Archive for the ‘São José’ Category

Gauchão 2020 – Grêmio 2×1 São José

January 31, 2020

Everton fez os dois gols da virada gremista. Praticamente todas as jogadas de ataque do tricolor passam e/ou terminam com ele. Isso é sinal de uma dependência excessiva ou é o mero destaque individual de uma atleta em grande fase?

-Média de público do Grêmio na Arena em 2020:
11.864 (10.008 pagantes)

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Fabiano do Amaral (Correio do Povo)

Grêmio 2×1 São José

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Kannemann (Paulo Miranda, 37/1ºt) e Cortez; Maicon e Lucas Silva (Ferreira, 35/2ºt); Alisson, Patrick (Thaciano, 13/2ºt) e Everton; Luciano
Técnico: Renato Portaluppi

SÃO JOSÉ: Fábio; Márcio Lima, Rafael Goiano, Marcão e Roger (Marcelo, 35/2ªt); Tiago Pedra (Wagner, 28/2ºt) e Diguinho; Saldanha, Rafael Tavares e Matheusinho (Thayllon, 22/2ºt); Gustavo Xuxa
Técnico: Leocir Dall’Astra

3ª Rodada – Gauchão 2020
Data: 30 de janeiro de 2020, quinta-feira, 21h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 10.018 (8.138 pagantes)
Renda: R$ 303.788,00
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel e Luiza Naujorks Reis
Cartões amarelos: Matheusinho e Luciano
Gols: Diguinho, aos 45 minutos do primeiro tempo; Everton, aos 18 e aos 42 minutos do segundo tempo;

Gauchão 1960 – Grêmio 2×1 São José

January 30, 2020
foto CP

Uma fase do embate de ontem, aparecendo na jogada, Bandeira e Ortunho, que por sinal esteve meio indeciso na noite de ontem” (Correio do Povo)

 

 

Em 19 de dezembro de 1960, o Grêmio recebeu o São José pela penúltima rodada do terceiro turno do Metropolitano de 1960. O tricolor já era o campeão da cidade e aguardava o início do quadrangular final do Gauchão de 1960 (que só iniciaria em janeiro de 1961) quando enfrentaria os campeões das outras regiões do estado.

É interessante notar nas reportagens transcritas abaixo que só a Folha da Tarde questionou tão duramente a atuação do juiz na partida.

foto ft
PAULINHO EM BOM NÍVEL – O arqueiro Paulinho voltou a cumprir bom trabalho ontem à noite. Aparece numa defesa, acossado por Juarez e sob as vistas atentar de Itamar, grande valor zequinha na noite de ontem” (Folha da Tarde)

SÃO JOSÉ JOGOU MELHOR MAS PERDEU 2X1
Elton (penalti), Pinto e Airton marcaram os tentos — O embate foi fraco, melhorando na fase final — Renda: Cr$ 130.000,00

O resultado do jôgo de ontem, no Olímpico, foi até certo ponto injusto para o São José. Injusto pelo que o clube do Passo d’Areia apresentou na fase derradeira, ocasião em que dominou as jogadas e as ações. Acontece, que a sua linha dianteira, por diversas ocasiões preparou e inclusive venceu as jogadas, pecando nos arremates. Tramou bem no centro do gramado e conseguiu envolver o Grêmio, que esteve irreconhecível na noite de ontem, apresentando um futebol muito aquém de suas verdadeiras qualidades. O resultado de 2×1, para os tricolores, até certo ponto, foi injusto. Um empate, seria o resultado mais coerente com o jôgo.

Os primeiros quarenta e cinco minutos foram de mau futebol, uma vez que as duas equipes se equivaleram em mediocridade. Enquanto o Grêmio mostrava desentendimento em suas diversas linhas, o São José pecava a cada instante, tornando o embate inexpressivo. Poucas foram as jogadas que salvaram o espetáculo, na fase inicial. Houve no primeiro tempo alguns lances bons, que afinal não foram aproveitados, surgindo depois os dois que redundaram nos tentos assinalados. O primeiro foi aos 30 minutos. Marino apontou forte e Luiz Luz cometeu toque na pequena área. Clinamulte cobrou o penalti e Elton marcou. Bem cobrado, com violência. Depois, aos 44 minutos, por intermédio de Pinto, o São José empatou.

