Archive for the ‘Primeira Liga 2016’ Category

Gauchão 2016 – Grêmio 0x0 Inter

March 7, 2016

 

Esse era um Gre-Nal estranho desde antes do seu começo. Valia por duas competições, mas nenhuma delas é a prioridade do Grêmio neste momento. Mesmo assim o tricolor entrou com força máxima e talvez tenha pago um preço alto por isso. Miller Bolaños fraturou a mandíbula logo aos 3 minutos de jogo, após receber uma cotovelada do lateral William. O equatoriano ainda resistiu no primeiro tempo, mas foi substituído no intervalo e deve desfalcar o Grêmio por um bom tempo.
Esse lance e as suas consequências acabaram se sobrepondo sobre o jogo. Por dois motivos: 1) o jogo foi “chato”; 2) mais uma vez a imbecilidade tomou conta das discussões sobre o que aconteceu na jogada.

Me parece ser tarefa bastante complicada medir ou verificar a presença de intenção/maldade na conduta de um atleta. Contudo, fica difícil de isentar William de responsabilidade quando se constata que não foi a primeira vez que o lateral colorado agiu dessa forma.  De maneira cínica o jogador e a sua assessoria resolveram citar o seu histórico para alegar ausência de dolo na jogada.

Com igual desfaçatez se portou o árbitro Anderson Daronco, que diz não precisar se defender ou justificar num lance em que ele ele inverteu a marcação e um jogador saiu com uma dupla fratura na mandíbula.

 

 

O jogo em si não foi muito movimentado. O Inter claramente jogou pelo 0x0, e isso foi perceptível não só pelo posicionamento da equipe, mas especialmente pela indolência dos colorados em cada tiro de meta e lateral que tinham que executar. No primeiro tempo o Grêmio foi claramente superior, ganhando a primeira e a segunda bola e sempre rondando a área colorada. Contudo, faltou um pouco mais de refino para traduzir essa superioridade em gols. Nos 45 minutos finais o Inter conseguiu adiantar sua última linha e afastou a bola de perto do seu gol.

 

Sei bem que os jogos de final de semana costumam levar mais gente ao estádio. Mas ainda assim me surpreendi ao ver um público maior em Gre-Nal de primeira fase do Gauchão do que no jogo de Libertadores. Talvez a diferença no preço dos ingressos explique, mas será que é só por isso?

 

Segundo o FootStats, o Grêmio teve 57,8% de posse de bola. Somente em outros 4 jogos de 2016 o time teve números melhores neste quesito.
O número de 48.204 espectadores foi saudado como recorde da Arena, mas na semana passada foi divulgado que o público da inauguração foi de 51.901 (46.969 pagantes).
Na média da temporada o Grêmio costuma ceder 4,1 escanteios por jogo. Ontem o Inter teve 7 escanteios a seu favor e pouco ameaçou na bola aérea (tida como um dos seus pontos fortes). Interessante notar que o tricolor posicionava os seus 11 atletas dentro da sua área nos escanteios, algo que eu não lembro de ter acontecido antes sob o comando de Roger.

 

. Grêmio Grêmio 0x0 Inter Internacional

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Wesley, Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Edinho, Maicon, Giuliano, Douglas (Everton, 27’/2t) e Luan (Bobô, 45’/2t); Bolaños (Henrique Almeida, int)
Técnico: Roger Machado 
INTER:  Allisson; William, Paulão, Ernando e Artur; Rodrigo Dourado, Fabinho, Anderson (Vitinho, 18’/2t) e Andrigo (Alex, 28’2/t); Aylon (Réver, 45’/2t) e Sasha
Técnico: Argel Fucks 

Gauchão 2016 – 08ª Rodada
Primeira Liga 2016 – Grupo B – 3ª Rodada
Data: 06 de março de 2016, domingo, 18h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 48.204 presentes (44.839 pagantes)
Renda: R$ 1.937.749,00
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Júlio Cesar dos Santos
Cartões Amarelos: Geromel, Marcelo Oliveira, Maicon, Henrique Almeida ; Aylon, Andrigo, William
Cartão Vermelho: Paulão, aos 47 minutos do 2º tempo

Advertisements

Primeira Liga 2016 – Grêmio 1×0 Coritiba

February 8, 2016

O Grêmio não fez uma grande exibição e mesmo assim conseguiu sair com a vitória no confronto contra o Coritiba na Arena. O tricolor acabou sendo (desproporcionalmente) recompensado por sua iniciativa de pressionar a saída de bola do adversário. Já o Coxa acabou sendo punido por sua insistência na saída de três/Lavolpiana e pela arbitragem que assinalou um impedimento questionável de Leandro no que seria o gol de empate.
Além dos gols, é justo registrar a sensacional intervenção de Geromel. que se esticou todo para defender uma bola após saída errada de Marcelo Grohe (foto acima)

