Archive for the ‘Libertadores 2017’ Category

Libertadores 2017 – Lanús 1×2 Grêmio

November 30, 2017

gol fernandinho fabiano do amaral olegol fernandinho ole

E o Grêmio chegou ao tricampeonato da Libertadores. E chegou graças a um primeiro tempo memorável na Argentina, onde o tricolor conseguiu repetir os seus melhores momentos da temporada. A subida de rendimento do time gremista em relação ao primeiro jogo passa, obviamente, pelo fato do Lanús se ter visto obrigado a sair pro jogo mas também por uma correção de posicionamento dos seus homens de frente. Ramiro e Fernandinho se preocuparam em fechar os lados de campo, formando uma linha de 4 com Arthur e Jaílson. Com isso, Luan e Barrios ficaram responsáveis por pressionar a saída de bola do adversário, que não voltou a demonstrar a mesma desenvoltura e tranquilidade na hora de construir as jogadas desde os seus homens de defesa. Assim o Grêmio chegou com certa naturalidade ao 2×0. Primeiro, aos 27 minutos, Fernandinho pegou um rebote no campo de defesa, se aproveitou do erro do lateral José Gomez e correu até a área adversária, de onde chutou forte de pé-esquerdo para abrir o placar. Depois, aos 42 minutos, Luan recebeu de Jaílson e foi avançando com uma calma impressionante, passando a dribles pelos marcadores e dando uma cavadinha na saída do goleiro Andrada (Desde Raul no mundial de 1998 eu não via um jogador tão tranquilo na frente do gol em um jogo dessa importância).

O Lanús só foi conseguir reagir depois dos 20 minutos do segundo tempo, quando o atacante Marcelino Herrera entrou no lugar do zagueiro Herrera. Aos 26, Jailson fez pênalti em Acosta, que Sand converteu. Mas depois disso o ataque granate pouco ameaçou a meta defendida por Marcelo Grohe.
luan gol lanus la nacion38733682911_754e2daab2_k

Arthur jogou demais. O que justifica ele ter sido escolhido o melhor em campo mesmo tendo atuado por pouco mais da metade da partida.

Na comparação com o primeiro jogo, ontem o Luan jogou mais centralizado e esteve bem mais presente dentro da área. Já Fernandinho ficou mais fixo no lado esquerdo e acabou participando bem mais do jogo.

Bressan foi muito bem, como costuma ir quando é escalado para marcar de perto um centroavante de área do adversário.

Não entendi porque os jogadores colocaram a camisa reserva para receber a taça e erguer o troféu.

Me pareceu pouco prudente permitir que o Renato usasse um boné dos Yankees na coletiva, ainda mais quando sabemos que os nova-iorquinos estão procurando um novo técnico.

juan mabromata gazetavzjuan mabromata gazetajuan mabromata gazetav23871883537_8a14dbc194_h38705056882_e599ce49e2_bgeromel-1-1260x710 kannemann trivela
lanus volta pedro h tesch agencia eleven
Fotos: La Nacion, Olé, Agustin Marcarian (R7),  Juan Mabromata (Gazeta Esportiva), Pedro H. Tesch (Agência Eleven), Trivela  e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Lanús 1×2 Grêmio

LANÚS: Andrada; José Gómez, Marcelo Herrera (Marcelino Moreno, aos 22/2ºT), Rolando García e Maxi Velázquez (Germán Denis, aos 42/2ºT); Marcone, Martínez e Pasquini; Alejandro Silva (Matías Rojas, aos 32/2ºT), José Sand e Acosta.
Técnico: Jorge Almirón

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Bressan (Rafael Thyere, aos 36/2ºT) e Cortez; Jailson e Arthur (Michel, aos 5/2ºT; Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios (Cícero, aos 31/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2017 – Final – Jogo de volta
Data: 29/11/2017, quarta-feira, 21h45min
Local: La Fortaleza, em Buenos Aires-ARG
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)
Auxiliares: Eduardo Cardozo (PAR) Juan Zorrilla (PAR)
Cartões amarelos: Rolando García, Maxi Velázquez (LAN), Edílson, Jailson, Cortez, Ramiro, Grohe (GRE)
Cartões vermelhos: Ramiro (GRE) aos 37 do 2º tempo
Gols: Fernandinho, aos 27, e Luan, aos 42 minutos do primeiro tempo; José Sand (de pênalti), aos 26 minutos do segundo tempo.

