Archive for the ‘Fortaleza’ Category

Brasileirão 2020 – Fortaleza 0x0 Grêmio

January 10, 2021

É muito difícil acreditar que de fato Renato tenha “motivos científicos” para não ter escalado quatro titulares nessa partida. É difícil acreditar que os “dados científicos” sejam os mesmos para quatro jogadores de posições e idades distintas.

Sigo achando que o clube adota uma política equivocada na forma como administra a utiliza titulares e reservas no Campeonato Brasileiro. Ao anunciar com tanta antecedência a ausência de atletas, o clube acaba (ainda que inadvertidamente) passando uma ideia de desmobilização que acaba sendo (ainda que inconscientemente) captado por diversos envolvidos, como torcedores, imprensa, arbitragem e até mesmo os próprios atletas.

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Fortaleza 0x0 Grêmio

—-
FORTALEZA: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Wanderson e Carlinhos; Ronald (Derley, 47’/2ºT) e Felipe; Romarinho, João Paulo (Yuri César, 21’/2ºT) e Osvaldo (Bruno Melo, 34’/2ºT); Wellington Paulista (Igor Torres, 47’/2ºT)
Técnico: Enderson Moreira

GRÊMIO: Paulo Victor; Victor Ferraz, Paulo Miranda, Rodrigues e Cortez; Lucas Silva (Darlan, 20’/2ºT) e Matheus Henrique; Alisson, Pinares (Thaciano, 20’/2ºT) e Pepê; Diego Churín (Ferreira, 33’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

29ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2020
Data: 09 de janeiro de 2021, sábado, 21h00min
Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Leone Carvalho Rocha (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Cartões amarelos: Derley, João Paulo, Felipe e Wellington Paulista (Fortaleza); Lucas Silva e Paulo Miranda (Grêmio)

Brasileirão 1973 – Fortaleza 0x1 Grêmio

January 8, 2021

Carlinhos é quem ameaça o goleiro Lulinha, em lance que até parece o golo marcado pelo ponteiro gremista” (Correio do Povo, 17 de janeiro de 1974)

 

O primeiro confronto da história entre Fortaleza e Grêmio aconteceu no estádio Castelão, numa situação muito semelhante com a de agora. Um jogo disputado em janeiro, válido pelo campeonato brasileiro do ano anterior.

Lendo a matéria do Correio do Povo transcrita abaixo eu fico me perguntando por que nunca ficou definido que GOLO é a única grafia correta.

 


 

“REABILITAÇÃO GREMISTA COM GOLO DE CARLINHOS

FORTALEZA (João Carlos Belmonte, enviado especial) — O Grêmio, fazendo excelente apresentação, se recuperou totalmente da sua estréia na semifinal do Campeonato Nacional, ganhando do Fortaleza, ontem à noite no Castelão, por 1 a 0 — gol de Carlinhos no segundo tempo.

Depois de enfrentar muitos problemas para a formação do seu time, o Grêmio, na noite de ontem, conseguiu a escalação de uma das suas melhores formações (com Tarciso principalmente) sobrando chance inclusive para que Mazinho, ainda sem sua melhor forma, fosse poupado pois Humberto Ramos, que domingo só entrou no segundo tempo, tinha melhores condições. E desde o início o Grêmio mostrou que poderia repetir as suas boas partidas da fase de classificação, usando muito bem as deficiências do time adversário e desde cedo criando oportunidades para marcar. Aos 16 minutos, Tarciso, com um trabalho muito bom, já conseguia um bom chute, que bateria na trave para salvar o Fortaleza do primeiro gol, depois de boa jogada de combinação do ataque do Grêmio com lançamento para o seu ponta-de-lança. O primeiro tempo terminou com zero a zero mas o Grêmio, por tudo que conseguiu fazer, merecia melhor sorte desde a etapa inicial de partida. O pequeno goleiro Lulinha, durante os primeiros 45 minutos, foi bastante exigido.

