Archive for the ‘Campeonato Brasileiro 2014’ Category

Brasileirão 2014 – Botafogo 0x2 Grêmio

September 29, 2014

Não dá pra dizer que o Grêmio não deu NENHUMA chance para o Botafogo sair da crise. Mas foram pouquíssimas as oportunidades do time da casa. Alíás, o tricolor pareceu muito mais a vontade jogando no Maracanã do que o seu adversário.  No início do jogo por algumas  os botafoguenses conseguiram arrancar livres pelo meio da defesa gremista, mas logo isso foi corrigido e o time de Felipão passou a mandar no jogo, trabalhando a bola no campo de ataque. Aos 11 minutos, Barcos teve a melhor chance da primeira etapa, mas chutou em cima de Jefferson após receber bom passe de Rhodolfo. Logo depois, seria a vez de Luan ficar cara a cara com goleiro alvinegro, mas o bandeirinha equivocadamente marcou impedimento. Aos 16, Ramiro foi lançado dentro da área, mas a bola lhe escapou no momento de fazer o domínio. Aos 43, Ramiro mais uma vez apareceu dentro da área pelo lado direito, dessa vez recebendo um passe rasteiro, mas Jefferson fez boa intervenção e mandou a bola para escanteio, de modo que o primeiro tempo acabou com a sensação de que o Grêmio já poderia/deveria estar em vantagem no marcador.

Logo no primeiro minuto da etapa final o Botafogo teve a sua melhor (e a talvez última) chance na partida. Ramírez deu passe de letra e Sheik concluiu de voleio, mas Marcelo Grohe fez uma grande defesa, mantendo o zero no marcador. Aos 4 minutos, o peruano Ramírez perdeu o controle da bola ao escorregar e o Grêmio se aproveitou para contra-atacar. Zé Roberto fez o “overlap” pela esquerda e recebeu de Dudu dentro da área. Ali ele levantou a cabeça e achou Barcos, que empurrou para as redes quase em cima da linha. O Botafogo desmoronou com o gol e o Grêmio teve alguma facilidade para ampliar. Aos 31 minutos, Gabriel rebateu um cruzamento, mas permaneceu dentro da área dando condições para Barcos, que teve tempo para ajeitar o corpo e tirar Jefferson da jogada.

É importante destacar que toda essa solidez defensiva do Grêmio não passa por se “encastelar” dentro da sua própria área ou por povoar o meio de campo com cabeças de área, e sim pelo fato do Grêmio valorizar a posse de bola, procurando a manter sempre próxima do campo de ataque. Não que uma dessas táticas seja superior ou mais válida do que as outras, apenas acho importante tentar entender o porque do time estar apresentando esse bom desempenho defensivo.

O Grêmio manteve o 4-2-3-1 que usou contra o Fluminense. Ramiro permaneceu na mesma linha de Luan e Dudu, posicionando ainda mais aberto pela direita, atuando quase como um winger. E foi por aquele lado que ele pareceu três vezes dentro da área para concluir. 

Imagino que a venda do uniforme do Marcelo Grohe só seja “desbloqueada” a partir dos 1000 minutos sem tomar gols.
Por falar em uniforme, esse era mais um jogo propício para o Grêmio entrar em campo vestindo uma camiseta toda azul.
O primeiro gol do Grêmio foi um belo exemplo de como Dudu atuou um pouco mais como um armador e não só como um atacante de jogadas individuais pela ponta. E com o lado mais liberado, Zé Roberto pode fazer várias jogadas de linha de fundo.

Fotos: Wagner Meier (Lance), Uanderson Fernandes (O Dia), Vitor Silva (Botafogo F.R.) e Alexandre Cassiano (O Globo)

Botafogo Botafogo 0x2 Grêmio Grêmio

BOTAFOGO: Jefferson, Dankler (Carlos Alberto 20’/2ºT), Bolívar, André Bahia e Julio Cesar; Airton, Gabriel, Ramírez e Zeballos (Wallyson, Intervalo); Emerson Sheik e  Rogério (Ferreyra 33’/2ºT)
Técnico: Vagner Mancini
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Pedro Geromel e Zé Roberto; Walace,  Fellipe Bastos (Riveros, 43’/2ºT), Ramiro, Luan (Alán Ruiz, 24’/2ºT) e Dudu (Matheus Biteco, 36’/2ºT); Barcos  
Técnico: Luiz Felipe Scolari
25ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2014
Data: 28/9/2014, domingo, 16h00min

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 12.498 (10.462 pagantes)
Renda:R$ 263.010,00
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires-GO
Cartões amarelos: Airton, Gabriel e Dankler; Dudu, Wallace, Barcos e Alán Ruiz
Gols: Barcos, aos 4 minutos e Barcos, aos 31 minutos do segundo tempo