Advertisements

Libertadores 2017 – Grêmio 1×0 Lanús

November 23, 2017

IMG_2180 - Copia (2)gremio lanus pedro tesch
DESCRIÇÃO: Copa Libertadores. Grêmio vs Lanús.gol diego guichard geIMG_2181

O Grêmio conseguiu sair em vantagem no primeiro jogo da final da Libertadores 2017. E conseguiu a vantagem quando já parecia que teria que se contentar com um frustrante 0x0 na Arena. O primeiro tempo foi todo favorável ao Lanús, que tirou os espaços do Grêmio sem deixar de ameaçar nos contra-ataques. Os visitantes só não abriram o placar em razão da grande atuação de Marcelo Grohe, que fez duas grandes defesas no chute de Martinez (aos 33 minutos) e na cabeçada de Braghieri (aos 39 minutos). Nos primeiros 45 minutos o tricolor teve bastante iniciativa, mas pouco criou, uma vez que não conseguia colocar velocidade suficiente no seu toque de bola para abrir espaços na defesa adversária (as duas melhores oportunidades foram em passes errados do goleiro Andrada).

No segundo tempo o jogo aconteceu quase que exclusivamente no campo de ataque do Grêmio. Marcelo Grohe virou um privilegiado espectador. Contudo o tricolor não conseguiu impor longos momentos de pressão, ameaçando em lances isolados, num chute de fora da área de Cortez (aos 13 minutos) e numa cabeçada de Jailson (aos 19 minutos). O volume de jogo do Grêmio  só aumentou depois que Renato fez as três substituições, o que deu novo gás ao ataque. A bola passou a rondar a área do Lanús até que aos 37 minutos Edilson levantou na área, Jael ajeitou de cabeça e Cícero tirou do goleiro para fazer o 1×0. Depois disso o clima no estádio mudou completamente e o Grêmio poderia até ter feito o 2×0, caso o árbitro tivesse marcado o pênalti escandaloso de Alejandro Silva em Jael.

IMG_1980IMG_1982IMG_1991IMG_1997IMG_1998IMG_2002IMG_2006

O “ ficou sempre muito longe da área. Já no caso do Cícero, 2 dos 24 toques que ele deu na bola foram dentro da área (e em um deles saiu o gol).

Eu achei interessante que ontem o Jailson se projetou mais ao ataque do que o Arthur. O que faz certo sentido se pensarmos na qualidade do Arthur pra fazer a bola rodar, mas Jaílson não tem tanta desenvoltura quando aparece no ataque.

O juiz foi muito mal. Desde o início parecia que ele estava apitando para se preservar, truncando o jogo, apitando faltas de ataque inexistentes e conversando demasiadamente antes de todas as bolas paradas. Além disso, fiquei com a sensação que ele “se perdeu” após dar um cartão totalmente descabido para Kannemann. Geromel não levou qualquer advertência numa falta duríssima que cometeu e o cartão amarelo para Braghieri só saiu depois de muita pressão dos gremistas. Mas o lance mais grave certamente é o pênalti não marcado em Jael. Com muita boa vontade até dá pra considerar que o árbitro não tenha visto ou tenha interpretado equivocadamente a jogada “in loco”, mas é inexplicável que o VAR não tenha corrigido o erro.

Assim como aconteceu contra o Botafogo, o Grêmio usou o calção preto desse ano com a fonte do ano passado.

Mais uma vez uma das rampas de acesso a esplanada estava fechada pouco menos de uma hora minutos antes do jogo começar. Mais uma vez os ambulantes se posicionaram de maneira que obstruíam a saída no final das rampas na saída do jogo. Se há um jogo que deveriam ser tomadas todas as preocupações de segurança esse jogo é a final da Libertadores.

De onde eu estava, vi mais de uma centena de pessoas pulando a divisória das cadeiras gramado para a arquibancada.

O público ficou abaixo da final da Copa do Brasil 2017. Achei muito estranho que tenha surgido uma carga extra de ingressos dias depois de ter sido anunciado o fim das vendas.

