Archive for the ‘Criciúma’ Category

Série B 2022 – Grêmio 0x0 Criciúma

May 20, 2022
https://conteudo.cbf.com.br/cdn/thumbs/910x0/202205/20220519211542_627.jpeg

Foto: Pedro H. Tesch (CBF/AGIF)

https://i.imgur.com/DIstwzN.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Roger, além da conversa, mudou a formação do time, iniciando a partida com Diego Souza e Elkeson na frente. Não deu muito certo, o Grêmio produziu pouco, ainda que se reconheça que o goleiro Gustavo foi um dos melhores atletas da partida.

https://i.imgur.com/DcPLdtT.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Esse horário das 19h00min em dia de semana é muito ruim. Até hoje, o Grêmio disputou 266 jogos com torcida na Arena. Destes 266, 125 jogos foram jogadas no meio da semana. Dos 125 jogos, 40 iniciaram antes das 19h50min e tiveram média de público de 19.761 (18.019 pagantes). Os 85 restantes iniciaram às 20h00min ou depois e tiveram média de 27.492 (25.224 pagantes).

– Média de público do Grêmio na temporada:
17.045 (15.856 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Série B 2022:
18.678 (17.381 pagantes)

Como curiosidade, vale apontar que a média de público dos quatros primeiros jogos que o Grêmio fez com torcida na Série B de 2005 foi de 20.238 (15.979 pagantes). Cabe lembrar que naquele ano o clube tinha menos de 20 mil sócios (contra pouco mais de 60 mil sócios ao final do primeiro trimestre de 2022).

https://i.imgur.com/Nv92uPr.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

https://i.imgur.com/M85P5Is.jpeg

Grêmio 0x0 Criciúma

GRÊMIO: Brenno; Rodrigues (Campaz, 11’/2ºT), Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti (Fernando Henrique, 33’/2ºT), Lucas Silva (Sarará, 11’/2ºT), Biel (Gabriel Silva, 33’/2ºT) e Bitello; Diego Souza e Elkeson (Elias, 26’/2ºT)
Técnico: Roger Machado

CRICIÚMA: Gustavo; Claudinho (Cristovam, 39’/2ºT), Rodrigo, Rayan e Marcelo Hermes; Léo Costa, Arilson, Fellipe Mateus (Rômulo, 19’/2ºT), Thiago Alagoano (Caio Dantas, 19’/2ºT), Rafael Bilu (Eduardo Melo, 44’/2ºT); Hygor (Renan Bressan, 19’/2ºT)
Técnico: Cláudio Tencati

8ª Rodada – Série B 2022
Data: 19 de maio de 2022, quinta-feira, 19h00min
Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre, RS
Público: 10.824 (9798 pagantes)
Renda: R$ 354.112,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)
Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA-PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Lucas Silva; Hygor, Gustavo, Fellipe Mateus e Caio Dantas

Brasileirão 1997 – Grêmio 1×0 Criciúma

May 18, 2022
https://64.media.tumblr.com/70dede2e9aa6b971f11ff16418afd65b/8391415ab702c1cb-1f/s1280x1920/55d9c2bcd045699a7cf2e3857f4c9df6dda69aaf.jpg

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

No Brasileirão de 1997 o Grêmio venceu o Criciúma por 1×0, graças a um golaço do centroavante Guilherme no final da partida.

Acho que os jornais da época foram um pouco preciosistas ao descrever a conclusão como uma “puxeta”

Bonita a frase feita pelo técnico Hélio dos Anjos: “Não podemos viver em função de sonhos”.