                                                                    ***

Veio o segundo tempo. O São José esteve melhor e a partida tomou outra feição. Os zequinhas procuraram botar a pelota no terreno, dando insano trabalho à defesa do Grêmio, principalmente. Mas acontece que o ataque do São José, em que pese esse rápido domínio, não soube aproveitar três grandes oportunidades. A dianteira do Passo d’Areia pecou nos momentos decisivos, “mastigando” demasiadamente a pelota. Então, a defesa do Grêmio passou a defender com mais desembaraço, dominando a situação e salvando por várias vezes, principalmente Airton e Enio Rodrigues. Por fim, veio o tento da vitória do Grêmio, após uma rápida reação. A linha do tricolor — com o apoio de sua torcida — fêz uma carga cerrada ao arco do São José. Marino perdeu grande oportunidade, quando tinha o goal à sua disposição. Mas o Grêmio não parou e voltou ao ataque, dominando a cancha. Surgiu um comer. Vieira bateu, e Airton, abandonando o seu posto, de cabeça, decretou a derrota do São José, aos 40 minutos da fase derradeira. E assim o prélio foi ao seu final, com a vitória do Grêmio por 2 x 1” (Correio do Povo, terça-feira, 20 de dezembro de 1960)

O tento da vitória gremista surgiu aos 40 minutos. Daltro cedeu escanteio e Vieira bateu com multa precisão. A pelota descreveu um arco completo e Airton, que fora tentar a conquista do tento da vitória, postando-se dentro da área zequinha, saltou com os zagueiros contrários e, favorecido pelo seu alto porte, cabeceou com êxito, enviando a pelota para o fundo do arco defendido por Paulinho e. assim, alcançando seu objetivo, pois êsse tento foi o único registrado nesse período e que deu a vitória ao Grêmio” (Jornal do dia, terça-feira, 20 de dezembro de 1960)

“SÃO JOSÉ PERDEU INJUSTAMENTE PARA O GRÊMIO: JUIZ INFLUIU

Quatro fatores levaram o São José à derrota, na noite de ontem, no Estadia Olímpico. Vamos enumerá-los:  1.º) – a marcação do penalty inexistente de Luiz Luz; 2.) — a anulação do tento de Joeci; 3.º) – a não marcação de um penalty contra o Grêmio e 4º) — o vento contrário no segundo tempo.

Três destes  fatores tem apenas dois culpados; o juiz Clinamulte Vieira França e a bandeirinha  Guilherme Sroka.

A marcação do penalty de Luiz Luz foi multo duvidosa. E muito errada a sua assinalação. Primeiramente porque foi “bola na mão”. Marino deu “uma “selada” ao braço do zagueiro central Zequinha. Nunca poderia ser marcado penalty.

[…]

Aos 26 minutos do primeiro tempo, Elton abriu a contagem cobrando penalidade máxima que já comentamos. Empatou Pinto aos 44 minutos, escorando de cabeça uma bola lançada por Alexandre, na cobrança de uma falta. O tento da vitória do Grêmio surgiu aos 41 minutos, da etapa final. VI cobrou o escanteio. A bola já havia penetrado quando Airton entrou para conferir.” (Folha da Tarde, terça-feira, 20 de dezembro de 1960)

Grêmio Porto Alegrense, já pentacampeão metropolitano, voltou a cancha para enfrentar, em compromisso valido, pelo terceiro turno do certame da Divisão de Honra, a equipe do São José, em seu penúltimo compromisso no campeonato deste ano.

Não foi fácil o triunfo obtido pelos campeões ontem à noite no Estádio Olímpico, já que o marcador final foi de 2 x 1, sendo que segundo gol gremista foi obtido quando faltavam apenas cinco minutos para findar o prélio.” (Diário de Notícias, terça-feira, 20 de dezembro de 1960)

GRÊMIO: Suli; Figueiró, Airton, Ênio Rodrigues e Ortunho; Elton e Milton Kuelle; Marino, Gessi, Juarez e Vieira.
Técnico: Foguinho

SÃO JOSÉ: Paulinho; Mossoró, Luiz Luz e Daltro; Bandeira e Itamar; Alexandre, Alteu. Pinto, Osquinha e Joeci.
Técnico: Luizinho

Data: 19 de dezembro de 1960, segunda-feira
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Renda: CR$ 136.610,00
Árbitro: Clinamulte Vieira França
Auxiliares: Agomar Martins e Guilherme Sroka

Gauchão 2019 – Grêmio 3×0 São José

March 10, 2019

2019 Superior Norte

O Grêmio ganhou do São José, com 3 golaços. André teve grande atuação, fazendo o que sempre se esperou dele, que é dar mobilidade e agilidade ao ataque tricolor.

