Archive for the ‘Brasileirão 1994’ Category

Brasileirão 1994 – Criciúma 1×0 Grêmio

August 30, 2022
https://64.media.tumblr.com/e33eb982910874821e0c3d9d758b51a6/61feb85a69b78e62-2b/s1280x1920/2e297cb84fe93dd15cae860813557ea2114f87d0.jpg

Foto: Roberto Santos (Correio do Povo)

 

No Brasileirão de 1994, o Grêmio foi derrotado pelo Criciúma no Heriberto Hulse em jogo da primeira fase.

Na minha memória a participação tricolor naquela competição foi bastante decepcionante, tendo a equipe sentido demais a ausência de Nildo (que passou praticamente todo semestre lesionado)

 

https://64.media.tumblr.com/eea9c048639ab9de41d2938b89f0aa4c/61feb85a69b78e62-51/s1280x1920/7ca967863c23d6215f80147cc3ecd97f944d0354.jpg

Foto: Roberto Santos (Correio do Povo)

 

GRÊMIO PERDE OUTRA E FICA AMEAÇADO
Levou um gol aos 43min contra o Criciúma e tanto pode obter o ponto extra como ir para repescagem

O Grêmio voltou a perder no Brasileiro e agora já está ameaçado até de disputar a repescagem. Ontem à tarde, perdeu de 1 a O para o Criciúma no estádio Heriberto Hülse, sofrendo o gol aos 43 minutos. Na semana passada levou 1 a O do Corinthians aos 46min. Domingo, enfrenta o Bragantino, precisando somar ao menos um ponto para assegurar a vaga. Se vencer, pode até obter o ponto de bonificação, dependendo dos outros resultados.

A partida entre a equipe catarinense e a gaúcha foi muito disputada, especialmente no primeiro tempo, com o Criciúma tomando a iniciativa do ataque e buscando o gol. Danrlei apareceu sempre com muita firmeza para garantir o empate. Aos poucos, o time treinado por Luís Felipe foi equilibrando o jogo, conseguindo bons contra-ataques. Aos 35, o Criciúma reclamou pênalti, num lance em que Pingo teria colocado a mão na bola.

No segundo tempo, os dois times voltaram mais retraídos, arriscando pouco para evitar contra-ataques do adversário. O Criciúma, apoiado por sua torcida, forçou mais. Mas, aos 22, quase Carlos Miguel marcou para o Grêmio. Aos 41, Gilvan caiu na área após um confronto com Roger. O árbitro assinalou pênalti, que Betinho bateu para fazer 1 a 0” (Correio do Povo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

FELIPÃO TENTARÁ DEVOLVER A CONFIANÇA AOS JOGADORES
De líder e forte candidato ao ponto extra do grupo, o Grêmio em dois jogos caiu na tabela e, pior ainda, está com a confiança da equipe ameaçada após a derrota para o Criciúma, ontem. Por isso, no vestiário, enquanto os jogadores reclamavam da arbitragem, o treinador Luís Felipe e o vice Luís Carlos Silveira Martins, buscavam palavras de alento e lamentavam a “injustiça” do resultado.

Luís Felipe disse que vai conversar com o grupo para verificar por que o time voltou a perder nos últimos minutos do jogo, repetindo o que houve contra o Corínthians. Contestou as críticas ao lateral Ayupe, dizendo que o jogador cumpriu as suas determinações. Já Silveira Martins mostrava-se desolado com a segunda derrota consecutiva.

Domingo, no Olímpico, contra o Bragantino, que já está desclassificado, o Grémio garante a vaga com um simples empate. E talvez já conte com Ciro, que se apresentou ontem.” (Correio do Povo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

HILTOR MOMBACH: “Ciclo I

As equipes de futebol vivem ciclos de vitórias e de derrotas. Normalmente são períodos curtos ou médios. O Grêmio, que está longe de possuir um grande time, viveu recentemente uma fase de vitórias que o colocaram entre os mais fortes candidatos ao ponto de bonificação. Em alguns jogos, contou com a sorte ao seu lado. Agora os ventos mudaram. Já são três jogos sem vitória no Brasileiro.

