Archive for the ‘Gre-Nal’ Category

Carga de ingressos para torcida gremista no Beira-Rio no Borderô é sempre menor do que a carga divulgada pela imprensa

September 12, 2018

grenais diferenças

Já falei sobre esse “fenômeno” em 20132015, e ele vem se repetindo desde então. No último clássico Gre-Nal no Beira-Rio o roteiro não foi diferente: Os clubes divulgam a quantidade de ingressos disponíveis para a torcida gremista no Beira-Rio. Os clubes informam que todos esses ingressos foram vendidos. Mas no Borderô o quantidade de ingressos comprados pela torcida gremista sempre é menor do que a divulgada anteriormente.

Nesse último Gre-nal, o Globo Esporte noticiou que: “a torcida do Grêmio também adquiriu todos os 2 mil ingressos colocados à venda para o setor visitante“. Contudo,  no borderô, só constam como vendidos 1.700 ingressos para a torcida tricolor (imagem abaixo)

grenal 417

Nos Gre-Nais pós reabertura do Beira-Rio, esse desencontro entre borderô e noticíais só não aconteceu no clássico do Brasileirão 2014. Depois disso sempre essa discrepância nos números se verifica. Gostaria muito de entender a razão disso.

Gre-Nal n.º 417 – Inter 1×0 Grêmio – Data: 09/09/2018
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 2.000 – ”
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista: 2.000 ” diretoria Tricolor colocou à disposição os 2 mil bilhetes e eles foram adquiridos em poucas horas” (UOL)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 1.700
– Diferença: 300 ingressos

Gre-Nal n.º415 – Inter 2X0 Grêmio – Data: 21/03/2018
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 2.000 – “os torcedores do Grêmio esgotaram as 2 mil entradas disponíveis para a torcida visitante ” (GloboEsporte)
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista: 2.000 – “A torcida do Grêmio adquiriu os dois mil ingressos reservados ao clube, ao preço de R$ 40, para o Gre-Nal desta quarta-feira (20), no Beira-Rio ” (Zero Hora)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 1.640
– Diferença: 360 ingressos

grenal 415

Gre-Nal n.º413 – Inter 1X2 Grêmio – Data: 11/03/2018
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 2.000 – “Saiba quantos ingressos terá a torcida do Grêmio no Gre-Nal. Somente na área exclusiva para os torcedores do clube serão 2 mil lugares“(Zero Hora)
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista: 2.000 – ” Em apenas cinco minutos, os torcedores do Tricolor esgotaram todos os 2 mil ingressos destinados ao seu setor” (Gazeta Esportiva)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 1.700
– Diferença: 300 ingressos

grenal 413

Gre-Nal n.º410 – Inter 0X1 Grêmio – Data: 03/07/2016
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 2.500 – “No total, 3,5 mil gremistas poderão estar no Beira-Rio, mil deles na zona mista” (Zero Hora)
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista:  2.200 – ” O Grêmio anunciou, nesta sexta-feira, que dos 2500 ingressos destinados ao time ainda restam cerca de 300 para o clássico deste domingo” (Zero Hora)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 1.484
– Diferença: 716 ingressos
grenal 410

Gre-Nal n.º408 – Inter 1X0 Grêmio – Data: 22/11/2015
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 2.500 – “Foram destinados 3,5 mil ingressos para a torcida adversária, sendo 1 mil deles para a torcida mista” (Internacional.com.br)
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista:  2.500 – “Restam ingressos apenas para Cadeiras Centrais”(Internacional.com.br)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 1.304
– Diferença: 1.196 ingressos

grenal 408

Gre-Nal n.º406 – Inter 2X1 Grêmio – Data: 03/05/2015
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 2.500 – “A previsão é que o Inter ceda 3,5 mil ingressos para o Grêmio, sendo que mil para gremistas e colorados assistirem à partida lado a lado” (Zero Hora)
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista: 2.500 – “2.500 ingressos destinados ao torcedor gremista foram reservados em poucos minutos após serem disponibilizados no site do Clube. Restam apenas camarotes” (Grêmio.net)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 1.768
– Diferença: 732 ingressos

grenal 406

Gre-Nal n.º404 – Inter 0x0 Grêmio – Data: 01/03/2015
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 1.300 – “Além dos mil bilhetes mistos, os gremistas ainda terão 1,3 mil entradas para um espaço destinado apenas a eles no Beira-Rio” (UOL)
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista: 1.100 – “aos gremistas a comercialização foi encerrada ao meio-dia. Sobraram 200 entradas, que serão devolvida” (Globo Esporte)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 962
– Diferença: 138 ingressosgrenal 404

