Archive for the ‘Camisa Branca’ Category

Camisa Branca 2016 – Sugestões de alterações

January 28, 2016
Na melhor das hipóteses, poderia se dizer que essa nova camisa branca “dividiu opiniões”. Na conversa com outros gremistas e nas postagens da Umbro nas suas contas em redes sociais é fácil achar pessoas revoltadas com o uniforme reserva. 
Eu também não gostei. Acho que a ideia de usar as listras na horizontal é interessante, mas acabou sendo mal executada. Uma pena, pois imagino que com alguns ajustes a camisa poderia ficar bem melhor.
Um das mudanças mais sugeridas pelas pessoas que não gostaram da peça seria a retirada das faixas abaixo do patrocínio do Banrisul. Em razão disso publico abaixo o desenho de como poderia ficar a camisa (lembra um pouco a camisa reserva que a própria Umbro fez para o Lille em 2011)

Eu me incomodei bastante com as costas da camisa. Achei simplória, muito parecida com as camisas brancas de 2011, 2012 e 2013. E sinto falta de uma continuidade das listras na parte das costas. Sei bem que, por exemplo, a Adidas vem fazendo camisas muito legais que só tem listras horizontais na parte da frente (tal como a da Alemanha, FenerbahçeDinamarca e Escócia), mas no caso do Grêmio eu acho que essa descontinuidade acaba prejudicando o conjunto do fardamento. Assim, publico dois desenhos de como ficaria o uniforme com as listras seguindo na parte de trás (um mantendo as quatro listras, outros deixando somente as duas de cima)

Outra possibilidade seria a de acrescentar uma terceira “faixa” na camisa. Publico duas simulações, uma mantendo a ordem original das listras e outra usando o mesmo padrão das meias usadas em 1962:

Seguindo nessa ideia, alguns desenhos acrescentando uma quarta e uma quinta “faixa” de listras:

Por último, uma outra alternativa que seria a de baixar as listras, deixando o distintivo do Grêmio e o logo da Umbro em cima do branco:

Camisas Tricolor e Branca da Umbro 2016

January 28, 2016

Antes de tudo, acho muito legal que o Grêmio e a Umbro tenham conseguido manter a prática de lançar a camisa nova no primeiro jogo da temporada. Poucos clubes no Brasil vem conseguindo fazer isso.

A questão dos vazamentos tem sido problemática para o Grêmio. Quase ninguém no mundo tem conseguido manter sigilo total sobre os lançamento de material esportivo. Desse modo o clube deveria parar de fazer tanto “auê” com “venda no escuro” e começar a pensar em ter uma estratégia para o caso de ocorrer o vazamento de uma imagem do uniforme antes da hora prevista para o lançamento. Essa história do Zini Pires dizer que as camisas eram falsas, mas “parecidas com as verdadeirasfoi um dos episódios mais ridículos da história do jornalismo gaúcho.
Lamento ainda que tenha se mantido a ideia de vender uma camisa “de jogo” e uma de “torcedor” com tamanha diferença nos preços.

Eu confesso que não fiquei empolgado com  a camisa tricolor quando vi as primeiras imagens que vazaram. Mas achei que ela ficou muito bem na transmissão do jogo. Me pareceu mais bonita do que a do ano passado. Alguns problemas vistos em 2015 foram corrigidos. O Banrisul foi colocado um pouco mais no alto na parte da frente. O diamante da Umbro deixou ser dourado e ganhou as letras logo abaixo. A fonte do número pode não ser um primor, mas funciona bem, ficando bem mais visível no jogo (o que talvez passe também pela diminuição da largura das listras brancas). A gola é a mesma que a Umbro usou nos uniformes do Gamba Osaka. Gostei da continuação da listra azul sobre a gola na parte de trás, mas acho que o detalhe na parte da frente não ficou tão bem resolvido. No geral acho que essa camisa “veste melhor” do que a do ano passado, mas ainda fica um pouco aquém dos melhores trabalhos feitos pela Umbro (especialmente comparando com a linha “Tailored by Umbro“) . 
A listra centralizada voltou a ser a azul. Desde 2000 o Grêmio lançou 21 camisas tricolores. 11 tiveram a listra azul centralizada, 8 a listra preta e 2 a branca, o que contrasta um pouco com a média das camisas dos grandes títulos, que costumam ter, na sua maioria, a listra branca centralizada.

