. É sempre considerada injusta, viciada pelo azul ou pelo vermelho.

Talvez devamos adjetivar os maus jornalistas também de TORCELISTAS ( Torcedor+Jornalista ). Ação e reação. Normal no estado democrático.

Há muito que este assunto mexe conosco. Não é fácil para quem vive da notícia e da opinião aceitar este novo mundo onde milhares de “torcenautas” de todas as cores e de muito talento possam também expor suas opiniões a audiências cada vez maiores e mais qualificadas.

7 de Abril comemorou-se o dia do Jornalista. Porque somos também formadores de opinião, nos prestamos a homenagear aqueles que – na nossa visão – fazem um bom trabalho e atuam em pról dos maiores ideais do Jornalismo. A homenagem e a lista, estão publicadas na íntegra no BloGrêmio, aqui neste link.

Parabéns a estes grandes profissionais de imprensa pela consciência, ética e retidão com que praticam a profissão que abraçaram. Para nós, estes jornalistas levam o selo de “Profissionais”.

Apenas uma outra informação. Caro Jornalista, não fique triste se seu nome não está nesta lista. É questão apenas de critério, logo ele poderá aparecer numa outra classificação.

A passagem do dia 7 de abril (Dia da Imprensa) nos fez refletir sobre as pessoas que fazem da crônica do futebol a sua profissão. A entrevista de Renato Portaluppi na noite de quinta-feira nos fez pensar se não é o momento de divulgarmos uma avaliação feita da crônica esportiva que alimenta o RS.

Registramos a nossa homenagem àqueles que, no nosso entendimento, são dignos representantes do verdadeiro JORNALISMO.

O texto completo e os grandes PROFISSIONAIS da imprensa, está neste link.

Uma ação do BloGrêmio

Homenagem à Simon

October 22, 2010

No BloGrêmio (rede de blogs gremistas) uma proposta de homenagem à Carlos Simon:

“Dizem que Carlos Eugênio Simon é o homem que mais aprecia um chato e monótono empate no futebol. Simon gosta do resultado igual para os dois lados principalmente quando é o árbitro da partida. Isso porque sua imagem fica mais diplomática com todos. Também há quem diga com muitos argumentos que Simon é colorado. Sua reputação com os gremistas é tão vergonhosa que o xingamento preferido dos torcedores para o apitador é, justamente, “colorado”.

Simon também já deu demonstrações que não faz questão de cumprir com sua palavra. Disse que se aposentaria depois da Copa do Mundo 2010. Mentira. Está aí para colocar desconfiança nas expectativas que tínhamos de um bom Grenal. Em clássicos, tem a sua última chance de não ser asqueroso. Supõe-se que tenha sido escolhido para este jogo em um ato de muita generosidade do presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto. Ele queria homenagear Simon com essa escalação mesmo sabendo que nos clássicos regionais a melhor indicação é um juiz que está fora desta forte atmosfera.

A partir disso, a rede de blogs gremistas, o BloGrêmio, sugere que tu também leve tua homenagem a este homem de pouca modéstia e muito gel no cabelo. Sim, além de gritar os “melhores” adjetivos, vamos fazer cartazes, manifestações e exaltações do quanto não sentiremos ausência de Simon “mediando” nossos embates. Domingo, mostre no Olímpico tudo que tens guardado para Simon. À este árbitro, nossos sinceros votos de boa e rara arbitragem para domingo e nosso aliviado adeus”

http://blogremio.wordpress.com/2010/10/22/homenagem-a-simon/

Entrevistas – Grupos Restantes

August 8, 2010
Com o intuito de apresentar os grupos políticos Grêmio para os sócios do clube, o BloGrêmio entrou em contato com todos os movimentos.
O contato foi feito dentro de um prazo que consideramos razoável para que os grupos fornecessem as respostas. Infelizmente algumas respostas só chegaram até nós depois da data limite.
Levando em conta a informação do sócio gremista, decididimos publicar as respostas enviadas após o prazo final.
Contudo, como uma forma de não desprestigiar os grupos que responderam dentro do prazo estabelecido, publicaremos uma versão resumida para que seja conhecido o grupo.

