Archive for the ‘Umbro’ Category

Terceira Camisa 2021

September 15, 2021

https://i.imgur.com/XvtszFx.jpg

Eu gostei bastante dessa nova terceira camisa do Grêmio. A Umbro se valeu do seu valeu do seu losango/diamante para fazer uma espécie de mosaico/pixel art, tal qual já havia feito para Avaí e Chapecoense. Mas eu acho que a camisa gremista teve um resultado superior a dos catarinenses (e a camisa “se basta” sem ver toda a coleção ou fazer a relação entre Umbro=Diamante)

Gosto muito da gola e da distribuição das cores. Entendo que tenha achado a camisa meio “over” (talvez ficasse mais sutil com um contraste menor entre os tons de azul), mas acho que a função da terceira é justamente a de ousar e arriscar.

Esse uso dos losangos me fez lembrar um pouco das camisas feitas pela Nike para Inter de Milão em 2010/2011 (que eu gosto muito) e da atual temporada. Da mesma forma, esse estilo quase como se fosse um camuflado tem alguma semelhança com o que Adidas fez para a Seleção Japonesa para as Olimpíadas de Tóquio e para as camisas pré-jogo dos seus times europeus como Bayern e Real Madrid.  E a disposição das cores na camisa, por algum motivo, me remete as camisas do Betis de 1995/1997 e a do Athletico Bilbao 2004/2005.

Um detalhe que não me agrada é o escudo em duas cores. Não vejo muito sentido em tirar o preto do escudo quando o resto da camisa tem tons de preto. Acho que um escudo tradicional, com preto, branco e esse azul claro usada na camisa,  ficaria melhor.

Um problema que persiste nestes lançamentos da Umbro é que as versões feminina e infantil são vendidas com uma gola completamente diferente da camisa de jogo (o que, ao meu ver, é inaceitável).

Não vejo muita serventia em se fazer um outro calção preto para essa camisa. O calção titular combinaria perfeitamente.

https://i.imgur.com/imhBtei.jpg

https://s2.glbimg.com/ZgIkNZu0Mwnd2uI0CfcjlF6aCqI=/0x0:2048x1365/1008x0/smart/filters:strip_icc()/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_bc8228b6673f488aa253bbcb03c80ec5/internal_photos/bs/2021/W/K/0wogIlTdO5XtHPoeko8w/51474782662-71a3161d72-k.jpg

 

 

https://i.imgur.com/cyrlmET.jpg

https://i.imgur.com/aDT3GuU.jpg

https://assets-mantosdofutebol.sfo2.digitaloceanspaces.com/wp-content/uploads/2021/09/Terceira-camisa-do-Gremio-2021-2022-Umbro-2.jpg

https://assets-mantosdofutebol.sfo2.digitaloceanspaces.com/wp-content/uploads/2021/09/Terceira-camisa-do-Gremio-2021-2022-Umbro-4.jpg

 — Foto: Umbro/Divulgação

 

 

Como ficaria a camisa do Grêmio no modelo usado pela Umbro no Fluminense em 2021? (E Vice-Versa)

July 17, 2021

Ano passado, ao fazer essa comparação entre os clubes tricolores da Umbro no Brasil, eu fiquei com a clara sensação de que a camisa do Fluminense estava muito mais bem resolvida do que a do Grêmio.

Em 2021, a camisa titular do Grêmio melhorou bastante. Tem alguns aspectos novos bem interessantes (como a gola), mas eu me incomodo muito com a posição das listras na manga (onde nenhuma delas foi centralizada na altura do ombro).

Já a camisa do Fluminense segue super tradicional, e, ao meu ver, as listras estão corretamente posicionadas na manga.

 

De tal modo acho que cabe fazer algumas simulações de como ficaria a camisa do Grêmio nesse modelo do Fluminense.

Na imagem abaixo fiz as duas com a listra azul centralizada. Na simulação da direita eu alterei a ordem das cores nas mangas (me pareceu mais interessante o resultado).

