Archive for the ‘Campeonato Brasileiro 2011’ Category

Brasileirão – Classificação Final

December 11, 2011
PARTICIPANTES PG J V E D GP GC SG

Corinthians (SP)

71 38 21 8 9 53 36 17

Vasco (RJ)

69 38 19 12 7 57 40 17

Fluminense (RJ)

63 38 20 3 15 60 51 9

Flamengo (RJ)

61 38 15 16 7 59 47 12

Internacional (RS)

60 38 16 12 10 57 43 14

São Paulo (SP)

59 38 16 11 11 57 46 11

Figueirense (SC)

58 38 15 13 10 46 45 1

Coritiba (PR)

57 38 16 9 13 57 41 16

Botafogo (RJ)

56 38 16 8 14 52 49 3

10º Santos (SP)

53 38 15 8 15 55 55 0

11º Palmeiras (SP)

50 38 11 17 10 43 39 4

12º Grêmio (RS)

48 38 13 9 16 49 57 -8

13º Atlético (GO)

48 38 12 12 14 50 45 5

14º Bahia (BA)

46 38 11 13 14 43 49 -6

15º Atlético (MG)

45 38 13 6 19 50 60 -10

16º Cruzeiro (MG)

43 38 11 10 17 48 51 -3

17º Atlético (PR)

41 38 10 11 17 38 55 -17

18º Ceará (CE)

39 38 10 9 19 47 64 -17

19º América (MG)

37 38 8 13 17 51 69 -18

20º Avaí (SC)

31 38 7 10 21 45 75 -30

ARTILHEIROS

23 Gols – Borges (Santos)

22 Gols – Fred (Fluminense)

15 Gols – Deivid (Flamengo)

14 Gols – Willian (Avaí), Ronaldinho Gaúcho (Flamengo) e Leandro Damião (Internacional)

13 Gols – Kempes (América-MG), Loco Abreu (Botafogo) e Neymar (Santos)

12 Gols – Anselmo (Atlético-GO), Liédson (Corinthians), Montillo (Cruzeiro) e Thiago Neves (Flamengo)

11 Gols – Souza (Bahia), Felipe Azevedo (Ceará), Bill (Coritiba) e Rafael Moura (Fluminense)

10 Gols – Anselmo Ramón (Cruzeiro), Júlio César (Figueirense), Rafael Sóbis (Fluminense), Oscar (Internacional), Diego Souza e Elton (Vasco)

Grêmio
Média de Público Total: 19.108
Média de Público Pagante: 15.809

Brasileirão – Internacional 1 x 0 Grêmio

December 5, 2011

O Grenal pode ter sido emocionante pelas circusntâncias, pode ter sido brigado e disputado com o costumeiramente é, mas não foi um bom jogo de futebol. O Inter fez muito pouco para conseguir a vitória. O Grêmio fez ainda menos para evitar o objetivo colorado.

Foram poucas chances criadas, pouco momentos de brilho. O jogo foi decidido num lance isolado, num pênalti infantil cometido por Rochemback (que chegou atrasado na marcação e entrou lotado em Oscar). Esse “lance isolado” também poderia ter favorecido o Grêmio, caso alguma das duas bolas que acertaram trave colorada tivesse tomado o rumo das redes.

A maior figura colorada em campo, D´Alessandro, se destacou muito mais pelo seu esforço e luta do que propriamente pelo técnica, por dribles, chutes ou passes.

O Grêmio até fez um primeiro tempo razoavél, segurando o Inter e criando chances. No segundo, o time não tinha mais saída para o ataque, levou o gol e demorou a reagir, tendo se submetido a “amorcegada” do adversário e só tendo levado perigo nos últimos minutos da partida.

Depois da atuação de Victor ontem eu espero que se diminua um pouco o ritmo da campanha contra o arqueiro gremista.

Saimon mais uma vez foi bem no clássico. Mostrou personalidade, vontade, coragem e , juntamente com Vilson, neutralizou o decantado Damião.

Poderíamos ainda citar Fernando com outro jogador com boa atuação no Grêmio e paramos por aí. Os demais atletas pouco fizeram.

Rochemback praticamente errou tudo o que tentou fazer. E tinha jogador, visivelmente, se arrastando em campo. Um desinteresse grave. Também considero grave o treinador, vendo isso, não ter o sacado de campo.

