Archive for the ‘Libertadores 2018’ Category

Reclamação na Conmebol

November 7, 2018

captura_de_pantalla_2018-11-03_a_las_20.42.29

Decisión del Tribunal de Disciplina de la CONMEBOL Ref.: O-207-18

Sábado, 3 Noviembre, 2018 – 20:49

El Tribunal de Disciplina de la CONMEBOL,

RESUELVE

1º. RECHAZAR el reclamo presentado por el GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE en fecha 31 de octubre de 2018.

2º. CONFIRMAR el resultado de 1 : 2 a favor del CLUB ATLÉTICO RIVER PLATE del partido disputado en fecha 30 de octubre de 2018, entre los equipos de GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE y CLUB ATLÉTICO RIVER PLATE

3º. PROHIBIR al Señor MARCELO DANIEL GALLARDO acceder al Estadio en el siguiente partido de la CONMEBOL Libertadores 2018 conforme al Artículo 20 inciso h) del Reglamento Disciplinario de la CONMEBOL. Esta prohibición de acceso al estadio incluye la prohibición de comunicarse por cualquier medio con su Cuerpo Técnico, Oficiales y Jugadores.

4º. SUSPENDER al Señor MARCELO DANIEL GALLARDO por 3 (tres) partidos. La presente sanción iniciará su vigencia una vez cumplida la sanción establecida en el punto 3º y se deberá cumplir conforme a lo dispuesto en el Artículo 76.1 del Reglamento Disciplinario de la CONMEBOL.

5º. IMPONER al Señor MARCELO DANIEL GALLARDO una multa de USD. 50.000 (CINCUENTA MIL DÓLARES ESTADOUNIDENSES), en virtud al Artículo 12.6 del Reglamento Disciplinario. El importe de esta multa será debitado automáticamente del monto a recibir por el CLUB ATLÉTICO RIVER PLATE en concepto de derechos de Televisación o Patrocinio.

6º. ADVERTIR expresamente al Señor MARCELO DANIEL GALLARDO que, en caso de
reiterarse un incidente de cualquier desacato, irrespeto a los oficiales o cualquier otra infracción a la disciplina deportiva de igual o similar naturaleza a la que ha traído causa el presente procedimiento será considerado como situación agravante.

Contra esta decisión cabe recurso ante la Cámara de Apelaciones de la CONMEBOL, en el plazo de siete días corridos, a partir del siguiente día a la notificación de los fundamentos de la decisión conforme al Art. 63.3 del Reglamento Disciplinario de la CONMEBOL. Dicho recurso será sin efecto suspensivo. El recurso deberá cumplir con las formalidades exigidas en los artículos 59 y siguientes del Reglamento Disciplinario de la CONMEBOL. De conformidad con el Art. 63.5 del Reglamento Disciplinario de la CONMEBOL, la cuota de apelación de USD. 1.000 (DOLARES ESTADOUNIDENSES MIL) ha de ser abonada mediante transferencia bancaria.

Eduardo Gross Brown, Presidente; Amarilis Belisario, Vicepresidente; Cristóbal Valdes, Miembro.

 

GRÊMIO AJUÍZA RECLAMAÇÃO NA CONMEBOL
Comitiva liderada pelo presidente Romildo Bolzan embarca nesta tarde para Assunção
31 OUT 2018 13:14 | ATUALIZADO EM 31 OUT 2018 13:14

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, após os episódios ocorridos no jogo da última terça-feira contra o River Plate, valendo classificação à final da Conmebol Libertadores da América, de flagrante desrespeito aos princípios éticos estabelecidos pelo fair play, vem a público se manifestar com o que segue.

Em reunião extraordinária do Conselho de Administração realizada ao final da manhã desta quarta-feira, na Arena, o Grêmio decidiu ajuizar reclamação por descumprimento do regulamento geral da competição e do regulamento disciplinar, em face da participação irregular do treinador do River Plate no vestiário durante o intervalo para instruções aos atletas do seu clube, assim como por meio de comunicação por rádio com seu auxiliar – estando ele suspenso pela Conmebol. A tipificação do fato está devidamente comprovada no artigo 176 do regulamento geral da competição e artigos 19, 56 e 76 do regulamento disciplinar da Conmebol.

Além disso, o primeiro gol do River Plate ocorreu em condição irregular, sem qualquer participação ou interferência do VAR, embora constatada a ilicitude. A Conmebol, antecipadamente aos jogos das semifinais, reuniu os clubes em sua sede e estabeleceu o fair play com vistas às disputas. Na ocasião, obteve concordância de todos os clubes em competir de forma limpa, cumprindo as regras do jogo, o que motiva o Grêmio a tomar suas providências.