Gre-Nal n.º402 – Inter 2X0 Grêmio – Data:10/08/2014
– Quantidade de ingressos supostamente destinados para a torcida gremista: 1.300 – Uma reunião na sede do Ministério Público do Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira, definiu que os gremistas terão direito a 1,3 mil entradas para o clássico Gre-Nal do próximo domingo, no Beira-Rio” (UOL)
– Quantidade de ingressos supostamente vendidos para a torcida gremista: 1.300 – “Com todos os ingressos vendidos, exceto as áreas VIP” (Jornal do Comércio)
– Ingressos vendidos segundo o borderô: 1.300
– Diferença: 0
grenal 402

Não consegui encontrar notícias sobre vendas de todos os Gre-Nais na Arena, mas mesmo assim é possível dizer que o fenômeno se repete também na cargas dos visitantes nos Gre-Nais com mando do Grêmio.

grenais diferenças arena

Advertisements

Brasileirão 2018 – Internacional 1×0 Grêmio

September 12, 2018

gol edenilson diego guichard ge2018 grenal gol edenilson marcelo campos

O Grêmio entrou em campo com sérios desfalques (Everton e Kannemann, nas sua respectivas seleções e Maicon e Jael lesionados) e não conseguiu ter boa atuação no clássico. E acabou derrotado num erro infantil do seu sistema defensivo (que é o melhor do campeonato), quando permitiu que Edenilson se deslocasse desacompanhado até dentro da área gremista, onde saltou sem ser incomodado para aproveitar o bom cruzamento de Uendel e fazer o 1×0 (numa jogada que, conforme o próprio Renato reconheceu, era de pleno conhecimento dos atletas tricolores).

Gostaria de saber o tempo total de bola rolando nesse clássico. Esse é um dado que esses sites de estatísticas (WhoScored, SofaScore, FootStats, etc…) não costumam fornecer.

Essa história de um time sofrer com desfalque em jogo importante por causa de convocação da seleção é um absurdo que se repete há mais de 20 anos (E vai continuar acontecendo).

Rossi e Maicon conseguiram ser personagens do pós jogo sem terem jogado. Por aí já se começa a ver a inversão de valores que resulta nas cenas bizarras ocorridas após o apito final.

Tivemos um festival de hipocrisia. Um diretor do Internacional falou que tem “o  maior respeito pela instituição Grêmio, pela torcida do Grêmio” e que acha “que um clube fez o outro grande, uma instituição fortalece o outro“. Esse mesmo diretor, duas semanas antes mandou a diretoria gremista “espernear” quando esse se queixou da convocação da seleção.  Eu acho muito estranho se falar em “respeito com a instituição” quando essa mesma instituição baixa tanto o nível do debate esportivo, ao se propor a ter na sua folha de pagamento um troll das redes sociais.

Mais uma vez o número de ingressos anunciados para os visitantes não bateu com o divulgado no borderô (mais sobre isso no próximo post).

2018 grenal lucas uebel

Fotos: Diego Guichard (GloboEsporte), Lucas Uebel (Grêmio.net)  Marcelo Campos Fotografia

Internacional 1×0 Grêmio

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel (Fabiano, aos 32/2ºT); Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Nico López (D’Alessandro, aos 41/2ºT) e William Pottker; Jonatan Álvez (Leandro Damião, aos 20/2ºT).
Técnico: Odair Hellmann

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel , Bressan e Bruno Cortez; Cícero, Thaciano (Pepê, aos 18/2ºT), Ramiro, Luan (Jean Pyerre, aos 28/2ºT) eAlisson;  André (Thonny Anderson, aos 37/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

24ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2018
Data: 9 de setembro de 2018, domingo, 16h00min
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, RS
Público: 44.176 (40.348 pagantes).
Renda: R$ 1.375.621,00
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva(PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira(PE)
Cartões amarelos: Nico López, Cuesta, Rossi, Luan, Thaciano, Ramiro, André, Marcelo Grohe
Gol: Edenilson, aos 13 minutos do segundo tempo

Gre-Nais pelo Brasileirão no Beira-Rio

September 9, 2018
1996 paulo nunes 1

Brasileirão 1996 – Gre-Nal no Beira-Rio – Inter 1×2 Grêmio – Paulo Nunes marca o primeiro gol do jogo de bicicleta – Foto: Zero Hora

Até hoje foram disputados 55 Gre-Nais pelo Campeonato Brasileiro. Nesses 55 clássicos foram 22 vitórias do Grêmio, 15 empates e 18 vitórias do Inter.