Fiquei na dúvida se aquela marca no círculo central foi algo planejado ou apenas um “efeito colateral” da montagem do palco do show do Michel Teló.

DESCRIÇÃO: Copa Libertadores. Grêmio vs Lanús.guichard geFotos: André Kruse (Grêmio1983),  Pedro H. Tesch (Yahoo), Fabiano do Amaral e Ricardo Giusti (Correio do Povo) e Diego Guichard (GloboEsporte)

Grêmio 1×0 Lanús

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson (Cícero, aos 26’/2°T), Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho (Everton, aos 11’/2°T); Lucas Barrios (Jael, aos 28’/2°T).
Técnico: Renato Portaluppi

LANÚS: Esteban Andrada; José Gómez, Rolando Garcia Guerreño e Diego Braghieri e Maxi Velázquez (Nicolás Aguirre, aos 33’/2°T); Iván Marcone, Gabriel Pasquini e Román Martínez; Alejandro Silva, José Sand e Lautaro Acosta.
Técnico: Jorge Almirón

Libertadores 2017 – Final – Jogo de Ida
Data: 22 de novembro de 2017, quarta-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 55.188 (51.256 pagantes)
Renda: R$ 6.526,427,00
Árbitro: Júlio Bascuñan (CHI)
Assistentes: Carlos Astroza (CHI) e Christian Schiemann (CHI)
Cartões amarelos: Grêmio: Walter Kannemann, Jailson, Cícero. Lanús: Acosta, Rolando García, Velázquez, Braghieri
Gol: Cícero, aos 37 minutos do segundo tempo

Libertadores 2017 – Grêmio 0x1 Barcelona de Guayaquil

November 4, 2017

IMG_1902a

Com a imensa vantagem conquistada no Equador o Grêmio tinha tarefa relativamente simples para a partida de volta: “cozinhar” o jogo por 90 minutos. E, de modo geral, o tricolor conseguiu fazer isso. Apesar de ter sofrido um gol (de Jonathan Alvez) ainda no primeiro tempo e apesar de por vezes ter “embarcado” na correria promovida pelo Barcelona.

Quando a escalação foi anunciada, imaginei que Cícero jogaria mais recuado, para povoar o meio de campo. Mas na prática ele jogou como centroavante típico. E não foi bem. Sentiu falta de ritmo de jogo e dificuldade em jogar de costas.
IMG_1904 - Copia (2)

IMG_1938

Arthur jogou demais. Melhor em campo pelo lado gremista.

Renato usou a gravata no mesmo estilo do Jim do “The Office”.

Tive a impressão que o esquema de trânsito para a saída do jogo realmente funcionou melhor. Para chegar no jogo o trânsito continuou ruim (se bem que é preciso levar em conta que era véspera de feriado).

Sou favorável a festa na arquibancada e a liberação do material da torcida. Mas as faixas e bandeirão bem no canto esquerdo da geral, colocadas pela primeira vez nessa semifinal,  atrapalharam bastante a visão de quem costuma ir ver o jogo naquele canto do estádio. Alguns poucos ajustes resolveriam o problema.

IMG_1960

Público de ontem foi o terceiro maior do Grêmio em jogos de Libertadores. Só ficou abaixo das finais de 1983 e 1995. Desde 1982 o Grêmio fez 83 jogos em casa pela Libertadores. A média de público nesses jogos é de 31.281.

Público de Grêmio 0x1 Barcelona foi o segundo maior do tricolor na Arena. Só ficou atrás da final do Copa do Brasil de 2016. Até hoje o Grêmio fez 168 jogos na Arena. A média de público é de 24.658 (22.413 pagantes)

Público de Grêmio 0x1 Barcelona foi o maior do tricolor em jogos de semifinal de Libertadores. A média das semis é 39.776 (35.615 pagantes). Ou 31.887 pagantes se considerarmos os jogos dos triangulares de 1983 e 1984.