Em face disso, uma comitiva liderada pelo presidente Romildo Bolzan embarca nesta tarde para Assunção para protocolar reclamação e manter reuniões com autoridades da entidade.

Já havia dito isso na quarta-feira passada e repito hoje: A minha opinião é de que o Grêmio deveria limitar-se (melhor dizendo, concentrar seus esforços) em pedir explicações sobre o uso do VAR no gol do Borré. O pedido de alteração do resultado da partida pela “participação irregular do treinador do River Plate” sempre me pareceu utópico.

Além disso, por mais que infração de Gallardo tenha sido flagrante, não me parece que a eliminação do time argentino fosse a punição mais justa/proporcional para a conduta praticada. Como torcedor, eu teria certa vergonha de comemorar uma classificação para final via “Tapetão”.

Concordo que todo o episódio soa como uma afronta/deboche a primeira pena de suspensão de Gallardo. Mas mesmo assim eu acredito que seria uma demasia alterar a equipe classificada para final em função da ida do treinador ao vestiário e uso de equipamento de comunicação com o banco de reservas. Aliás, o fato da Conmebol não ter tomada nenhuma medida antes ou durante a partida mostra que a entidade não considera a infração como algo realmente grave.

Todo o processo de decisão da Conmebol em relação ao pedido do Grêmio foi, no mínimo, estranho. Eu não consigo levar muito a sério um julgamento que ocorre a portas fechadas e sobre cuja decisão, até o momento, é desacompanhada fundamentação.

Acho que todo o foco que se deu em cima da possível de uma eventual eliminação do River Plate (com campanha em redes sociais e tudo o que se implica) acabou servindo como “cortina de fumaça” e enfraquecendo a ênfase do pedido do Grêmio em relação ao VAR. Essa inegavelmente era uma demanda que se impunha. O clube tinha obrigação de buscar esclarecer o que arbitragem viu e não viu na jogada do primeiro gol do River e por que o VAR foi pro-ativo no toque de mão de Bressan e por que foi passivo no toque de mão de Borré. Mas esse tema acabou desaparecendo no meio da discussão sobre Gallardo e só voltou a ser mencionado ontem, en passant, pelo presidente Romildo Bolzan numa entrevista ao Globo Esporte.

E também não me parece demasiado dizer que todo esse episódio acabou impedindo, ou ao menos adiando, uma crítica (aqui incluindo-se também a autocrítica) sobre os erros planejamento e montagem de plantel para 2018, uma vez que parece haver um consenso que o time do segundo semestre desse ano é mais fraco do que o time do segundo semestre de 2017 (na contramão dos indicadores financeiros, que indicam melhoria no clube nesse período).

Advertisements

Libertadores 2018 – Grêmio 1×2 River Plate

October 31, 2018

2018 river casa conmebol 2 gol
2018 ricardo giusti cp 2

A prudência recomendaria um pouco mais de espera para ter o devido distanciamento crítico, mas eu já arrisco em afirmar, no calor do momento mesmo, que esse jogo entrou para história como uma das eliminações mais doloridas  do Grêmio. E foi especialmente dolorido porque o tricolor esteve muito perto de chegar a sua sexta final de Libertadores (o que seria sua segunda decisão da competição em sequência).

Foi dolorido mas não foi injusto, porque o confronto foi decidido nos detalhes. Em Buenos Aires os “detalhes” penderam a favor do Grêmio. Em Porto Alegre, os “detalhes” penderam para o River.

O Grêmio mais uma vez adotou uma postura mais reativa, “abrindo mão” da posse de bola. E assim foi resistindo ao River no início do primeiro tempo, conseguindo até ampliar sua vantagem aos 35 minutos, com Leonardo Gomes apanhando um rebote de escanteio (ele praticamente fez o gol que deixou de fazer em Buenos Aires).

Na etapa final, o jogo parecia transcorrer mais ao feitio do tricolor. Everton, que entrara no lugar de Maicon (que esteve fora do seu padrão habitual), teve chance de liquidar a partida, mas o bom goleiro Armani conseguiu travar a conclusão do avante gremista. Quando faltavam menos de dez minutos para  o final, o River empatou o jogo, numa falta cobrada na área que Borré desviou para as redes. E aos 42, o juiz, com auxilio do VAR, marcou um pênalti de Bressan, que Pity Martinez converteu, classificando os visitantes.

Eu não marcaria o pênalti dado pelo árbitro Andrés Cunha. Vale lembrar que o texto da regra fala em “tocar deliberadamente a bola com as mãos“. Não acho que o toque foi deliberado (e me parece que o juiz desconsiderou o critério “a distância entre o jogador e a bola (bola inesperada)“). Mas é preciso reconhecer que a arbitragem mundial (como pode ser visto na Copa do Mundo) vem marcando pênalti em lances parecidos com esse.  O problema maior é a falta de critério, uma vez que, aparentemente, o VAR não foi acionado no toque de braço de Borré no gol de empate do River Plate.

