Archive for the ‘Brasileirão 1994’ Category

Brasileirão 1994 – Grêmio 2×1 Bragantino

November 1, 2020

 

Na última rodada da primeira fase do Brasileirão de 1994, o Grêmio conseguiu sua primeira vitória sobre o Bragantino (foram 4 empates e 1 derrota nos jogos anteriores).

O centroavante Silvio (que viria a ser contratado pelo tricolor no início de 1996) abriu o placar para os visitantes, mas Agnaldo e Carlinhos marcaram os gols da virada gremista.

Com o resultado o Grêmio encerrou a primeira fase na terceira posição do grupo A, enquanto o Bragantino ficou em último lugar. Contudo, essa situação acabou sendo estranhamente mais vantajosa para os paulistas, uma vez que eles foram para a repescagem, onde 2 das 8 equipes avançavam para as quartas-de-final, enquanto o tricolor teve que disputar as restantes 6 vagas com as 16 melhores equipes da competição

 

 

 

GRÊMIO VENCE POR 2 A 1 E CAI O TABU
Time derrotou o Bragantino pela primeira vez. Time paulista chegou a largar na frente, mas não resistiu

O Grêmio chegou a levar um susto, mas teve força e serenidade para chegar aos 2 a 1 sobre o Bragantino, ontem, no Olímpico. Obtido numa tarde chuvosa, o resultado também serviu para que fosse quebrado um velho tabu. Até ontem, o Grêmio jamais havia vencido o Bragantino.

Como sempre, a falta de conclusões pelo meio foi o principal problema do Grêmio. Luís Felipe chegou a trocar Carlinhos e Fabinho de posição, fixando este pelo meio. A manobra, porém, não deu resultado, porque a zaga adversária sempre levava vantagem.

O Bragantino saiu na frente. Aos 15 minutos do segundo tempo, Silvio dominou no peito e cobriu Danrlei, fazendo 1 a O. O empate só surgiria aos 37 minutos, quando Ciro e Leônidas já haviam entrado para dar mais força ofensiva ao time. Carlos Miguel sofreu pênalti que Agnaldo cobrou com perfeição, fazendo 1 a 1. Aos 43. Carlinhos apanhou um rebote dentro da área e chutou no ângulo, decretando a vitória. O Bragantino, que só tinha dez homens. dada a expulsão de Ronaldo Alfredo, não teve como reagir.

 

 

👍

A calma do Grêmio foi o fato positivo. Depois de duas derrotas, o time desta vez reagiu na hora certa.

 

 

👎

A pouca paciência da torcida do Grêmio foi o fato negativo. Desta vez, não houve razão para vais

 

 

Agnaldo

Mesmo no tempo de Paulão, o zagueiro Agnaldo costumava se destacar. Agora, com o novato Luciano, ele virou o patrão da área. Mesmo sem grande estatura, invariavelmente ganha as bolas altas. E é muito preciso pelo chão. Agnaldo é, sem dúvida, um ótimo zagueiro.”

 

Mais Faltosos
Jamir (Grêmio) 5
Da Guia e Maurinho (Bra) 4

Mais Desarmes
Agnaldo (Grêmio) 5
Maurinho (Bragantino) 5

 

Agnaldo, o melhor jogador em campo
Danrlei — Sem culpa no gol. Rebateu mal uma bola 6
Ayupe — Mais tranqüilo. Uma bela cobrança de falta. 6
Luciano — Discreto. Procura não enfeitar 7
Agnaldo — Excelente. Muita raça e técnica. Fez um gol. 9
Roger — Estava bem no jogo. Saiu por opção tática. 7
Pingo — Tem ficado mais atrás, combatendo. É líder. 7
Jamir — Continua errando passes. Mas combate bem. 6
Arilson — Não conseguiu realizar a jogada pela esquerda. 5
C. Miguel — Criou as principais Jogadas do time. 8
Fabinho — Esteve na ponta e no meio. Valente 7
Carlinhos — Fez um golaço, mas foi apenas regular. 6
Leônidas — Teve pouco tempo. Nada acrescentou. 5
Ciro — Boa presença na área apesar de fora de forma 6″ (Correio do Povo, 26 de setembro de 1994)

 

 (Correio do Povo, 26 de setembro de 1994)
GRÊMIO BRAGA
Conclusões 14 6
Cruzamentos 11 1
Escanteios 10 0
Faltas 19 18
Impedimentos 5 5
Lançamentos 15 9
Desarmes 18 15

 

“O JOGO: O Grêmio, depois de um mau primeiro tempo e do susto no gol de Silvio no segundo, melhorou e virou o jogo. A vitória acabou com o tabu de nunca ter vencido o Bragantino.” (Tabelão Placar, 1994)

 

 