 

Simulações com base no kit para FM disponibilizado em: https://sortitoutsi.net/content/177/ss09-13-template-thread?page=45#comment_638521

 

Simulações com base no kit para FM disponibilizado em: https://sortitoutsi.net/content/177/ss09-13-template-thread?page=45#comment_638521

 

Na imagem acima usei a listra preta centralizada. Aqui também eu acho mais interessante inverter a ordem das listras da manga.

Como bônus, ficam simulações de como ficaria a camisa do Fluminense no modelo que a Umbro usou no Grêmio.

 

Simulações com base no kit para FM disponibilizado em: https://sortitoutsi.net/content/177/ss09-13-template-thread?page=42#comment_631783

Camisa Branca 2021

June 2, 2021

 

Minha opinião sobre essa camisa reserva do Grêmio de 2021 em duas palavras: Falta azul.

Nessa colagem de fotos acima, do jogo contra o Lanus, fica claro que de determinado ângulo parece que os atletas estão usando uma camisa (e um fardamento) toda branca.

Acho interessante a ideia das listras horizontais que vão diminuindo de tamanho conforme “sobem”.  Contudo, no caso dessa do Grêmio acho que a execução foi falha. Na colagem abaixo dá pra ver que essa é uma ideia que vem sendo usada por várias marcas nos últimos anos. Com exceção da camisa do FC Dallas, as demais tiveram um resultado final mais interessante do que a do Grêmio.

Na do Grêmio dá a impressão de que alguém começou a desenhar as listras e simplesmente parou quando foi avisado que precisava inserir o patrocínio do Banrisul, o logo da Umbro e o distintivo do Grêmio.

 

 

 

Acho que a camisa ganharia se as listras seguissem até em cima ou mesmo se aparecessem também em alguma das manga. Conforme simulação abaixo.

Uma outra alternativa seria de colocar o azul na gola e/ou punhos. Abaixo fiz essa simulação, bem como uma com a mesma gola da camisa titular.

 

Outra possibilidade seria de “alterar” apenas o calção ou as meias. Repetindo o mesmo padrão de listras nas demais peças (simulação abaixo).

 

 

A gola da camisa feminina segue sendo bem diferente da masculina. Sigo sem entender a razão disso.

Camisa Tricolor 2021

May 15, 2021

Eu tenho imensa curiosidade em saber os detalhes por trás da criação e aprovação das camisas do Grêmio. Essa camisa de 2021 é mais uma que ganharia muito com algumas revisões/alterações.

O conceito dela em si é bastante interessante, o problema está na falta de atenção aos detalhes. E os detalhes fazem toda a diferença.

– Gosto muito do tamanho e da proporção das listras.

– Acho que o ponto forte dessa nova camisa é a gola (parecida com a que a Adidas usou nas camisas de Argentina, Japão, Suécia, Colômbia e México na Copa de 2018). Ela é diferente das demais que o Grêmio usou recentemente e está muito bem dimensionada. Em nenhum jogador ela parece muito folgada ou apertada.

– Eu entendo que o tom de azul da camisa titular pode e deve (dentro de certos limites) mudar de ano para ano. Acho esse azul bem clarinho uma variação interessante.

– O que não dá pra aceitar é que o tom de azul do escudo seja diferente do tom de azul das listras. Essa diferença ficou muito evidente já nas primeiras fotos que vazaram.

-Sigo sem entender porque o patrocínio do Banrisul da parte da frente é aplicado em transfer/silk enquanto o das costas é sublimado (o patrocínio sublimado é bem mais resistente/durável e confortável).

-Assim como aconteceu em 2019 e 2020, a camisa versão de torcedor não tem patrocínio nas costas (faria mais sentido uma versão sem nenhum patrocínio).

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

– As disposição das listras na manga está bem “estranha’. Na foto acima fica claro que nenhuma listra está “centralizada” (sendo centro aqui o ponto imaginário que divide a parte da frente e das costas da camisa. Acho que esse é um dos defeitos mais graves dessa nova camisa.