Mas é bom lembrar que o Grêmio chegou bastante enfraquecido nessa semifinal. O time principal foi “preservado” inúmeras vezes ao longo da temporada e mesmo assim o grupo sofreu com lesões no momento decisivo. Luan não participou de nenhum dos jogos contra o River e Everton atuou em pouco mais de 30 minutos dos 180 do confronto. As contratações mais caras da temporada (André e Marinho) não deram nenhuma resposta. A discrepância (não só de qualidade, mas principalmente de característica) entre os zagueiros titulares e reservas do Grêmio era conhecida desde o ano passado e pouco se fez para corrigir isso. Enfim, é possível dizer que o Grêmio da semifinal de 2018 decaiu na comparação com o Grêmio da semifinal de 2017 (enquanto o nível dos adversários, ao menos em tradição, aumentou).

2018 river casa conmebol 1 gol2018 ricardo giusti cp

– Média de público do Grêmio na Libertadores 2018:
38.821 (36.250 pagantes)

– Média de público da Arena na atual temporada:
25.940 (23.788 pagantes)

– Média de público do Grêmio na história da Libertadores (90 jogos em casa):
32.049 torcedores

– Média de público em jogos de semifinal da Libertadores (7 jogos em casa):
41.747 (37.655 pagantes)

– Média de público do Grêmio em partidas de Libertadores na Arena (26 jogos):
37.873 (35.360 pagantes)

– Média de público do Grêmio em partidas de mata-mata pela Libertadores na Arena (11 jogos):
46.051 (43.287 pagantes)

2018 river casa dado moura globoesporte
Gremio vs River 30.10.2018 Foto Maxi FaillaFotos: Conmebol , Ricardo Giusti (Correio do Povo), Maxi Failla Olé e Eduardo Moura (GloboEsporte)

Grêmio 1×2 River Plate

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Paulo Miranda (Bressan, 25’/2º) e Bruno Cortez; Michel e Maicon (Everton, 9’/2º); Ramiro, Cícero e Alisson; Jael (Thaciano, 40’/2º).
Técnico: Renato Portaluppi

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Ponzio (Enzo Pérez, 23’/1º), Palacios, Quintero (Scocco, 17’/2º) e Nacho Fernández (Pity Martínez, int); Borré e Lucas Pratto.
Técnico: Marcelo Gallardo

Libertadores 2018 – Semifinal – jogo de volta
Data: 30 de outubro de 2018, terça-feira, 21h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 53.571 (49.893 pagantes)
Renda: R$ 4.477.119,50
Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai)
Asistentes: Nicolás Tarán y Richard Trinidad (Uruguai)
Quarto Árbitro: Jonathan Fuentes (Uruguai)
VAR: Leodan González (Uruguai)
AVAR 1: Esteban Ostojich (Uruguay)
AVAR 2: Mauricio Espinosa (Uruguai)
Cartões amarelos: Enzo Pérez, Pinola, Paulo Miranda, Cortez, Bressan, Cícero
Cartão vermelho: Bressan
Gols: Leonardo, aos 35 minutos do primeiro tempo; Borré, aos 36 e Pity Martínez (de pênalti), aos 49 minutos do segundo tempo.

Libertadores 2018 – River Plate 0x1 Grêmio

October 24, 2018

2018 JUAN MABROMATA conmebol 12018 JUAN MABROMATA conmebol 22018 German Garcia Adrasti clarin

O Grêmio teve (diante das circunstâncias ) uma exibição quase perfeita diante do River no Monumental de Nuñez. Desfalcado dos seus principais jogadores de ataque, o tricolor não aparentou nenhum desconforto ao alterar sua maneira de atuar, abrindo mão da posse de bola, deixando a iniciativa para os mandantes e buscando desacelerar o ritmo do jogo. Ademais, o time não teve nenhum pudor em utilizar as faltas marcadas a seu favor para forçar a bola na área do adversário (aproveitando para gastar um bom tempo em cada cobrança). A estratégia deu certo e o River praticamente só teve oportunidades em chutes de fora da área.