GRÊMIO DERROTA O BRAGANTINO POR 2 A 1 DE VIRADA EM PORTO ALEGRE
O Grêmio ganhou por 2 a 1 do Bragantino, ontem no estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS), e também garantiu sua vaga no “grupo de elite” do Brasileiro.
O time gaúcho, que começou perdendo, obteve a vitória no último minuto da partida.
Aos 15min, Sílvio abriu o marcador para o Bragantino. Com a desvantagem, os jogadores gremistas passaram a criar mais situações de gol. Mas o empate só aconteceu aos 36min após Agnaldo cobrar pênalti.
O time gremista pressionou muito até que Carlinhos, aos 44min, conseguiu desempatar.
Foi a primeira vitória do Grêmio no segundo turno do Campeonato Brasileiro.
O técnico Luiz Felipe disse no final da partida que a torcida atribui ao Grêmio, às vezes, uma qualidade que o time não tem.” (Folha de São Paulo, segunda-feira, 26 de setembro de 1994)

 

 

GRÊMIO BATE BRAGA DE VIRADA
Porto Alegre- O Grêmio reabilitou-se diante de sua torcida e terminou com a série de cinco partidas sem vencer. Também ficou empolgado para o decisivo jogo de quinta-feira com o Racing, na Argentina, pela Supercopa. Tudo graças à vitória de 2 a 1 contra o Bragantino, ontem à tarde, na última rodada da fase inicial do Brasileiro. “Este resultado dá tranqüilidade, personalidade ao grupo e representa o estímulo necessário para o importante compromisso pela Supercopa”, definiu o técnico do Grêmio, Luiz Felipe. Pelo campeonato nacional, o Grêmio participa da 1ª rodada no sábado (o adversário será conhecido amanhã).
O Bragantino marcou primeiro aos 15min do 2″ tempo, através de Silvio. Aos 35min, Agnaldo empatou cobrando pênalti sofrido por Carlos Miguel. No penúltimo minuto, Carlinhos completou um cruzamento de Leônidas e virou o placar: 2 a 1″ (Pioneiro, segunda-feira, 26 de setembro de 1994)

DUPLA GRE-NAL PASSA PARA A SEGUNDA FASE
O Grêmio ganhou por 2 a 1 do Bragantino, ontem, no estádio Olímpico, garantindo a vaga no “grupo de elite” da próxima fase do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho, do técnico Luiz Felipe, saiu perdendo e obteve a vitória no último minuto da partida.
Os fatos importantes do jogo aconteceram no segundo tempo. Sílvio fez 1 a 0 para o Bragantino aos 15min. Com a desvantagem, os jogadores gremistas passaram a criar mais situações de gol. Mas o empate só aconteceu aos 36min, por Agnaldo, que cobrou pênalti de Ferreira em Carlos Miguel. O técnico Luiz Felipe colocou em campo Ciro e Leônidas em substituição, respectivamente, a Arilson e Roger.
O Grêmio, que chegou a ser vaiado por sua torcida, foi beneficiado com a expulsão de Ronaldo Alfredo. O técnico do Bragantino, Cilinho, tentou modificar a atuação de seu time com a entrada de Ludo no lugar de João Santos. O time gremista pressionou muito até que Carlinhos, aos 44min, conseguiu desempatar, e João Santos. O time gremista pressionou muito até que Carlinhos, aos 44min, conseguiu desempatar, na sua primeira vitória no segundo turno do Campeonato Brasileiro. A equipe terminou a primeira fase com 12 pontos, em terceiro lugar no grupo A.” (Folha de Hoje, segunda-feira, 26 de setembro de 1994)

 

Grêmio 2×1 Bragantino

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Luciano, Agnaldo Liz e Roger (Leônidas, 35 do 2ºT); Pingo, Jamir, Arilson (Ciro 35 do 2ºT) e Carlos Miguel; Fabinho e Carlinhos
Técnico: Luís Felipe Scolari

BRAGANTINO: Marcelo; Ferreira, Júnior, Rémerson e Da Guia; Mauro, Alberto, Edilson e Ronaldo Alfredo; João Santos (Ludo 20 do 2ºT) e Sílvio
Técnico: Cilinho

Brasileirão 1994 – 1ª Fase – Grupo A – 10ª Rodada
Data: 25 de setembro de 1994, domingo
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 3.837 pagantes
Renda: R$ 21.210,00
Juiz: Ivo Tadeu Scatola (PR)
Auxiliares: Fernando Homann e José Carlos Menger
Cartões amarelos: Arilson, Pingo, Alberto, Ronaldo Alfredo e Junior
Cartão vermelho: Ronaldo Alfredo (18 do 2º tempo)
Gols: Silvio aos 15 minutos; Agnaldo (de pênalti) aos 36min e Carlinhos aos 44 minutos do segundo tempo

Brasileirão 1994 – Grêmio 3×1 Fluminense

August 9, 2020

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

 

Essa vitória contra o Fluminense pelo Brasileirão de 1994 me traz duas boas lembranças:
1) A primeira camisa azul celeste que a Penalty fez pro Grêmio e;
2) Carlinhos (do inesquecível gol de cobertura contra o Racing em Avellaneda)