Desses 55 Gre-Nais, 5 foram realizados na Arena, 32 no Beira-Rio, 1 no Centenário e 17 no Olímpico. Curiosamente os dez primeiros Gre-Nais pelo Brasileirão foram todos de mando do Inter.

Nos 32 Gre-Nais de Brasileirão realizados no Beira-Rio foram 15 vitórias do Inter, 4 empates e 13 vitórias do Grêmio.

Abaixo público algumas fotos desses clássicos de Brasileirão no Beira-Rio

1973 picasso

Brasileirão 1973 – Inter 1×1 Grêmio Picasso, Ancheta e Claudiomiro
Fonte: Zero Hora

1974

Brasileirão 1976-  Inter 3×1 Grêmio – Zequinha Vs. Chico Fraga
Foto: Zero Hora

1975 fuscao

Brasileirão 1975 –  Inter 1×0 Grêmio – Valdomiro e Paulo Cesar Carpegianni Vs. Picasso, Bolivar e Beto Fuscão
Foto: Zero Hora

1976 Grenal Brasileirao Inter 3x1 Gremio Zequinha Chico Fraga

Brasileirão 1976-  Inter 3×1 Grêmio – Zequinha Vs. Chico Fraga
Foto: Zero Hora

1977

Brasileirão 1977 – Inter 0x4 Grêmio – Estréia do uniforme todo vermelho do Internacional  
 
Foto: Zero Hora

1978

Brasileirão 1978 – Inter 2×3 Grêmio – André Catimba marca o primeiro gol do Grêmio no jogo (deixando o placar em 1×1)
Fonte: Zero Hora

1979

Brasileirão 1979 – Inter 1×0 Grêmio – Manga não chegou na bola chutada por Jair

1985 gol

Brasileirão 1985 – Inter 0x1 Grêmio – Luis Fernando Gaúcho marcou o gol da partida
Foto: J. Doval (Zero Hora)

z

1987

Brasileirão 1987 – Inter 0x1 Grêmio
Foto: Arivaldo Chaves (Zero Hora)

1988.jpg

Brasileirão 1988 – Semifinal – Inter 2×1 Grêmio
Foto: Fernando Gomes (Agência RBS)

1995

Brasileirão 1995 – Inter 0x1 Grêmio – Jardel – Foto: Zero Hora

1996 paulo nunes 2

Brasileirão 1996 – Gre-Nal no Beira-Rio – Inter 1×2 Grêmio – Paulo Nunes marca o primeiro gol do jogo de bicicleta – Foto: Zero Hora

1998 Brasileirao Inter 1x0 Gremio Mauro Vieira ZH

Brasileirão 1998 – Inter 1×0 Grêmio – Christian fez o único gol do jogo
Público: 32.404 (27.616 pagantes)
Renda: R$ 347.100,00
Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

2000

Brasileirão 2000 – Inter 1×2 Grêmio 
Foto: José Ernesto (Correio do Povo)

2002

Brasileirão 2002 – Inter 0x1 Grêmio – Rodrigo Mendes marcou o único gol do jogo
Foto: Roberto Santos (Correio do Povo)

2003

Brasileirão 2003 – Inter 0x1 Grêmio – Christian chuta e marca o único gol do jogo – Foto: Zero Hora

 

2004 Ricardo Chaves GloboEsprote

Brasileirão 2004 – Inter 2×0 Grêmio – Público: 23.525 (20.218 pagantes)

Foto: Ricardo Chaves (Globo Esporte)

2007 lucio

Brasileirão 2007 – Inter 0x2 Grêmio – Gol de Lúcio – Público: 33.478 (30.237 pagantes)

 

Brasileirão 2018 – Grêmio 0x0 Inter

May 13, 2018

2018 grenal mauro schaffer cp

Esse não foi o primeiro Gre-Nal a terminar em 0x0. Não foi a primeira vez que um dos times focou todos seus esforços no plano defensivo, apostando todas suas fichas em um empate. Assim acabo interpretando a declaração de Renato de que  “Foi um time grande, de Primeira Divisão, contra um time de Segunda Divisão” e que “O Inter joga como time pequeno” como frases destinadas à flauta e ao folclore, e não como uma leitura do que aconteceu em campo ou uma sincera indignação profissional.