Acertada também foi a escalação de Renato. Conforme previra Romero Jucáa solução mais fácil era botar o Michel“. O gol, por si só, já justificaria a titularidade do camisa 5, mas sua entrada teve como efeito colateral benigno o posicionamento mais adiantado de Cícero. O camisa 10 foi bem nesse papel, auxiliou na marcação, apareceu na frente e arriscou chutes de fora da área (eu sigo sem entender porque Cícero, um jogador que domina tantos fundamentos do jogo, não é mais valorizado por parte da torcida e imprensa). O tricolor teve pouco jogos pelo lado do campo (Ramiro retornava de lesão e Alisson se dedicou bastante a marcação), mas em compensação Jael, que foi valente na briga com os zagueiros adversários, conseguiu segurar bem a bola no campo de ataque.

Fiz questão de dizer que a atuação tricolor foi quase perfeito. Porque o time cometeu por duas vezes o mesmo erro em escanteios, quando Maidana cabeceou livre após um jogador do River bloquear a tentativa de marcação de Kannemann (tal qual um corta-luz/pick-and-roll do basquete).

Alem do aspecto tático, o time do Grêmio também esteve muito bem na parte física. O tricolor ganhou a maioria das divididas e rebotes.  O River não foi avassalador como prometera o seu técnico e muitos dos seus jogadores pareciam estar “numa pilha errada” (chegou a ser engraçado ver Borré tentando intimidar Kannemann com gritos no início da partida).

Gremio x River Plate2018 Gustavo Garello ole

Esse número azul royal no calção branco ficou ainda mais sem sentido quando combinado com a camisa titular.

Marcelo Gallardo pareceu estar mais bronzeado do que o eterno Rei do Rio Renato Portaluppi

2018 afp oleRiver vs Gremio Semifinal Copa Libertadores Foto Juano TesoneRiver vs Gremio Semifinal Copa Libertadores Foto Juano TesoneRIVER GREMIO DE PORTO ALEGRE  foto MARCELO CARROLLGremio x River PlateRiver vs Gremio Semifinal Copa Libertadores Foto Juano Tesone

2018 eduardo moura geFotos: Juan Mabromata (Conmebol) Juano Tesone, German Garcia Adrasti, Marcelo Carrol e Gustavo Garello (Olé e Clarin) Lucas Uebel (Grêmio.net) e Eduardo Moura (GloboEsporte)

River Plate 0x1 Grêmio

River Plate: Armani; Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Ponzio (Enzo Pérez, 30’/2º), Palacios (Ignacio Fernández, 21’/2º), Quintero e Pity Martínez; Borré e Scocco (Lucas Pratto, 12’/2º)
Técnico: Marcelo Gallardo

Grêmio: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Maicon, Ramiro (Thaciano, 44’/2º), Cícero e Alisson (Kaio, 49’/2º); Jael (Thonny Anderson, 36’/2º).
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2018 – Semifinal – Jogo de Ida
Data: 23 de outubro de 2018, terça-feira, 21h45min
Local: Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires-ARG
Árbitro: Victor Carrillo (PER)
Auxiliares: Jonny Bossio (PER) e Victor Raez (PER)
Quarto Árbitro: Diego Haro (PER)
VAR: Leodan González (URU)
AVAR 1: Esteban Ostojich (URU)
AVAR 2: Richard Trinidad (URU)
Cartões amarelos: Borré, Maidana, Pinola, Ponzio, Alisson, Kannemann
Gol: Michel, aos 16 minutos do segundo tempo.

Libertadores 2018 – Grêmio 4×0 Atlético Tucumán

October 3, 2018

Gremio x Atletico Tucuman2018 gol luan gremio instagram

O Atlético Tucumán só ameaçou (especialmente em chutes de fora da área) na primeira meia hora. Depois disso o Grêmio abriu o placar e encaminhou uma tranquila vitória por 4×0 (dois vira, quatro ganha).

Mais uma vez o esquema de jogo com Luan de falso-nove funcionou bem.

2018 gremio-x-atletico-tucuman- oleGremio x Atletico Tucuman
2018 gremio-x-atletico-tucuman- la gaceta reuters diego vara2018 gremio-x-atletico-tucuman- r7 reuters diego vara

– Média de público do Grêmio na Libertadores 2018:
35.872 (33.522 pagantes)

– Média de público da Arena na atual temporada:
25.237 (23.111 pagantes)

– Média de público do Grêmio na história da Libertadores (89 jogos em casa):
31.807 torcedores

– Média de público em jogos de quartas-de-final da Libertadores (10 jogos em casa):
37.689 torcedores

– Média de público do Grêmio em partidas de Libertadores na Arena (25 jogos):
37.245 (34.780 pagantes)

– Média de público do Grêmio em partidas de mata-mata pela Libertadores na Arena (10 jogos):
45.299 (42.627 pagantes)