– Média de público do Grêmio na Arena em 2019:

14..476 (12.778 pagantes)

33466803288_3187485851_o
Fotos: Superior_Norte (Instagram) e Eduardo Torres (EC São José)

Grêmio 3×0 São José

GRÊMIO: Júlio César; Matheus Henrique, Paulo Miranda, Marcelo Oliveira e Juninho Capixaba; Darlan (Diego Tardelli, 17/2ºT) e Thaciano; Montoya (Thonny Anderson, 32/2ºT), Jean Pyerre (Leonardo Gomes, 26/2ºT) e Pepê; André
Técnico: Renato Portaluppi

SÃO JOSÉ: Fábio; Marcio Lima, Rafael Goiano, Everton Alemão e Dudu Mandai; Bruno Jesus (Márcio Jonatan, int), Tássio, Matheusinho e Tavares; Tiago Pará (Wandinho, 38’/2º) e Crystopher (Everton Júnior, 18’/2º)
Técnico: Rafael Jacques

9ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2019
Data: 09 de março, sábado, 19h00min
Público: 9.104 (7.616 pagantes)
Renda: R$ 281.542
Árbitro: Douglas Silva
Assistentes: Élio Nepomuceno de Andrade Júnior e Júlio Cesar Espinoza de Freitas
Cartões amarelos: Marcelo Oliveira (Grêmio); Márcio Lima e Tássio (São José)
Gols: Montoya, aos 28 minutos e Pepê, aos 30 minutos do primeiro tempo; André, aos 31 minutos do segundo tempo.

Gauchão 1975 – Grêmio 1×0 São José

March 9, 2019

1975 gremio 1x0 sao jose

No Gauchão de 1975 o Grêmio treinado por Ênio Andrade recebeu o São José treinado por Poletto, e só garantiu a vitória com um gol de Vilson, aos 31 minutos do segundo tempo.

Como já foi lembrado pelo Beto Xavier, no primeiro semestre daquele ano o Grêmio praticamente adotou a camisa azul celeste como seu fardamento número 1.

1975 gremio 1x0 sao jose cp

POR POUCO O GRÊMIO NÃO PAROU NA RETRANCA DO SÃO JOSÉ

Depois de um primeiro tempo de futebol mal jogado e vaiado pelos torcedores, sem chutar uma só bola contra a meta do São José e sem explosão nas jogadas de ataque, o Grêmio só conseguiu marcar aos 31 minutos da segunda etapa, alcançando uma difícil vitória, por 1 x 0. O técnico Paulo Sérgio Poletto armou um esquema para neutralizar as principais jogadas do Grêmio, colocando dois homens sobre Zequinha, e Nenê. Sua meia-cancha jogou recuada para reforçar o bloqueio defensivo, criando grandes dificuldades para o ataque gremista. Com a vitória de ontem à noite, no Olímpico, os tricolores assumem a liderança isolada do campeonato gaúcho, por pontos ganhos, pelo menos até hoje à noite, quando o Internacional jogará contra o São Paulo, de Rio Grande.

PRIMEIRO TEMPO

O São José entrou em campo com um esquema bem armado para dificultar as principais jogadas do Grêmio. O lateral-direito Norival e o ponteiro Rogério encarregaram-se da marcação de Nenê, enquanto Pedro e Joãozinho, pela esquerda, colaram em Zequinha, para evitar suas cruzadas. A meia-cancha do São José reforçou a defesa para bloquear o ataque gremista e apenas Emir permanecia, eventualmente, na frente aguardando os lançamentos que, em número de dois ou três, não chegaram a resultar em boas jogadas contra a meta de Picasso.

O maior defeito do Grêmio no primeiro tempo foi a lentidão. Nenhuma situação de golo foi criada nos primeiros 45 minutos de jogo. Cacau por duas vezes ensaiou jogadas de penetração, lançando Tarciso, que terminaram em chutes dispersivos. O ponteiro Nenê, pouco acionado, teve duas oportunidades para o arremate final. Na primeira, errou a meta e na segunda, lançado em profundidade, acabou perdendo a bola para o lateral Norival. Tarciso, aos 30 minutos, recebeu um passe pelo meio, atrás dos zagueiros, mas o goleiro Cláudio, com grande tranquilidade, saiu da área e conseguiu dar um balãozinho no avente gremista e chutar para o meio, do campo.