É possível fazer algumas ressalvas a arbitragem de Vuaden, mas no geral ele foi bem. Não dá pra entender como ele ficou tanto tempo sem apitar o clássico. Teve um lance, logo depois do gol, em que o Miralles caiu na área e pediu pênali com veemência. O estranho é que tal jogada foi solenemente ignorada pelo narrador, pelo comentarista e pelo replay.

Fotos: Itamar Aguiar (Grêmio FBPA) e Marcos Nagelstein (VIPCOMM)

Internacional 1 x 0 Grêmio

INTERNACIONAL: Muriel, Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Kleber (Fabrício, 12/2T); Guiñazu, Tinga, D’Alessandro (Andrezinho, 43/2T) e Oscar; Gilberto (Zé Roberto, 31/2T) e Leandro Damião
Técnico: Dorival Júnior.

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Saimon, Vilson e Julio Cesar; Fábio Rochemback (Leandro, 41/2T), Fernando, Marquinhos (Miralles, 17/2T), Douglas e Escudero (Lúcio, 12/2T); André Lima
Técnico: Celso Roth.

38ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Data: 4 de dezembro de 2011, Domingo, 17h00min
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público total: 35.041 (31.777 pagantes)
Renda: R$ 579.980,00
Árbitro: Leandro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Erich Bandeira (Fifa/PE)
Cartões amarelos: Leandro Damião, Tinga, Rodrigo Moledo; Vilson, Fábio Rochemback, Saimon
Gol: D’Alessandro (pênalti) aos 17min/2ºT

Brasileirão – Grêmio 2 x 2 Atlético-GO

November 27, 2011

Grêmio e Atlético Goianiense fizeram um jogo devagar, desinteressado. O tricolor tentou rodar a bola na intermediária, enquanto o Dragão esperava por um contra-ataque. Nada disso era feito com intensidade. O empate foi justo, mas os quatro gols foram uma demasia para o futebol desempenhado no campo.

A nota positiva gremista foi a boa atuação/movimentação de William Magrão.

Já Douglas, em determinado momento do jogo, resolveu estacionar na intermediária.

E o momento mais emocionante da partida foi a bolada no saco que o bandeirinha recebeu.

Fotos: GrêmioFotos e Grêmio.net (Jefferson Bernardes)

Grêmio 2 x 2 Atlético-GO

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Saimon, Rafael Marques (Gabriel, 29’1T) e Julio Cesar; Vilson, Willian Magrão, Marquinhos (Adilson, 31’2T), Douglas e Escudero; André Lima
Técnico: Celso Roth.

ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Pituca, Ernandes (Diogo Campos, 33’2T), Bida e Joilson (Vitor Júnior, 15’2T); Felipe (Juninho, 22’2T) e Anselmo
Técnico:
Hélio dos Anjos.

37ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Data: 27/11/2011, domingo, 17h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Público total: 7493.
Árbitro: Francisco Assis Almeida Filho (CE)
Auxiliares: Arnaldo Rodrigues de Souza (CE) e Carolina Romanholi Melo (CE)
Cartões amarelos: Willian Magrão e Adilson (GRE); Joilson, Pituca, Bida e Vitor Júnior (ATG)
Gols: Anselmo, 24’1T; Willian Magrão, 10’2T; Marquinhos, 11’2T; Anderson, 39’2T

Brasileirão – Grêmio 1 x 3 Ceará

November 21, 2011


Não vi o jogo. O resultado é decepcionante, mas não há mais como acha-lo supreendente.

Fotos: Itamar Aguiar (Grêmio FBPA)

Grêmio 1 x 3 Ceará

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Rafael Marques, Saimon (Vilson, Intervalo) e Julio Cesar; Fernando, Adilson (Willian Magrão, 13’/2ºT), Marquinhos, Douglas e Leandro; André Lima (Miralles, 13’/2ºT.
Técnico: Celso Roth.

CEARÁ: Fernando Henrique, Heleno, Thiago Matias, Daniel Marques e Eusébio; Juca, Michel, João Marcos e Thiago Humberto (Leandro Chaves, 36’/2ºT); Felipe Azevedo (Paulinho, 26’/2ºT) e Osvaldo (Washington, 43’/2ºT).
Técnico: Dimas Filgueiras.


36ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Data: 19/11/2011, sábado, 19h00min
Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Público Total: 7.130 (5.658 pagantes)
Renda: R$ 94.355,50
Árbitro: Gutenberg de Paula Fonseca (Fifa-RJ)
Auxiliares: Jackson L. Massarra dos Santos (RJ) e Marcelo Braz Mariano (RJ)
Cartões amarelos: Saimon, Rafael Marques, Fernando (GRE); Juca, Heleno, Thiago Mathias, Felipe Azevedo, Eusébio (CEA)
Gols: Felipe Azevedo, 28’/1ºT e Douglas, 37’/1ºT; , Felipe Azevedo 4’/2ºT e 12’/2ºT.

Brasileirão – Fluminense 5 x 4 Grêmio

November 17, 2011
Eu não me canso de dizer isso: O campeonato brasileiro não é sério.

Não é possível que um árbitro faça o que fez no jogo de ontem e a competição siga em frente, como se nada tivesse acontecido.

Grêmio e Fluminense poderiam ter feito um bom jogo de futebol. Poderiam, mas o juiz Francisco Carlos Nascimento estragou tudo.

E não foi em uma marcação isolada. Não foi em dois momentos, não foi em lances de interpretação. Foi durante a partida inteira, favorecendo o time da casa em todas marcações possíveis.

Mesmo sem ter objetivo maior no campeonato e mesmo estando desfalcado, o Grêmio esteve bem na partida. Foi superior ao Fluminense, mostrando um bom e tranquilo toque de bola. O Grêmio sempre quis jogo, sempre tentou o ataque. Merecia e deveria ter tido melhor “sorte”.

Não é a primeira vez que o Grêmio entrou em campo para cumprir tabela, mostrou diginidade e foi vergonhosamente roubado.

A lista de erros da arbitragem ontem é por demasiado longa: Poderia começar por um carrinho que Lúcio levou dentro da área quando o jogo ainda estava 0x0. Tem uma falta clara em Gabriel, perto da meia lua, ainda no primeiro tempo. Tem o impedimento de Fred no segundo gol do Fluminense (feito em momento vital da partida). Tem o pênalti de Marquinho. Tem uma falta em Leandro na área carioca. Tem o discutível pênalti feito por Adílson, com os ainda mais discutíveis cartões dados a Fernando e Lúcio. Tem a falta e L.Eusébio e Brandão no último gol (com a expulsão deste) e termina com um toque de mão no ataque do Fluminense que quase resultou num sexto gol.

Todos esses erros favoreceram o time da casa. Pra piorar, o juiz da partida tomou algumas atitudes estranhas. Tais fatores complicam a tese da mera “incompetência” do juiz.

Não dá pra compactuar com isso. Não dá pra achar normal que atletas que estavam somente cumprindo tabela se revoltem a ponto de querer abandonar a partida.

Assim como não é possível aceitar um narrador tão bairrista a ponto de deixar envergonhados torcedores do co-irmão. Uma equipe de jornalistas que não se sabe se efetivamente são burros ou apenas fazem de conta para passar bem. De uma transmissão que ignora replays em lances polêmicos.

E quem deveria fazer algo faz vista grossa. Investe-se milhões em atletas, técnicos, gramados, câmeras e tudo acaba sendo decidido por gente de baixíssimo nível. E um filho da puta que não olha o jogo resolve (mais uma vez) dar uma de engraçadinho

Fotos: Dhavid Normando (Terra) e UOL

Fluminense 5 x 4 Grêmio

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Elivélton, Leandro Euzébio e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Marquinho (Matheus Carvalho, 34’/2ºT) e Deco (Souza, 40’/2ºT; Rafael Sobis (Rafael Moura, 34’/2ºT) e Fred
Técnico: Abel Braga.
Link
GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Gilberto Silva (Saimon, 21’/2ºT), Rafael Marques e Gabriel; Fernando, Adilson, Marquinhos (Leandro, 26’/2ºT), Douglas e Lúcio (Miralles, 45’/2ºT); Brandão.
Técnico: Celso Roth.


35ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16/11/2011, quarta-feira, 20h30min
Público: 11.395 ( 8.904 pagantes)
Renda: R$ 155.560,00
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e José Amilton Pontarolo (PR)
Cartões Amarelos: Fernando, Lúcio, Marqunhos, Rafael Marques (GRE); Matheus Carvalho (FLU)
Cartões Vermelhos: Brandão (GRE)
Gols: Fluminense: Fred (24min/1ºT, 8min, 33min e 36/2ºT), Rafael Sobis (16min/2ºT); Grêmio: Rafael Marques (16min/1ºT), Marquinhos (46min/1ºT), Brandão (29min/2ºT), Adílson (30min/2ºT)