Gremio x Atletico TucumanGremio x Atletico Tucuman

2018 tucuman gol jael marcelo camposFotos: Diego Vara (Reuters/La Gaceta/R7), Olé, Grêmio (Instagram), Marcelo Campos e Lucas Uebel (Grêmio.net)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann (Paulo Miranda, aos 26/2ºT) e Cortez; Matheus Henrique, Thaciano e Cícero; Alisson (Douglas, aos 26/2ºT), Luan e Everton (Jael, aos 15/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

ATLÉTICO TUCUMÁN: Lucchetti; Román, Cabral, Andrés Lamas (Risso, aos 23/2ºT) e Abero; Juan Mercier Rodrigo Aliendro, Guillermo Acosta e David Barbona (Sánchez, aos 42/1ºT); Leandro Díaz e Luis Rodríguez.
Técnico: Ricardo Zielinski

Libertadores 2018 – quartas de final – jogo de volta
Data: 02/10/2018, terça–feira, 21h30min
Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre-RS
Público: 47.304 (44.579 pagantes)
Renda: R$ 2.534.629,50
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Auxiliares: Claudio Rios (CHI) Christian Schiemann(CHI)
Cartões vermelhos: Lucchetti (ATL)
Gols: Luan, aos 35, e Cícero (de pênalti), aos 44 minutos do primeiro tempo; segundo, Alejandro Sánchez (contra), aos sete minutos e Jael (de pênalti), aos 46 minutos do segundo tempo

Libertadores 2018 – Atlético Tucumán 0x2 Grêmio

September 19, 2018

Gremio x Atletico TucumanGremio x Atletico Tucuman

O Grêmio teve uma atuação digna de time que está defendendo o título. Na primeira meia hora de jogo teve paciência se resguardar e suportar o entusiasmo inicial dos mandantes (período no qual Geromel, Kannemann e Marcelo Grohe demonstraram grande solidez na proteção do arco gremista) e abriu o marcador numa das primeiras oportunidades que surgiram, com Alisson aproveitando a “casquinha” de Cícero aos 34 minutos.

Nos 45 minutos finais, já com um jogador a mais (Gervasio Nunez foi expulso pouco antes do intervalo) o Grêmio manteve a tranquilidade e chegou ao 2×0 numa jogada de velocidade dos seus dois “pontas”, na qual Alisson cruzou rasteiro para Everton mandar para as redes.

2018 libertadores tucuman dado moura 4Gremio x Atletico TucumanGremio x Atletico Tucuman
tucuman Diego Aráoz la gaceta

As escolhas de Renato para o jogo se mostraram certeiras. Alisson foi o nome da partida e Leonardo Gomes teve grande atuação.

Com essa nova formação (4-3-3 ou 4-1-4-1) houve uma alteração no meio de campo. Cícero atuou mais adiantado do que o Ramiro, e os dois tiveram um crescimento de produção com esse posicionamento. Aliás, é impressionante a impulsão e o tempo de bola do Cícero nas jogadas aéreas.

Os atletas do Tucumán forçam a amizade ao argumentar que Gervasio Nunez não teve a intenção de pisar em Alisson. Com o VAR não há mais desculpa para que o Juiz não apresente cartão vermelho nesse tipo de lance.

Como era imaginado e anunciado, o Grêmio estreou sua nova camisa preta na Argentina. O estranho é que não foi usado o calção visto nas fotos do lançamento (todo preto com o logo da Umbro em azul) e sim o calção do uniforme titular desse ano (ainda com a fonte do número de 2016)

2018 libertadores tucuman dado moura2
walter monteros afp infobaewalter monteros afp2018 libertadores tucuman dado moura
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net), Diego Aráoz (La Gaceta), Eduardo Moura (Globo Esporte) e Walter Monteros (AFP/Infobae/Gazeta Esportiva)

Atlético Tucumán 0x2 Grêmio

ATLÉTICO TUCUMÁN: Lucchetti; San Román, Bianchi, Cabral e Abero; Aliendro (Mauro Matos, aos 28/2ºT), Mercier, Acosta e Noir (Gervásio Núñez, aos 6/1ºT); Luis Rodríguez e Leandro Díaz (David Barbona, aos 39/2ºT).
Técnico: Ricardo Zielinski

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Thaciano, aos 24/2ºT), Ramiro e Cícero; Alisson (Pepê, aos 31/2ºT), Luan (Douglas, aos 34/2ºT) e Everton
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2018 – Quartas de final – Jogo de ida
Data: 18/9/2018, terça-feira, 21h40min
Local: Monumental José Fierro, Tucumán (ARG)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Cristian De La Cruz (COL) e Jhon Alexander León (COL)
Cartões amarelos: Kannemann, Maicon, Cortez (G), Bianchi, Nuñez, Díaz (T).
Cartão vermelho: Gervasio Núñez (aos 46 do 1º tempo)
Gols: Alisson, aos 34 minutos do primeiro tempo e Everton, aos 9 minutos do 2º tempo.