 

https://64.media.tumblr.com/2b3fb9089281b846c49ec0573fd15760/01d33a74905768ab-ba/s1280x1920/35b653cea86a68fc492be4f43ed538f540336ef9.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

https://64.media.tumblr.com/b8cfd6190837db6c058038ed0b0b8556/01d33a74905768ab-73/s1280x1920/03baca1746309504cc8418f79f1b7c8ab9f95f63.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

https://64.media.tumblr.com/eb76aaaa3b779dbec0d4e62f6a5c1141/01d33a74905768ab-4d/s1280x1920/6ebee960af19027c7802105babae1a843b223b5c.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

“O DIA EM QUE O GRÊMIO EXORCIZOU UM FANTASMA
O time de Hélio dos Anjos errou nas conclusões, mas Guilherme marcou aos 43 minutos finais, espantou o perigo do rebaixamento a conduziu a equipe ao 12º lugar no campeonato

Os últimos minutos da vitória de 1 a 0 não, perderam em nada para restantes finais da decisão do Campeonato Brasileiro contra a Portuguesa, no ano passado. Nas arquibancadas, os torcedores, desesperados, praguejavam o árbitro Sidrack Marinho dos Santos e pediam o final do jogo. Na pista atlética, os reservas e os integrantes do departamento médico gesticulavam com as mãos implorando pelo último apito. O goleiro Silvio, e o preparador físico Francisco Gonzalez já haviam dispensado os gandulas de perto da casamata e assumido a tarefa de repor a bola em campo. Os gremistas sofreram durante 88 minutos. Até que Guilherme, em uma bonita puxeta finalmente sepultou as ameaças de rebaixamento que pairavam sobre o Olímpico.

O Grêmio teve ontem à tarde todos os ingredientes para finalmente acabar com a má fase que atormentou as suas últimas semanas. O sol brilhou e deixou o domingo perfeito para o futebol A torcida compareceu em bom número e disposta apenas a apoiar. E o Criciúma… Bem, o Criciúma foi um time medíocre, sem força ofensiva. Os atacantes parecem tem ojeriza por jogar na área adversária. Mas o primeiro tempo do Grêmio não ficou muito longe da mediocridade. O time criou poucas chances para marcar. A principal delas, aos 12 minutos, caiu nos pés de Zé Alcino. Como tem se repetido, Zé Alcino acertou em cheio o goleiro. Aos 42, Dinho bateu falta e forçou Jeferson  a uma difícil defesa. O primeiro tempo foi isso. A torcida, atendendo aos apelos do presidente Luiz Carlos Silveira Martins, Cacalo, apenas aplaudiu

No segundo tempo, entretanto, o Grêmio mostrou vigor e encurralou o Criciúma. O centroavante Flávio conseguiu encostar na bola só aos 35 minutos. Em compensação, Jéferson saiu de campo extenuado pelo excesso de trabalho. O Grêmio chutava de perto, de longe, de fora da área, e nada. O fantasma do rebaixamento parecia perturbar. Guilherme, na frente do goleiro, chutou por cima. Beto se ajoelhou e pediu ajuda divina.

Até o gol de Guilherme, aos 43 minutos, os torcedores não desistiram. Na saída do estádio, houve carnaval no estacionamento. O vestiário superlotou com empolgados conselheiros e dirigentes, que colocaram o Grêmio entre os candidatos à classificação às finais. “Não podemos viver em função de sonhos”, definiu Hélio das Anjos.” (Leonardo Oliveira, Zero Hora, segunda-feira, 20 de outubro de 1997)

 

 

https://64.media.tumblr.com/3c5c82bc30edb2a9dd8c8279fa0b9be8/01d33a74905768ab-68/s1280x1920/2cfbe00caec46be7994fd4a09eb9834953825b41.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

 

“O PRESIDENTE CACALO RETOMA O DIREITO DE SORRIR

Ele andara devorando caixas e caixas de bombom de tanta ansiedade. Engordo, corria até risco de ficar manco. Os problemas do clube do coração, que empilhava insucessos e agora estava diante do fantasma do rebaixamento, lhe consumiam por completo, até o impediam de fazer fisioterapia. Em Montevidéu, depois da derrota para o Peñarol por 3 a 2 e mais um fracasso, desta vez na Supercopa, sequer conseguiu concluir uma entrevista para o repórter Sérgio Boaz, da Rádio Gaúcha. Encobriu o rosto com as mãos e chorou. Mas ontem foi o dia de o presidente Luiz Carlos Silveira Martins, o Cacalo, um gremista até a medula, daqueles de se virar de costas para o campo quando o seu time está sendo pressionado, voltar a sorrir. “Eu não agüentava mais ouvir falar em rebaixamento”, admitiu Cacalo no vestiário festivo depois da vitória suada sobre o Criciúma.

