Archive for the ‘Criciúma’ Category

Copa do Brasil 2015 – Criciúma 0x1 Grêmio

July 22, 2015

Durante esses últimos dias, iniciou-se uma discussão se o Grêmio deveria/poderia “optar” por uma saída da Copa do Brasil nessa fase para disputar a Copa Sul-Americana em 2015. Ninguém do clube deu declaração sobre o assunto, mas dentro do campo a resposta ficou bem clara. O tricolor entrou com força máxima no Heribert Hülse e jogou para reverter a derrota sofrida na Arena na semana passada.

A partida foi bastante movimentada, os dois times buscaram o ataque, fazendo com que não faltasse espaços para a criação de jogadas. O Grêmio conseguiu marcar seu gol aos 22 minutos, quando Luan caiu pelo lado direito da área e de lá fez um cruzamento, Giuliano não chegou na bola no primeiro pau, mas Pedro Rocha, ainda que sem jeito, conseguiu completar para as redes. Depois disso a disputa foi bastante igual, as oportunidades criadas/cedidas por cado lado se equivaleram, mas ninguém aproveitou  e a decisão foi para os pênaltis. Braian Rodriguez foi o único batedor gremista a desperdiçar a sua cobrança, enquanto Paulo Sérgio e o goleiro Luis tiveram seus chutes defendidos por Marcelo Grohe.


Pedro Rocha tem desempenhado uma função que exige muita movimentação. E mesmo assim ele já soma um número importante de gols marcados na temporada.

Tem sido muito legal ouvir o Roger após os jogos. Fala abertamente dos defeitos do seu time, mas também sabe proteger os seus atletas (como fez ontem com Braian Rodriguez).

Porém, outras coisas ditas no vestiário do Grêmio soam um tanto estranhas. César Pacheco diz que a direção tem “o planejamento, as ideias, a convicção. Se de fato existe uma convicção, é  muito difícil de entender quais são os conceitos que a norteiam. Por exemplo, no início do ano, os dirigentes diziam que o Grêmio jogaria com dois centroavantes e hoje o time joga sem nenhum. Essa convicção passa pelo sistema de jogo da equipe?

Sei que é bobagem, mas não gosto de ver jogador usando malha de manga longa azul por baixo da camisa tricolor de manga curta. Dá uma sensação de “quebra” nas listras.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

  Criciúma Criciúma 0x1 Grêmio Grêmio
(4×3 para o Grêmio nos pênaltis)

CRICIÚMA: Luiz; Maicon Silva (Jonas, 30’/2º), Wanderson, Fábio Ferreira e Guilherme Santos; Wellington, Marcão, Rodrigo Andrade; Juba (Maurinho, 30’/2º), Lucca (Cristiano, 35’/2º) e Paulo Sérgio
Técnico: Dejan Petkovic
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Hermes; Walace (Edinho, 44’/2º), Maicon, Giuliano (Fernandinho, 33’/2º), Douglas, Pedro Rocha (Braian Rodríguez, 41’/2º); Luan Técnico: Roger Machado

Copa do Brasil 2015 – Terceira Fase – Jogo de volta
Data: 21/07/2015, terça-feira, 21h00min
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma – SC
Público: 9.746
Renda: R$ 276.341,00
Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra (SP)
Assistentes: Bruno Boschilia (SP) e Vicente Romano Neto (PR)
Cartões amarelo: Guilherme Santos, Luiz, Cristiano, Fábio Ferreira, Walace, Douglas, Galhardo, Maicon.
Cartão Vermelho: Guilherme Santos,  aos 35/2T;
Gol: Pedro Rocha, aos 22 minutos do 1º tempo
Pênaltis: Maicon (acertou), Paulo Sérgio (errou), Fernandinho (acertou),  Maurinho (acertou), Galhardo (acertou), Fábio Ferreira (acertou),  Braian Rodriguez (errou), Cristiano (acertou), Douglas (acertou) e Luiz (errou)

Copa do Brasil 2015 – Grêmio 0x1 Criciúma

July 15, 2015

O Grêmio sofreu sua primeira derrota na Arena sob o comando de Roger. É verdade que poderia ter tido melhor sorte na partida se a arbitragem não tivesse equivocadamente marcado impedimento no gol de Pedro Rocha aos 22 minutos do primeiro tempo. Mas o tricolor já não jogava bem antes do erro do bandeirinha e seguiu mal, sofrendo um gol aos 33, quando Paulo Sérgio teve muito tempo para olhar pra dentro da área antes de cruzar para o segundo pau, onde Lucca subiu mais que o marcador e, de cabeça, fez o único gol do jogo
Depois disso o Grêmio não consegui retomar o bom futebol apresentado em jornadas anteriores, ficando clara a dificuldade imposta pela boa marcação do Criciúma, que impedia uma maior aproximação dos homens de frente do tricolor. 
O exponencial crescimento que o Grêmio teve desde a chegada de Roger não pode servir para que se cometam erros por prepotência, ignorando as limitações do plantel gremista. Será que, com o grupo que o tricolor dispõe, nós poderíamos nos dar o luxo de afastar um jogador titular somente porque ele está envolvido numa negociação? Rhodolfo ficou de fora dos últimos três jogos e, coincidência ou não, o time sofreu duas derrotas. Mas o que mais me incomoda nessa história é falta de transparência e/ou unidade no discurso da diretoria. Numa semana, o Presidente diz que o afastamento “nada tem a ver com venda ou proposta”, na outra o médico diz que Rhodolfo não está fora do jogo por problemas médicos e sim “por outras questões”. Fica chato.
Roger tem uma desenvoltura nas coletivas que é típica de treinadores mais experientes. Ontem ele conseguiu, por exemplo, mencionar diversas vezes o erro do bandeirinha sem parecer que estava colocando a culpa do insucesso do seu time na arbitragem.
Eu defendo que o clube deva sempre olhar pra frente, buscando soluções novas. Nesse aspecto, o retorno do Fernandinho é inexplicável. É um jogador que precisaria ter uma brutal melhora no seu desempenho para que a sua relação de custo/benefício deixe de ser uma das piores da história do Grêmio. 

Fotos: Fernando Ribeiro (Criciúma) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio Grêmio 0x1 Criciúma Criciúma

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Douglas (Fernandinho; 12’/2°), Giuliano e Luan (Braian Rodríguez; 30’/2°); Pedro Rocha (Yuri Mamute; 24’/2°).
Técnico: Roger Machado
CRICIÚMA: Luiz; Maicon Silva, Adalberto, Wanderson e Guilherme Santos (Cristiano; 35’/2°); Wellington (Jonas; 40’/2°), Marcão, Rodrigo Andrade (Jefferson, 17’/2°) e Juba; Paulo Sérgio e Lucca.

Técnico: Dejan Petkovic

Copa do Brasil 2015 – Terceira Fase – Jogo de Ida
Data: 14/07/2015, terça-feira, 21h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 17.439 (15.673 pagantes)
Renda: R$ 361.235,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)
Cartões amarelos: Rodrigo Andrade, Guilherme Santos. Wellington, Paulo Sérgio
Gol: Lucca, aos 33 minutos do primeiro tempo