Ciclo II

O treinador Luis Felipe, após o jogo de ontem, disse que não houve falta de sorte pelo fato de o time ter perdido de novo nos minutos finais. Faltou capacidade, definiu o técnico. Malasuerte, cabe a ele, agora, descobrir o que houve com a capacidade que o time tinha até há pouco para vencer seus jogos. Se não conseguir, o ciclo negativo irá se prolongar perigosamente.

Dois toques
Não acredito que a simples chegada de um centroavante rompedor possa resolver o problema do Grémio.
Ciro pode ser bom, mas a marca de Nildo ainda é forte na memória do torcedor. Ciro, que pode estrear contra o Bragantino, precisa sair marcando gol. Já e uma responsabilidade.
Paulão já começa a fazer falta. Principalmente por sua experiência e tranquilidade.
Ayupe caiu de rendimento no momento em que o Grêmio perdeu seu homem-gol, que estava sempre na área para aparar os cruzamentos do lateral.
Luís Felipe tem apoio total e irrestrito da direção, Mas até o melhor técnico tem um limite para sua quota de derrotas.” (Hiltor Mombach, Correio do Povo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

https://64.media.tumblr.com/f7686f908fd0a3bbbe9fd000993e1f9c/61feb85a69b78e62-d0/s1280x1920/fee47279974b5c3ae93faad205f946bffe806b84.jpg

O JOGO: O Criciúma foi melhor, dominou o jogo desde o início e a vitória lhe fez justiça. O Grêmio, mais uma vez, não conseguiu mostrar um bom futebol.” (Tabelão Placar, 1994)

 

TROPEÇO ADIA A CLASSIFICAÇÃO
Criciúma – O Grêmio voltou a perder no Brasileiro. Desta vez foi contra o Criciúma, em Santa Catarina, com um gol assinalado aos 43 min do 2° tempo, de pênalti, cobrado por Betinho. Com a derrota, o Grêmio passou a dividir a 2″ colocação com o Flamengo e Sport, todos com 10 pontos, um atrás do líder Corinthians. Mas os três estão ameaçados pelo Criciúma, que tem nove.

Assim, o Grêmio não está classificado, mas precisa de um ponto contra o Bragantino no próximo domingo, no Olímpico, para não depender de outros resultados. Uma vitória garante a vaga e pode até trazer o ponto extra, desde que O Corinthians perca para o Criciúma e o Flamengo empate com o Sport.

“Me preocupa perder da forma como aconteceu e temos que encontrar formas de acabar com este trauma de sofrer gols nos minutos finais”, disse o técnico Luis Felipe, referindo-se a derrota aos 46min para o Corinthians.” (Pioneiro, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

“GRÊMIO PERDE PARA CRICIÚMA E SE COMPLICA
O Criciúma venceu o Grêmio ontem por 1 a 0, mas a sua situação no Campeonato Brasileiro é crítica.
O time, quarto colocado no Grupo A com nove pontos, terá que vencer o líder Corinthians, que está com onze pontos, no próximo domingo, quando acontece a última rodada desta fase.
O Grêmio, que poderia estar classificado para a próxima fase com um empate, perdeu a oportunidade de ser líder e concorrer ao ponto de bonificação;
Pior, deu oportunidade, para Flamengo e Sport embolarem a classificação . As três equipes, agora, têm dez pontos.
O time gaúcho enfrenta no próximo fim-se-semana o Bragantino, último colocado da chave com quatro pontos e já sem chances no “grupo de elite”. Fechando os jogos do grupo, o Flamengo recebe o Sport.
O gol do Criciúma foi marcado aos 43min do segundo tempo, num pênalti cobrado por Betinho. Agnaldo, do Grêmio, cometeu pênalti em Gilvan.
Três minutos antes do gol, Paulo da Pinta, do Criciúma, foi expulso de campo. Ele xingou o juiz José Carlos Marcondes por ter anulado um gol. Pinta estava impedido.” (Folha de São Paulo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

https://i.imgur.com/ZccC26r.png

CRICIÚMA: Roberto; Sandro, Vilmar, Wilson e Gilvan; Nenê, Paulo da Pinta, Betinho e Miranda (Jairo Lenzi); Dauri e Soares (Marcos Gaúcho)
Técnico: Lori Sandri