Libertadores 2018 – Grêmio 2×1 Estudiantes (Grêmio 5×3 nos pênaltis)

August 29, 2018

gol alisson opta javierFBL-LIBERTADORES-GREMIO-ESTUDIANTES

O golaço de Everton (aproveitando brilhante assistência de Jael) logo aos cinco minutos parecia encaminhar uma classificação tranquila. Mas essa aparente tranquilidade foi embora da Arena três minutos mais tarde, quando Lucas Rodríguez aproveitou uma falha da defesa tricolor para empatar a partida.

A partir daí o jogo, apesar do claro controle gremista (81% de posse de bola), foi de pura tensão. O Estudiantes se entrincheirou nas redondezas da sua área visando segurar o empate e eventualmente especular no contra-ataque. O Grêmio propunha o jogo de maneira  a não ceder esse contra-ataque, mas apesar de insistir bastante, não tinha chances tão claras de marcar o segundo gol.

No segundo tempo a pressão continuou, e o time do Grêmio fugiu um pouco da sua característica, optando por forçar um pouco mais o jogo aéreo (até porque a essa altura já tinha dois centroavantes em campo e de certa forma era isso que o jogo “pedia/permitia”). E foi na bola área, aos 47 minutos do segundo tempo que saiu o gol que levava a decisão para os pênaltis: Alisson tomou a frente da zaga, antes do primeiro pau, desviou de cabeça o cruzamento feito por Luan.

Nos pênaltis, todas as cobranças tricolores foram bem executadas, enquanto Campi chutou por cima do travessão.

gol estudiantes lp - Cópia2018 estudiantes ricardo giusti cp

Geromel, que tem crédito de sobra, falou abertamente sobre seu erro no lance do gol do Estudiantes. De fato não era lance para tentar sair jogando. Mas Jaílson também se equivocou na origem da jogada, ao tentar carregar a bola quando estava cercado por três adversários.

Se Geromel esteve um pouco abaixo do seu padrão habitual, Kannemann compensou com uma atuação épica. Ele esta fazendo uma temporada ainda melhor do que a de 2017.

Pepê entrou bem no jogo. Mostrou personalidade ao pedir bola e partir para cima da defesa adversária.

Muito legal a defesa que que o capitão Maicon fez do seu colega André.

O “Brujo” Manuel, esteve, pela segunda vez no ano na Arena. E pela segunda vez no ano o Grêmio acertou todas as cobranças de pênaltis.

Esse uniforme cinza do Estudiantes, ao menos para mim, causou uma certa confusão na hora de distinguir os atletas. O tom de cinza na parte da frente era bem escuro e pouco contrastava com as listras pretas da camisa do Grêmio. E o tom de cinza da meia era claro demais para distinguir com clareza da meia branco dos atletas gremistas. Não entendi porque o Estudiantes não utilizou a mesma configuração de fardamento vista no seu jogo anterior, com camisa titular vermelha e branco e calção branco.

2018 estudiantes itamar aguiar la nacion afp
Gremio x Estudiantes

Ontem o Grêmio teve seu maior público pagantes em um jogo de oitavas de final da Libertadores. O maior público total de um jogo de oitavas segue sendo registrado na partida contra o River Plate em 2002 com 50.838 (44.715 pagantes)

– Média de público do Grêmio na temporada:
24.389 (22.257 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Arena na Libertadores 2018:
33.014 (30.758 pagantes)

kanemann

Fotos: Opta, Ricardo Giusti (Correio do Povo), Itamar Aguiar ( Gazeta EsportivaLa Nacion) Olé (AFP), Estudiantes de La Plata, Lucas Uebel (Grêmio.net) e Grêmio (Instagram)

Grêmio 2×1 Estudiantes

(Nos pênaltis: Grêmio 5×3 Estudiantes)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (André, aos 24’/2°T), Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson (Pepê, aos 34’/2°T), Maicon, Ramiro (Alisson, intervalo), Luan e Everton; Jael.
Técnico: Renato Portaluppi

ESTUDIANTES: Mariano Andújar; Facundo Sánchez, Fabián Noguera, Jonathan Schunke e Gastón Campi; Iván Gómez, Rodrigo Braña, Lucas Rodríguez, Iván Erquiaga (Pablo Luguercio, aos 16’/2°T) e Matías Pellegrini (Carlo Lattanzio, aos 24’/2°T); Juan Apaolaza (Nicolás Bazzana, aos 43’/2°T)
Técnico: Leandro Benítez

Libertadores 2018 – Oitavas de final – Jogo de volta
Data: 28/8/2018, terça-feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre -RS
Público: 48.082 (45.420 pagantes)
Renda: R$ 2.171.893,00
Árbitro: Eber Aquino (PAR)
Assistentes: Juan Zorrilla e Dario Gaona (ambos do PAR)
Cartões amarelos: Maicon, Ramiro, Léo Moura, Alisson (GRE); Facundo Sánchez, Pablo Luguercio, Gastón Campi, Carlo Lattanzio, Rodrigo Braña (EST)
Gols: Everton, aos 5 minutos e Lucas Rodríguez, aos 8 minutos do primeiro tempo; Alisson, aos 47 minutos do segundo tempo.

