Archive for the ‘Brasileirão 1991’ Category

Brasileirão 1991 – Grêmio 0x0 Inter

July 10, 2021

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora) / Fonte: Súmulas -Tchê

 

As grandes atrações deste Gre-Nal estavam do lado vermelho.  Lima faria sua estreia como centroavante do Inter e Cuca enfrentaria o Grêmio pela primeira vez usando a camiseta colorada. De certa maneira essa contratações do Inter eram vista como uma espécie de troco ao Grêmio, que havia contratado os ex-colorados Nilson e Maurício na temporada anterior. Neste partida nenhum desses atletas conseguiu se destacar e o placar não saiu do zero.

Vale lembrar que além dos citados acima, outros envolvidos na partida tinha ou acabaram tendo passagens pelos dois clubes. A começar pelos treinadores (tanto o Jornal do Brasil como o Jornal dos Sports equivocadamente identificam Cládio Duarte como técnico do Inter), além de Bonamigo, Chiquinho, Luis Carlos Winck e João Antônio

Outra curiosidade é que o jogo foi marcado para uma segunda-feira à noite, em virtude do televisionamento pela Bandeirantes (que deixava de fora do estado do RS, no Jornal Folha de Hoje, de Caxias, o colunista Alfeu de Oliveira relata ter assistido ao “Gre-Nal através da antena parabólica“)

 

Foto: Paulo Franken (Zero Hora) / Fonte: Súmulas -Tchê

 

“A TORCIDA BEM QUE MERECIA UM CLÁSSICO DE MELHOR QUALIDADE
O maior destaque do Gre-Nal foi mesmo o público que lotou o Olímpico, mas o 0 a 0 não agradou ninguém. Juiz prejudicou o Inter

Um erro da arbitragem tirou do Inter a chance de vencer o Gre-Nal de ontem à noite. Foi 0 x 0, mas Lima teve um gol anulado ao receber passe de Cuca e o auxiliar Clodoaldo Oliveira marcou impedimento antes mesmo do chute certeiro do atacante, sendo endossado por Luiz Cunha Martins. Os torcedores não gostaram de um clássico que prometia muito brilho,- mas acabou opaco.

Luis Carlos cruzou, Lima bateu forte, mas Sidmar fez a defesa. Eram apenas quatro minutos e o Gre-Nal das estrelas ameaçou ser sensacional, Mas, afora urna cabeçada de Vilson, aos 34 minutos, depois da cobrança de um escanteio, o primeiro tempo foi decepcionante. Foi um jogo truncado, com muitos lances violentos e pouca inspiração, Destacou-se quem transpirou mais, caso de Darci, responsável pela condução de bola rio time gremista e Winck no apoio. A marcação superou ao resto e os goleiros não tiveram trabalho. A maior prova disso é que Maizena só tocou na bola no final, defendendo um cruzamento de Donizete,

No segundo tempo, o Grêmio foi quem ameaçou primeiro com um chute de João Antônio defendido por Maizena e o Inter chegou a marcar, aos sete, por Lima, em lance erradamente anulado pela arbitragem. Winck bateu farte em China que saiu e o jogo ameaçou melhorar. Eram 15 minutos.

Lima deixou o campo aos 22 minutos, mas o Inter ameaçou duas vezes: por Simão e por Hamilton, quando Sidmar brilhou. O Grêmio respondeu no final na saída errada de Maizena. Nilson cabeceou e a bota só não entrou pois Márcio Santos salvou. Helcinho entrou no final, mas não teve tempo de mostrar seu futebol.” (José Evaristo Villalobos, Zero Hora, terça-feira, 19 de fevereiro de 1991 / Fonte: Súmulas -Tchê)

 

Foto: Folha de Hoje

 

GRENAL É JOGO VIOLENTO QUE ACABA EM 0 A 0

PORTO ALEGRE — Alta tensão e baixo nível técnico impediram que Grêmio e Internacional saíssem do empate em 0X0, ontem, a noite, no Estádio Olímpico. Um jogo muito disputado no meio de campo e quase nulo em ações de ataque tornou-se, muitas vezes, violento e terminou com nove jogadores punidos com cartão amarelo, sendo cinco do Internacional. Terminado o jogo, o juiz Luiz Cunha, Martins quase foi agredido pelo técnico do lnter, Cláudio Duarte.

O goleiro Sidmar, do Grêmio, fez uma 1 defesa importante, aos 3 minutos de jogo e Maizena, do Internacional, fez sua primeira defesa já nos acréscimos do primeiro tempo. Isto, praticamente, resumiu o que houve de ofensivo e emocionante, na primeira etapa, para uma torcida que lotou as instalações disponíveis do estádio — uma parte das arquibancadas está interditada, por medida de segurança. O jogo já se anunciava violento, e Vilson e João Antônio do Grêmio, e Ricardo, do lnter, receberam cartão amarelo.

Logo no início do segundo tempo Maizena defendeu dois chutes perigosos do Grêmio, aos 3 e aos 18 minutos, e logo o jogo voltaria à monotonia de jogadas brutais no meio de campo.” (Jornal do Brasil, terça-feira, 19 de fevereiro de 1991)

 

Foto: Folha de Hoje

 

GRE-NAL ACABA EMPATADO EM JOGO DISPUTADO

Porto Alegre – A tradição do futebol gaúcho foi confirmada ontem no Estádio Olímpico. Grêmio e Internacional fizeram uma partida bastante disputada com uma forte marcação no meio-de-campo, o que dificultou a ação dos atacantes de ambos os times. Assim o jogo só poderia terminar sem gols. Desde o início, as duas equipes fizeram uma forte marcação no meio-de-campo, característico do futebol gaúcho. No entanto, as faltas violentas foram muitas o que obrigou o juiz Luís C nha Martins a distribuir cinco cartões amarelos, para Vilson. Ricardo, João Marcelo, Lima e João Antônio. No segundo tempo, nada mudou e o árbitro advertiu mais três jogadores – Luís Carlos Winck, Alex e Célio. No final, o técnico do Internacional, Cláudio Duarte tentou agredir o juiz”. (Jornal dos Sports, terça-feira, 19 de fevereiro de 1991)

 

Foto: Luiz Gonçalves (Zero Hora) / Fonte: Súmulas -Tchê

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora) / Fonte: Súmulas -Tchê


GRÊMIO: Sidmar; Chiquinho, João Marcelo, Vílson e China (Marquinho); João Antônio, Donizete, Assis e Darci; Maurício e Nílson
Técnico: Cláudio Duarte

INTER: Maizena, Luiz Carlos Winck, Célio Silva, Márcio Santos, Ricardo; Simão, Júlio, Paulinho Criciúma, Cuca; Aléx Rossi (Hélcinho) e Lima (Hamílton)
Técnico: Ênio Andrade

Brasileirão 1991 – Primeira Fase – 3ª Rodada
Data: 18 de fevereiro de 1991, segunda-feira, 21h30min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 45.276 pagantes
Renda: Cr$ 51.448.500,00
Juiz: Luiz Cunha Martins
Auxiliares: Clodoaldo Ramon Jesus Oliveira e Gilberto dos Santos Cardoso
Cartões Amarelos: João Marcelo, Vílson, João Antônio, Luiz Carlos Winck, Célio Silva, Ricardo, Aléx Rossi, Lima