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

“VITÓRIA DÁ TERCEIRO LUGAR

O Grêmio venceu por 3 a 1 o Fluminense, ontem tarde, no estádio Olímpico e terminou em terceiro lugar no Grupo E com sete pontos. A vitória mantém a equipe estimulada para a estreia na Conmebol, sexta-feira, contra o São Paulo e para buscar a classificação no returno do Brasileiro pelo índice técnico ou a liderança do grupo. Os meias Carlos Miguel e Wallace impuseram o ritmo de jogo gremista com passes certos e movimentação nas proximidades da área do Fluminense, criando os espaços para as finalizações. As situações de gol no primeiro tempo tiveram a participação dos meio-campistas. Carlos Miguel finalizou d vezes, e na terceira, aos 28min41s, a bola rebateu zaga carioca e sobrou para o ponta Carlinhos completar e fazer 1 a 0. Wallace coordenava os lançamentos pelos flancos, tentando as investidas dos lateral Roger e Ayupe.

No segundo tempo, Jamir, que jogou na função de volante, saiu lesionado e entrou Arilson. Carlos Miguel recuou e Carlinhos passou a movimentar-se pelas pontas. Aos 13min, Carlos Miguel interceptou um passe no meio, Carlinhos dominou a bola, e na velocidade venceu a zaga, chutando cruzado: 2 a 0. Três minutos depois o zagueiro gremista Luciano fez um gol contra. 0 atacante Leandro cruzou e Luciano rebateu mal e o Fluminense descontou. O técnico Felipe retirou o meia Leônidas e pôs Luiz Carlos. O Grêmio centralizou o trabalho com a bola no meio-de-campo e procurou aproveitar a velocidade de Carlinhos. Aos 35min, o centroavante Ciro fez o seu quarto gol no Grêmio ao aproveitar um cruzamento de Luiz Carlos: 3 a 1. O Fluminense já estava dominado e o Grêmio só controlou os movimentos do adversário para confirmar a vitória e a posição na tabela que deixa alguma expectativa positiva de classificação por índice técnico no returno.” (Zero Hora, 31 de outubro de 1994)

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

GRÊMIO COMEMORA GOLS DE CARLINHOS

O atacante decidiu uma partida que deixa o Grêmio com esperança de classificação no segundo turno do Brasileiro

Carlos Ângelo passou correndo em frente ao gol do Fluminense e sentou-se numa placa de publicidade. Esperou a aproximação dos jornalistas e fez a dedicatória: “Ofereço este gol para a Silvana”. Foi o segundo que ele fez na vitória de 3 a 1 do Grêmio contra o clube carioca, ontem à tarde, no Estádio Olímpico. O primeiro gol, aos 28min41seg do primeiro tempo, Carlinhos esqueceu de oferecer a sua mulher. O segundo, aos 13 do segundo tempo, não passou sem homenagem. “Ela é a minha grande incentivadora”, resumiu o atacante gremista, 25 anos, 1m82cm, 73 quilos.

A relação de Carlinhos com a bola é inconstante. Tanto pode domina-lá com eficiência como machucá-la com o tornozelo. “Tudo representa esforço, se altero bons e maus momentos é por que sempre preciso melhorar”, comentou. Ontem, seu oportunismo, pontaria e rapidez produziram a alegria dos 3.462 pagantes no Olímpico. “Ele sempre é uma alternativa muito importante, num momento Carlinhos decide uma partida”, elogiou o técnico do Grêmio, Luiz Felipe. Com o retorno de Fabinho, o ponta Carlinhos volta para a reserva. “Estou satisfeito por ajudar o Grêmio a ficar em terceiro lugar no grupo E do Brasileiro, fazer meu quarto gol na competição, e ser o responsável de uma vitória que estimula o grupo na nossa estreia da Conmebol, contra o São Paulo, na próxima sexta-feira, dia 4, em Porto Alegre. No domingo, o Grêmio enfrenta o Paraná, pelo Brasileiro.”  (Zero Hora, 31 de outubro de 1994)

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

Tabelão Placar 1994: “O JOGO: Impondo seu futebol, O Grêmio não encontrou dificuldades em furar a retranca da fraca defesa do Fluminense


GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Luciano, Grotto, e Roger; Jamir (Arilson, intervalo), Wallace, Leonidas (Luis Carlos 30 do 2°) e Carlos Miguel; Carlinhos e Ciro
Técnico: Luis Felipe Scolari

FLUMINENSE: Wellerson; Leo, Joao Luis , Marcio Costa e Lira; Cadu, Djair, Joaozinho (Wallace 35 do 2°) Rodrigo (Welton 27 do 2°); Leonardo e Luis Antônio
Técnico: Pinheiro

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Público: 3.462 pagantes
Renda: R$ 17.870,00
Juiz: Dionisio Roberto Domingos (SP)
Auxiliares: Rogério Ibali e Wagner Selani
Cartões amarelos: Leonidas, Luciano, Arilson, Leonardo, Joaozinho, Djair e Joao Luis
Gols: Carlinhos 29 do 1°; Carlinhos 13, Leonardo 15 e Ciro 34 do 2°;