Média de público do Grêmio em casa na temporada:
23.060 (21.019 pagantes)

Média de público do Grêmio na Libertadores 2017:
36.253 (33.780 pagantes)

IMG_1964IMG_1965IMG_1966

Grêmio 0x1 Barcelona de Guayaquil

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson, Arthur, Ramiro (Michel, aos 39/2ºT), Luan e Fernandinho (Éverton, aos 11/2ºT); Cícero (Jael, aos 24/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

BARCELONA: Banguera; Pedro Velasco, Mena, Arreaga e Caicedo; Minda, Matías Oyola e Damián Díaz (Ariel, aos 33/2ºT); Esterilla (José Ayoví, aos 21/2ºT), Marcos Caicedo (Erick Castillo, aos 27/2ºT) e Jonatan Álvez.
Técnico: Guillermo Almada

Libertadores 2017 – Semifinal – Jogo de volta
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 54.128 (51.065 pagantes)
Renda: R$ 3.370.918,00
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Auxiliares: Carlos Astroza (CHI) Cristhian Schiemann (CHI)
Cartões amarelos: Edílson, Kannemann (GRE), Esterilla, Arreaga, Oyola, Velasco (BAR)
Gols: Jonatan Álvez, aos 32 minutos do 1º tempo

Libertadores 2017 – Barcelona de Guayaquil 0x3 Grêmio

October 28, 2017

el universo carlos barros CERTOb
el universo carlos barros CERTO
37905992042_bd9b6339de_k

Mesmo com os 3×0 (maior vitória de um visitante em jogo de ida de semifinal de libertadores) e da grande atuação do Grêmio o lance mais comentado da partida foi a espetacular defesa de Marcelo Grohe na conclusão do centroavante Ariel (foto acima), aos 3 minutos do segundo jogo. Ali o jogo já estava 2×0 para o tricolor, mas um gol naquele momento poderia mudar a história da partida.

O 3×0 do Grêmio foi construído através de um toque de bola tranquilo, que retirou do Barcelona a oportunidade de “acelerar” as ações e pelo fato de Renato ter bloqueado o jogo pelos “costados” do time da casa (o posicionamento de Ramiro ilustra bem essa disposição dos atletas do Grêmio em não deixar as laterais abertas para o avanço dos pontas equatorianos).

Jailson foi um dos melhores em campo (só ficou abaixo de Luan e Edílson), o que  mostra o acerto na escolha por ele para jogar de primeiro volante.

37905988072_27dfee44ec_k
37226758864_54703bb23a_k
37882609106_812567f750_k

37905986472_e9cdc44cb1_k

BSC5 kARLY TORRES EL TELEGRAFO b
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net), Carlos Barros (El Universo) e Karly Torres (El Telegrafo)

Barcelona de Guayaquil 0x3 Grêmio

BARCELONA: Banguera; Bruno Velasco, Luis Caicedo, Arreaga e Beder Caicedo; Minda, Oyola, Esterilla (Ayovi, intervalo), Damian Díaz e Vera (Marcos Caicedo, intervalo); Ariel (Erick Castillo, aos 23/2ºT)
Técnico: Guillermo Almada

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson (Léo Moura, aos 13/2ºT), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson (Michel, aos 32/2ºT), Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios (Cícero, aos 35/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2017 – Semifinal – Jogo de ida
Data: 25 de outubro de 2017, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Monumental de Guayaquil, em Guaiaquil (EQU)
Público: 36.803
Renda: U$ 941.940,00
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernan Maidana (Argentina) e Juan Pablo Belatti (Argentina)
Cartões amarelos: Beder Caicedo e Barrios
Gols: Luan, aos 7, e Edílson, aos 20 minutos do primeiro tempo; Luan, aos 6 minutos do segundo tempo

Libertadores 2017 – Botafogo 0x0 Grêmio

September 14, 2017

36401129263_7a8a011ac3_k

O Grêmio foi cauteloso. Talvez demasiadamente cauteloso, mas é complicado enfrentar um adversário que prefere jogar no contra-ataque, mesmo quando atua em casa.

36401130593_a5d18e6c98_k36401129863_b824321a65_k
Botafogo 0x0 Grêmio

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes, Bruno Silva, João Paulo (Rodrigo Lindoso, 22’/2ºT) e Valencia (Marcos Vinícius, 25’/2ºT); Rodrigo Pimpão (Guilherme, 30’/2ºT) e Roger
Técnico: Jair Ventura.