Para chegar a esta boa atuação, o Grêmio contou com um trabalho muito bom de seu meio-campo, principalmente de Paulo Sérgio. A defesa estava segura, e os laterais, principalmente Claudio, tinham muita liberdade para subir ao apoio. A partir do meio-campo, depois de um trabalho certo de marcação de Zé Carlos e Zé Roberto, Paulo Sérgio tinha muita categoria para fazer lançamentos, aproveitando-se muito bem, do espaço que a defesa do Fortaleza deixava, alegadamente porque Wilson, que não jogava há muito tempo, não fazia o trabalho normal de Queirós, segundo o seu técnico e alguns de seus jogadores, muito mais acostumado a jogar ao lado de Pedro Basílio. Este espaço no lado esquerdo da defesa do Fortaleza sempre foi muito bem aproveitado pelo Grêmio, principalmente por Paulo Sérgio.

No segundo tempo, sem fazer nenhuma alteração no começo, o Grêmio continuou apertando o ritmo, criando situações e aos 19 minutos, numa excepcional jogada de Paulo Sérgio, Carlinhos marcou o golo da vitória. Paulo Sérgio, avançando ao sentir o espaço deixado pelo quarto zagueiro, tocou certo para Carlinhos. Ele partiu muito bem e, na saída do goleiro, tocou por cima, com categoria. A bola entrou mansamente no 1 a 0 do Grêmio.

Exatamente no memento do golo, Froner já tratava de colocar Mazinho no lugar de Humberto Ramos, já cansado. E. o Grêmio, depois do golo, ainda teve outras oportunidades muito boas — Tarciso, em jogada de Paulo Sérgio, obrigou Lulinha a uma defesa muito difícil. E Carlinhos, que fez o golo da vitória, ainda teve duas oportunidades excelentes, talvez melhores do que aquela que terminou no golo, semente perdendo porque já estava cansado para apanhar lançamentos tão bons como fazia Paulo Sérgio.

A segunda modificação do time do Grêmio visou apenas segurar um pouco mais a principal jogada do Fortaleza, no apoio de Louro. Bolívar entrou no lugar de Loivo e com isso o Grêmio protegeu melhor o lado esquerdo de sua defesa, muito atacado pelas subidas de Louro em combinação com Amilton Rocha.

O Fortaleza, entretanto, reagiu um pouco no final, mas a última boa chance do jogo foi do Grêmio. Outra vez Paulo Sérgio fez grande lançamento, Carlinhos partiu livre mas cansado, perdendo a bola quase na linha de fundo.” (João Carlos Belmonte, Correio do Povo, quinta-feira, 17 de janeiro de 1974)

“GRÊMIO             1
FORTALEZA        0

FORTALEZA (Do correspondente Egídio Serpa) — O Grêmio conseguiu arrancar uma Importante vitória, pelo diminuto placar de 1 a 0, ao Fortaleza, na noite de ontem, no Estádio Plácido Castelo, numa partida multo disputada e com bastante equilíbrio na primeira fase. O gol único foi assinalado por Carlinhos, para os gaúchos, aos 19 minutos do segundo tempo. O juiz foi Romualdo Arpi Filho, auxiliado por Sílvio Silveira e Bartolomeu Lordelo.” (Egídio Serpa , Jornal dos Sports, quinta-feira, 17 de janeiro de 1974)


 

FORTALEZA: Lulinha; Louro, Pedro Basílio, Wilkson e Bauer; Zé Carlos e Zé Roberto; Hamilton Rocha, Hamilton Melo (Lucinho), Marciano e Reginaldo (Beijoca)
Técnico: Mozart Gomes

GRÊMIO: Picasso; Cláudio, Ancheta, Renato Cogo e Jorge Tabajara; Carlos Alberto, Humberto Ramos (Mazinho) e Paulo Sérgio; Carlinhos, Tarciso e Loivo (Bolívar)
Técnico: Carlos Froner

Campeonato Brasileiro 1973 – Terceira Fase – 2ª Rodada
Data: 16 de janeiro de 1974, quarta-feira
Local: Estádio Castelão, em Fortaleza, CE
Público: 14.194
Renda: Cr$ 101.578,00
Árbitro: Romualdo Arpi Filho
Auxiliares: Sílvio Silveira e Bartolomeu Lordelo
Gol: Carlinhos aos 20 minutos do segundo tempo.

