Archive for the ‘Brasil de Pelotas’ Category

Gauchão 2017 – Brasil 1×1 Grêmio

March 16, 2017

33307992002_006c7aaad7_k

Assim como aconteceu no Grenal, o Grêmio controlou boa parte do jogo no Bento Freitas, mas não conseguiu sair de campo com os três pontos. No primeiro tempo o domínio tricolor foi claro. Os comandados de Renato tiveram o dobro de posse bola e o triplo de finalizações do que o Brasil. Mas o placar registrou o 1×1, com gols de Ramiro aos 22 (praticamente “tabelando” com Cirilo) e Gustavo Papa aos 32 (aproveitando uma rara bola parada ofertada pelo Grêmio).

No segundo tempo o Brasil se fechou no seu campo, buscando um heroico contra-ataque para virar o jogo. As ações passaram a se desenrolar quase que exclusivamente no campo de ataque do Grêmio, que até criou algumas situações, mas não conseguiu marcar o segundo gol (graças a boa atuação de Martini, a trave e ao excesso de bolas erguidas na área a partir da entrada de Barrios)

Achei estranho que o melhor cabeceador do adversário estivesse sendo marcado por Jaílson no lance do gol do Brasil.

Renato e Ramiro tem todo o direito de reclamar da postura e do estilo de jogo do Brasil, mas não pode estar surpresos. O time de Rogério Zimmermann atua dessa forma,  há muitos anos.

Esperava que o Grêmio fosse usar a meia azul no jogo de hoje, assim como usou contra o Brasil no Gauchão do ano passado. Aliás, os jogadores de linha usaram camisa e calções de 2017 e meias de 2016 e goleiro Leo usou a meia azul de 2015.

2016 brasil de pelotas 1x1 gremiob
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Jonathan Silva (G.E.Brasil)

Brasil 1×1 Grêmio

BRASIL: Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; João Afonso, Galiardo e Nem (Tiago Silva); Marcinho, Lenílson (Éder Sciola) (Evaldo) e Gustavo Papa
Técnico: Rogério Zimmermann

GRÊMIO: Léo; Léo Moura, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jaílson (Fernandinho) e Michel; Ramiro, Bolaños e Pedro Rocha (Barrios); Luan (Everton)
Técnico: Renato Portaluppi

07ª Rodada – 1ª Fase – Campeonato Gaúcho 2017
Data: 15/03/2017, quarta-feira), às 19h30 (Brasília)
Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Fabrício Lima Bassegio e Mateus Olivério Rocha
Cartões amarelos: Cirilo, Wender; Bolaños
Gols: Ramiro, aos 23 minutos do primeiro tempo; Gustavo Papa, aos 32 minutos do primeiro tempo.

Advertisements

Gauchão 2016 – Grêmio 4×1 Brasil de Pelotas

April 7, 2016

O gol de Geromel, logo aos 2 minutos inviabilizou a proposta do Brasil de jogar nos contra-ataques. Com o Xavante com dificuldade de propor ações e o Grêmio sem muita pressa para liquidar a fatura o jogo acabou ficando um pouco enfadonho. Bobô acabou fazendo o 2×0 antes do intervalo, aproveitando bom passe de Giuliano, o que deu a ideia de que o segundo tempo seria meramente protocolar.
Não foi exatamente isso que aconteceu, uma vez que o Brasil descontou aos 9 minutos, num escanteio que toda a defesa do Grêmio saltou muito pouco e Brock completou com o pé para as redes. Mas depois do susto o Grêmio se reencontrou chegou ao terceiro (Giuliano aproveitando uma confusão na área) e ao quarto (Pedro Rocha completando com categoria o belo lançamento de Luan) gol. 
Geromel está impossível. A arrancada que ele deu no segundo tempo foi sensacional.

Fotos: Richard Ducker (Grêmio.net) e Eduardo Deconto (Globo Esporte)

Grêmio Grêmio 4×1 Brasil de Pelotas  Brasil de Pelotas

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Walace (Edinho, 2’/2º), Maicon, Giuliano, Douglas (Lincoln, 22’/2º) e Luan; Bobô (Pedro Rocha, int).
Técnico: Roger Machado
BRASIL-PEL: Martini; Galiardo, Cirilo, Leandro Camilo e Brock; Leandro Leite, Washington, Moisés (Márcio Hahn, 19’/2º) e Diogo Oliveira; Nathan (Nena, 35’/2º) e Ramon (Gustavo Papa, 23’/2º).
Técnico: Rogério Zimmermann

Gauchão 2016 – Quartas de Final
Data: 06 de abril de 2016, quarta-feira, 19h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 13.519 (11.931 pagantes)
Renda: R$ 462.762,00
Cartões Amarelos: Giuliano; Galiardo e Gustavo Papa
Gols: Geromel, aos dois minutos do primeiro tempo; Bobô, aos 39 do 1º tempo; Eduardo Brock  aos nove do 2º tempo; Giuliano aos 28 do 2º tempo e  Pedro Rocha  aos 32 do 2º tempo.