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Edilson, Bressan, Kannemann e Cortez; Jailson e Arthur; Ramiro, Léo Moura (Rafael Thyere, 43’/2ºT) e Fernandinho; Barrios (Everton, 16’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2017 – Quartas de final – jogo de ida
Data: 13 de setembro de 2017, Quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 36.034 (33.235 pagantes)
Renda: R$ 2.029.375,00
Árbitro: José Argote (Venezuela)
Assistentes: Luis Murillo (Venezuela) e Carlos López (Venezuela)
Cartões amarelos: Rodrigo Pimpão, Matheus Fernandes (Bota)

Libertadores 2017 – Grêmio 2×1 Godoy Cruz

August 11, 2017

35635312934_e0cdbf97a1_k

O ritmo que o Godoy Cruz apresentou no início do jogo ajudou a afastar a ideia que o confronto já estava definindo. Em menos de 10 minutos os argentinos já tinham feito Marcelo Grohe trabalhar duas vezes. Aos 14 Correa abriu o placar ao surpreender o arqueiro gremista com um chute da intermediária.  O jogo só foi ficar tranquilo para o tricolor aos 28 minutos, quando o goleiro Burian se atrapalhou com um cruzamento despretensioso de Luan, Barrios aproveitou o vacilo e rolou para Pedro Rocha empatar a partida.

No segundo tempo, o Grêmio chegou a virada. Após uma sensacional arrancada de Geromel, Barrios chutou na trave e Pedro Rocha apanhou o rebote e completou para as redes.

35635313384_ec72a1a29c_k35635312374_429db90ea9_k

Belíssimo retorno de Barrios ao time. Não só pela participação direta, mas também por sempre ter mostrado disposição e técnica ao recuar para buscar jogo.

Pedro Rocha está impossível. Legal que ele tenha reconhecido a influência do trabalho do Roger no seu desempenho.

Apesar do horário o público ficou na média dos jogos anteriores pelas oitavas de final de Libertadores.

Um detalhe curioso no uniforme do Godoy Cruz é que alguns jogadores tinham seu nome estampado logo abaixo do número enquanto outros tinham o nome abaixo do patrocínio do jornal “El Ciudadano”.

E o Grêmio voltou a usar o calção preto do ano passado (ainda não usou o calção preto desse ano na Libertadores, só o branco e o azul de 2017 e o preto de 2016)

36470568965_8bee6ce4b0_k
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 2×1 Godoy Cruz

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Maicon (Arthur, aos 28’/2ºT) e Ramiro (Fernandinho, aos 31’/2ºT); Luan, Pedro Rocha (Marcelo Oliveira, aos 40’/2ºT) e Lucas Barrios
Técnico: Renato Portaluppi

GODOY CRUZ: Burián; Abecasis, Galeano, Olivarez e Angileri; Rodríguez (Verdugo, aos 36’/2ºT), Henríquez (Facundo Silva, aos 21’/2ºT), Giménez e Garro (Ángel González, aos 32’/2ºT); Correa e Santiago García
Técnico: Mauricio Larriera

Libertadores 2017 – Oitavas de Final – Jogo de volta
Data: 9/8/2017, quarta–feira, 19h15min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Público: 38.797 pessoas (36.204 pagantes)
Renda: R$ 1.543.736,00
Árbitro: Enrique Cáceres (FIFA-PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (FIFA-PAR) e Juan Zorrilla (FIFA-PAR)
Cartões amarelos: Michel e Fernandinho; Abecasis; Galeano e Henríquez
Cartão vermelho: Michel (GRE, aos 46’/2ºT)
Gols: Correa, aos 14 minutos do primeiro tempo; Pedro Rocha, aos 28 minutos do primeiro tempo e aos 13 minutos do segundo tempo

Libertadores 2017 – Godoy Cruz 0x1 Grêmio

July 5, 2017

35555724052_1cacbba127_k

O Grêmio começou bem nas oitavas de final da Libertadores. Com menos de 50 segundos de jogo o time já estava na frente. Numa jogada ensaiada, Kannemann lançou do campo de defesa, Barrios deu uma “casquinha” e Pedro Rocha foi ao fundo e cruzou rasteiro para Ramiro fazer o 1×0. Depois disso o tricolor controlou bem a partida. Uma boa prova disso reside no fato do Grêmio ter tido mais posse de bola e ter trocado mais passes do que seu adversário, mesmo estando em vantagem desde o primeiro minuto.