Brasileirão 2020 – Grêmio 1×1 Fortaleza

September 14, 2020

Foto: Eduardo Moura (Globo Esporte)

 

Com a saída de Everton Cebolinha, Diego Souza é inegavelmente o grande destaque do Grêmio na temporada. Mas mesmo assim eu creio que ele não tem direito de cobrar pênaltis de maneira displicente. Na cobrança repetida em função da invasão da área ficou muito claro que as chances de acerto aumentam consideravelmente quando o batedor toma a devida distância antes de chutar.

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela (Guilherme Azevedo, 44’/2ºT), Geromel, David Braz e Cortez; Darlan e Maicon (Robinho, 32’/1ºT); Alisson, Isaque (Luiz Fernando, intervalo) e Everton (Ferreira, 44’/2ºT); Diego Souza.
Técnico: Renato Portaluppi

FORTALEZA: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Carlinhos (Bruno Melo, 43’/2ºT); Juninho, Ronald (Luiz Henrique, 43’/2ºT), Romarinho, David (Yuri César, 26’/2ºT) e Osvaldo (Derley, 32’/2ºT); Wellington Paulista (Marlon, 26’/2ºT).
Técnico: Rogério Ceni

10ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2020
Data: 13 de setembro de 2020, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre, RS
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Robinho (Grêmio); Derley, Osvaldo (Fortaleza)
Cartões vermelhos: Luiz Fernando (Grêmio); Gabriel Dias (Fortaleza)
Gols: Osvaldo, aos 16 minutos do 1º tempo e Diego Souza (de pênalti) aos 5 minutos do 2º tempo

Brasileirão 2019 – Fortaleza 2×1 Grêmio

October 22, 2019

GRÊMIO x FORTALEZA

Eu espero que em algum dia, em um futuro não muito distante, o Grêmio consiga parar de tomar gol do Wellington Paulista.
GRÊMIO x FORTALEZAFotos: Jarbas Oliveira (Grêmio FBPA)

Fortaleza 2×1 Grêmio

FORTALEZA: Felipe Alves, Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Carlinhos; Juninho, Felipe (Kieza, aos 24’/2°T), Romarinho (Marlon, aos 24’/2°T) e Edinho (Nenê Bonilha, aos 15’/2°T); Osvaldo e Wellington Paulista
Técnico: Rogério Ceni

GRÊMIO: Phelipe Megiolaro; Rafael Galhardo, David Braz, Paulo Miranda e Juninho Capixaba; Rômulo, Michel (Patrick, aos 16’/2°T), Luciano (Diego Tardelli, aos 38’/2°T) Thaciano e Pepê; André (Everton, aos 16’/2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

27ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2019
Data: 19/10/2019, sábado, 17h00min
Local: Arena Castelão, em Fortaleza – CE
Público: 26.801 (26.124 pagantes)
Renda: R$ 208.741
​Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (CBF-GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e Christian Passos Sorence (CBF-GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO)
Cartões amarelos: André, Rafael Galhardo; Carlinhos, Marlon, Gabriel Dias
Cartão vermelho: Rafael Galhardo
Gols: Paulo Miranda, aos nove minutos do 1º tempo, para o Grêmio; Wellington Paulista, aos 34 minutos do 1º tempo, e Oswaldo, aos 40 minutos do 1º tempo, para o Fortaleza

Brasileirão 1981 – Fortaleza 0x4 Grêmio

October 19, 2019
1981 fortaleza fora edson pio o povo

Foto: Edson Pio (O Povo)

Em 1981, o Grêmio goleou o Fortaleza no Castelão pela penúltima rodada da segunda fase do Brasileirão.
Interessante notar que as fontes divergem sobre o autor do último gol do jogo. Pelo vídeo parece que foi Paulo Isidoro, o que seria um hat-trick do Tiziu. E mesmo assim ele saiu do jogo dizendo que gostaria de sair do clube ao final da competição (por não ter recebido um aumento, supostamente prometido pela diretoria após o Mundialito do Uruguai)
[fortaleza_fora_foto.JPG]
Placar: O gás do Fortaleza só deu para um tempo, no segundo, o Grêmio deslanchou” (Placar, 3 de abril de 1981)

“HEBER aos 16 minutos do segundo tempo: 1 a 0 para o Grêmio — De Léon avançou pela esquerda e deu para Héber na entrada da área. Ele devolveu para o zagueiro, correu para a direita, recebeu e chutou de pé direito bem no canto direito do gol de Sérgio.