Já para a camisa branca não se pode dizer que as fotos que vazaram a prejudicaram. Ela realmente não ficou legal. Não sei como o diretor de marketing Beto Carvalho chegou a conclusão de que “a camisa branca é uma das mais lindas que o Grêmio já teve“. Até entendo que ela possui alguns elementos interessante (parece ter sido inspirada na camisa reserva da Libertadores 2009, essa sim uma das bonitas da história do clube) mas a combinação deles não faz muito sentido. Assim como aconteceu em 2011, 2012 e 2013 a parte de trás é toda branca com o número em azul e o Banrisul em preto, e as costas não guardam relação com a a frente, que por sua vez não combina com os detalhes da gola e manga. Desse modo o conjunto ficou com aspecto estranho, quase tosco, se assemelhando a una camisa pirata. 

1950 – Grêmio 4×3 Cruzeiro – Camisa Branca

March 5, 2014

A camisa da imagem acima foi usada como uniforme reserva do Grêmio no final da década de 1940, início da década de 1950.  Na imagem abaixo podemos ver (com alguma dificuldade é verdade) o tricolor usando esse fardamento numa partida contra o Cruzeiro de Porto Alegre, pelo Torneio Extra de 1950, no estádio do Renner.
Um detalhe curioso é que essa combinação de uniformes não será repetida hoje a noite em Gravataí, uma vez que o Cruzeirinho não mais usa sua tradicional camisa listrada desde passou a ter seu material esportivo fornecido pela Adidas

Grêmio 4×3 Cruzeiro

GRÊMIO: Sérgio; Hugo e Johni; Ario, Sarará (Verardi) e Heitor; Balejo, Hermes, Apis (Clori), Sano e Ariovaldo “Detefon”.
CRUZEIRO: Borracha (Edir); Carrion e Zé Moreno; Laerte II, Garcia e Sidnei; Teotonio, Nardo (Castrinho), Joelci (Maninho), Alvim e Bruxo

Torneito Extra 1950
Data: 4 de maio de 1950, quinta-feira
Local: Estádio Tiradentes, em Porto Alegre-RS
Renda: Cr$  24.127,00
Juiz: C.J. Barrick
Gols: Bruxo aos 3 minutos e Balejo aos 6 minutos do primeiro tempo; Hermes aos 18 minutos, Bruxo aos 21 minutos, Balejo aos 23 minutos,  Hermes aos 28 minutos e Joelci aos 34 minutos do segundo tempo

Como podemos ver na crônica do Correio do Povo, o juiz da partida foi bastante elogiado. Mister C.J. Barrick passou a apitar no Rio Grande do Sul depois que a Federação Gaúcha resolveu contratar árbitros ingleses para amenizar as reclamações feitas pelos seus filiados. Mr. Barrick marcou época em Porto Alegre, sendo citado nas memórias futebolísticas de L.F Verissimo e tendo recebido uma emocionada despedida em setembro de 1950.

Equipe Juvenil do Grêmio em 1948:
Nereu, Orlando, Remo, Cauduro, Paulista, Peracchi,
Danilo, Yrco, Sano, Avião e Cloir

Camisa Branca 1956

January 29, 2014

Acho que é uma boa hora de retomar os posts que falam sobre camisas históricas do Grêmio. A camisa branca retratada na ilustração acima foi usada como fardamento reserva na década de cinquenta. No Memorial do Grêmio é atribuída a temporada de 1958, contudo encontrei alguns registros do time usando ela no ano de 1956 (Imagens abaixo).
A primeira é de um jogo disputado no Olímpico, em 20 de setembro de 1956 contra um time que dependendo da fonte, ora é creditada como Seleção Argentina, ora como “Seleção de agremiados da A.F.A.”

 Grêmio 0x0 Seleção da A.F.A – 20 de setembro de 1956

GRÊMIO: Sérgio; Figueiró, Airton e Nelcí; Calvet e Ênio Rodrigues, Hercílio; Gessi, Juarez, Milton e Vieira

SELEÇÃO DA AFA: Roma; Daponte, Colman e Vairo; Pederzolli e Gutiereez; De Borgoing, Ceconatto (Pentrelli), Angelillo (Narvascki), Lugo e Garábal

 Juarez tenta o cabeceio no jogo contra o selecionado argentino (fonte: Grêmio História)

 Juarez marca uma dos gols da vitória de 2×0 sobre o Floriano em agosto de 1956 (fonte: Grêmio História)
Renner Vs. Grêmio  na década de 1950 – Valdir de Moraes defende a meta Rennista  no estádio Tiradentes-“Waterloo”.

Mas o motivo que me levou a falar dessa fardamento foi me deparar com a foto abaixo, do Ronaldo enfrentando o Spartak em Moscou pela Champions League de 1998/1999 e perceber que a Internazionale de Milão usou um modelo bem parecido para seu uniforme reserva, apenas alternado a ordem em que o azul e o preto são estampados na camisa.