Obviamente o Grêmio foi o único time que poderia ter saído com a vitória (e isso talvez tivesse acontecido caso o árbitro marcasse ao menos um dos três pênaltis reclamados pelo Presidente Romildo), mas o tricolor não fez uma grande partida, se ressentindo demais das ausências de Ramiro (que traz dinâmica e movimentação ao meio de campo) e de Léo Moura (que auxilia bastante no toque de bola paciencioso necessário para furar retrancas).

2018 grenal fabiano do amaral cpGrenal 416

– Média do público do Grêmio na Arena em 2018:
24.798 (22.551 pagantes)

– Média de público do Grêmio no Brasileirão 2018:
34.536 (31.954 pagantes)

– Média de público dos 11 Gre-Nais realizados até hoje na Arena:
44.354 (41.145 pagantes)

– Média de público dos 7 Gre-Nais realizados no Beira-Rio após a reforma para a Copa de 2014:
38.862 (31.430 pagantes)

– Média de público dos 5 Gre-Nais, válidos pelo Brasileirão, realizados até hoje na Arena: 47.532 (43.804 pagantes)

– Média de público dos últimos 20 Gre-Nais  pelo Brasileirão com mando do Grêmio:
37.454 pagantes

Grenal 416
Fotos: Mauro Schaefer e Fabiano do Amaral (Correio do Povo), Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 0x0 Inter

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson, Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur (Cícero, aos 38/2ºT) e Maicon; Alisson, Luan e Everton (Lima, aos 39/2ºT); André (Thonny Anderson, aos 33/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Fabiano, Victor Cuesta, Rodrigo Moledo e Iago; Rodrigo Dourado, Rossi (Juan Alano, aos 17/2ºT), Zeca (Gabriel Dias, aos 26/2ºT) e Patrick; Lucca e Leandro Damião (Brenner, aos 37/2ºT).
Técnico: Odair Hellmann

05ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2018
Data: 12/5/2018, sábado,  16h00min
Local: Arena Grêmio, Porto Alegre (RS)
Público: 51.870 (48.035 pagantes)
Renda: R$ 2.094.717,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: André, Maicon, Kannemann (GRE), Patrick, Lucca, Leandro Damião, Rodrigo Moledo (INT)

Gauchão 2018 – Inter 2×0 Grêmio

March 22, 2018

2018 Inter 2x0 Gremio Diego Guichard GloboEsporte2018 Inter 2x0 Gremio Ricardo Giusti Correio do Povo

Não acredito em um “bom momento” para perder um jogo, muito menos para ser derrotado em um clássico. Mas se havia em 2018 um momento que uma vitória colorada não teria maiores consequências para a temporada tricolor, esse momento foi ontem.

O jogo começou muito ruim, com um festival de chutões e divididas. Foi só após a primeira metade do primeiro tempo que o Inter, que precisava de três gols, foi conseguir ter algum tipo de iniciativa mais organizada, se aproximando da área gremista.  Aos 33 minutos, Bressan cometeu pênalti em Rodrigo Moledo. Nico Lopez converteu a cobrança. O Inter obviamente se animou com 1×0, mas não apresentou uma melhora repentina na qualidade do seu jogo. A pressão seguia muito mais na base de força, da vontade, especialmente nas bolas cruzadas na área (27 cruzamentos do Inter contra 7 do tricolor).

O segundo tempo acabou sendo um tanto parecido com o segundo tempo do Grenal de 10 dias atrás, com um Grêmio aparentando cansaço e o Inter buscando ocupar espaços no seu campo de ataque. D´alessandro marcou o segundo, logo aos 2 minutos, cobrando uma falta inexistente (só o bandeirinha viu um contato faltoso de Kannemann em Gabriel Dias). O 2×0 no placar deixou o jogo ainda mais tenso, mas o Inter não articulou nenhuma jogada concreta depois de marcar o segundo gol, apesar de seu treinador ter colocado todo seu time a frente.