O Godoy Cruz tentou mudar o os rumos da partida através de um jogo mais brusco (para usar um termo leve), mas os atletas gremistas, sem aceitar desaforo, não se abalaram com isso e seguiram administrando a vantagem. Considerando a sua superioridade quando colocava a bola no chão, é possível dizer que o Grêmio até poderia ter buscado mais o segundo gol, mas “compreensivelmente” o time adotou uma postura mais cautelosa, segurando seus volantes e laterais na defesa (o que acabou sendo necessário no segundo tempo quando os mandantes tiveram um pouco mais de volume no campo de ataque).

34915035843_49e7c4e9db_k

Curioso o fardamento usado pelo Grêmio em Mendoza. Camisa reserva do ano passado com a fonte desse ano, calção preto do ano passado com a fonte do ano passo e meias todas brancas, sem nenhum símbolo do clube ou da Umbro.

image595c62af2321c4.03089967
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Marcelo Rolland (Los Andes)

Godoy Cruz 0x1 Grêmio

GODOY CRUZ:Rodrigo Rey; Abecasis, Galeano, Olivares e Cobos (Angileri, 4’2°T); Fabiám Henríquez, Ángel González (Pol Fernández, 10’2°T), Gastón Giménez e Garro; Javier Correa e Santiago García
Técnico: Lucas Bernardi

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Jaílson, 36’2°T), Ramiro, Luan e Pedro Rocha (Everton, 19’2°T); Lucas Barrios (Fernandinho, 27’2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2017 – Oitavas de Final – Jogo de ida
Data: 4/7/2017, terça–feira, 19h15min
Local: Estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza – ARG
Público: mais de 20 mil
Árbitro: Víctor Carrillo (FIFA-PER)
Auxiliares: Jonny Bossio (FIFA-PER) e Coty Carrera (FIFA-PER)
Cartões amarelos: Abecasis, Ángel González, Fabián Henríquez, Javier Correa e Marcelo Grohe
Gol: Ramiro, aos 44 segundos do primeiro tempo

Libertadores 2017 – Grêmio 4×0 Zamora

May 29, 2017

34733027872_39d1c2e10d_k

O Grêmio jogou bem e venceu com alguma facilidade o Zamora. Foi 4×0 e poderia ter sido mais. Ficou a sensação que o Grêmio poderia fazer os 7 gols que lhe dariam a primeira colocação geral. Mas me parece ser mais razoável imaginar que isso não aconteceu muito mais pelo empate contra o Guarani (quando os titulares foram poupados) e pela derrota contra o Iquique (quando a atuação foi muito ruim).

Luan converteu 2 dos 4 pênaltis que bateu até aqui na Libertadores. 50% de aproveitamento não é condizente com um jogador da categoria dele.

Gastón Fernández deu duas assistências para gols e fez sua melhor partida com a camisa do Grêmio. Gostei da movimentação dele, não se limitando ao lado direito de ataque.

Muito boa a resposta do Renato sobre o Pedro Rocha. Não exatamente a parte da “perna mecânica” (que entra na quota do bom humor do treinador) e sim quando lembrou que “Ele não vai fazer todos os gols”.

34085748413_870d1af391_k
O Grêmio ficou apenas a 5ª melhor média de público entre os 8 brasileiros que jogaram essa fase de grupo da Libertadores.

A média de 24.693 (22.609 pagantes) nesses três jogos é sétima pior das 15 vezes que o Grêmio jogou a fase de grupos da Libertadores. Desde 2007 o Grêmio sempre conseguia ultrapassar a média de 30 mil torcedores presentes por jogo da fase de grupos.

Grêmio e Arena precisam urgentemente rever a questão da política de preços para esses jogos.