SEGUNDO TEMPO

Mesmo com uma temperatura de 10 graus, a torcida tricolor procurou esquentar o jogo na segunda etapa, incentivando o time, o que não havia feito nos primeiros 45 minutos. Nenê, aos 8 minutos, criou a primeira situação que ajudou a animar um pouco mais os torcedores. Recebeu uma bola pela esquerda, venceu a mareação de Norival, mas chutou por cima da meta de Cláudio, numa bela jogada. A essa altura Paulo Sergio Poletto precisou retirar Norival, uma das melhores figuras da equipe, lesionado, colocando Flávio em seu lugar.

Embora aumentando bastante o ritmo de jogo, o Grêmio continuou encontrando dificuldades para penetrar na área adversária até os 31 minutos, quando a torcida tricolor conseguiu respirar aliviada, depois de muito sofrimento, com o golo de Vilson. Nenê sofreu uma falta pelo lado esquerdo, Bolívar cobrou por cima e, na saída do arqueiro Cláudio, Vilson marcou de cabeça.” (Correio do Povo, 5 de junho de 1975)

guaiba

ingressos

Grêmio 1×0 São José

GRÊMIO Picasso; Vilson, Beto Bacamarte, Beto Fuscão e Bolivar; Cacau, Iúra (Luis Freire) e Neca; Zequinha, Tarciso e Nenê
Técnico: Ênio Andrade

São José: Claudio, Norival (Flavio), Paulinho, Paulo Sousa e Pedro; Celso, Vasquez e Dorinho; Rogério (Antonio Carlos), Emir e Joãozinho
Técnico: Paulo Sérgio Poletto

Gauchão 1975
Data: 4 de junho de 1975, quarta-feira
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Renda: Cr$ 79.441,00
Árbitro: Luis Louruz
Auxiliares: Paulo Serafim e Adão Alipio Soares
Gol: Vilson, aos 31 minutos do segundo tempo

Gauchão 2018 – São José 2×0 Grêmio

January 31, 2018

39919607122_26383586aa_k

O Grêmio não deveria estar jogando tão cedo assim no ano. O campeonato não pode começar com jogos em quarta/domingo logo de cara. Deveria se questionar mais a liberação de gramado sintético, especialmente numa tarde de janeiro em Porto Alegre.

 Tudo isso precisa ser levado em consideração quando tentamos analisar esse jogo. Mas ainda assim é inevitável chegar a conclusão de que esse time de transição deveria ter tido melhor desempenho em campo.

Algumas opções feita não aparentam tem muito sentido. Por que Leonardo Gomes foi improvisado na lateral-esquerda? Não seria esse justamente o momento de oferecer a oportunidade para algum guri da base que seja da posição?

39054646915_475cabe12a_kFotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

São José 2×0 Grêmio

SÃO JOSÉ: Fábio; Marcelo, Rafael Goiano, Bruno Jesus e Dudu Mandai; Éverton Alemão (Henrique Ramalho), Felipe Guedes e Clayton (Igor Nobre); Kelvin, Matheuzinho e Mateus Totô (João Pedro 19/2ºT)
Técnico: Rafael Jacques

GRÊMIO: Bruno Grassi; Madson, Paulo Miranda, Mendonça e Leonardo Gomes; Balbino (Rodrigo Anchieta 25/2ºT), Jean (Isaque 19/2ºT) e Matheus Henrique; Pepê, Lima (Dionathã 40/2ºT) e Alisson.
Técnico: César Bueno

04ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2018
Data: 28 de janeiro de 2018, domingo, 17h00min
Local: Estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre – RS
Público: 965 pagantes
Renda: R$ 26.480,00
Árbitro: Érico Andrade
Assistentes: Leirson Martins e Andreza Mocelin
Cartões amarelos: Balbino e Mendonça; Éverton Alemão
Gols: Éverton Alemão, aos 30 minutos do 2ºT, e Rafael Goiano, aos 34 minutos do 2ºT

Gauchão 2016 – Grêmio 0x2 São José

February 14, 2016

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)