Grenal

Arrisco a dizer que desde 2011/2012 (quando o estádio estava em obras) não havia se registrado um público abaixo da casa dos 30 mil em Gre-nais no Beira-Rio.

Entendo que desmerecer a vitória do adversário é inerente ao folclore da rivalidade, mas eu não me filio a esse corrente que considera “gol de bola parada” como algo de menor valor.

Não acho absurda a escolha feita por Renato de começar o jogo com Cícero de titular. A opção por um jogador que auxiliaria bastante na defesa no jogo aéreo fazia muito sentido. O problema é que ele não mostrou bom entrosamento com Jaílson, tanto na hora de sair jogando e especialmente na hora de marcar (era perceptível o distanciamento dos dois, o que deixou a dupla de zaga um tanto exposta).

Grenal
Fotos: Diego Guichard (GloboEsporte.com),  Ricardo Giusti (Correio do Povo) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Inter 2×0 Grêmio

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano (Brenner, aos 5′ do 2°T), Rodrigo Moledo, Cuesta (Camilo, aos 40′ do 2°T) e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Gabriel Dias (Wellington Silva, aos 29′ do 2°T), Patrick e D’Alessandro; Nico López.
Técnico: Odair Hellmann

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson, aos 27′ do 2°T), Bressan, Kannemann e Cortez; Jailso e Cícero; Ramiro, Luan e Everton (Michel, aos 46′ do 2°T); Jael (Arthur, aos 19′ do 2°T).
Técnico: Renato Portaluppi

Gauchão 2018 – Quartas de final – Jogo de volta
Data: 21/3/2017, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, RS
Público: 26.219  (23.753 pagantes)
Renda: R$ 961.157,00
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Lúcio Beiersdorf Flor
Cartões amarelos: Rodrigo Dourado, Nico López, D’Alessandro, Cuesta e Rodrigo Moledo; Bressan, Cortez, Kannemann e Alisson
Gols: Nico López (de pênalti) aos 33 minutos do 1°T e D’Alessandro aos 2º minutos do 2° tempo

Gauchão 2018 – Grêmio 3×0 Inter

March 21, 2018

40176727244_204707594e_k

O Grêmio não fez um bom primeiro tempo. O time parecia num ritmo lento, não conseguia trocar passes com a velocidade habitual e não pressionava a saída de bola do adversário. Havia também alguma confusão no encaixe da marcação dos atletas colorados, que atuavam numa espécie de 4-1-4-1. Apesar de não contar com um centroavante de ofício na sua escalação inicial, mais uma vez o co-irmão forçou bastante o jogo aéreo.  E assim teve suas melhores chances. Marcelo Grohe fez duas boas defesas nas cabeçadas de Rodrigo Dourado e Patrick. Levar o 0x0 para o intervalo parecia bom negócio para o tricolor, mas aos 47 minutos da primeira etapa Everton abriu o marcador, numa jogada de treino, completando para as redes após troca de passes entre Maicon, Luan e Ramiro.

Nos 45 minutos finais o Grêmio dominou completamente a partida, ampliando para 2×0 numa cobrança de falta de Jael e estabelecendo o 3×0 na conclusão de Arthur após assistência de ombro de Jael.

2018 gremio 3x0 inter fabiano do amaral cp

Anderson Daronco ignorou completamente o  que determina Livro de Regras ao não mostrar o segundo amarelo para Cuesta quando este tocou “ a bola com a mão para marcar um gol. Vale lembrar que a regra ainda reforça que  “não é necessário que” o atleta consiga marcar o gol. Mas para o Grêmio isso talvez até tenha sido bom, pois o terceiro gol saiu logo depois e uma expulsão certamente atrasaria a sequência da partida.

40176726954_0d82c9dffc_k
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Fabiano do Amaral (Correio do Povo)

Grêmio 3×0 Inter

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson e Maicon (Arthur aos 13/2ºT) ; Ramiro, Luan e Everton (Alisson, aos 29/2ºT); Jael.
Técnico: Renato Portaluppi

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Edenilson, Victor Cuesta, Rodrigo Moledo e Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias (Fabiano, aos 22/2ºT), Marcinho (Rossi, aos 17/2ºT),Patrick e D’Alessandro;  Nico López (Roger, aos 34/2ºT)
Técnico: Odair Hellmann