————————————————————————————————-
Entrevista -Núcleo de Mulheres Gremistas
1. Nome do Movimento:
Núcleo de Mulheres Gremistas
2. Data da Fundação:
15/05/2004

6. Quantos membros possui o grupo? Quantos são conselheiros do clube? Poderia listá-los?
O Núcleo possui em torno de 60 integrantes que participam ativamente das atividades; temos mais de 2.000 mulheres cadastradas através do nosso site. O Núcleo tem duas conselheiras: Rosa Beatriz Foresti e Ema Coelho de Souza.
7. O movimento participa da atual gestão? Se não participa concorda que seus membros participem?
O Núcleo não tem participação ativa na atual gestão e exerce suas atividades independentemente das pessoas que estão na gestão do clube. O Núcleo integra o chamado G6 que apoiou e elegeu o Presidente Duda Kroeff, mas não ocupamos cargos de direção no dia-a-dia do clube. Em princípio, não há contrariedade das integrantes em participar diretamente da gestão do clube, porém, se em algum momento isto vier acontecer o assunto será discutido em reunião com as integrantes do grupo.

13. Como seus integrantes votaram na reunião sobre cláusula de Barreira?
A conselheira Rosa Foresti votou pela redução para o Conselho e manutenção para Presidente. A conselheira Ema coelho de Souza votou contra as duas reduções.
14. Se o movimento não participa/apoia a atual Gestão, o Movimento já tem candidato para as próximas eleições?

– O movimento não respondeu a pergunta


18. O Movimento tem conselheiros faltosos que poderiam ser enquadrados no artigo 66?
Não. As duas integrantes do Núcleo têm presença assídua nas reuniões do conselho e as poucas faltas registradas foram por motivos devidamente justificados.

20. Quais as formas de um gremista entrar em contato com o grupo?
O contato com o grupo pode ser feito através do site onde estão divulgadas as datas das nossas reuniões, ou contatar pelo telefone 9246-7316 – http://www.mulheresgremistas.com.br/

————————————————————————————————-
Entrevista – Grêmio Imortal
1. Nome do Movimento
Grupo Grêmio Imortal
2. Data da Fundação
Este grupo existe há muitos anos, formado especialmente por dirigentes e conselheiros que atuaram a partir das gestões do Presidente Fábio Koff e Cacalo, de 1993 em diante. Após tomou maiores proporções com acréscimo de muitos outros, e em junho de 2007 ganhou este nome, cumprindo de forma mais explicita um dos seus grandes objetivos que é propiciar a participação de todos os associados e torcedores do Grêmio na discussão dos assuntos do clube. Naquele mesmo ano conseguimos ultrapassar a cláusula de barreira em eleição proporcional ao Conselho Deliberativo, quando cumprimos um primeiro passo para a renovação democrática dos quadros diretivos do Grêmio.
6. Quantos membros possui o Grupo. Quantos destes são conselheiros do Clube? Poderia listá-los?
Hoje temos 70 sócios do Grêmio participando do Grupo Grêmio Imortal, e entre estes os Conselheiros Marcos Hermann, Carlos Biedermann, Carlos Josias, Juliano Ferrer, Richard Ducker, Gilberto Cerqueira Jr., Carlos Gerbase, Fernando Di Primio, Kevin Krieger, Paulo Ferrer, entre outros que são grandes parceiros e colaboram na construção e desenvolvimento de nossos projetos.
7. O Movimento participa da atual Gestão? Se não participa, concorda que seus membros participem?
Participamos através do Vice-Presidente Marcos Hermann, e também no Departamento Consular, com os Conselheiros Paulo Ferrer e Richard Ducker e o diretor adjunto Felipe Brum, além dos Cônsules do Grêmio Diego Ferrer e Pablo Vizotto. No Jurídico colaboramos através do Conselheiro Gilberto Cerqueira Jr. O Conselheiro Kevin Krieger hoje auxilia o Grêmio na criação de um instituto para atendimento de crianças carentes, objetivando a educação e assistência através da prática do futebol, e os Conselheiros Carlos Gerbase e Fernando Di Primio atuam, quando solicitados, na área de marketing. O Conselheiro Carlos Biedermann é Presidente da Comissão de Finanças do Conselho Deliberativo e o Conselheiro Juliano Ferrer atua como Secretário do Conselho Deliberativo. Somos sempre favoráveis a ajudar o Grêmio no que for preciso, sendo de menor importância estar este ou aquele no comando maior do clube.
13. Como seus integrantes votaram na reunião sobre a Cláusula de Barreira?
Não existiu uma posição única, de grupo, sendo que muitos votaram favoravelmente a diminuição do percentual.
14. Se o movimento não participa/apoia a atual Gestão, o Movimento já tem candidato para as próximas eleições?
Não temos candidato ainda. Mas consideramos que o mais importante, além, é claro, de um nome forte e com liderança, é existir um projeto corajoso e pragmático de gestão para o clube. Estamos construindo isto para disponibilizarmos para quem quer que assuma ou reassuma o Grêmio, no caso de reeleição do Presidente Duda.
18. O movimento tem conselheiros faltosos que poderiam ser enquadrados no artigo 66?
Absolutamente, não.
20. Quais as formas de um gremista entrar em contato com o Grupo?
Nosso site está sendo finalizado, e assim que estiver no ar faremos grande divulgação. Além disso, criamos espaço de relacionamento pela internet para os sócios do Grupo Grêmio Imortal, propiciando maior integração e troca de idéias.
————————————————————————————————-