 

PAULO ISIDORO aos 88 minutos do segundo tempo: 2 a 0 para o Grêmio — Tarciso foi até a linha de fundo e cruzou na medida para Héber que tentou deslocar de cabeça ao goleiro. Sérgio defendeu parcialmente, e Isidoro, sozinho, de cima, apenas concluiu para dentro.

PAULO ISIDORO aos 40 minutos do segundo tempo: 3 a 0 para o Grêmio — Héber dominou a bola na esquerda, carregou pelo meio em direção à direita. Deu para Tarciso, recebeu, entrou na área sem ângulo e tocou de calcanhar direito exatamente onde estava Isidoro que chutou para cima, com força

PAULO ISIDORO aos 45 minutos do segundo tempo: 4 a 0 para o Grêmio — Héber deu para Casemiro, que entrava livre pelo lado esquerdo. O lateral tocou para Isidoro que depois de dominar de costas para o gol tentou encobrir o goleiro. Sérgio defendeu parcialmente e próprio, Isidoro foi concluir junto com Tarciso.” (Zero Hora, segunda-feira, 30 de março de 1981)

1981 fortaleza fora placar

1981 fortaleza fora gaucha
Fortaleza 0 x 4 Grêmio

FORTALEZA: Sérgio; Totó, Marcão (Roberto, intervalo), Rôner e Dudé; Chinesinho (Beto, 20 do 2º), Odilon e Adriano; Mazolinha, Rogério e Tiquinho.
Técnico: Martins Monteiro (interino)

GRÊMIO: Leão; Paulo Roberto, Newmar, De León e Casemiro; China, Paulo Isidoro e Vílson Tadei; Tarciso, Baltazar (Éber 10 do 2ºT) e Odair.
Técnico: Ênio Andrade

Brasileirão 1981 – 2ª Fase – 5ª Rodada
Data: 28/03/1981, Sábado, 21h00min
Local: Castelão, em Fortaleza – CE
Público: 1.628
Renda: Cr$ 165.250,00
Juiz: José Roberto Wright (RJ)
Auxiliares: Antonio Carminha e Artur Braz
Cartão Amarelo: Marcão
Gols: Éber aos 15, Paulo Isidoro aos 40, 42  44 minutos do 2ºtempo

Brasileirão 2019 – Grêmio 1×0 Fortaleza

June 11, 2019

Gremio x Fortaleza

O Grêmio precisava ganhar. Ganhou. Com um gol “no apagar das luzes”, depois de noventa minutos de uma atuação pouco inspirada.

Eu achei questionável a expulsão do Osvaldo. Me pareceu ser lance de cartão amarelo (embora o vermelho não seja de todo descabido). Sei que o protocolo permite o uso do VAR para “agravamento de punição”, mas não parece ter sido um “erro claro e óbvio” do árbitro.

De 2010 para cá o Grêmio fez sete jogos como mandante fora de Porto Alegre. A média de público nessas partidas é de 8.848 (7.519 pagantes).

Desses sete, cinco foram pelo Brasileirão (os cinco em Caxias do Sul). Média das cinco partidas de Brasileirão disputadas em Caxias é de 11.786 (10.011). O público de sábado foi bem fraco, quase a metade do segundo pior, que foi registrado contra o Botafogo em 2014, numa quarta-feira, as 22 horas.

– Média de público do Grêmio na Arena na atual temporada:
23.255 (21.196 pagantes)

– Média de público do Grêmio como mandante em 2019:
22.173 (20.171 pagantes)

– Média de Público do Grêmio no Brasileirão 2019:
20.769 (19.071 pagantes)

Gremio x FortalezaFotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 1×0 Fortaleza

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Pedro Geromel, Rodriguez e Leonardo Gomes;  Thaciano (André, aos 29/2ºT), Maicon, Alisson, Jean Pyerre  e Diego Tardelli (Patrick, aos 40/2ºT); Felipe Vizeu (Pepê, aos 9/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Roger Carvalho (Natan, aos 30/1ºT) e Carlinhos; Felipe, Juninho, Marlon (Gabriel Dias, aos 31/2ºT), Romarinho e Osvaldo; Kieza (André Luis, aos 16/2ºT)
Técnico: Rogério Ceni

8ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2019
Data: 08/6/2019, sábado, 19h00min
Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul – RS
Público: 4.865 (3.761 pagantes)
Renda: R$ 153.420,00
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Bruno Boschilla (PR) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
VAR: José Claudio Roca Filho (SP)
Cartões amarelos: Alisson, Felipe, Marcelo Boeck, Felipe Alves, Carlinhos
Cartão vermelho: Osvaldo
Gol: Pepê, aos 44 minutos do 2º tempo

Brasileirão 1981 – Grêmio 2×0 Fortaleza

June 8, 2019

1981 zh fortaleza casa newmar

O primeiro jogo entre Grêmio e Fortaleza em solo gaúcho aconteceu justamente no ano do primeiro título nacional do tricolor.

O confronto foi válido pela segunda rodada da segunda fase do Brasileirão de 1981. Na partida anterior, o Grêmio foi duramente derrotado pelo São Paulo no Morumbi, o que fez com que o técnico Ênio Andrade começasse a promover alterações na equipe. Casemiro fez seu primeiro jogo oficial como titular (ainda como lateral direito) na temporada e Newmar fez sua estreia na competição.

Newmar marcou o primeiro gol do jogo e (o então muito questionado) Baltazar fechou o placar no segundo tempo.

1981 zh fortaleza casa baltazar ado

GRÊMIO SUPERA O FORTALEZA MAS A TORCIDA NÃO GOSTA
Apesar da vitória, o time do Olímpico, nervoso, mostrou muitos erros

O Grêmio venceu ao Fortaleza sem entusiasmar sua torcida no Estádio Olímpico. Com um gol de Newmar no primeiro tempo e Baltazar no início do segundo, o time de Ênio Andrade conseguiu assim assumir a vice-liderança do Grupo. Está ao lado do Internacional de Limeira contra quem joga domingo próximo, mas ganha o confronto por ter uma vitória enquanto o time paulista tem dois empates. O 2 a 0 não satisfez os torcedores e alguns jogadores inclusive reclamaram.

A vitória do Grêmio satisfez os otimistas e pessimistas. Os otimistas porque somente uma equipe teve iniciativa, apresentou um trabalho coletivo aceitável e construiu excelentes oportunidades de gol. Os pessimistas porque foi o Grêmio também que continuou mostrando problemas individuais ¡á conhecidos como a pouca objetividade de Odair e Renato Sá — sem falar em suas dificuldades para concluir com perigo — e a má fase de Baltazar que chegou a irritar a torcida com seus impedimentos sucessivos e gols perdidos.

Por isso junto com os aplausos ao final do primeiro tempo podiam ser ouvidas vaias que voltaram durante o segundo tempo ¡unto com os pedidos de alguns torcedores por Heber. Mas foi Baltazar o primeiro a levantar a torcida quando fez um gol, anulado, aos 10 minutos de jogo por causa de uma falta no goleiro. Não demorou muito para Newmar fazer o seu e tranqüilizar mais a torcida. Mas quem não mostrou tranqüilidade foi o time do Grêmio.

Mesmo enfrentando uma equipe fraca, com preparo físico deficiente e praticamente sem ataque — o Fortaleza só teve mesmo o ponteiro Mazola a tentar algo — o Grêmio mostrou muito nervosismo nas conclusões perdendo grandes situações de gol. Aos 27 por exemplo Baltazar perdeu de cima ao chutar no travessão uma cruzada de Tarciso. Na seqüência Renato Sá chutou para fora.

O segundo tempo iniciou bem, com um gol de Baltazar, logo a três minutos e o Grêmio seguiu dominando, criando boas situações de gol mas a repetição dos erros nas conclusões fez com que o resultado permanecesse o mesmo. Baltazar foi substituído por Heber e saiu bastante vaiado. Odair saiu para a entrada Vilson Tadei. Casemiro e Newmar, as novidades, saíram-se bem especialmente o primeiro que foi importante na ligação da defesa com o ataque.
Depois de De León obrigar Ado a fazer mais uma boa defesa tentando aumentar o resultado, foi a vez de Paulo Isidoro ter excelente chance. Nos últimos minutos Heber marcou mas o juiz não validou: o centroavante concluiu e Marcão tirou de dentro. Tanto o árbitro como o bandeirinha estavam mal colocados e não deram o gol.

