Archive for the ‘São Paulo’ Category

Brasileirão 2017 – São Paulo 1×1 Grêmio

July 26, 2017

sergio barzaghi gazeta press1581_crop_galeria

Um empate contra o São Paulo no Morumbi dificilmente poderá não ser considerado um bom resultado, mas dessa vez o torcedor gremista tem vários razões para lamentar esse empate: 1) O Grêmio saiu na frente (em uma bela arrancada de Pedro Rocha) ; 2) O Grêmio jogou bem,  controlando o meio de campo e criando mais chances de gol; 3) A situação dos times no campeonato.

Porém não dá pra se falar em injustiça nesse empate (ou não dá pra se falar em justiça em matéria de futebol). O São Paulo aproveitou uma (na boa combinação de Cueva e Edmar pela ponta esquerda) de suas poucas oportunidades de gol e o Grêmio igualmente só aproveitou uma de suas várias chances.
2047_crop_galeria2050_crop_galeria

Renato repetiu o 4-3-3 (4-1-4-1) usado contra o Vitória, mas dessa vez Ramiro atuou aberto pela direita e Luan atuou como homem mais adiantado do ataque.  Como era de se esperar, esse time dominou as ações do meio de campo (em vários momentos o Grêmio tocou a bola como quis) mas não teve tanta presença na área adversária (teve pouco “punch” no terço final do campo).

Achei que patrocínio do iPlace na manga ficou de bom tom (até contribuiu para diminuir o “marasmo ” da manga toda azul).
sergio barzaghi gazeta press2
Fotos: Sergio Barzaghi (Gazeta Esportiva) e Rubens Chiri (saopaulofc.net)

São Paulo 1×1 Grêmio

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno (Gilberto, aos 21’/2ºT), Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros, Jucilei (Cícero, no intervalo) e Jonatan Gómez (Lucas Fernandes, no intervalo); Marcinho, Cueva e Pratto.
Técnico: Dorival Junior

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon, Arthur (Fernandinho, aos 20’/2ºT) e Ramiro; Pedro Rocha (Éverton, aos 33’/2ºT) e Luan.
Técnico: Renato Portaluppi

16ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2017
Data: 24/7/2017, segunda-feira, 20h00min
Local: Morumbi, em São Paulo – SP
Público: 51.511
Renda: R$ 1.367.039,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Cartões amarelos: Rodrigo Caio, Maicon, Michel e Arthur (GRE)
Gols: Pedro Rocha aos 19 minutos do 1º tempo e Lucas Fernandes aos 18 minutos do 2º tempo

Advertisements

Brasileirão 2016 – São Paulo 1×1 Grêmio

November 18, 2016

9623_crop_galeria9625_crop_galeria

Apesar do promessa de foco no Campeonato Brasileiro, ficou nítido que o Grêmio entrou em campo no Morumbi sem a mesma intensidade vista na Copa do Brasil. Logo aos 11 minutos o São Paulo saiu na frente, numa jogada iniciada em um bom lançamento de João Schmidt. Wallace Reis não afastou a bola e não travou o avanço de Chavez e Marcelo Grohe saiu do gol precipitadamente, facilitando o trabalho do avante são-paulino, que tocou por cobertura.

O Grêmio tinha mais posse de bola, tentava articular jogadas, mas afunilava demais o jogo. Os jogadores de lado eram pouco acionados (e isso já tinha acontecido no jogo de volta contra o Cruzeiro) . Numa das raras vezes que isso aconteceu, Ramiro entrou em diagonal na área, onde recebeu bom passe de Douglas e empatou o jogo.

9492_crop_galeria
Fotos: Rubens Chiri (São Paulo F.C.)

São Paulo 1×1 Grêmio

SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Thiago Mendes (Hudson 22′ 2ºT), João Schmidt, David Neres, Cueva e Luiz Araújo (Carlinhos 26′ 2ºT); Chavez
Técnico: Ricardo Gomes

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson (Jailson 31′ 2ºT), Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha (Everton 17′ 2ºT); Luan (Batista 46′ 2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

35ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 17 de novembro de 2016, quinta-feira, 19h30min
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo-SP
Público: 21.923
Renda: R$ 276.590,00
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Cartões amarelos: Buffarini, Luiz Araújo, Chavez, Walace, Wallace Reis
Gols: Chavez, aos 11 do 1º tempo e Ramiro, aos 21 do 2º tempo)

1Brasileirão 2016 – Grêmio 1×0 São Paulo 

August 6, 2016

Acabada a partida, todo mundo ficou com a sensação que o 1×0 foi pouco. Mas foi o São Paulo que jogou mal e deixou de tomar mais ou foi o Grêmio que esteve bem e não conseguiu converter o domínio em um placar mais amplo?