Brasileirão 2014 – Grêmio 2×1 Botafogo

May 22, 2014

Na chuva, no gramado encharcado do Alfredo Jaconi, o Grêmio conseguiu sua terceira vitória consecutiva no Brasileirão.Novamente com sofrimento, novamente por uma diferença mínima.Os 3 pontos desse jogo foram conquistados muito mais pela persistência e vontade dos atletas gremistas do que propriamente por brilhantismo técnico. Até porque o tricolor começou mal na partida. Logo aos 5 minutos, Carlos Alberto, num dos seus cada vez mais raros lampejos, conseguiu arrancar pelo meio da defesa e serviu Zeballos, que entrava pela diagonal na esquerda. Em condição legal, o centroavante paraguaio abriu o placar com um chute com o lado de fora do pé direito (“À la André Catimba”). O Grêmio buscou uma reação rápida, mas de maneira atrapalhada. O time perdia a maioria dos rebates e dava muito espaço para Carlos Alberto puxar contra-ataques. Por sorte o Botafogo não conseguiu se aproximar novamente da goleira defendida por Marcelo Grohe. Aos poucos o Grêmio foi se acalmando e passou a trabalhar a posse de bola no ataque. Como prêmio, chegou ao empate ainda no primeiro tempo. Pará cruzou rasteiro, Barcos jogou de pivô e Rodriguinho arrematou no canto. Com a visão obstruída e, consequentemente,  mal colocado o goleiro Renan não chegou em tempo na bola.
A dinâmica seguiu parecida no segundo tempo, ainda que o jogo tenha ficado mais truncado e tenso, com direito a cotoveladas, discussões e dedo na cara. Enderson mexeu o time, colocando Zé Roberto e Maxi Rodriguez para um gás final. E deu certo. Aos 36, o camisa 10 acionou o uruguaio, que avançou a dribles pela deve adversária e marcou o gol da virada num bonito chute de fora da área (que lembrou um pouco a jogada dos gols que ele marcou contra o Flamengo no ano passado)

Gostei muito da atitude dos jogadores em campo ontem. Ninguém baixou a cabeça para as fanfarronices de Carlos Alberto e Sheik e o time sempre foi para cima do juiz quando necessário. Na comparação com a apatia vista na primeira partida contra o Atlético-PR a mudança na postura da equipe é considerável.
A vitória de ontem foi muito legal, os resultados no Brasileirão são bons, mas não há como fugir do fato de que tivemos ontem o menor público do Grêmio no Brasileirão desde o empate com o Atlético Goianiense em novembro de 2011. Será que era preciso ser assim?

A RBS não passou o jogo nem para Porto Alegre e nem para Caxias do Sul. Segundo Gustavo Manhago, Contrato não permite. Jogos na tv aberta, no Brasileirão, não podem vazar para as cidades onde os jogos acontecem e nem para a sede do mandante. Estas só no PFC.”. Ocorre que no ano passado, Santos e Flamengo se enfrentaram em Brasília e o jogo passou para o Distrito Federal. E Atlético-PR e Flamengo jogaram em Joinville e o jogo foi transmitido normalmente para a cidade catarinense.

Alan Ruiz teve boas atuações nos últimos jogos. Sua ausência, por suspensão, certamente será sentida. Sem Luan, o substituto natural é Maxi Rodriguez. Resta saber qual será seu posicionamento. Tanto o uruguaio como Rodriguinho tem rendido mais jogando centralizados, próximos ao gol adversário. Já o argentino estava mais longe do gol, mais aberto pelo lado direito.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Ricardo Rimoli (Lance)

 Grêmio Grêmio 2×1 Botafogo Botafogo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Bressan e Breno; Ramiro (Zé Roberto 34’/2ºT) e Riveros; Rodriguinho (Maxi Rodríguez 30’/2ºT), Alan Ruíz e Dudu (Edinho 39’/2ºT); Barcos
Técnico: Enderson Moreira
BOTAFOGO: Renan; Edilson, Bolívar, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Gabriel (Sassá 37’/2ºT), Bolatti e Carlos Alberto (Gegê 24’/2ºT); Zeballos (Wallyson 21’/2ºT) e Emerson
Técnico: Vagner Mancini

06ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2014
Data: 20/5/2014, quarta-feira, 22h00min
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Público: 8.101 ( 7.010 pagantes)
Renda: R$ 183.940,00 
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Marcio Luiz Augusto (SP)
Cartões amarelos: Alan Ruíz, Barcos; Carlos Alberto, Emerson, Gabriel
Gols: Zeballos, aos 5 minutos, e Rodriguinho, aos 43 minutos do primeiro tempo;  Maxi Rodríguez (G), aos 36 minutos do segundo tempo