Pênaltis: Maicon(converteu), Lucas Rodríguez (converteu), Everton(converteu), Campi (chutou para fora), Jael (converteu), Noguera (converteu), Alisson(converteu), Lugüercio(converteu) e André(converteu).

Libertadores 2018 – Estudiantes 2×1 Grêmio

August 8, 2018

30047436628_88d65427ee_k

Durante boa parte do primeiro tempo o Grêmio pareceu estar sempre num nível mais baixo de concentração e vontade do que o Estudiantes. E assim levou 2×0 em menos de 40 minutos de jogo.

Talvez isso se explique pelo desgaste da equipe gremista. Talvez seja uma certa autossuficiência. Talvez se explique por equívocos na escalação (O time que entrou em campo tinha uma média de idade mais elevada e pouca capacidade de combater no meio de campo). Talvez seja uma soma de todos estes fatores.

Menos mal que Kanemann descontou ainda na etapa inicial e que o time conseguiu mostrar algum poder de reação, retomando o controle da partida, no segundo tempo. O 2×1 foi justo e é plenamente reversível na Arena.

Gremio x Estudianteseg-03-andre-felipe-campi-martin-acosta-rt

Ficou muito ruim a resposta de Renato sobre a escalação do Marcelo Oliveira. Renato tem desenvoltura suficiente nos microfones para se desvencilhar de perguntas mais chatas/complicadas com bem mais graça e inteligência.

Eu acho essa combinação “A la Manchester City) de camisa e calções azuis com meias brancas muito ruim.

O Grêmio poderia tranquilamente ter usado a camisa tricolor com calção branco (como já havia usado em 1983).

43868275602_0bfb01f787_kFotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Martin Acosta (Terra)

Estudiantes 2×1 Grêmio

ESTUDIANTES: Andújar; Facundo Sánchez, Schunke, Campi e Erquiaga (Noguera, aos 43/2ºT); Iván Gomez, Zuqui e Lucas Rodrigues; Pellegrini (Cascini, aos 34/2ºT), Apaolaza e Luguercio (Lattanzio, aos 29/2ºT)
Técnico: Leandro Benítez

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Kannemann, Geromel e Marcelo Oliveira; Maicon, Cícero, Ramiro; Luan (Douglas, aos 34/2ºT)e Pepê (Marinho, aos 25/2ºT); André (Jael, aos 17/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2018 – Oitavas de Final – Jogo de ida
Data: 07 de agosto de 2018, Terça-feira, 21h45min
Local: Estádio José Luis Meiszner, em Quilmes-ARG
Árbitro: Andrés Cunha (URU).
Assistentes: Nicolás Taran (URU) e Mauricio Espinosa (URU).
Cartões amarelos: Lucas Rodriguez, Zuqui, Erquiaga, Sánchez, Kannemann, Maicon
Cartão vermelho: Zuqui
Gols: Apaolaza, aos 8, e Campi, aos 37 minutos do 1º tempo, Kannemann, aos 43 minutos do 1º tempo.

Média de público na fase de grupos da Libertadores

May 25, 2018

medias gremio fase de grupos desde 1982

Em relação ao ano passado, houve uma melhora na média de público do Grêmio nos jogos da fase de grupos, mas não o suficiente para voltar ao patamar da segunda metade da década de 2000 e primeira metade da década de 2010.

medias fase de grupos brasileiros 2018

* Flamengo fez dois jogos com portões fechados, que neste cálculo entraram como público zero e renda zero. Se considerarmos apenas o jogo contra o Emelec (36.754 pagantes e renda de R$ 2.779.990,00) o rubro-negro estaria na frente do Cruzeiro em média de pagantes e atrás do Palmeiras em média de Renda)

Mais uma vez o Grêmio ficou numa posição intermediária na média de público pagante dos times brasileiros. Vale lembrar que o Grêmio foi o único time do Brasil a fazer todos os seus jogos em casa antes das 20h (o que deve ter algum impacto no público).

medias gremio fase de grupos desde 2013

Em relação ao ano passado, a média de público na fase de grupos cresceu 14,4% enquanto a média de renda cresceu 47,6% (Vale dizer, para efeitos de comparação, que o Palmeiras teve uma queda de público pagante de 18,6% acompanhada de uma queda renda de 11,6% )

Libertadores 2018 – Grêmio 1×0 Defensor

May 24, 2018

Gremio x Defensor

O Grêmio não fez um grande jogo, mas conseguiu produzir o suficiente para vencer o Defensor pelo placar mínimo (gol de Luan em chute de fora da área) e garantir a primeira posição do grupo (2ª na colocação geral).