Brasileirão – Grêmio 2 x 2 Palmeiras

November 13, 2011

Como podiamos imaginar, levando em conta as escalações, a classificação e o momento dos clubes, Grêmio e Palmeiras fizeram um jogo horroroso na tarde Estádio Olímpico. Sem Marquinhos e André Lima, Roth tentava repetir o esquema com outras peças. Cedo, com a lesão de Escudero, o treinador foi obrigado a abandonar essa idéia. Havia uma clara separação entre o setor de ataque e o setor defensivo do Grêmio, e assim o time tinha dificuldade pra atacar. Os laterais, que poderiam fazer essa transição, foram bem marcados e não conseguiram dar início as jogadas. O Palmeiras fez 1xo no primeiro tempo (com Cicinho) e ampliou com Marcos Assunção no início do segundo tempo (cobrando uma falta inexistente). Na meia hora final de jogo o Grêmio resolveu colocar um pouco mais de empenho, passando a jogar com um pouco mais de intensidade (ainda que sem maior brilho) e isso foi o suficiente para descontar, com Brandão aproveitando boa jogada de Leandro e empatar, num chutaço de Fernando.

A arbitragem brasileira é caso de polícia. O nível é muito baixo. Ainda assim, Edivaldo Elias da Silva conseguiu chamar a atenção pela sua total incompetência no apito.

Luan, que sabe-se lá como é titular do Palmeiras, se animou com o 2×0 e resolveu dar show, passar o pé em cima da bola e tentou marcar golaços. Deu no que deu.

A principal virtude de Adílson está na marcação, no desarme. Ele não pode jogar de meia, não pode receber a bola de costas pro gol para tentar armar.

Leandro entrou bem, chamando jogo. Não entendo porque o guri perdeu espaço no Grêmio nestes últimos tempos.

LinkFotos: Grêmio Fotos e Grêmio.net

Grêmio 2 x 2 Palmeiras

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Gilberto Silva, Rafael Marques e Julio Cesar; Fernando, Fábio Rochemback (Gabriel, 41’/2ºT), Adílson (Leandro, Intervalo), Douglas, Escudero (Brandão, 13’/1ºT) e Miralles.
Técnico: Celso Roth.
Link
PALMEIRAS: Deola, Cicinho, Leandro Amaro, Thiago Heleno e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga e Patrik; Luan e Ricardo Bueno (Fernandão, 31’/2ºT).

Técnico: Luiz F. Scolari.

33ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Data: 13/11/2011, domingo, 17h00min
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre (RS)
Público Total: 15.062 (12.193 pagantes)
Renda: R$ 259.905,00
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Marco Antônio Martins (SC) e Gilson Benton Coutinho (PR)
Cartões Amarelos: Gerley, Luan, Márcio Araújo e Ricardo Bueno (PAL); Fábio Rochemback, Fernando, Leandro e Julio Cesar (GRE);
Gols: Cicinho, 25’/1ºT; Marcos Assunção, 14’/2ºT; Brandão, 23’/2ºT; Fernando, 45’/2ºT

Brasileirão – Atlético Mineiro 2 x 0 Grêmio

November 7, 2011

O começo de partida do Grêmio até que não foi desanimador. O time conseguiu ter alguma presença ofensiva e incomodou adversário. O melhor momento tricolor aconteceu na primeira meia hora de jogo, quando mais criou oportunidades. Contudo, aos poucos o Atlético passou a ficar mais a vontade em campo. A correria promovida por Cuca passou a dar resultado e bola parecia não sair mais da intermediária gremista. Aos 41, quando o 0x0 no primeiro tempo já parecia bom negócio, Fillipe Souto chutou de fora da área, Victor espalmou e André (em posição duvidosa) marcou o primeiro tento da partida.

Logo com 8 minutos do segundo tempo, Neto Berola recebeu o segundo amarelo e deixou o campo. Mais uma vez o Grêmio não soube se aproveitar do fato de ter um jogador a mais em campo. O jogo passou acontecer somente no campo de ataque tricolor, mas foram poucas as chances criadas. Pra piorar, o Atlético marcou o segundo, com Marquinhos Cambalhota, que aproveitou a “segunda bola” de um tiro de meta cobrado pelo seu goleiro.

Venceu o time que mostrou mais vontade, o time que ainda disputa alguma coisa no campeonato.