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Luciano, Agnaldo e Roger; Pingo, Jamir (Jaques), Emerson (Grotto) e Carlos Miguel; Fabinho e Osias.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Brasileirão 1994 – 1ª Fase – Grupo A – 9ª Rodada
Data: 18 de setembro de 1994, domingo, 16h00min
Local: Heriberto Hülse, em Criciúma, SC
Público: 11.518 pagantes
Renda: R$ 42.626,00
Juiz: Jose Carlos Marcondes (PR)
Cartões amarelos: Nene, Vilmar, Emerson e Agnaldo;
Cartão Vermelho: Paulo da Pinta, 39 do 2ºT
Gol: Betinho (de pênalti), 43 do 2°t

Brasileirão 1994 – Grêmio 1×2 Guarani

April 20, 2022

https://64.media.tumblr.com/89925cf33d36c5c9a3778072ed6b6c27/2c67d04e2ceb6f42-d8/s1280x1920/cd89cd3e446c8dea380f8ac1e2650014043ec88f.jpg

No Brasileirão de 1994, o Grêmio foi derrotado pelo Guarani no Olímpico. Três coisas sobre esse jogo:

  • Amoroso jogava demais, uma pena que tenha jogado no Grêmio só no finalzinho da carreira
  • Eu gostava e ainda gosto muito dessa camisa do Guarani
  • Esse regulamento do Brasileirão de 1994 era bizarro. Lembro de achar revoltante o fato do Bragantino ter terminado a primeira fase atrás do Grêmio e ter chegado na fase final pela repescagem

 

https://64.media.tumblr.com/2efe62ce8d6c5c692e90930b387dcf0b/2c67d04e2ceb6f42-7a/s1280x1920/31d5998246f69264e693e470aa0fa31417ccbcf0.jpg

“O JOGO: Rápido e objetivo, o Bugre envolveu o Grémio em pleno Olímpico e mostrou ser um sério candidato ao título brasileiro.” (Tabelão Placar 1994)

 

“GUARANI VENCE E SE MANTÉM NA LIDERANÇA
O Guarani venceu ontem o Grêmio por 2 a 1, no, estádio Olímpico, em Porto Alegre e se mantém na liderança do Grupo E do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Amoroso pelo Guarani e Ciro descontando para a equipe gaúcha. O Guarani entrou em campo com um esquema defensivo bem organizado. Já o Grêmio foi para o ataque, mas sem objetividade. O Guarani dominou a partida. Aos 21 min, a equipe de Campinas abriu o placar após uma cobrança de falta. Aos 37min do primeiro, Amoroso voltou a marcar, de pênalti. Aos 43min, após cobrança de falia próxima à does, o jogador Ciro, do Grêmio, descontou.” (Folha de São Paulo, segunda-feira, 24 de outubro de 1994)

https://64.media.tumblr.com/c4c593efd15d8644c74a7194bf78bd91/2c67d04e2ceb6f42-43/s1280x1920/d94a3356065ab192344e1454f4f85c854d4a0a22.jpg

O GUARANI TEVE AMOROSO E VENCEU FÁCIL
O Grêmio repetiu os problemas na marcação no meio de campo, as falhas na cobertura da zaga, os vacilos dos zagueiros nas bolas aéreas e a ineficiência ofensiva no jogo de ontem, contra o Guarani. O resultado foi a derrota por 2 a 1 para o time de Campinas, no Estádio Olímpico. O Grêmio ficou em terceiro lugar (3pg) e sem chances de disputar a primeira colocação no grupo E no primeiro turno da segunda fase do Brasileiro. Na quarta-feira enfrentará o Vasco, no Rio de Janeiro

Márcio Amoroso dos Santos, 20 anos, comprovou por que é maior revelação do Guarani nos últimos anos. Com passes precisos e habilidade nos dribles, ele desnorteou o sistema defensivo do Grêmio. Em dois lances no primeiro tempo, Amoroso, 1m80cm, 67 quilos, mostrou a umidade de vice-goleador do Brasileiro com 11 gols (um a menos do que Túlio, do Botafogo). Aos 21 minutos, bem colocado a área, pulou com convicção e cabeceou a bola no canto esquerdo de Danrlei: 1 a 0. Em cobram a de pênalti, aos 38 minutos, com categoria e fez 2 a 0.