 Imagine-se então como o presidente ao jogo de ontem, das cabines do Estádio Olímpico. Caminhava de um lado a outro, passava as mãos nos cabelos em desalinho e se virava de costas. Destilava rios de suor, uma marca registrada sua em momento do Grêmio, seja contra o Ajax, da Holanda, ou contra o Kabure, No momento do gol pulou feito um endemoniado, ignorando as recomendações de funcionários pata evitar excessos. “Vamos terminar o ano com dignidade, graças a Deus, porque ninguém consegue ganhar todos campeonatos que disputa”, desabafou, como se retirasse das costas um fardo de uma tonelada. “A torcida me ouviu e ajudou até o fim, que lindo isso, que lindo”, sorria, embevecido ao ver o torcedor cantando outra vez, ao contrário das vaias e críticas que já se incorporavam ao cotidiano tricolor. Em vez do presidente cabisbaixo, triste e se explicando por mais uma derrota, Cacalo voltou a ser o dirigente de oratória fácil, das frases de efeitos, das alfinetadas, da ironia, como sempre fez nos dias de glória nem tão distante.

Agora, para pensar só em 1998 e esquecer de vez o segundo semestre de 1997, resta ao Grêmio escapar do fantasma do rebaixamento também na Supercopa. Lanterna  do Grupo 4, com três pontos, precisa vencer o Estudiantes, quarta-feira, no Olímpico. (Zero Hora, segunda-feira, 20 de outubro de 1997)

 

https://64.media.tumblr.com/efb1d7a0c316fa9b94db2c474d0a2dbc/01d33a74905768ab-0b/s1280x1920/1dcb087c7df4aa5b57a71f5d854dcaa17344d350.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

 

“GRÊMIO VENCE E SAI DA ZONA DE RISCO
Drama acabou no belo gol de Guilherme, quase ao final da partida contra o Criciúma. Afastado o fantasma do rebaixamento

O fantasma do rebaixamento já não assusta mais o Grêmio. A vitória dramática sobre o Criciúma, por 1 a 0, ontem à tarde, no Olímpico, deixou o time com 28 pontos, afastando a angústia que já tomava conta de todos.

O primeiro tempo foi de dar pena. Precisando vencer, o Grêmio conseguiu apenas um arremate em jogada trabalhada. Foi aos 13 minutos, quando Zé Alcino recebeu de Sérgio Manoel, mas demorou muito a concluir, chutando sobre a zaga. A outra chance foi numa falta, quando Dinho concluiu forte, para boa defesa de Jéferson. De resto, o Grêmio foi um time sem criatividade. Dinho errou muitos passes, Zé Alcino não escapou nunca da marcação e Guilherme teve pela frente um zagueiro de ótima colocação, o jovem Fábio.

O Grêmio empurrou o Criciúma para trás no segundo tempo. Aos 9 minutos, Guilherme chutou por cima, quase na pequena área. A produção foi maior a partir da entrada de Tinga e Gilmar. Sérgio Manoel perdeu boa chance aos 18 minutos. Quando o empate parecia consumado, Arce cruzou, Rivarola ajeitou de cabeça e Guilherme, de puxeta, terminou com o desespero gremista: 1 a 0. O jogo já tinha 43 minutos.” (Correio do Povo, segunda-feira, 20 de outubro de 1997)

https://i.imgur.com/IzD3GcH.jpg

“CLUBE PROJETA 98 E PASSA A BUSCAR ACIONISTAS
Grêmio já começa a projetar o próximo ano. Márcio Bolzoni, atual diretor de futebol, poderá ter mais poderes, assumindo inclusive a vice-presidência, conforme se especulava ontem à tarde. O clube buscará reforços para a lateral direita e a zaga,dado o afastamento de Arce e Rivarola, a serviço da seleção paraguaia na Copa da França. “O Grêmio Seguramente terá reforços”, informa o vice-presidente, Dênis Abrahão.