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 1×0 Coritiba 

GRÊMIOMarcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Kadu, Marcelo Oliveira; Walace (Moisés, 34’/2ºT) Maicon (Edinho, 31’/2ºT), Pedro Rocha (Fernandinho, int.), Douglas e Everton; Luan Técnico: Roger Machado 

CORITIBA: Wilson; Ceará, Walisson, Juninho, Carlinhos (Vinícius, 34’/2ºT); Amaral, João Paulo, Juan, Dudu (Ruy, 18’/2ºT); Negueba (Guilherme Parede, 23’/2ºT), Leandro 
Técnico: Gilson Kleina 

02ª Rodada – Grupo B – Primeira Liga 2016
Data: 07 de fevereiro de 2016, domingo, 19h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 11.118 (10.026 pagantes)
Renda: R$ 308.922,00
Árbitro: Héber Roberto Lopes (FIFA/SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
Cartão amarelo: Pedro Geromel, Edinho (GRE), Carlinhos, Juninho (CTB)
Gol: Douglas, aos 21 minutos do 1º tempo

Primeira Liga 2016 – Avaí 2×2 Grêmio

January 29, 2016

Apesar de não ter feito uma grande atuação, o Grêmio foi melhor que o Avaí e teve de tudo para começar sua participação Primeira Liga com uma vitória. O jogo praticamente começou com um gol tricolor após boa jogada de Pedro Rocha que Edinho apareceu dentro da área (tal como pedido por Roger) para concluir. O placar só voltou a ser movimentado no segundo tempo. Aos 7 minutos William girou bem dentro da área e aproveitou da distância dada por Bressan na marcação para empatar o jogo. Bressan se “redimiu” ao marcar, de cabeça, o 2×1 após falta bem batida por Lincoln. O Grêmio teve duas boas chances de liquidar a partida. Na primeira Pedro Rocha tentou um toque enfeitado e não conseguiu passar pelo goleiro Renan. Depois, aos 38 minutos, Lincoln sofreu pênalti, mas Bobô bateu muito mal, facilitando a vida do arqueiro avaiano. Como castigo para sua displicência, o Grêmio acabou levando o empate aos 42 minutos, numa cabeçada do zagueiro Gabriel.
Não tenho dúvida que o Grêmio foi superior ao adversário, mas não significa que o rendimento da equipe tenha sido bom. Não consigo concordar com o Roger quando ele avalia “a partida como muito boa, segura coletivamente.

Essa questão do pênalti perdido pelo Bobô me preocupa especialmente por lembrar do percentual ruim que o Grêmio teve em conversão de penalidades máxima no ano passado.

O torneio por si só não me empolga, mas a iniciativa dos clubes tomarem frente da organização da suas competições é importantíssima. A Primeira Liga precisa de apoio do público. Mas a organização precisa facilitar a recepção desse apoio. Colocar um jogo as 21h45min de uma quinta-feira, com o ingresso mais barato a 60 reais não é exatamente uma receita garantida para estádio cheio.

Deu pra ver que o time reserva do Grêmio tinha totais condições de vencer o Avaí. Mesmo assim, eu não entendi muito bem o planejamento do tricolor para esses primeiros jogos. O uso de reservas na Primeira Liga é um pouco contraditório com o (acertado) discurso da direção de enfrentar a CBF/FGF e valorizar a competição. Ademais, a primeira fase do Primeira Liga são apenas 3 jogos, onde somente 4 dos 12 participantes classificam para próxima fase. As chances de recuperação são bem menores do que no Gauchão, onde o time joga 13 vezes e 8, de 14 equipes, classificam para a fase seguine.

Fotos: Siri Freitas (Diário Catarinense)

Avaí 2×2 Grêmio

AVAÍ: Renan; Renato, Henrique, Gabriel e Paulinho; João Filipe (Braga, 35’/2º), Caio César  (Lucas Chapecó, 25’/2º), Diego Jardel e Rômulo; Lucas Fernandes (Tauã, 25’/2º) e Willian.
Técnico: Raul Cabral

GRÊMIO:  Marcelo Grohe; Wesley, Thyere, Bressan e Marcelo Hermes; Edinho, Moisés e Ramiro (Fernandinho, 11’/2º) Lincoln; Pedro Rocha (Tilica, 32’/2°), Bobô
Técnico: Roger Machado

1ª Rodada – Grupo B – Primeira Liga 2016
Data: 28/01/2016, Quinta-feira, 21h45min
Local: Arena Condá, em Chapecó – SC
Público: 2.704
Renda: R$ 100.270,00 Árbitro: Erik Giovanni Fernandes (MG)
Auxiliares: Marcyano Pires de Lima e Leandro Salvador Silva (Ambos de MG)
Cartões Amarelos: Bobô, Moisés, Marcelo Hermes); Caio César, Henrique, Paulinho
Gols: Edinho, a 1 minuto d 1º tempo; William, aos 7 minutos ; Bressan, do Grêmio, aos 16 minutos e Gabriel, do Avaí, aos 42 minutos do segundo tempo.