Entrevista – Grêmio Menino Deus
1. Nome do Movimento:
Grêmio Menino Deus – Grêmio de Todos
2. Data da Fundação.
18/08/2008

6. Quantos membros possui o Grupo. Quantos destes são conselheiros do Clube ? Poderia listá-los?
Aproximadamente 350 membros, 8 conselheiros (Marcelo Bandeira Pereira, Roberto Bandeira Pereira, Newton Quites, José Pedro Keunecke, Ismael Berdichewski, Jaime De Marco, Aloísio Milesi E Antônio Keunecke).
7. O Movimento participa da atual Gestão? Se não participa, concorda que seus membros participem?
Não.

13. Como seus integrantes votaram na reunião sobre a Cláusula de Barreira?
Todos os conselheiros do movimento.
14. Se o movimento não participa/apoia a atual Gestão, o Movimento já tem candidato para as próximas eleições ?
Não.

18. O movimento tem conselheiros faltosos que poderiam ser enquadrados no artigo 66?
Não

20. Quais as formas de um gremista entrar em contato com o Grupo?
————————————————————————————————

Entrevista – Grêmio Unido

1. Nome do Movimento:
ASSOCIAÇÃO DOS GREMISTAS UNIDOS, ou GRÊMIO UNIDO
2. Data da Fundação:
Fundado em 18.10.2006
6. Quantos membros possui o Grupo. Quantos destes são conselheiros do Clube ? Poderia listá-los?
Atualmente contamos com 138 associados.
Sendo como representantes no Conselho Deliberativo :
1. Airton Ruschel
2. Alexandre Fraga
3. Alfredo Galileo
4. André Krieger
5. Augusto Obando
6. César Faccioli
7. Ciro Simone
8. Clóvis Miranda da Silva
9. Ernesto Zagonel
10.Fernando Antunes da Cunha
11.Fernando Cabral Jr.
12.Fernando Zanella
13.Flavio Paiva
14.Gilberto Kroeff
15.Gilberto Petry
16.Ivo Balestrin
17.João B. Burzlaff
18.João Lauro Noguez
19.José Ion
20.Júlio Titow (Yura)
21.Luiz Carlos Gaspary
22.Marco José Bobsin
23.Nilton Varella Mello
24.Nilson Xavier
25.Paulo Zanchi
26.Paulo Vieira
27.Ricardo Eichler
28.Roberto Sommer
29.Romildo Bolzan Jr.
30.Rubem Borba Franco
31.Sergei Ignácio
32.Sérgio Lewinsohn
33.Verney Martins
Suplentes:
Onelvio Paes
José F. Pinto
Vilmar da Silveira
Rogério Tolfo
José Pio Furtado
7. O Movimento participa da atual Gestão ? Se não participa, concorda que seus membros participem?
Cargos Diretivos:
Conselho de Administração Flávio Paiva
Assessor da Presidência Airton Ruschel
Diretor de Patrimônio: João B. Burzlaff
Diretor do Quadro Social: Luiz Gaspary
Assessor Quadro Social: Alexandre Mello
Escolinha de Futebol: Francisco França, Nilton Varella Mello, Deco Nascimento e Onélvio Paes
Consular Diretores Adjuntos: Antonio César Chaves eFlávio Becco