 

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

 

E ao menos para mim , o fato do patrocínio da Vero e o logo da Sul-Americana estar posicionado dentro da listra azul só reforça a sensação de que as listras da mangas estão mal posicionadas

Eu acredito que o desenho ficaria mais harmonioso se a a listra azul da manga estivesse mais centralizada (fosse “empurrada” um pouco mais para trás).  Nas imagens abaixo, (no lado direito) uma simulação desse ajuste.

 

 

 

 

 

–  Na comparação com as camisas de 2019 e 2020 fica claro que o distintivo do Grêmio e o logo da Umbro foram colocados mais para o centro da camisa.  Gosto mais desse “posicionamento”. Porém isso acentua um problema antigo nas camisas do Grêmio, que é a largura demasiada do patrocínio.

Quando apareceu pela primeira vez na camisa do Grêmio, a marca do Banrisul iniciava praticamente na mesma “linha” do início do logo do fornecedor ia até a mesma “linha” do fim do distintivo do clube.  Contudo, há algum tempo esse limite foi extrapolado e o Banrisul vai atravessando várias linhas e listras. Pra mim faz com que o distintivo do Grêmio pareça pequeno e no conjunto dos elementos da parte da frente da camisa acaba formando uma espécie de trapézio.

A solução mais fácil pra isso seria diminuir a largura do patrocínio tirando o símbolo do Banrisul, deixando só as letras. Porém o manual de identidade visual do patrocinador não permite isso. Abaixo simulei algumas alternativas,  uma delas seria a de trocar o Vero e o Banrisul de lugar.

 

 

 

 

 

 

Achei legal que a versão de manga longa já foi colocada à venda desde o lançamento. Uma pena que nenhum jogador tenha utilizado ela até agora.

 

 

Não entendi a razão de ter dois modelos de camisa feminina, uma com a gola igual a masculina e outra com uma gola diferente. As duas são vendidas pelo mesmo preço (R$ 239,00 a “Of.1” no site da Umbro e R$ 239,90 a “classic” no site da GrêmioMania) sendo que nenhuma delas é utilizada pela equipe feminina do clube.

E assim como aconteceu em 2016, 2017, 2019 e 2020, a gola da camisa do kit infantil é bastante diferente da camisa oficial. Curiosamente a gola da camisa infantil do ano passado era até mais bonita do que a oficial/adulto (bem como na terceira camisa de 2019), mas dessa vez a gola é um dos pontos fortes da camisa. É acredito que a camisa infantil deva ser o mais parecida possível com a usada pelos jogadores (aqui cabe também questionar o sumiço do Banrisul da camisa infantil).

Uniforme de treino do Bristol Bears

November 4, 2020

Foi só recentemente que eu descobri que a Umbro era fornecedora do Bristol Bears, um time de Rugby da Inglaterra.

Gostei bastante desses uniformes de treino deles, com essa estampa com padrões geométricos (que lembra muito o usado na camisa azul de 2019, bem como o terceiro uniforme do Derby County de 2017-2018.

Me pareceu que valeria a pena fazer uma simulação dessa estampa com as cores do Grêmio. Abaixo o resultado:

Terceira Camisa 2020

October 8, 2020

O Grêmio finalmente estreou sua nova terceira camisa, lançada oficialmente na fatídica live do dia 15 de setembro.

Acho que ela é, disparada, a melhor camisa do Grêmio nessa temporada. Contudo eu tenho algumas ressalvas a ela.

Pro meu gosto, a camisa ficaria melhor num tom de azul um pouco mais clara e/ou um pouco mais vivo (com mais brilho).

Acho que a melhor combinação para camisa celeste é feita com meias  e calções pretos, mas entendo a opção que se fez pelo azul marinho. Contudo, poderiam (deveriam) ter utilizado o mesmo tom de azul marinho em todas as peças.

Por razões de ordem históricas como também estética eu defendo que o Grêmio deveria sempre ter uma meia azul celeste disponível como alternativa. Parece que isso novamente não ocorrerá nesta temporada.

Me agrada a idéia de utilizar um distintivo antigo. Mas acho mais legal quando há uma razão para isso. A escolha pelo símbolo de 1922 parece um tanto aleatória (sem falar em novamente acrescer um elemento dourado na camisa do Grêmio, o que parece ser uma obsessão dos fornecedores de material esportivo). Ademais o uso de escudos “retrô” parece ser mais uma iniciativa institucional da Umbro do que do clube.