Negueba teve que substituir Giuliano pela primeira vez e foi bem, ao ponto de ser elogiado pelo Tostão.

GRÊMIO:Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Wallace Reis e Iago; Jaílson, Maicon; (H. Almeida, 34’/2ºT), Everton (Pedro Rocha, 43’/2ºT), Douglas e Negueba (Kaio, 44’/2ºT); Miller Bolaños.
Técnico: Roger Machado.

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Lugano e Mena; Wesley, Thiago Mendes, Centurión (Pedro, 32’/2ºT), Cueva e Michel Bastos; Gilberto (Kelvin, 18’/2ºT).
Técnico: Edgardo Bauza

16a Rodada – Campeonato Brasileiro 2016
Data: 24/7/2016, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre-RS
Público: 39.556 (37.069 pagantes)
Renda: R$ 1.459.680,00
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Nadine Schramm Camara (SC) e Helton Nunes (SC)
Cartões amarelos: Lugano e Thiago Mendes
Cartões vermelhos: Mena, aos 33’/2ºT
Gol: Douglas aos 7 minutos do 2ºT

Brasileirão 2015 – Grêmio 1×2 São Paulo

September 14, 2015
O futebol brasileiro é complicado. Na quarta-feira todo mundo se empolgou com o grande jogo disputado em Itaquera. Hoje foi o dia de voltar a realidade. Pouca bola rolando, muito amorcegamento, muita catimba e arbitragem horrorosa.
O Grêmio, talvez surpreendido pela postura do São Paulo, fez um jogo demasiadamente nervoso, apressando desnecessariamente a construção das suas jogadas. Aos 34 minutos, Galhardo sofreu falta na frente da área. Sandro Meira Ricci colocou a barreira muito próximo a balta e Douglas chutou em cima de um são paulino. No contra-ataque o Grêmio teve várias chances de interromper a jogada, mas assim não o fez e a bola chegou até Alexandre Pato, que limpou a zaga antes de chutar para abrir o marcador.

O time de Roger não se acertou no intervalo. Pelo contrário, parece ter voltado ainda mais ansioso do vestiário. O São Paulo teve chances e poderia ter liquidado a partida muito antes, não tivesse tão comprometido em administrar a sua vantagem com anti-jogo (o auge disso foi a um momento que o auxiliar Milton Cruz deixou o reservado, saiu da área técnica e foi até a metade do campo só para ganhar alguns segundos em uma substituição, tudo isso com a devida complacência do árbitro). Desse modo o jogo se arrastou até o período de acréscimos, quando finalmente, em mais um contra-ataque, Rogério ampliou para o o São Paulo. Dois minutos depois Everton aproveitou a bola que passou por Bobô e descontou para o Grêmio.

Sigo achando que substituir Maicon e Pedro Rocha por Edinho e Fernandinho acaba por alterar demais a mecânica de jogo do Grêmio.

Juan Carlos Osorio posicionou Breno a frente dos seus outros dois zagueiros, justamente no espaço que Douglas e Luan buscam para criar as jogadas. Até aqui o São Paulo foi o time que menos chances proporcionou ao ataque gremista.

Acho que o Presidente Romildo fez bem em questionar a qualificação e capacitação da arbitragem nacional. Um dos bandeirinhas de hoje (Carlos Berkembrock) estava visivelmente fora de forma e aparentava ter grande dificuldade em se movimentar para acompanhar as jogadas.

Quase 47 mil pessoas e ainda se viam muitos lugares vazios na Arena. Uma pena que os transtornos no trânsito da saída do campo sigam sendo os mesmos de dois anos atrás. Foram feitas pouquíssimas iniciativas para melhor o fluxo da região.

Tem certas coisas que eu, mesmo me esforçando muito, não consigo entender. Hoje, perto das 16h, quando as equipes já estavam em campo, uma das rampas do setor leste estava fechada enquanto ainda haviam filas nas demais entradas.