Carlos Biedermann, vice-presidente de Finanças, estima um prazo de seis meses para que seja adotada a idéia de clube-empresa. “Vamos colocar cotas no mercado, reservando ao clube a maior parte das ações”. Aos acionistas, será oferecida participação no passe de jogadores e de outros bens que integrarão o chamado ativo da empresa.

O presidente Luiz Carlos Silveira Martins vai insistir para que dois empresários passem a auxiliá-lo mais diretamente a partir de 98. Ricardo Vontobel, que já foi vice de Marketing, teve reunião reservada com Cacalo no fim de semana e poderá retornar ao cargo. Marcos Hermann, de Tintas Renner, foi abordado pelo presidente na saída do vestiário, após a partida, ouvindo o seguinte recado: “Preciso conversar contigo esta semana”.

Mais aliviado, o técnico Hélio dos Anjos desabafou: “Se eu não continuar no Grêmio, certamente estarei trabalhando num outro clube dia 3 de janeiro de 98”. Outra vez, Cacalo não garantiu a permanência do atual treinador para o próximo ano.” (Correio do Povo, segunda-feira, 20 de outubro de 1997)

https://64.media.tumblr.com/6c74851a60ce00744814ece56e403317/8391415ab702c1cb-0b/s1280x1920/e739b6e4d0a1d57a269a2170792a32f184105dc9.jpg

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

 

“O JOGO: O Criciúma neutralizou o Grêmio no primeiro tempo. Mudanças efetuadas pelo técnico Hélio dos Anjos deram resultado na etapa final e os gaúchos saíram do sufoco que era a ameaça de rebaixamento. Vitória sofrida, comemorada como decisiva pelos gremistas.” (Tabelão Placar, Ano 1997, n.º 10)

“GOL NO FINAL SALVA O GRÊMIO
Guilherme marcou aos 43 minutos do segundo tempo e garantiu triunfo contra o Criciúma, ontem

Porto Alegre – Com um gol marcado no final da partida, o Grêmio venceu ontem o Criciúma e livrou-se da ameaça de rebaixamento. Guilherme converteu aos 43 minutos da segunda etapa. Agora, o atual campeão brasileiro alcançou os 28 pontos. Surpreendentemente, a equipe ainda mantém, embora remotíssimas, chances de classificação.

O Grêmio partiu logo para a pressão, mas encontrou um Criciúma fechado na sua retaguarda. Zé Alcino voltou a errar gols e o jogo se complicou com o passar do tempo.

Só aos 17 minutos do segundo tempo, com as substituições de Dinho e Zé Alcino por Tinga e Gilmar, respectivamente, o Grêmio cresceu em campo e passou a buscar o gol com maior insistência. Depois, Hélio dos Anjos ainda colocou outro atacante, Dauri.

O gol ocorreu quando o empate parecia definido. Arce acionou o zagueiro Rivarola, que tocou para Guilherme. Ele girou e marcou 1 x O, provocando suspiros de alívio no estádio.” (Pioneiro, segunda-feira, 20 de outubro de 1997)

https://64.media.tumblr.com/a98c46dbebab174db8abaee56eb65d5f/8391415ab702c1cb-91/s1280x1920/e83c9e9b9ba22e2fc7c698a230ab47c5e5991747.jpg

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Rivarola, Ronaldo e Roger; Dinho (Tinga), Djair, Beto e Sérgio Manoel (Dauri); Zé Alcino (Gilmar) e Guilherme.
Técnico: Hélio dos Anjos