Campeonato Gaúcho 2018 – Quartas de final – Jogo de ida
Data: 18 de março de 2018, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 44.777 (41.693 pagantes)
Renda: R$ 2.116.074,00
Árbitro: Anderson Daronco
Assistentes: José Eduardo Calza e Leirson Peng Martins
Cartões amarelos: Kannemann, Everton, Cuesta, Gabriel Dias, Edenilson, Rossi e Fabiano
Gols: Everton, aos 47 minutos do primeiro tempo; Jael, aos 17 e Arthur, aos 31 minutos do segundo tempo

Gauchão 2018 – Inter 1×2 Grêmio

March 12, 2018

25883201557_b8aab1869e_k40711346082_a5f757af84_k40754076461_12980b8ee2_k

O Grêmio só precisou de 45 minutos para ganhar o Gre-Nal.

Falando sério, é incontroverso que o clássico de fato teve dois tempos com dinâmicas bem diferentes. Mas não consigo concordar com essa análise desvincula totalmente uma etapa da outra. O segundo tempo é uma consequência do primeiro tempo. E nesse jogo, o Grêmio teve ampla vantagem no primeiro tempo, abrindo 2×0, em dois gols de Luan (o primeiro originado num lançamento de Jailson para Cortez, que cruzou rasteiro para o camisa 7 concluir para as redes. O segundo num pênalti de Cuesta em Everton), e tendo ao menos mais duas chances claras de gol, nas conclusões de Everton e Jael.

O placar de 2×0  empurrava para o Inter a obrigação de mudar o andamento da partida. E em parte os comandados de Odair Hellmann conseguiram fazer isso, descontando 2 minutos após o retorno do intervalo na cabeçada de Rodrigo Dourado após cobrança de escanteio. Depois disso, o Inter permaneceu quase todo o restante da partida dentro do seu campo de ataque, mas apelou demasiadamente para o jogo aéreo. O Grêmio não conseguia segurar a posse de bola e/ou encaixar contra-ataques e perdia a maioria dos rebotes. Além da resposta/melhora colorada, ficou também evidente na segunda etapa a diferença de tempo de preparação das equipes (Inter se reapresentou no dia 2 de janeiro e o Grêmio só no dia 18) e o fato de o Grêmio ter tido compromisso pelo Gauchão no meio de semana que antecedeu o clássico.

26883304158_d0724b6158_k40753971251_df012aa4aa_k

Me parece que o time do Grêmio usou a meia do uniforme  azul de goleiro da temporada passada. Por razões de superstição (no creo en brujas, pero…) prefiro a meia azul em relação a preta nos Gre-Nais como visitante. E não costumo achar legal quando o tom de azul da meia é diferente do tom de azul da camisa, mas essa combinação de ontem lembrou o uniforme do Gre-Nal do gol do Pedro Junior no Gauchão de 2006.

Desde Cruzeiro X Grêmio pela Libertadores de 2009 que eu não vi um juiz ter que ser substituído por lesão. É bem preocupante essa história que o Jean Pierre precisou fazer teste físico para o Brasileirão dois dias antes do clássico.

Assim como aconteceu no Gre-Nal anterior no Beira-Rio (pelo Brasileirão de 2016), a pressão do Inter no segundo tempo passou muita pela insistência em cruzar bolas na área (36 cruzamentos do Inter contra 11 do Grêmio).

galeria_foto_ricardo duarte sci
Fotos
: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Ricardo Duarte (S.C. Internacional)

Inter 1×2 Grêmio

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Dudu (Gabriel Dias, intervalo), Klaus, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick (Wellington Silva, aos 43/2º), D’Alessandro e Nico López; Roger (Marcinho, aos 28/2ºT).
Técnico: Odair Hellmann

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson (Alisson, aos 17/2ºT), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson e Maicon; Ramiro, Luan e Everton (Marcelo Oliveira, aos 51/2ºT); Jael (Michel, aos 31/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

06ª Rodada (Rodada atrasada) – Campeonato Gaúcho 2018
Data: 11/3/2018, domingo, 17h00min
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre – RS
Público: 42.327 (38.239 pagantes)
Renda: R$ 1.481.244,00
Árbitros: Jean Pierre (RS) e Jonathan Pinheiro (RS) (entrou aos 24’/2ºT)
Auxiliares: Lúcio Beiersdorf Flor e Rafael da Silva Alves(RS)
Cartões amarelos: Cuesta, D’Alessandro, Edenilson, Gabriel Dias,Kannemnann, Maicon, Geromel
Gols: Luan, aos 23 minutos do primeiro tempo, Luan (de pênalti) aos 27 minutos do primeiro tempo; Rodrigo Dourado, aos 2 minutos do segundo tempo.