14. Se o movimento não participa/apoia a atual Gestão, o Movimento já tem candidato para as próximas eleições?

– O movimento não respondeu a pergunta


18. O Movimento tem conselheiros faltosos que poderiam ser enquadrados no artigo 66?
– O movimento não respondeu a pergunta

20. Quais as formas de um gremista entrar em contato com o grupo?

– O movimento não respondeu a pergunta

Entrevista Irany Sant’anna Jr

July 27, 2010
O BloGrêmio conversou com Irany Sant’anna Jr, integrante do Conselho de Administração do Grêmio, vice-presidente de finanças do Tricolor.

É bom ressaltar que o Irany Jr, foi bastante solícito com o BloGrêmio, respondendo todos os questionamentos com tranquilidade e transparência.

Abaixo segue um trecho da entrevista:

Como estão divididas as receitas do Clube (QS, tv, venda de atletas, bilheteria…)?
O total de receitas estaria na casa dos R$ 115 milhões, as principais seriam: TV (entre 28 e 30 milhões de Reais), Quadro Social (R$26mi), venda de atletas (R$17mi previsto) e bilheteria (R$12mi).

O orçamento de cada setor do clube está de alguma forma atrelado a receita gerada pelos mesmos?
Não.

Quem são os credores do Grêmio a curto prazo e quanto cada um tem a receber? E a médio e longo prazos?
Metade do passivo é fiscal e está atrelado à Timemania. A curto prazo, os maiores credores são bancos (em torno de R$20 mi) e em seguida vem o Clube dos 13 (R$ 11 milhões) e o Condomínio de Credores.

Sobre o Condomínio: a dívida já caiu de R$24 mi para R$8 mi, sendo que outros credores entraram no condomínio, o que valoriza ainda mais o desempenho. Hoje, 30% da venda de atletas e 70% do mecanismo de solidariedade vão para o condomínio.

Mas é importante ressaltar que isso não implica que o passivo total do clube foi reduzido. O que houve é que o Grêmio procurou honrar seus compromissos com os condomínios, repassando a eles o que tem direito nas vendas de atletas. No entanto, muitas vezes, após vender um jogador, pagar investidores (que já detinham parte de direitos econômicos) e pagar condomínios o valor que sobrava era inferior ao necessário para repor novos jogadores, fazendo com que o Grêmio buscasse nova forma de financiamento (novo passivo).

Assim, os passivos só cairão realmente pela geração de novas receitas (o que esperamos conseguir em breve). No entanto, houve significativa recuperação do crédito do clube, pois há percepção do esforço para honrar compromissos, o que fez com que o custo financeiro caisse (o Grêmio atualmente consegue crédito a taxas normais de mercado).

Atualização: Em razão das informações prestadas na última reunião do conselho deliberativo (e da repercussão da mesma) o Vice-presidente Irany fez o seguinte acréscimo a entrevista:
“Para não parecer que haja informações desconexas entre as constantes da entrevista e as prestadas ao CD do Grêmio ontem, esclareço que fizemos uma antecipação de receitas contra recebimentos da Globo após nossa entrevista (R$ 5 milhões). Estas antecipações não são ideais, mas tem sido realizadas pela maior parte dos clubes de futebol nos últimos anos (quando assumimos, elas existiam em nível similar). Ainda não vemos isso como muito preocupante, pois as receitas já contratadas de televisão para 2011 atingem R$ 30 milhões e devem crescer significativamente (novo contrato está sendo negociado) e as antecipações até aqui realizadas não chegam a R$ 9 milhões.“

Entrevista – Grêmio Acima de Tudo

July 16, 2010

A. Identificação.

1. Nome do Movimento:

Movimento Grêmio Acima de Tudo

2. Data da Fundação:

2007

3. Principais Fundadores:

Presidente Hélio Dourado

4. Principal objetivo da sua criação:

Implementar sua proposta no sentido de que o Grêmio tenha uma administração moderna, profissional e democrática, com ampla participação dos sócios, inclsuive em caráter plebiscitário nas decisões de maior relevo para o Clube.