34508700920_0ef17475d6_k
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 4×0 Zamora

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Léo Gomes, 34’2°T), Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur (Fernandinho, 26’2°T), Michel, Gastón Fernandez (Everton, 34’2°) T, Luan E Pedro Rocha; Lucas Barrios
Técnico: Renato Portaluppi

ZAMORA: Carlos Salazar; Ángel Faría (Gallardo, 11’2°T), Filippetto, Flores e Ovalle; Óscar Hernández, José Pinto, César Martínez, Diego García e Nelson Pérez (Mayker Gonzáles, int); Inmer González
Técnico: Francesco Stifano

Libertadores 2017 – Grupo 8 – 6ª Rodada
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Data: 25/5/2017, quinta-feira, 21h45min
Público: 22.435 (20.408 pagantes)
Renda: R$617.716,00
Árbitro: Juan Albarracín (FIFA-EQU)
Auxiliares: Ricardo Baren (FIFA-EQU) e Flávio Nall (FIFA-EQU)
Cartões amarelos: Óscar Hernández e Gallardo (ZAM)
Gols: Luan, aos 22, Lucas Barrios aos 25 e Luan (de pênalti) aos 28 minutos do 1° tempo; Pedro Rocha, aos 19 minutos do 2° tempo.

Libertadores 2017 – D.Iquique 2×1 Grêmio

May 4, 2017

2017 Libertadores Iquique 2x1 Gremio La tercera

O Grêmio fez sua pior apresentação na Libertadores 2017 e foi derrotado pela primeira vez na competição. A atuação do juiz talvez explique o resultado, mas de forma alguma explica a apatia da equipe tricolor no Chile.

Barrios abriu o placar aos 19 minutos do primeiro tempo, aproveitando uma bola desviada no primeiro pau por Kanneman após uma cobrança de escanteio. Contudo, cinco minutos mais tarde o árbitro marcou um pênalti numa jogada em que Ramiro, na pior das hipóteses, jogou “de maneira perigosa“. Biekiewicz converteu a cobrança e o Grêmio não se achou mais em campo.

O Iquique virou a partida no início do segundo tempo, numa falta cobrada por Torres. Marcelo Grohe poderia ter chegado na bola, mas é válido lembrar que ele não foi ajudado por sua barreira, que não saltou para cortar o chute. Depois disso, mesmo com as mudanças feitas, o Grêmio praticamente não teve oportunidade de empatar o jogo.
33595267944_ad14f6ceba_k34306065931_e5e49a0ea5_k

Entendo a escolha de Renato por escalar Michel e Jaílson como volantes. Mas ontem a equipe como um todo teve pouquíssima mobilidade. Pedro Rocha ficou sempre longe de gol e Ramiro pouco apareceu pela ponta direita. Barrios ficou demasiadamente isolado na frente e não se viu a movimentação entre os homens de frente que costuma marcar as boas atuações desse time do Grêmio.

Não entendi porque o Grêmio não usou o fardamento reserva completo. A meia branca, com os calções e camisas azuis, ao meu ver, reforça a sensação de cópia do Manchester City.

Sigo sem entender porque Everton recebe menos tempo de jogo do que o Fernandinho.

O maior indício da má vontade do juiz pode ser visto na questão da distribuição dos cartões amarelos. O Grêmio recebeu cinco, tendo feito oito faltas. Já o Iquique só recebeu uma advertência, mesmo fazendo 16 faltas.
2017 Libertadores Iquique 2x1 Gremio dado moura globo esporte2017 Libertadores Iquique 2x1 Gremio dado moura globo esporte 2

Fotos: La Tercera, Lucas Uebel (Grêmio.net) e Dado Moura (Globo Esporte)

Deportes Iquique 2×1 Grêmio

DEPORTES IQUIQUE: Cortéz; Moreno, Guerrero, Zenteno e D’Ávila; Caroca, Riquero (Álvaro Ramos, 35’/2ºT), Farías, Diego Torres e Reynero (Luis Bustamante, 20’/2ºT); Bielkiewicz
Técnico: Jaime Vera.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel (Everton, 40’/2ºT), Jailson (Fernandinho, 8’/2ºT); Ramiro, Luan e Pedro Rocha (Arthur, 20’/2ºT); Lucas Barrios
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2017 – Grupo 8 – 5ª Rodada
Data: 3/5/2017, quarta-feira, 19h30min
Local: Zorros del Desierto, Calama, Chile
Público: 2.962 pessoas
Árbitro: Germán Delfino (FIFA-ARG)
Auxiliares: Diego Bonfa (FIFA-ARG) e Ariel Scime (FIFA-ARG)
Cartões amarelos: Moreno; Ramiro, Kannemann, Pedro Rocha, Geromel, M.Grohe.
Cartões vermelhos: Ramiro, 46’/2ºT (GRE)
Gols: Lucas Barrios, aos 19 minutos do primeiro tempo; Biekiewicz (de pênalti) aos 23 minutos do primeiro tempo; Torres, aos 3 minutos do segundo tempo