A equipe gremista foi modificada no segundo tempo. Luiz Felipe retirou o meia Jamir e pôs Emerson para tentar as jogadas de aproximação. Ainda colocou o ponta Carlinhos no lugar do lateral Roger. O Grêmio conseguiu apenas descontar aos 43 minutos, através do centroavante Ciro, mas era tarde para evitar a quarta ‘derrota nos últimos cinco jogos” (Zero Hora, segunda-feira, 24 de outubro de 1994)

https://64.media.tumblr.com/a101c04e266d4e3843513db2d45d86a4/2c67d04e2ceb6f42-dc/s1280x1920/4f2865a656eccaa1de213604a92e2e48e9163882.jpg

Fotos: Valdir Friolin (Zero Hora)

https://64.media.tumblr.com/f827ea475d2728381d794f182ffa937a/2c67d04e2ceb6f42-11/s1280x1920/aa2d5d9ab60acfba9d377e2160967af62ff23e02.jpg

Fonte: Jornal do Brasil

https://i.imgur.com/ZccC26r.png

GRÊMIO: Danrlei;, Jairo Santos, Grotto, Agnaldo e Roger (Carlinhos 38 do 2°); Pingo, Jamir (Émerson, intervalo ), Carlos Miguel e Arilson; Fabinho e Ciro
Técnico: Luís Felipe

GUARANI: Narciso; Marcinho, Cláudio, Jorge Luís e Guilherme; Fernando, Valmir, Fábio Augusto e Sandoval ; Amoroso (Júlio César 41 do 2°) e Luizão (Edu Lima 32 do 2°)
Técnico: Carlos Alberto Silva

Brasileirão 1994 – Segunda Fase – Primeiro Turno – 5ª Rodada
Data: 23 de outubro de 1994, domingo, 17h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 3.338 pagantes
Renda: R$17.054,00
Juiz: Antônio da Silva Pereira (FIFA/GO)
Auxiliares: Vanderlei Maia da Silva e Nilson Pereira
Cartões amarelos: Grotto, Jairo Santos, Pingo, Carlinhos, Fábio Augusto e Guilherme
Gols: Amoroso aos 21 minutos e aos 36 minutos (de pênalti) do 1° tempo; Ciro, aos 43 minutos do 2°

Brasileirão 1994 – Grêmio 2×1 Bragantino

November 1, 2020

 

Na última rodada da primeira fase do Brasileirão de 1994, o Grêmio conseguiu sua primeira vitória sobre o Bragantino (foram 4 empates e 1 derrota nos jogos anteriores).

O centroavante Silvio (que viria a ser contratado pelo tricolor no início de 1996) abriu o placar para os visitantes, mas Agnaldo e Carlinhos marcaram os gols da virada gremista.

Com o resultado o Grêmio encerrou a primeira fase na terceira posição do grupo A, enquanto o Bragantino ficou em último lugar. Contudo, essa situação acabou sendo estranhamente mais vantajosa para os paulistas, uma vez que eles foram para a repescagem, onde 2 das 8 equipes avançavam para as quartas-de-final, enquanto o tricolor teve que disputar as restantes 6 vagas com as 16 melhores equipes da competição

 

 

 

GRÊMIO VENCE POR 2 A 1 E CAI O TABU
Time derrotou o Bragantino pela primeira vez. Time paulista chegou a largar na frente, mas não resistiu

O Grêmio chegou a levar um susto, mas teve força e serenidade para chegar aos 2 a 1 sobre o Bragantino, ontem, no Olímpico. Obtido numa tarde chuvosa, o resultado também serviu para que fosse quebrado um velho tabu. Até ontem, o Grêmio jamais havia vencido o Bragantino.

Como sempre, a falta de conclusões pelo meio foi o principal problema do Grêmio. Luís Felipe chegou a trocar Carlinhos e Fabinho de posição, fixando este pelo meio. A manobra, porém, não deu resultado, porque a zaga adversária sempre levava vantagem.

O Bragantino saiu na frente. Aos 15 minutos do segundo tempo, Silvio dominou no peito e cobriu Danrlei, fazendo 1 a O. O empate só surgiria aos 37 minutos, quando Ciro e Leônidas já haviam entrado para dar mais força ofensiva ao time. Carlos Miguel sofreu pênalti que Agnaldo cobrou com perfeição, fazendo 1 a 1. Aos 43. Carlinhos apanhou um rebote dentro da área e chutou no ângulo, decretando a vitória. O Bragantino, que só tinha dez homens. dada a expulsão de Ronaldo Alfredo, não teve como reagir.