Assim como na camisa tricolor de 2020 a camisa de jogo feminina tem a mesma gola do modelo de jogo masculino, porém a versão de “torcedora” e o kit infantil tem uma gola distinta das demais camisas.

Aliás, na camisa infantil foi retirado o patrocínio do Banrisul e ela não possui a listra azul marinho acima do distintivo. É um peça demasiadamente diferente da camisa usada pelos jogadores (o que, ao meu ver, é um erro).

Por último, é muito estranha a forma como a venda dessa camisa vem sendo feita no site da GrêmioMania. Desde o lançamento muitas pessoas relatam dificuldade na compra. Ontem, no momento em que o fardamento estava sendo estreado, a venda estava indisponível no site. Quero acreditar que isso se deve a um mero erro de cálculo e planejamento, e  que não seja uma escassez artificial pensada para criar uma demanda reprimida.

 

 

 

 

 

 

 

As novas camisas de goleiro e o seu preço

June 25, 2020

Assim como fez para os seus demais clubes brasileiros, a Umbro lançou um novo modelo de camisas de goleiro com o mesmo desenho da camisa usada por Peter Schmeichel, na temporada 1992-1993 do Manchester United.

Gosto desse resgate do estilo dos anos 90. A versão feita para o Grêmio eu achei um pouco “sem sal”, mas é uma camisa bem razoável.

O que não me parece ser muito razoável é o fato da camisa ser vendida por R$ 259,90 enquanto a própria Umbro vende um modelo muito similar (foto abaixo) por R$ 89,90 (ou R$ 104,90 na versão de manga longa na Netshoes e FutFanatics).

É bem difícil de entender por que a camisa dos clubes custa quase três vezes mais que a camisa “genérica” feita também pela Umbro, ainda que considere uma eventual diferença no material e acabamento e ainda que se considere que a Umbro paga royalties sobre cada peça vendida com o distintivo das equipes que tem contrato.

Ainda sobre essa questão dos preço das camisas, é oportuno lembrar o exemplo do Atlético Mineiro, que lançou uma camisa desenhada por um torcedor, que servirá com uma”espécie de terceiro uniforme“, que “será usado em no mínimo um jogo da equipe profissional” e foi colocado a venda para os seus sócios por R$ 169,99. Em poucos dias foram vendidas “cerca de 60 mil peças” (superando a expectativa inicial de “vender cerca de 10 mil camisas“) que gerou uma arrecadação a casa dos dez milhões de reais.

Camisa de manga longa x Malha térmica

June 4, 2020


Na semana passada, em um treinamento, “pela primeira vez o grupo de jogadores vestiu e foi a campo com o novo manto, na atividade técnica com bola realizada no CT Luiz Carvalho“.

Até aí, tudo bem, uma vez que é de fato interessante que o torcedor/potencial comprador veja a o uniforme “em ação”, para que se estimule as vendas, etc…

Só que a mim chamou a atenção o fato de muitos atletas terem usado uma malha térmica por baixo das camisas de manga curta, sendo que já no lançamento foram colocadas à venda as camisas de manga longa.  Se a ideia é utilizar o treinamento como uma vitrine, não seria conveniente que alguns atletas fossem a campo com a camisa de manga longa? Vale lembrar que a malha térmica não é vendida oficialmente (porém é encontrada em anúncios do Mercado Livre).

Eu não gosto muito dessa ideia de se usar uma malha térmica por baixo de uma camisa de manga curta. O resultado fica estranho, especialmente em camisas listradas como a do Grêmio. Mas no clube, a prática de se usar uma malha toda azul por baixo da camisa tricolor já é observada há mais de uma década.

Nesse modelo de 2020 do Grêmio há um agravante de que a malha térmica é de um tom de azul diferente do azul da camiseta. E o desenho da estampa azul da nova camiseta não é repetido no azul da malha. Penso que já deveria ter se pensado numa malha térmica listrada, ou ao menos com a mesma estampa da camisa titular.