Grêmio Grêmio 1×2 São Paulo São Paulo
GRÊMIO: Bruno Grassi; Galhardo, Rafael Thyere, Erazo e Marcelo Oliveira; Edinho, Walace (Pedro Rocha, 38’/2ºT), Giuliano, Douglas (Everton, 30’/2ºT)  e Fernandinho (Bobô, 12’/2ºT); Luan. 
Técnico: Roger Machado
SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Matheus Reis (Wesley, 20’/2ºT); Breno, Thiago Mendes, Carlinhos (Rogério, 15’/2ºT), Ganso e Michel Bastos (Reinaldo, 34’/2ºT); Alexandre Pato. 

Técnico: Juan Carlos Osorio

25ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2015
Data: 13 de setembro de 2015, domingo, 16h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 46.915 (44.227 pagantes)
Renda: R$ 1.846.273,00
Arbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (FIFA-SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: Rafael Thyere, Walace, Edinho (Grêmio); Bruno, Matheus Reis, Michel Bastos (São Paulo)
Gols: Alexandre Pato, aos 34 minutos do primeiro tempo; Rogério aos 45, e Everton, aos 48 minutos do segundo tempo.

Brasileirão 2015 – São Paulo 2×0 Grêmio

June 8, 2015

O Grêmio não conseguiu dar sequência na sua recuperação no Brasileirão, tendo uma atuação muito abaixo do esperado e abaixo do aceitável contra o São Paulo. Os sinais de evolução da equipe que foram vistos nos últimos jogos não se fizeram presentes no Morumbi. O time de Roger não teve a mesma movimentação e intensidade, abrindo mão da posse de bola e  deixando grandes espaços na marcação. Se viam buracos entre os volantes e os zagueiros, e não raro os jogadores de frente deixavam de recuar para trás da linha da bola no momento da recomposição defensiva. Assim, o São Paulo não precisou de muito para conseguir a vitória. Aos 26 minutos do 1º tempo, Rhodolfo cortou mal um cruzamento e a bola acabou indo para nos pés de Luis Fabiano, que com tranquilidade fez o 1×0. A rigor o Grêmio só teve uma chance de empatar, quando Giuliano deu bom passe e Pedro Rocha conseguiu tocar a bola por cima de Rogério Ceni, mas não para dentro do gol.
A situação não mudou muito no segundo tempo. O São Paulo parecia não precisar, mas o juiz inventou um pênalti para o time da casa, que Rogério Ceni converteu. O restante da partida foi constrangedor para o Grêmio, muito mais pela sua inércia do que por uma imposição técnica do adversário.

 

O brabo é que o São Paulo jogou muito pouco e ainda assim foi claramente superior ao Grêmio.
E novamente os números ajudam a ilustrar a apatia do Grêmio. O São Paulo, mesmo tendo maior posse de bola (60% x 40%), fez um número maior de faltas (19 x 14). A marcação gremista foi muito passiva.
Eu gostaria muito de entender porque o árbitro Pericles Bassols apitou com a gola da camisa levantada. Gostaria de entender porque ele marcou pênalti num toque absolutamente involuntário de Marcelo Oliveira e porque ele não adotou o mesmo critério que usou em lance parecido aos 11 do primeiro tempo.

 

 Fotos: Marcos Ribolli (GloboEsporte) e Rubens Chiri (São Paulo F.C.)

São Paulo São Paulo 2×0 Grêmio Grêmio
 

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rodrigo Caio, Dória, Carlinhos, Denilson (Hudson 21’/2T), Souza (Thiago Mendes 26’/2T), Wesley, Michel Bastos (Reinaldo 33’/2T), Ganso e Luís Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio
GRÊMIO: Tiago; Fellipe Bastos, Rhodolfo, Pedro Geromel, Marcelo Oliveira, Araújo (Júnior 11’/2T), Maicon, Giuliano, Luan, Pedro Rocha (Vitinho 29’/2T) e Yuri Mamute (Braian Rodríguez 12’/2T)
Técnico: Roger Machado

 
06ª Rodada – Campeonato Brasileiro 2015
Data: 06/06, às 22h (de Brasília)
Local: Estádio Morumbi, em São Paulo – SP 
Público: 16.952 pagantes
Renda:  R$ 529.630,00
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (Fifa)
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Fellipe Bastos, Marcelo Oliveira (GRE), Denilson, Luis Fabiano e Souza (SAO)
Gols: Luís Fabiano aos 26 minutos do 1º tempo e Rogério Ceni (de pênalti) aos 10 minutos do 2º tempo