Grêmio 0x2 São José


GRÊMIO: Marcelo Grohe, Wallace Olilveira (Giuliano, 34’/2ºT), Pedro Geromel, Kadu e Marcelo Oliveira; Kadu e Maicon; Douglas (Linclon, 19’/2ºT), Pedro Rocha (Henrique Almeida, 11’/2ºT) e Everton; Luan 
Técnico: Roger Machado
SÃO JOSÉ: Fabio, Bindé, Claudinho, Wagner e Deivid; Adalberto (Felipe Guedes, 30’/1ºT), Fred, Clayton (Guilherme, 36’/2ºT) e Diego Torres (Rafael Molerk, 40’/2ºT); Jô e Heliardo 
Técnico: China Balbino 
04ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2016

Data: 12/2/2016, sexta–feira,  19h30min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre – RS
Público: 11.702 (10.300 pagantes)
Renda: 366.828,00
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)
Gols: Heliardo, 47’/1ºT e Guiherme, 42’/2ºT

Gauchão 2015 – São José 1×1 Grêmio

April 6, 2015

Achei bastante adequado que tenha se falado em “ligar o sinal de alerta” no vestiário do Grêmio ontem. Por que ao final dessa primeira fase não dá pra deixar fugir do fato de que o tricolor, mesmo fazendo mais jogos em casa e tendo menos compromissos no calendário, ficou atrás do Co-irmão na classificação geral, e muito provavelmente não terá o mando de campo no segundo jogo de uma eventual/provável decisão em Gre-Nal.
Nesse empate contra o São José nós nem podemos reclamar da grama sintética, uma vez que, por uma barbeiragem da Federação (que marcou dois jogos na capital justo na única rodada que não poderia ser desmembrada) o jogo foi realizado em São Leopoldo. O Grêmio até que começou bem a partida, marcando o primeiro gol logo aos 11 minutos com Fellipe Bastos. Depois disso, o time teve chance de marcar o segundo (Giuliano perdeu a principal oportunidade, mas aos poucos começou a dar muito espaço para o adversário, Aos 13 do segundo tempo o São José chegou ao gol de empate (num lance em que vários dos seus jogadores cabecearam livres dentro da área) e o Grêmio não teve forças para buscar uma reação.

O curioso dessa primeira fase é que o Grêmio teve o mesmo aproveitamento nos jogos dentro e fora de casa (66%). E convenhamos que 66% de aproveitamento em casa é preocupante em qualquer campeonato,
Não me pareceu pênalti em nenhum dos lances selecionados pelo GloboEsporte. Contudo Márcio Chagas achou que o juiz só errou a favor do Grêmio. E esse entendimento do comentarista de arbitragem vem se repetindo, só verificando erros de arbitragem a favor de um dos grandes times do estado. Não há como deixar de pensar que ele ainda de se atrapalha por tentar responder, ainda que inconscientemente, sobre a questão do time do coração do seu pai,  levantada em 2011 por Roberto Siegmann.
Muito legal essa camisa do Zequinha, disparada a mais marcante do Gauchão. Uma pena que na transmissão os uniformes tenham ficado um pouco semelhantes. Foi o segundo jogo no campeonato que o Grêmio se viu obrigado a trocar de camisa no intervalo. Seria tão difícil a Federação verificar isso antes do jogo? Um email para os clubes resolveria facilmente a questão, mas o presidente da FGF parece mais interessado em continuar falando barbaridades na imprensa do que em administrar o campeonato de forma correta.
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Lauro Alvez (Zero Hora)

São José-RS São José 1×1 Grêmio Grêmio

SÃO JOSÉ: Fábio; Bindé (William, 41’/2ºT), Léo, Rafael Goiano e Brida; Roberto, Felipe Guedes, Jean Roberto (Danrley, Intervalo) e Rafinha (Collazzo, 13’/2ºT); Jô e Rafael Carrilho.  
Técnico: Gilson Maciel

GRÊMIO:  Tiago; Matias Rodríguez, Erazo, Geromel e Júnior; Wallace (Lincoln, 24’/2ºT), Fellipe Bastos; Giuliano,  Douglas (Maicon, Intervalo) e Everton (Everaldo, 12’/2ºT); Yuri Mamute
Técnico: Luiz Felipe Scolari
15ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2015

Data: 5/4/2015, domingo, 16h00min
Local: Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo-RS
Árbitro: Jean Pierre Lima (RS)
Assistentes: Leison Peng Martins (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Cartões amarelos: Rafael Carrilho (SJO)
Gols: Fellipe Bastos, aos 11 minutos do primeiro tempo, e Rafael Carrilho, aos 13 minutos do segundo tempo