5. Atual Presidente e Equipe Diretiva:

Presidente: Gabriel Pauli Fadel
Vice-Presidente: Paulo Deitos
Secretário-Geral: Fábio Mundstock

6. Quantos membros possui o Grupo. Quantos destes são conselheiros do Clube? Poderia listá-los?

No momento, pedimos escusas pela não divugação destes dados.

7. O Movimento participa da atual Gestão ? Se não participa, concorda que seus membros participem?

Sim, participa. O Coordenador do Departamento Consular integra nosso Movimento

8. Existem membros nomeados para comissões internas do Grêmio ? Quais membros/comissões?

Sim, o Presidente do Movimento participa da Comissão Eleitoral.

B. Idéias e Posicionamentos.
9. O Movimento é contra ou a favor da construção da Arena?

A favor, porém luta pela preservação do patrimônio do Clube e dos direitos dos associados.

10. O Movimento é contra ou a favor da Cláusula de Barreira para o CD?

A favor de sua redução para 20%.

11. O Movimento é contra ou a favor da Cláusula de Barreira para o Presidente?

A favor, porém entende que a matéria possa merecer uma rediscussão quanto ao percentual hoje estabelecido.

12. Tem uma sugestão de melhoria/avanço nessas questões?

Sim, propugnamos uma administração democrática a possibilitar uma maior participação dos associados, ao tempo em que se propõe que o Conselho Deliberativo seja um fórum de debates, em que se respeite o contraditório.

13. Como seus integrantres votaram na reunião sobre a Cláusula de Barreira?

Pela sua redução no caso de eleição para o CD.

14. Se o movimento não participa/apóia a atual Gestão, o Movimento já tem candidato para as próximas eleições?

Não, enfrentaremos essa questão após a eleição para o CD.

15. O Movimento é contra ou a favor aos sócios votarem pela Internet?

Exatamente o Movimento Grêmio Acima de Tudo é que propôs a votação pela internet.

16. O Movimento é contra ou a favor de postos de votação no interior?

O Movimento é favor da utilização de todos os meios que viabilizem ao associado exercer o seu direito ao voto.

17. Quais as principais contribuições que o Movimento já deu ao Grêmio? Foram somente quando estavam na Gestão?

O MGAT tem colaborado com a apresentação de diversas sugestões, as encaminhando por escrito ao Presidente do Conselho e ao Presidente do Clube, com a entrega, inclusive, de um completo plano de marketing, elaborado por profissionais da área.

18. O movimento tem conselheiros faltosos que poderiam ser enquadrados no artigo 66?

Desconhecemos.

C. Estrutura
19. O Movimento tem sede física ou algum site atualizado na internet?

20. Quais as formas de um gremista entrar em contato com o Grupo?

As inscrições ocorrem com a presença do associado gremista em uma de nossas reuniões, que acontecem todas as quartas às 12h no restaurante Copacabana

21. Como são aceitos novos membros? Existe alguma exigência para entrar no Grupo?

A única exigência é ser sócio do Grêmio. Aproveitamos para convidar a todos para que venham se unir ao nosso Movimento.

Entrevista – Movimento Grêmio Democrático

July 15, 2010

A. Identificação.

1. Nome do Movimento:
Movimento Grêmio Democrático

2. Data da Fundação:
03 de setembro de 2009.

3. Principais Fundadores:

* Nilton Cabistani
* Donato Hubner
* Gabriel Cabistani
* Pierre Gonçalves
* Vitor Ruschel
* Samir Dib
* Ronald Wolff
* Jocelyn Spolaor Jr.
* Miguel Cabistani.

4. Principal objetivo da sua criação:
Oportunizar aos torcedores anônimos do Grêmio a participação no cenário político do clube.