Gauchão 2017 – Grêmio 2×2 Inter

March 5, 2017

2017-12017-4

Foi um bom Gre-nal. Disputado, corrido e com alternância no placar. Pelo lado do Grêmio o jogo deixou um sentimento dividido. Por um lado essa foi a atuação mais vibrante do time na temporada e o tricolor dominou seu adversário na maior parte da partida; por outro lado, esse domínio não resultou em vitória e não me parece demasiado achar que essa equipe do Grêmio já deveria ter maturidade suficiente para saber traduzir em gols a superioridade que demonstrou em outros quesitos (posse de bola, finalizações, etc…) durante os 90 minutos.

Não vi o “massacre” mencionado por Renato na coletiva, mas é inegável que o Grêmio assumiu o controle do jogo a partir do pontapé inicial. O Inter não conseguia encaixar a marcação e os avantes gremistas tinham liberdade para jogar no espaço existente entre as linhas da zaga e do meio campo colorado. Aos 21, num rápido contra-ataque, Pedro Rocha deu um belo passe para Bolaños abrir o marcador. Depois disso o tricolor continuou rondando a área adversária, mas não conseguiu chegar ao segundo gol.

Antonio Carlos Zago mexeu no seu time no intervalo, colocando Roberson e Nico Lopez em campo. Com isso, D´Alessandro recuou e acabou tendo liberdade para armar jogadas. O Grêmio ficou excessivamente “espalhado” no campo, dando espaço para o Inter trocar passes. E foi aí que aconteceu a virada, num intervalo de dois  minutos, em dois gols  que os dianteiros colorados entraram tabelando pelo meio da defesa gremista (uma “bobeira” inaceitável para um clássico). Menos mal que o Grêmio conseguiu reagir. Fernandinho marcou o 2×2 com um forte chute cruzado. E já com Barrios e Lincoln em campo o tricolor seguiu buscando o terceiro gol (que não veio) até o apito final.

2017 ricardo duarte inter
2017-ricardo-duarte

Até o gol do Fernandinho  0 jogo estava muito parecido com aquele fatídico primeiro Gre-Nal de 2003.

Com a jogada do gol é de se perguntar se Fernandinho não deveria ser preferencialmente escalado para jogar aberto pelo lado direito, de onde ele pode cortar para dentro e buscar a finalização.

Pedro Rocha não pode ser tido somente como um “assessor de lateral”. O passe com o lado de fora do pé para o gol do Bolaños mostra que ele tem  técnica e visão de jogo.

Bolaños segue bem em 2017. Impressionante a velocidade que ele dominou e concluiu a jogada no 1×0.

Leandro Vuaden deu uma importante contribuição ao futebol brasileiro ao ser um dos percursores de um estilo de arbitragem que privilegia o jogo mais movimentado, deixando de marcar faltas em qualquer jogada com contato. Mas essa maneira de apitar exige bastante da capacidade atlética do juiz. Capacidade que Vuaden parece não ter no momento. Além disso, ele, infelizmente, se mostrou atrapalhado neste Gre-Nal. Exemplo disso foi o lance que ele deixou de dar vantagem em uma jogada em que Bolaños claramente estava levando vantagem (e ainda deu amarelo para o equatoriano). Ademais, deixou de dar um pênalti de Paulão (que deu um carrinho e não tocou na bola) em Pedro Rocha.

2017-32017-2
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Ricardo Duarte (Inter)

Grêmio 2×2 Inter

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel (Fernandinho, 22/2º) e Jailson (Lincoln, 37/2º); Ramiro, Bolaños e Pedro Rocha (Lucas Barrios, 14/2º); Luan
Técnico: Renato Portaluppi

INTER: Danilo Fernandes; William, Léo Ortiz, Paulão e Carlinhos; Dourado, Charles (Roberson,intervalo), Uendel e D´Alessandro; Carlos (Nico López, intervalo) e Brenner (Anselmo, 24/2º)
Técnico: Antônio Carlos Zago