CRICIÚMA: Jéferson; Jomar, Fábio, Augusto e Biro; Marcão, Manco Aurélio, Humberto (Magno) e Adíl; Magno Alves (Leandro) e Flávio Guarujá (Marcelo Rocha)
Técnico: Pepe

Brasileirão 1997 – Primeira Fase
Data: 19 de outubro de 1997, domingo, 17h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 12.408 (9.571 pagantes)
Renda: R$ 61.215,00, para
Juiz: Sidrack Marinho dos Santos
Auxiliares: Eriberto Pessoa e Roberto Braatz

Copa do Brasil 2015 – Criciúma 0x1 Grêmio

July 22, 2015

Durante esses últimos dias, iniciou-se uma discussão se o Grêmio deveria/poderia “optar” por uma saída da Copa do Brasil nessa fase para disputar a Copa Sul-Americana em 2015. Ninguém do clube deu declaração sobre o assunto, mas dentro do campo a resposta ficou bem clara. O tricolor entrou com força máxima no Heribert Hülse e jogou para reverter a derrota sofrida na Arena na semana passada.

A partida foi bastante movimentada, os dois times buscaram o ataque, fazendo com que não faltasse espaços para a criação de jogadas. O Grêmio conseguiu marcar seu gol aos 22 minutos, quando Luan caiu pelo lado direito da área e de lá fez um cruzamento, Giuliano não chegou na bola no primeiro pau, mas Pedro Rocha, ainda que sem jeito, conseguiu completar para as redes. Depois disso a disputa foi bastante igual, as oportunidades criadas/cedidas por cado lado se equivaleram, mas ninguém aproveitou  e a decisão foi para os pênaltis. Braian Rodriguez foi o único batedor gremista a desperdiçar a sua cobrança, enquanto Paulo Sérgio e o goleiro Luis tiveram seus chutes defendidos por Marcelo Grohe.


Pedro Rocha tem desempenhado uma função que exige muita movimentação. E mesmo assim ele já soma um número importante de gols marcados na temporada.

Tem sido muito legal ouvir o Roger após os jogos. Fala abertamente dos defeitos do seu time, mas também sabe proteger os seus atletas (como fez ontem com Braian Rodriguez).

Porém, outras coisas ditas no vestiário do Grêmio soam um tanto estranhas. César Pacheco diz que a direção tem “o planejamento, as ideias, a convicção. Se de fato existe uma convicção, é  muito difícil de entender quais são os conceitos que a norteiam. Por exemplo, no início do ano, os dirigentes diziam que o Grêmio jogaria com dois centroavantes e hoje o time joga sem nenhum. Essa convicção passa pelo sistema de jogo da equipe?

Sei que é bobagem, mas não gosto de ver jogador usando malha de manga longa azul por baixo da camisa tricolor de manga curta. Dá uma sensação de “quebra” nas listras.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

  Criciúma Criciúma 0x1 Grêmio Grêmio
(4×3 para o Grêmio nos pênaltis)

CRICIÚMA: Luiz; Maicon Silva (Jonas, 30’/2º), Wanderson, Fábio Ferreira e Guilherme Santos; Wellington, Marcão, Rodrigo Andrade; Juba (Maurinho, 30’/2º), Lucca (Cristiano, 35’/2º) e Paulo Sérgio
Técnico: Dejan Petkovic
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Hermes; Walace (Edinho, 44’/2º), Maicon, Giuliano (Fernandinho, 33’/2º), Douglas, Pedro Rocha (Braian Rodríguez, 41’/2º); Luan Técnico: Roger Machado