5. Atual Presidente e Equipe Diretiva:
* Coordenador-Geral: Nilton Cabistani
* Vice-Coordenador: Donato Hubner
* Secretário-Geral: Gabriel Cabistan
* Coordenadores: Pierre Gonçalves, Cristiano Gobbo, Ronald Wolff, Luiz Gustavo Garrido, Samir Dib, Miguel Cabistani.

6. Quantos membros possui o Grupo. Quantos destes são conselheiros do Clube? Poderia listá-los?
O grupo tem, no momento, 200 membros cadastrados. Nenhum dos participantes faz parte do Conselho Deliberativo do Grêmio.

7. O Movimento participa da atual Gestão?
Se não participa, concorda que seus membros participem?
Até hoje, não houve nenhum contato da direção solicitando a participação de algum membro do Movimento.

8. Existem membros nomeados para comissões internas do Grêmio? Quais membros/comissões?
É muito difícil, em não sendo conselheiro, algum participante ser convocado para alguma comissão interna do Grêmio.

B. Idéias e Posicionamentos.
9. O Movimento é contra ou a favor da construção da Arena?
A favor.

10. O Movimento é contra ou a favor da Cláusula de Barreira para o CD?
Somos completamente contra, inclusive, no nosso site, consta uma página especificamente sobre este assunto, que demonstra a nossa total contrariedade.

11. O Movimento é contra ou a favor da Cláusula de Barreira para o Presidente?
A Cláusula de Barreira para o Presidente deve ser revista e readequada para oportunizar a participação de membros de menor representatividade dentro do Conselho, ou seja, deve ser reduzida para, pelo menos, a metade do quantum atual.

12. Tem uma sugestão de melhoria/avanço nessas questões?
No site do Movimento, há um projeto para redução da Cláusula de Barreira, onde é feita uma demonstração do cenário atual e do prejuízo causado à democracia por este dispositivo estatutário.

13. Como seus integrantes votaram na reunião sobre a Cláusula de Barreira?
Não temos conselheiros, portanto, não participamos da votação.

14. Se o movimento não participa/apóia a atual Gestão, o Movimento já tem candidato para as próximas eleições?
No momento estamos discutindo a participação do Movimento na eleição para o Conselho Deliberativo, e a nossa definição e posicionamento com relação a isso será divulgada nos próximos dias. Com relação à eleição para Presidente, estaremos tratando internamente e definindo candidato após a eleição para o Conselho Deliberativo.

15. O Movimento é contra ou a favor aos sócios votarem pela Internet?
A favor.

16. O Movimento é contra ou a favor de postos de votação no interior?
A favor.

17. Quais as principais contribuições que o Movimento já deu ao Grêmio? Foram somente quando estavam na Gestão?
Como somos um Movimento oriundo somente de torcedores comuns, consideramos que a nossa maior participação é ir ao Estádio e apoiar o nosso clube.

18. O movimento tem conselheiros faltosos que poderiam ser enquadrados no artigo 66?
(O Movimento não tem Conselheiros.)

C. Estrutura
19. O Movimento tem sede física ou algum site atualizado na internet?
Sim, www.gremiodemocratico.com.br

20. Quais as formas de um gremista entrar em contato com o Grupo?
Acessando o nosso site, e abrindo a página “Contato”. Lá, se pode enviar qualquer ideia, sugestão ou crítica para o nosso Movimento. Existe, também, espaço para envio de Projetos e o Fórum, que pode ser usado para todos aqueles cadastrados. Para se cadastrar, basta acessar a página “Cadastre-se”.

21. Como são aceitos novos membros? Existe alguma exigência para entrar no Grupo?
A partir do cadastro feito no site, o membro começa a receber informativos e convocações do Movimento. A principal exigência para entrar no grupo é que o membro gremista e disposto a trabalhar em prol do engrandescimento do Grêmio, e devolver o nosso clube ao caminho das vitórias.
_____

Conheça amanhã o Grêmio Acima de Tudo

Eleições – Esclarecimento

July 14, 2010

As respostas dos Movimentos Grêmio Sempre, Grêmio Democrático e Grêmio Acima de Tudo serão publicadas uma vez que os mesmos responderam o questionário enviado pelo BloGrêmio antes da publicação das primeiras respostas (do Grupo Grêmio sem Fronteiras)