 

 

👍

A calma do Grêmio foi o fato positivo. Depois de duas derrotas, o time desta vez reagiu na hora certa.

 

 

👎

A pouca paciência da torcida do Grêmio foi o fato negativo. Desta vez, não houve razão para vais

 

 

Agnaldo

Mesmo no tempo de Paulão, o zagueiro Agnaldo costumava se destacar. Agora, com o novato Luciano, ele virou o patrão da área. Mesmo sem grande estatura, invariavelmente ganha as bolas altas. E é muito preciso pelo chão. Agnaldo é, sem dúvida, um ótimo zagueiro.”

 

Mais Faltosos
Jamir (Grêmio) 5
Da Guia e Maurinho (Bra) 4

Mais Desarmes
Agnaldo (Grêmio) 5
Maurinho (Bragantino) 5

 

Agnaldo, o melhor jogador em campo
Danrlei — Sem culpa no gol. Rebateu mal uma bola 6
Ayupe — Mais tranqüilo. Uma bela cobrança de falta. 6
Luciano — Discreto. Procura não enfeitar 7
Agnaldo — Excelente. Muita raça e técnica. Fez um gol. 9
Roger — Estava bem no jogo. Saiu por opção tática. 7
Pingo — Tem ficado mais atrás, combatendo. É líder. 7
Jamir — Continua errando passes. Mas combate bem. 6
Arilson — Não conseguiu realizar a jogada pela esquerda. 5
C. Miguel — Criou as principais Jogadas do time. 8
Fabinho — Esteve na ponta e no meio. Valente 7
Carlinhos — Fez um golaço, mas foi apenas regular. 6
Leônidas — Teve pouco tempo. Nada acrescentou. 5
Ciro — Boa presença na área apesar de fora de forma 6″ (Correio do Povo, 26 de setembro de 1994)

 

 (Correio do Povo, 26 de setembro de 1994)
GRÊMIO BRAGA
Conclusões 14 6
Cruzamentos 11 1
Escanteios 10 0
Faltas 19 18
Impedimentos 5 5
Lançamentos 15 9
Desarmes 18 15

 

Foto: Edison Vara (Folha de Hoje / Correio do Povo)

 

“O JOGO: O Grêmio, depois de um mau primeiro tempo e do susto no gol de Silvio no segundo, melhorou e virou o jogo. A vitória acabou com o tabu de nunca ter vencido o Bragantino.” (Tabelão Placar, 1994)

 

 

GRÊMIO DERROTA O BRAGANTINO POR 2 A 1 DE VIRADA EM PORTO ALEGRE
O Grêmio ganhou por 2 a 1 do Bragantino, ontem no estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS), e também garantiu sua vaga no “grupo de elite” do Brasileiro.
O time gaúcho, que começou perdendo, obteve a vitória no último minuto da partida.
Aos 15min, Sílvio abriu o marcador para o Bragantino. Com a desvantagem, os jogadores gremistas passaram a criar mais situações de gol. Mas o empate só aconteceu aos 36min após Agnaldo cobrar pênalti.
O time gremista pressionou muito até que Carlinhos, aos 44min, conseguiu desempatar.
Foi a primeira vitória do Grêmio no segundo turno do Campeonato Brasileiro.
O técnico Luiz Felipe disse no final da partida que a torcida atribui ao Grêmio, às vezes, uma qualidade que o time não tem.” (Folha de São Paulo, segunda-feira, 26 de setembro de 1994)

 

 

GRÊMIO BATE BRAGA DE VIRADA
Porto Alegre- O Grêmio reabilitou-se diante de sua torcida e terminou com a série de cinco partidas sem vencer. Também ficou empolgado para o decisivo jogo de quinta-feira com o Racing, na Argentina, pela Supercopa. Tudo graças à vitória de 2 a 1 contra o Bragantino, ontem à tarde, na última rodada da fase inicial do Brasileiro. “Este resultado dá tranqüilidade, personalidade ao grupo e representa o estímulo necessário para o importante compromisso pela Supercopa”, definiu o técnico do Grêmio, Luiz Felipe. Pelo campeonato nacional, o Grêmio participa da 1ª rodada no sábado (o adversário será conhecido amanhã).
O Bragantino marcou primeiro aos 15min do 2″ tempo, através de Silvio. Aos 35min, Agnaldo empatou cobrando pênalti sofrido por Carlos Miguel. No penúltimo minuto, Carlinhos completou um cruzamento de Leônidas e virou o placar: 2 a 1″ (Pioneiro, segunda-feira, 26 de setembro de 1994)