Gremio x DefensorGremio x DefensorGremio x Defensor

Até consigo entender que uma partida de videogame tenha sido considerado como “preliminar” desse jogo. Mas não me conformo com o fato de que um jogador de PlayStation receber mais atenção do que toda a equipe de futebol feminino do clube. Ademais, não me parece muito certo o Grêmio dar tanta moral para o Pro Evolution Soccer quando a Konami claramente trata o tricolor pior do que outros clubes do país.

Bem que a Umbro poderia voltar fazer camisas de manga longa para o Grêmio. Essa combinação de malha azul por baixo da camisa tricolor fica muito estranha

– Média de público do Grêmio na temporada:
24.377 (22.153 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Arena na Libertadores 2018:
27.991 (25.871 pagantes)

Em relação ao ano passado, a média de público pagante na fase de grupos cresceu 14,4% enquanto a média de renda cresceu 47,6%

Gremio x Defensor
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 1×0 Defensor

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Kannemann e Marcelo Oliveira (Paulo Miranda, aos 27’/2°T); Maicon e Cícero; Ramiro, Luan e Maicosuel (Lima, aos 8’/2°T); Thonny Anderson (Thaciano, aos 37’/1°T).
Técnico: Renato Portaluppi

DEFENSOR: Gastón Rodríguez; Mathias Suárez, Nicolás Correa, Gonzalo Maulella, Santiago Carrera e Ayrton Cougo; Carlos Benavídez (Facundo Castro, aos 41’/2°T), Martín Rabuñal (Pablo López, aos 36’/2°T), Mathías Cardacio e Matías Cabrera; Cecílio Waterman (Germán Rivero, aos 21’/2°T).
Técnico: Eduardo Acevedo

Libertadores 2018 – Grupo 1 – 6ª Rodada
Data: 23/5/2018, quarta–feira, 21h45min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Público: 18.051 (16.189 pagantes)
Renda: R$ 471.869,00
Árbitro: Nicolás Gallo (Colômbia)
Auxiliares: Humberto Clavijo e Dionisio Ruiz (ambos da Colômbia)
Cartões amarelos: Ramiro, Bressan, Luan, Maicon ; Ayrton Cougo, Santiago Carrera, Matías Cabrera, Mathías Suárez (DEF)
Gol: Luan, aos 20 minutos do segundo tempo

Libertadores 2018 – Monagas 1×2 Grêmio

May 16, 2018

Gremio x MonagasGremio x Monagas

Não precisava ser com um gol de pênalti aos 51 minutos do segundo tempo, mas foi assim que o Grêmio conseguiu voltar da Venezuela com os três pontos.

42093785402_84c9aa521a_k

Venda as fotos de divulgação e pela utlização nessas primeiras partidas, eu desconfio que a Umbro não fez uma meia azul celeste para esse novo fardamento. Acho essa combinação de calção e meia azuis com meia branca um tanto estranha.

FBL-LIBERTADORES-MONAGAS-GREMIO41420318564_ba0294193c_k
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Conmebol

Monagas 1×2 Grêmio

MONAGAS: Baroja; Israel Romero, Chacón (Dager Palacios, aos 5/2ºT), Trejo e Óscar González; Angel Flores, Carlos Suárez e Javier Garcia; Luis González, Cádiz e Christian Flores (Reyes, aos 20/2ºT
Técnico: Jhonny Ferreira

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson (Lima, aos 20/2ºT), Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Jailson, Ramiro, Cícero, Alisson (aos 10/1ºT); Thonny Anderson (Thaciano, aos 30/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

Libertadores 2018 – Grupo 1 – 5ª Rodada
Data: 15/5/2018, terça–feira, 21h30min
Local: Monumental de Maturín, Maturín (VEN)
Público: 11.900
Árbitro: Fernando Andrés Rapallini (ARG)
Auxiliares: Gustavo Rossi (ARG) e Cristian Navarro (ARG)
Cartões amarelos: Javier García, Christian Flores, Óscar González (MON), Madson
Gols: Ramiro, aos 23 minutos; Kannemann (contra), aos 46 minutos; e Jailson (de pênalti), aos 51 minutos do segundo tempo