Libertadores 2017 – Grêmio 4×1 Guaraní-PAR

April 28, 2017

IMG_8541IMG_8542IMG_8543
O Grêmio voltou a usar seu time titular na Libertadores e voltou a vencer. Destaque para Lucas Barrios, que justificou a confiança dada pelo treinador, ao ser escalado desde o início, marcando 3 dos 4 gols da partida.

O 4×1 pode ajudar a resgatar a confiança. Por um lado o Grêmio voltou a mostrar algumas das suas virtudes, como o poder de fogo e a variação de jogadas do seu ataque. Por outro, voltou a ter problemas para controlar uma partida onde as circunstâncias lhe eram favoráveis. O time mais uma vez pareceu ter dificuldade em manter o mesmo nível de concentração e intensidade durante os 90 minutos.

Barrios abriu o placar logo aos 7 minutos, aproveitando bom cruzamento. O paraguaio voltou a marcar aos 28, aproveitando boa jogada feita pelo lado esquerdo de ataque, onde Marcelo Oliveira apareceu dentro da área para dar a assistência. A defesa tricolor se atrapalhou aos 34 minutos, quando Leo Moura acabou marcando contra numa bola erguida na área por Rolón. Aos 40, Luan desperdiçou pênalti sofrido por Arthur, mas aos 48, Geromel teve liberdade para se movimentar na área e marcar de cabeça, após escanteio cobrado por Léo Moura.

No segundo tempo, mesmo jogando com um jogador a mais (Camacho foi expulso no final da primeira etapa), o Grêmio custou a liquidar o jogo. O quarto gol só saiu aos 31 minutos, quando Lincoln (que havia ingressado no lugar de Luan) deu bom passe para Barrios marcar o seu terceiro gol da noite.

IMG_8573aIMG_8574

Gostei e concordei com a explicação dada por Renato pela escolha de Jaílson como titular (maior poder de marcação e maior altura). Foi uma das poucas vezes que o treinador deu uma explicação técnica/tática para uma pergunta feita na coletiva. Normalmente ele opta por falar em controle, confiança e estado anímico dos atletas (o que não é um tema que me interessa tanto).

Estranhamente o time do Grêmio ainda não usou o calção preto da nova coleção.

Público de ontem (21.300/19.184 pagantes) foi o menor do Grêmio em jogo de Libertadores desde partida contra o Bolívar em 13 de março de 2003. É lamentável que tenha se repetido os altos preços dos ingressos do primeiro jogo contra o D. Iquique.

IMG_8578

IMG_8537aIMG_8537b

Grêmio 4×1 Guaraní-PAR

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jailson, Ramiro, Luan (Lincoln, 26/2ºT), Bolaños (Arthur, 13/1ºT) e Pedro Rocha; Lucas Barrios (Everton, 34/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi.

GUARANÍ: Alfredo Aguilar; Carlos Rolon, Nery Bareiro, Luis Cabral e Tomas Bartomeus; Marcelo Palau, Wilson Pittoni(Martínez, 38’/2ºT), Juan Aguilar e Antonio Marin; (Contrera, int.) Epifanio Garcia e Nestor Camacho (V).
Técnico: Daniel Garnero

Libertadores 2017 – Grupo 8 – 4ª Rodada
Data: 27/04/2017, Quinta-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Árbitro: Patrício Lostau – ARG
Auxiliares: Hernan Maidana e Gustavo Rossi
Público: 21.300 (19.184 pagantes)
Renda: R$ 593.856,00
Cartões amarelos: Pittoni (GUA); Arthur (GRE), Barrios (GRE);
Cartão vermelho: Camacho (GUA)
Gols: Lucas Barrios, aos 7 minutos, aos 28 minutos do primeiro tempo, Léo Moura (contra), aos 34 minutos do primeiro tempo. Pedro Geromel, aos 48 minutos do primeiro tempo e Lucas Barrios, aos 31 minutos do segundo tempo