DUPLA GRE-NAL PASSA PARA A SEGUNDA FASE
O Grêmio ganhou por 2 a 1 do Bragantino, ontem, no estádio Olímpico, garantindo a vaga no “grupo de elite” da próxima fase do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho, do técnico Luiz Felipe, saiu perdendo e obteve a vitória no último minuto da partida.
Os fatos importantes do jogo aconteceram no segundo tempo. Sílvio fez 1 a 0 para o Bragantino aos 15min. Com a desvantagem, os jogadores gremistas passaram a criar mais situações de gol. Mas o empate só aconteceu aos 36min, por Agnaldo, que cobrou pênalti de Ferreira em Carlos Miguel. O técnico Luiz Felipe colocou em campo Ciro e Leônidas em substituição, respectivamente, a Arilson e Roger.
O Grêmio, que chegou a ser vaiado por sua torcida, foi beneficiado com a expulsão de Ronaldo Alfredo. O técnico do Bragantino, Cilinho, tentou modificar a atuação de seu time com a entrada de Ludo no lugar de João Santos. O time gremista pressionou muito até que Carlinhos, aos 44min, conseguiu desempatar, e João Santos. O time gremista pressionou muito até que Carlinhos, aos 44min, conseguiu desempatar, na sua primeira vitória no segundo turno do Campeonato Brasileiro. A equipe terminou a primeira fase com 12 pontos, em terceiro lugar no grupo A.” (Folha de Hoje, segunda-feira, 26 de setembro de 1994)

 

https://i.imgur.com/ZccC26r.png

Grêmio 2×1 Bragantino

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Luciano, Agnaldo Liz e Roger (Leônidas, 35 do 2ºT); Pingo, Jamir, Arilson (Ciro 35 do 2ºT) e Carlos Miguel; Fabinho e Carlinhos
Técnico: Luís Felipe Scolari

BRAGANTINO: Marcelo; Ferreira, Júnior, Rémerson e Da Guia; Mauro, Alberto, Edilson e Ronaldo Alfredo; João Santos (Ludo 20 do 2ºT) e Sílvio
Técnico: Cilinho

Brasileirão 1994 – 1ª Fase – Grupo A – 10ª Rodada
Data: 25 de setembro de 1994, domingo
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 3.837 pagantes
Renda: R$ 21.210,00
Juiz: Ivo Tadeu Scatola (PR)
Auxiliares: Fernando Homann e José Carlos Menger
Cartões amarelos: Arilson, Pingo, Alberto, Ronaldo Alfredo e Junior
Cartão vermelho: Ronaldo Alfredo (18 do 2º tempo)
Gols: Silvio aos 15 minutos; Agnaldo (de pênalti) aos 36min e Carlinhos aos 44 minutos do segundo tempo

Brasileirão 1994 – Grêmio 3×1 Fluminense

August 9, 2020

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

 

Essa vitória contra o Fluminense pelo Brasileirão de 1994 me traz duas boas lembranças:
1) A primeira camisa azul celeste que a Penalty fez pro Grêmio e;
2) Carlinhos (do inesquecível gol de cobertura contra o Racing em Avellaneda)

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

“VITÓRIA DÁ TERCEIRO LUGAR

O Grêmio venceu por 3 a 1 o Fluminense, ontem tarde, no estádio Olímpico e terminou em terceiro lugar no Grupo E com sete pontos. A vitória mantém a equipe estimulada para a estreia na Conmebol, sexta-feira, contra o São Paulo e para buscar a classificação no returno do Brasileiro pelo índice técnico ou a liderança do grupo. Os meias Carlos Miguel e Wallace impuseram o ritmo de jogo gremista com passes certos e movimentação nas proximidades da área do Fluminense, criando os espaços para as finalizações. As situações de gol no primeiro tempo tiveram a participação dos meio-campistas. Carlos Miguel finalizou d vezes, e na terceira, aos 28min41s, a bola rebateu zaga carioca e sobrou para o ponta Carlinhos completar e fazer 1 a 0. Wallace coordenava os lançamentos pelos flancos, tentando as investidas dos lateral Roger e Ayupe.