Fotos: Bruno Cantini (www.atletico.com.br)

Atlético Mineiro 2 x 0 Grêmio
André 41´
Marquinhos Cambalhota 28´

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro, Carlos César (Serginho 11’/2ºT), Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto, Bernard e Daniel Carvalho (Marquinhos Cambalhota 28’/2ºT); Neto Berola e André (Richarlyson 19’/2ºT)
Técnico: Cuca.

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes (Everaldo 39’/2ºT), Gilberto Silva, Rafael Marques e Julio Cesar; Fábio Rochemback (Leandro 19’/2ºT), Adilson, Marquinhos (Gabriel 28’/2ºT), Douglas e Escudero; André Lima
Técnico: Celso Roth

33ª rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 5/11/2011, sábado, 19h00min
Público pagante: 17.387
Renda: R$ 108.285,00
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartões amarelos: Leonardo Silva e Neto Berola (ATL); Marquinhos e Gilberto Silva (GRE)
Cartões vermelhos: Neto Berola 8’/2ºT (ATL)
Gols: André 41’/1ºT (1-0) e Marquinhos Cambalhota 30’/2ºT (2-0)

Brasileirão – Grêmio 4 x 2 Flamengo

October 31, 2011

Foi um grande jogo, numa grande tarde de futebol no estádio Olímpico. O simples fato de um dos times ter transformado um 2×0 contra em um 4×2 a favor já serviria para comprovar essa afirmativa. Mas essa partida tinha muito outros contornos que já o deixavam interessante mesmo antes da bola rolar. A vaia que sucedeu o anúncio do camisa 10 do Flamengo foi algo sem precedentes (infelizmente os vídeos não captaram a magnitude daquele momento)
Com o estádio repleto de torcedores exaltadamente e justificadamente vingativos, o Grêmio se mostrou nervoso ao tentar propor o jogo. O Flamengo, mais organizado nos minutos iniciais, se aproveitou disso e quase abriu o placar em erros infantis da retaguarda gremista. O jogo era franco, o Grêmio também ameaçava, especialmente nos chutes de Douglas, que exigiu três grandes defesas de Felipe. Mas o Grêmio seguiu errando. Aos 23 minutos Thiago Neves deu bom passe, Rafael Marques escorregou e Deivid saiu sozinho na cara de Victor. 1×0. Doze minutos mais tarde, Thiago Neves recebeu de Léo Moura e bateu de perna direita, o chute estava tomando o rumo da linha de fundo, mas a bola desviou em Fernando e acabou no fundo das redes. 2×0 Flamengo. Aí o time do Grêmio mostrou calma e soube se recompor. O gol marcado ainda no primeiro tempo foi fundamental para a reação. Um gol de uma jogada trabalhada, de movimentação (notem o deslocamento de Mário Fernandes) e de presença de área de André Lima.

No início do segundo tempo, André Lima foi buscar jogo fora da área, recebeu de Douglas, aplicou uma janelinha em Renato e chutou no canto de Felipe. 2×2 no placar e partir daí só deu Grêmio em campo. A mudança de Roth surtiu efeito (Adílson no lugar de Saimon, recuando Gilberto Silva para a zaga). Gilberto Silva se estabilizou na zaga, Fernando cresceu como 1º volante e Adílson foi bem na caça. Léo Moura deu um presente para Escudero, mas o argentino não soube aproveitar. Mas a virada veio aos 34 minutos da segunda etapa. Mário Fernandes desarmou Ronaldinho e partiu pro ataque. Douglas pedia a bola ponta esquerda, recebeu, avançou, passou por Júnior César a chutou cruzado. Aos 38 minutos, Miralles recebeu no bico da área, trouxe a bola pro meio e chutou de canhota, marcando um golaço e estabelecendo o 4×2 final.

E Ronaldinho teve uma atuação dentro da média em vem se apresentando desde a Copa de 2006. O que é muito pouco para quem ja foi considerado melhor do mundo e é tido por alguns como craque.

Um capitão que não demonstra liderança. Um camisa 10 que não chama o jogo pra si. Um atacante que raramente dribla um defensor e hesita em partir pra cima dos zagueiros. Uma sombra de jogador, que se limita a alguns chutes a gol e enfiadas de bola.

Fora disso, segue mostrando uma indiferença/dificuldade de comunicação que beira o autismo.


O Flamengo só teve o ônus de ter Ronaldinho em campo no Olímpico. Sem ele dificilmente teríamos um estádio cheio e um Grêmio tão motivado.