O Placar

1 x 0 — Newmar para o Grêmio aos 13 min. do primeiro tempo. Odair cobrou o escanteio e o zagueiro de cabeça acertou o canto esquerdo do goleiro Ado que falhou, a bola veio de longe.

2 x 0 — Baltazar para o Grêmio aos 3 min. do segundo tempo. A jogada começou com um cruzamento de Casemiro pelo lado direito. Baltazar acertou o travessão do Fortaleza e no rebote, o centroavante marcos o segundo gol gaúcho.” (Zero Hora, sexta-feira, 13 de março de 1981)

“Jogo ruim onde o Grêmio chutou 27 bolas a gol marcou só duas vezes, prova da fragilidade do Fortaleza e da inoperância do ataque gremista” (Emanuel Mattos, Revista Placar, Edição n.º 566 – 20 de março de 1981)

1981 zh fortaleza casa baltazar1981 chamada gaucha gremio fortaleza

TARCISO E ISIDORO PEDEM MAIS APOIO

O jogo recém havia terminado e foi o ponteiro Tarciso o primeiro a fazer críticas ao comportamento da torcida do Grémio durante o jogo contra o Fortaleza. “É uma pena a torcida não ter compreendido e não nos aplaudir nesta vitória muito importante” disse ele. Logo depois foi a vez de Paulo Isidoro desabafar:

— Acho que é bobagem ficar se preocupando com isto. Mas se a torcida não está satisfeita que entre ela em campo e faça o que nós estamos fazendo!

Todos os jogadores sem exceção estranharam as atitudes da torcida impaciente em muitos momentos e inclusive vaiando a alguns jogadores especialmente a Baltazar. Tadei chegou a fazer um apelo dizendo que “este e o início de urna nova etapa onde todos precisam se unir para ajudar o clube”. E o zagueiro Newmar, tentou dar uma pista para o problema: “creio que é uma consequência dos erros nas conclusões” (Zero Hora, sexta-feira, 13 de março de 1981)

ÊNIO VAI MANTER TADEI NA EQUIPE

Com o resultado de 2 a 0 definido desde o início do segundo tempo, o técnico Ênio Andrade tratou de aproveitar os 21 minutos finais para testar aquela que deverá ser a formação da equipe no jogo contra o Internacional: com Vilson Tadei na meia cancha e Renato Sá na ponta esquerda, saindo Odair.

— O Tadei e um jogador de habilidade e como o Renato faz um trabalho Importante na ligação do ataque com a meia cancha, tornando a equipe menos vulnerável, poderei escalar os dois neste jogo em Limeira.

Enio Andrade diz que estranhou o comportamento da torcida vaiando alguns jogadores em determinados momentos, elogiou o trabalho de Casemiro, e Newmar na primeira partida de ambos na equipe explicando que eles poderão continuar, o mesmo acontecendo com Vilson Tadei. “Com o jogo definido tratei de já ir testando esta nova formação”, disse ele. ” (Zero Hora, sexta-feira, 13 de março de 1981)

1981 classificaççao
Fotos: Zero Hora

GRÊMIO: Leão; Casemiro, Newmar, De León e Dirceu; China, Paulo Isidoro e Renato Sá; Tarciso, Baltazar (Eber) e Odair (Vilson Tadei)
Técnico: Ênio Andrade

FORTALEZA: Ado; Roberto, Marcão, Totó e Roner; Chinesinho, Odilan (Bosco) e Dudé; Mazola, Chico Explosão (Rogério) e Tiquinho.
Técnico: César Morais

Brasileirão 1981 – 2ª Fase – Grupo I – 2ª Rodada
Data: 12 de março de 1981, quinta-feira, 21h00min
Local: Estádio Olímpico- Porto Alegre
Público: 16.044 (14.947 pagantes)
Renda: Cr$ 1.691.630,00
Árbitro: Eraldo Palmerini (PR)
Auxiliares: Iolando Rodrigues e Alvir Renzi (SC)
Gols: Newmar aos 13 minutos do 1º tempo e Baltazar aos 3 minutos do 2º tempo