Copa do Brasil 2015 – Terceira Fase – Jogo de volta
Data: 21/07/2015, terça-feira, 21h00min
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma – SC
Público: 9.746
Renda: R$ 276.341,00
Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra (SP)
Assistentes: Bruno Boschilia (SP) e Vicente Romano Neto (PR)
Cartões amarelo: Guilherme Santos, Luiz, Cristiano, Fábio Ferreira, Walace, Douglas, Galhardo, Maicon.
Cartão Vermelho: Guilherme Santos,  aos 35/2T;
Gol: Pedro Rocha, aos 22 minutos do 1º tempo
Pênaltis: Maicon (acertou), Paulo Sérgio (errou), Fernandinho (acertou),  Maurinho (acertou), Galhardo (acertou), Fábio Ferreira (acertou),  Braian Rodriguez (errou), Cristiano (acertou), Douglas (acertou) e Luiz (errou)

Copa do Brasil 2015 – Grêmio 0x1 Criciúma

July 15, 2015

O Grêmio sofreu sua primeira derrota na Arena sob o comando de Roger. É verdade que poderia ter tido melhor sorte na partida se a arbitragem não tivesse equivocadamente marcado impedimento no gol de Pedro Rocha aos 22 minutos do primeiro tempo. Mas o tricolor já não jogava bem antes do erro do bandeirinha e seguiu mal, sofrendo um gol aos 33, quando Paulo Sérgio teve muito tempo para olhar pra dentro da área antes de cruzar para o segundo pau, onde Lucca subiu mais que o marcador e, de cabeça, fez o único gol do jogo
Depois disso o Grêmio não consegui retomar o bom futebol apresentado em jornadas anteriores, ficando clara a dificuldade imposta pela boa marcação do Criciúma, que impedia uma maior aproximação dos homens de frente do tricolor. 
O exponencial crescimento que o Grêmio teve desde a chegada de Roger não pode servir para que se cometam erros por prepotência, ignorando as limitações do plantel gremista. Será que, com o grupo que o tricolor dispõe, nós poderíamos nos dar o luxo de afastar um jogador titular somente porque ele está envolvido numa negociação? Rhodolfo ficou de fora dos últimos três jogos e, coincidência ou não, o time sofreu duas derrotas. Mas o que mais me incomoda nessa história é falta de transparência e/ou unidade no discurso da diretoria. Numa semana, o Presidente diz que o afastamento “nada tem a ver com venda ou proposta”, na outra o médico diz que Rhodolfo não está fora do jogo por problemas médicos e sim “por outras questões”. Fica chato.
Roger tem uma desenvoltura nas coletivas que é típica de treinadores mais experientes. Ontem ele conseguiu, por exemplo, mencionar diversas vezes o erro do bandeirinha sem parecer que estava colocando a culpa do insucesso do seu time na arbitragem.
Eu defendo que o clube deva sempre olhar pra frente, buscando soluções novas. Nesse aspecto, o retorno do Fernandinho é inexplicável. É um jogador que precisaria ter uma brutal melhora no seu desempenho para que a sua relação de custo/benefício deixe de ser uma das piores da história do Grêmio. 

Fotos: Fernando Ribeiro (Criciúma) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio Grêmio 0x1 Criciúma Criciúma

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Douglas (Fernandinho; 12’/2°), Giuliano e Luan (Braian Rodríguez; 30’/2°); Pedro Rocha (Yuri Mamute; 24’/2°).
Técnico: Roger Machado
CRICIÚMA: Luiz; Maicon Silva, Adalberto, Wanderson e Guilherme Santos (Cristiano; 35’/2°); Wellington (Jonas; 40’/2°), Marcão, Rodrigo Andrade (Jefferson, 17’/2°) e Juba; Paulo Sérgio e Lucca.