No segundo tempo, Jamir, que jogou na função de volante, saiu lesionado e entrou Arilson. Carlos Miguel recuou e Carlinhos passou a movimentar-se pelas pontas. Aos 13min, Carlos Miguel interceptou um passe no meio, Carlinhos dominou a bola, e na velocidade venceu a zaga, chutando cruzado: 2 a 0. Três minutos depois o zagueiro gremista Luciano fez um gol contra. 0 atacante Leandro cruzou e Luciano rebateu mal e o Fluminense descontou. O técnico Felipe retirou o meia Leônidas e pôs Luiz Carlos. O Grêmio centralizou o trabalho com a bola no meio-de-campo e procurou aproveitar a velocidade de Carlinhos. Aos 35min, o centroavante Ciro fez o seu quarto gol no Grêmio ao aproveitar um cruzamento de Luiz Carlos: 3 a 1. O Fluminense já estava dominado e o Grêmio só controlou os movimentos do adversário para confirmar a vitória e a posição na tabela que deixa alguma expectativa positiva de classificação por índice técnico no returno.” (Zero Hora, 31 de outubro de 1994)

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

GRÊMIO COMEMORA GOLS DE CARLINHOS

O atacante decidiu uma partida que deixa o Grêmio com esperança de classificação no segundo turno do Brasileiro

Carlos Ângelo passou correndo em frente ao gol do Fluminense e sentou-se numa placa de publicidade. Esperou a aproximação dos jornalistas e fez a dedicatória: “Ofereço este gol para a Silvana”. Foi o segundo que ele fez na vitória de 3 a 1 do Grêmio contra o clube carioca, ontem à tarde, no Estádio Olímpico. O primeiro gol, aos 28min41seg do primeiro tempo, Carlinhos esqueceu de oferecer a sua mulher. O segundo, aos 13 do segundo tempo, não passou sem homenagem. “Ela é a minha grande incentivadora”, resumiu o atacante gremista, 25 anos, 1m82cm, 73 quilos.

A relação de Carlinhos com a bola é inconstante. Tanto pode domina-lá com eficiência como machucá-la com o tornozelo. “Tudo representa esforço, se altero bons e maus momentos é por que sempre preciso melhorar”, comentou. Ontem, seu oportunismo, pontaria e rapidez produziram a alegria dos 3.462 pagantes no Olímpico. “Ele sempre é uma alternativa muito importante, num momento Carlinhos decide uma partida”, elogiou o técnico do Grêmio, Luiz Felipe. Com o retorno de Fabinho, o ponta Carlinhos volta para a reserva. “Estou satisfeito por ajudar o Grêmio a ficar em terceiro lugar no grupo E do Brasileiro, fazer meu quarto gol na competição, e ser o responsável de uma vitória que estimula o grupo na nossa estreia da Conmebol, contra o São Paulo, na próxima sexta-feira, dia 4, em Porto Alegre. No domingo, o Grêmio enfrenta o Paraná, pelo Brasileiro.”  (Zero Hora, 31 de outubro de 1994)

Foto: Fernando Gomes (Zero Hora)

Tabelão Placar 1994: “O JOGO: Impondo seu futebol, O Grêmio não encontrou dificuldades em furar a retranca da fraca defesa do Fluminense


https://i.imgur.com/ZccC26r.png

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Luciano, Grotto, e Roger; Jamir (Arilson, intervalo), Wallace, Leonidas (Luis Carlos 30 do 2°) e Carlos Miguel; Carlinhos e Ciro
Técnico: Luis Felipe Scolari

FLUMINENSE: Wellerson; Leo, Joao Luis , Marcio Costa e Lira; Cadu, Djair, Joaozinho (Wallace 35 do 2°) Rodrigo (Welton 27 do 2°); Leonardo e Luis Antônio
Técnico: Pinheiro

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Público: 3.462 pagantes
Renda: R$ 17.870,00
Juiz: Dionisio Roberto Domingos (SP)
Auxiliares: Rogério Ibali e Wagner Selani
Cartões amarelos: Leonidas, Luciano, Arilson, Leonardo, Joaozinho, Djair e Joao Luis
Gols: Carlinhos 29 do 1°; Carlinhos 13, Leonardo 15 e Ciro 34 do 2°;