Archive for the ‘Joinville’ Category

Brasileirão 2015 – Joinville 0x2 Grêmio

December 9, 2015

O Grêmio fez o que tinha que fazer e derrotou o já rebaixado (e último colocado na competição) Joinville. A partida acabou tendo como fator mais interessante o estado do gramado, encharcado pela chuva. O primeiro gol saiu após boa jogada de Geromel pela ponta esquerda que Marcelo Oliveira (foto abaixo) completou para as redes. O segundo “tento” acabou sendo providenciado por uma poça d´água, que parou a bola para Bobô,  enganando o goleiro Agenor que tinha saído da área para cortar o cruzamento de Ramiro.
Foi curioso notar que, apesar de jogar com centroavante típico e num gramado pesado, o Grêmio teve muito mais movimentação no seu ataque do que no último Gre-Nal. Giuliano foi o exemplo mais claro dessa maior mobilidade e disposição dos homens de frente do tricolor.
Creio que o a diretoria do Grêmio não deveria falar de nenhuma outra renovação antes de se acertar com Geromel (só espero que faça isso de maneira mais clara na comparação do que foi anunciado no início do ano)

A obtenção da vaga direta para a Libertadores é um resultado muito bom se considerarmos o cenário que se desenhava no início do ano e no início da competição. O Grêmio só ficou atrás de Corinthians e Atlético-MG, que são equipes com planteis mais renomados (e provavelmente mais caros) e com trabalhos consolidados há mais tempo (Nunca é demais lembrar que o tricolor começou 2015 com Felipão e com a direção apostando num esquema com dois centroavantes). E, curiosamente, não foi por causa do confronto direto que ficou atrás destas equipes.

Acho (e só acho) que o Grêmio deveria decidir e deixar bem claro os seus objetivos para 2016. Fiquei bastante incomodado quanto o Presidente Romildo Bolzan alterou seu discurso após o empate em casa contra o Fluminense. No final do ano passado o Presidente garantia que o objetivo para 2015 era “o título gaúcho e um título nacional.”. Depois da eliminação na Copa do Brasil, o objetivo  inicial subitamente passou a ser “buscar vaga na Libertadores“.
Estranhamente em 2015 o Grêmio chegou mais longe justo na competição mais difícil que tinha pela frente.


Fotos: Carlos Jr. (Lance) e Leo Munhoz (Zero Hora)

Joinville 0x2 Grêmio

JOINVILLE: Agenor, Eduardo Ratinho (Marcelo Costa, 30’/2ºT), Rafael Donato, Alef e Diego; Danrlei, Anselmo (Mário Sérgio, Intervalo), Kadu e Ítalo (Fernando Viana, 23’/2ºT); Trípodi e Edgar Junio
Técnico: Claudiomiro. 
GRÊMIO: Bruno Grassi; Galhardo, Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace (Vitinho, 31/2ºT), Ramiro, Giuliano, Luan (Pedro Rocha, 12’/1ºT) e Everton (Edinho, Intervalo); Bobô
Técnico: Roger Machado. 
38ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2015 

Data: 6/12/2015, domingo, 17h00min
Local: Arena Joinville, em Joinville -SC
Público: 5.979 pagantes
Renda: R$ 199.245,00
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Auxiliares: Moisés Aparecido de Souza (SP) e José Raimundo Dias da Hora (BA)
Cartões amarelos: Diego, Eduardo Ratinho e Rafael Donato (JOI); Ramiro (GRE)
Gols: Marcelo Oliveira, aos 5 do 1º tempo e Bobô 14’/2ºT(0-2).

Advertisements

Brasileirão 2015 – Grêmio 2×1 Joinville

August 17, 2015

Na quinta, o Grêmio se “credenciou” no campeonato ao derrotar o então líder, nos seus domínios, mostrando grande futebol. Já ontem, o crescimento da moral da equipe se deu por motivos bem distintos. Dessa vez o Grêmio mostrou força ao buscar uma virada em casa, contornando as imensas dificuldades apresentadas contra um equipe da zona de rebaixamento.

E dentre essas dificuldades, a principal foi a ausência de Luan. Sem um jogador com as mesmas características, Roger optou por escalar Bobô com o homem mais avançado. E essa opção por um centroavante de área implicou em uma mudança na forma do time jogar. O ataque ficou mais estático, mais previsível, sem tanta movimentação. Douglas, que vem jogando mais perto do gol, trocando de posição com Luan, passou a jogar bem mais recuado, próximo aos volantes (o que foi alvo de reclamação do treinador na coletiva). E bola ficava por demais nos pés de Maicon, o que prejudicava a velocidade na construção das jogadas. 

Por óbvio esses problemas foram acentuados pelo fato do Joinville ter saído na frente logo aos 3 minutos, na cabeçada de Bruno Aguiar após boa cobrança de escanteio de Edigar Junio. O time e a torcida do Grêmio se impacientaram, e os visitantes tiveram chances claríssimas de ampliar, colocando bola no travessão e etc… O Grêmio só foi achar seu tom na partida no segundo tempo, já com Fernandinho, que mais uma vez entrou bem na partida. A virada saiu em dois lances de bola parada. Aos 15 minutos, Douglas bateu escanteio e Erazo se antecipou a Guti e completou para as redes de cabeça. E aos 38, Galhardo colocou bastante curva na sua cobrança de falta, mandando a falta lá onde a coruja dorme.

 

A Arena recebeu 31 mil pagantes no jogo contra o Sport. No Grenal esse número subiu para 42 mil e voltou para a mesma casa dos 31 mil contra o Joinville. Entendo o interesse maior no clássico, mas fica claro que há algum problema nessa relação da ida ao estádio que fez com que que o entusiasmo da torcida com as últimas atuações não tenha se traduzido num aumento do público.
Muito justo e merecido o espontâneo reconhecimento da torcida a Marcelinho Paraíba.
A entrevistas do Roger seguem sendo muito boas. O uso da historinha da luta entre o urso e o jacaré para explicar a boa fase dos zagueiros foi genial.

Eu não gosto muito das formalidades impostas e banalizadas. Mas já que o protocolo do campeonato prevê a execução do Hino Nacional com os time em campo, seria interessante (e barato) hastear uma bandeira em algum lugar do estádio. Ver os atletas virados pro telão fica meio estranho.

Grêmio Grêmio 2×1 Joinville Joinville

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano, Douglas (Maxi Rodríguez, 22’/2°) e Pedro Rocha (Fernandinho, int.); Bobô (Braian Rodríguez, 32’/2°). 
Técnico: Roger Machado 
JOINVILLE: Agenor; Mário Sérgio (Danrlei, 32’/2°), Bruno Aguiar, Guti e Diego; Anselmo, Naldo, Kadu e Willian Popp (Marion, 17’/2°); Marcelinho Paraíba (Marcelo Costa, 7’/2°) e Edigar Junio
Técnico: PC Gusmão

19ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2015
Data: 16/08/2015, domingo, 18h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 33.454 (31.183 pagantes)
Renda: R$ 1.069.768,00
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Marcos Welb Rocha de Amorim (BA)
Cartões amarelos: Marcelo Oliveira (GRE)
Gols: Bruno Aguiar, aos 3 minutos do primeiro tempo; Erazo, aos 15 minutos do segundo tempo. Rafael Galhardo, aos 38 minutos do segundo tempo.