Há menos de duas semanas tinha jornalista querendo ver Victor longe do Grêmio. Felizmente Victor segue sendo o camisa 1 tricolor. Infelizmente o jornalista em questão segue empregado.
Mais uma vez vimos a Brigada Militar tomando medidas absolutamente arbitrárias e inócuas. Tentaram vetar a livre expressão e as manifestações pacíficas. Tentaram mostrar serviço. A expressão “pilantra” era vetada, mas estranhamente insinuações pouco elogiosas a matriarca dos Assis Moreira podiam ser vistas por todo o mundo via televisão.

Um dia eu vou conseguir entender os critérios de Evandro Rogério Roman. Até agora eu bem que tentei, mas não consegui.

Com o que se viu no gramado do Olímpico, fica bem difícil acreditar que esse era o mesmo time que levou o empate do lanterna na semana passada.

Fotos: Richard Ducker, Pedro Revillion (Correio do Povo), Ricardo Rimoli (Lance), Itamar Aguiar (Vipcomm) e Neco Varella (Jornal do Comércio e UOL)

Grêmio 4 x 2 Flamengo

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Saimon (Edílson), Rafael Marques e Julio Cesar; Gilberto Silva, Fernando, Marquinhos, Douglas e Escudero (Miralles 32’2/2ºT); André Lima.
Técnico: Celso Roth.

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Welinton, Alex Silva e Junior Cesar; Aírton, Renato, Thomás (Muralha 12’/2ºT), Thiago Neves e Ronaldinho; Deivid (Diego Maurício 25’/2ºT).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

32ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Data: 30/10/2011, domingo, 16h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa)
Público Total: 44.781 (39.647 pagantes)
Renda : R$ 945.191,00
Cartões amarelos : Junior Cesar 14’/1ºT, Saimon (17’/1ºT), Douglas (43’/1ºT), Adílson (4’/2ºT), Fernando (13’/2ºT)
Gols : Deivid (23’/1ºT), Thiago Neves (35’/1ºT), André Lima (43’/1ºT e 5’/2ºT), Douglas (35’/2ºT), Miralles (39′/2ºT )

Brasileirão – América-MG 2 x 2 Grêmio

October 23, 2011

Faltando ainda 7 rodadas para o final, o Grêmio tem muito o pouco a fazer no campeonato. Um dos principais motivos disso é o baixo aproveitamento do tricolor contra os clubes da ponta de baixo da tabela. O time somou apenas 2 dos 6 pontos disputados contra o lanterna América Mineiro. Isso explica muita coisa.
O Grêmio teve o jogo na mão. Ainda que tenha saído atrás no marcador. Teve um jogador a mais desde os 32 minutos do segundo tempo. Empatou o jogo aos 34. Virou aos 7 minutos do segundo (dois gols de André Lima). O time fez a parte mais díficil. A partir daí era só liquidar ou mesmo administrar a vantagem contra um adversário desesperado. Mas isso o Grêmio não soube fazer. E acabou levando o empate aos 41 minutos do segundo tempo.

Fotos: SuperEsportes e Douglas Magno (Terra)

América-MG 2 x 2 Grêmio

AMÉRICA-MG: Neneca, Micão (Fabrício 13’/2ºT), Anderson e Everton Luiz; Marcos Rocha, Glauber, Amaral, Rodriguinho e Carleto; Kempes (Léo 14’/2ºT) e Alessandro (Fábio Júnior 30’/2ºT)
Técnico: Givanildo Oliveira.

GRÊMIO: Vitor, Mário Fernandes, Gilberto Silva, Rafael Marques e Julio Cesar; Fábio Rochemback, Fernando (Edcarlos – Intervalo), Marquinhos (Adilson 35’/2ºT), Douglas (Diego Clementino 23’/2ºT) e Escudero; André Lima
Técnico: Celso Roth.

31ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2011
Data: 21/10/2011, sábado, 18h00min,
Local: Arena do Jacaré, Sete Lagoas – MG
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Jossemmar Diniz Moutinho (PE) e Clóvis Amaral Silva (PE)
Cartões amarelos: Marcos Rocha e Micão (AMG); Fernando r Edcarlos (GRE)
Cartão vermelho: Marcos Rocha 32’/1ºT (AMG)
Gols: Carleto, aos 11 e André Lima aos 34 do 1º tempo; André Lima, aos 7 e Anderson, aos 41 do 2º tempo

Brasileirão – Classificação 30ª Rodada

October 21, 2011

Fonte: Correio do Povo