Técnico: Dejan Petkovic

Copa do Brasil 2015 – Terceira Fase – Jogo de Ida
Data: 14/07/2015, terça-feira, 21h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 17.439 (15.673 pagantes)
Renda: R$ 361.235,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)
Cartões amarelos: Rodrigo Andrade, Guilherme Santos. Wellington, Paulo Sérgio
Gol: Lucca, aos 33 minutos do primeiro tempo

Copa do Brasil 1991

July 15, 2008

PRIMEIRA FASE

Jogo de ida – 21/02/1991 – Quinta-feira – 21h00min
Auto Esporte-PB 0x1 Grêmio – Estádio: Almeidão
Gol: Vilson (pênalti)

Jogo de volta – 28/02/1991 – Quinta-feira – 20h30min
Grêmio 2×0 Auto Esporte-PB – Estádio: Olímpico
Gols: Assis e Chiquinho

 Fonte: Folha de Hoje

 

OITAVAS DE FINAL

Jogo de ida – 13/03/1991 – Quarta-feira – 21h30min
Fluminense-BA 0x1 Grêmio – Estádio: Jóia da Princesa
Gol: Mabília

Jogo de volta – 27/03/1991 – Quarta-feira – 19h00min
Grêmio 2×0 Fluminense-BA – Estádio: Olímpico
Gols: Paulo Egídio e Maurício

QUARTAS DE FINAL

Jogo de ida – 08/05/1991 – Quarta-feira – 16h00min
Corinthians 1×1 Grêmio – Estádio: Pacaembu
Gols: Neto (Cor) e China (Gre)

Jogo de volta – 15/05/1991 – Quarta-feira – 16h00min
Grêmio 2×1 Corinthians – Estádio: Olímpico
Gols: Caio e Chiquinho (Gre); Édson Pezinho (Cor)

Foto: Luiz Chaves (Folha de Hoje)

1991-corinthians

 Fonte: Folha de Hoje

Foto: José Doval (Zero Hora)

SEMIFINAL

Jogo de ida – 22/05/1991 – Quarta-feira – 16h00min
Coritiba 1×1 Grêmio – Estádio: Couto Pereira
Gols: Caio (Grê) e Hélcio (Cor)
Público: 11.702 pagantes – Renda: Cr$ 12.520.000,00

Jogo de volta – 25/05/1991 – Sábado – 18h30min
Grêmio 1×0 Coritiba – Estádio: Olímpico
Gol: Caio

 Fonte: Folha de Hoje

 

FINAL

Jogo de ida – 30/05/1991 – Quinta-feira – 18h30min
Grêmio 1 x 1 Cricíuma – Estádio: Olímpico

 Fonte: Folha de Hoje


GRÊMIO: Gomes; China (Jamir), João Marcelo, Vilson, Hélcio; Norberto, Donizete Oliveira (Darci), João Antônio, Caio; Maurício, Nando.
Técnico: Dino Sani

CRICIUMA: Alexandre; Sarandi, Vilmar, Altair, Itá; Roberto Cavalo, Zé Roberto, Grizzo; Gélson, Soares, Jairo Lenzi (Vanderlei).
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Local: Olímpico (Porto Alegre-RS);
Público: 32.052
Árbitro: Márcio Rezende de Freitas (MG);
Cartões Amarelos: Alexandre, Itá, Vanderlei
Gols: Vilmar 15′ do 1º; Maurício 38′ do 2º tempo.

FINAL

Jogo de volta – 02/06/1991 – Domingo – 18h30min

Criciúma 0 x 0 Grêmio

 

 

CRICIÚMA : Alexandre, Sarandi, Vilmar, Altair e Itá; Roberto Cavalo, Gélson e Grizzo (Vanderlei); Zé Roberto, Soares e Jairo Lenzi.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GRÊMIO : Sidmar, Chiquinho, João Marcelo, Vilson e Hélcio; Norberto, Donizete e João Antônio; Maurício, Nando (Darci) e Caio.
Técnico: Dino Sani.

Local: Heriberto Hulse (Criciúma-SC);
Público: 19.525;
Árbitro: Cláudio Vinícius Cerdeira (RJ);
Cartões Amarelos: Soares, João Antônio, Chiquinho,Sarandi e João Marcelo;
Expulsões: Gélson e Maurício;pan>: Gélson e Maurício;