06ª Rodada – 1ª Fase – Campeonato Gaúcho 2017
Data: 04/02/2017, Sábado, 18h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 45.903 (43.032 pagantes)
Renda: R$ 1.909.903,00.
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Lúcio Beiersdorf Flor e José Eduardo Calza
Cartões amarelos: Michel, Bolaños, Luan e Geromel; Léo Ortiz, Nico López, Anselmo, Paulão e D’Alessandro
Gols: Bolaños, aos 21 minutos do primeiro tempo; Roberson,aos 10 minutos do segundo tempo; Brenner, aos 13 minutos do segundo tempo; Fernandinho,aos 23 minutos do segundo tempo;

Brasileirão 2016 – Grêmio 0x0 Inter

October 24, 2016

2016-grenal-brasileirao-0x0-2

Foi um Gre-Nal de pouquíssimas alternativas. Chances concretas de marcar foram apenas uma para cada lado no segundo tempo: a cabeçada de Kannemann depois de um escanteio e o chute por cima de Vitinho em um contra-ataque perigoso. De resto se viu um jogo truncado, com algumas tentativas de conclusão de fora da área. Após a longa paralisação em razão das expulsões, as equipes adotaram uma postura ainda mais cautelosa.

Entendo que tenha que se levar o fato de que a lesão na mandíbula atrapalhou o ritmo de jogo do Bolaños, mas isso não explica porque ele, com 26 anos, se movimenta menos que Douglas (que tem 34). Com a escalação do equatoriano, o Grêmio teve menos troca de posicionamento entre seus homens de frente e assim Luan acabou jogando mais longe do gol, onde costuma render menos.
2016-grenal-brasileirao-0x0-3

Eu não sei o que foi mais absurdo: o fato do Vitinho não ter sido expulso apesar de ter dado um soco no Kannemann ou o fato do Rodrigo Dourado ter sido expulso por ter levado dois socos do Edilson (não vi nos replays o tal do revide mencionado pelo juiz na súmula)

Renato foi didático ao explicar a função exercida pelo Ramiro e ao dizer porque Everton está na reserva de Pedro Rocha. De um modo geral ele é autêntico e espontaneamente engraçado nas coletivas, mas ontem parecia falar como se tivesse vencido o clássico e como se estivesse no G6.  Kannemann e Geromel foram os melhores atletas do Grêmio na partida, e isso é preocupante se de fato foi o tricolor o time que buscou a vitória.

Foi batido o recorde de público da Arena ontem (desde 1996 o Grêmio não tinha dois públicos acima de 50 mil em partidas de Campeonato Brasileiro), mas o estádio ainda não lotou. Um dado curioso é que o percentual de não pagantes ontem (10,55%) foi maior do que no jogo contra o Corinthians (8,01%).

2016-grenal-brasileirao-0x0-1
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 0x0 Inter

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Guilherme – 39’/2ºT) e Ramiro; Miller Bolanõs (Jaílson – 20’/2ºT), Luan e Pedro Rocha (Everton – 11’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Anselmo, Rodrigo Dourado, William e Valdívia (Eduardo Henrique – 24’/2ºT); Eduardo Sasha (Gustavo Ferrareis – 41’/2ºT) e Vitinho (Aylon – 39’/2ºT)
Técnico: Celso Roth

32ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 23/10/2016, domingo, 17h00min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre-RS
Público: 53.287 (47.662 pagantes)
Renda: R$ 1.782.613,00
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Auxiliares: Alessandro A. Rocha de Matos (FIFA-BA) e Bruno Raphael Pires (FIFA-GO)
Cartões Amarelos: Anselmo e Vitinho (INT)
Cartões Vermelhos: Edílson (GRE, aos 17’/2ºT) e Rodrigo Dourado (INT, aos 20’/2ºT)

Retrospecto e público dos Gre-Nais de 1996 a 2016

October 21, 2016

publico-grenais-desde-1986

Fiz um breve levantamento sobre o retrospecto e o público dos Gre-Nais desde 1996.

A média de público é maior levando em conta apenas os jogos do Brasileirão e maior levando em conta somente os jogos disputados na Arena (embora tenham sido disputados poucos clássicos no Humaitá). Neste link é possível achar mais dados sobre a média de público do Grêmio no Brasileirão de acordo com o adversário.

É interessante notar que o Grêmio tem um retrospecto melhor quando se considera apenas os jogos do Campeonato Brasileiro (Mais dados sobre isso podem ser visto neste link).

 

retrospecto-grenais-desde-1986-2