Precedente existe. Nessa temporada a Umbro desenvolveu uma malha térmica que repete a estampa da manga da camisa titular do Schalke 04. O resultado fica bem mais interessante.

malha gremioLA-of1ml_frente(recolor)1

S04SCP_1920_17-1440x811S04SGE_1920_21-1440x810

s04 (1)

Como ficaria a camisa do Grêmio no modelo usado pela Umbro no Fluminense?

May 29, 2020

Sendo o Fluminense o outro clube tricolor da Umbro no Brasil a comparação seria inevitável. E acredito que a camisa titular dos cariocas ficou muito melhor resolvida do que a do Grêmio. A começar, obviamente, pela gola, mas também pela proporção das listras e pela aplicação da marca d´água (muito mais suave na do Fluminense).

Diante disso eu resolvi fazer uma simulação de como ficaria a camisa do Grêmio caso a Umbro usasse o mesmo modelo/template do Fluminense

Me pareceu que a opção com a listra preta centralizada ficou mais interessante.

Abaixo na versão “desenhada”. Aqui igualmente me pareceu que a versão com a listra preta centralizada ficou melhor.

Simulações com base no kit para FM disponibilizado aqui:  https://sortitoutsi.net/content/177/ss09-13-template-thread?page=24#comment_571280

Camisa Tricolor 2020

May 24, 2020

lançamento 2

 

Eu estou entre aqueles que não gostaram da nova camisa tricolor do Grêmio. E infelizmente são muitas as questões que me desagradam nesse novo modelo.

Os dois aspectos mais flagrantes (e, ao meu ver, inexplicáveis) são os detalhes em um outro tom de azul na parte de baixo da gola na frente da camisa e na parte superior das costas. Custo a crer que alguém considerou que essa era a melhor solução para essas partes.

Vi algumas pessoas reclamando do tom de azul da camisa. A mim isso não incomoda. Gosto da variação de ano pra ano e acho que o da dessa temporada não é demasiadamente escuro (diferente do azul royal usado entre 1991 e 1993, que ao meu ver fugia sim da tradição do clube).

E, a princípio, não vejo problemas da camisa tricolor ter algum tipo de marca d´água ou estampa. Mas acho que essa foi muito mal aplicada. O contraste é muito alto, deveria ser bem mais sutil (tal qual na camisa reserva do Santos), isso somado ao fato da repetição do desenho ser “grande” e ficar limitado a listra azul tornam essa aplicação muito bruta/grosseira (aqui fica difícil não fazer uma comparação com a nova camisa do Fluminense, cuja marca d´água ficou bem mais harmoniosa e fluída).

Mais uma vez eu fico com a sensação de  primeiro esboço do desenho da camisa acabou virando o produto final, sem nenhum ajuste, revisão ou melhoria. Uma pena.

Também não gostei nenhum pouco da entrevista que executivo de marketing do Grêmio, Beto Carvalho deu à Rádio Grenal. Quando é preciso dizer que a camisa vai “crescer” com a volta dos jogos é porque ela não foi muito bem desenhada. Confesso ter imensa curiosidade em saber quem são as “várias pessoas” que participaram da “aprovação interna” (que eu saiba tradicionalmente a aprovação dos uniformes é feita pelo Conselho de Administração).

E um diretor do clube não pode simplesmente se eximir de qualquer responsabilidade sobre o valor das camisas afirmando que “A questão preço é a Umbro que impõe“. Não vivemos um momento  muito propício para promover um aumento no preço das camisas (de R$ 290 para R$ 320 na versão de jogador). E sigo achando uma bobagem essa política de ter uma camisa de torcedor e uma de jogador (nesse aspecto vale lembrar que clubes como o São Paulo e Internacional só tem um modelo de camisa e ele custa R$ 250 – ou seja a camisa de “atleta” do co-irmão é setenta reais mais barata do que a camisa de atleta do Grêmio).

Essa gola ficou muito mal resolvida. Todas as outras opções adotadas pela Umbro para os clubes brasileiros em 2020 são bem mais interessantes.

Mas talvez essa gola escolhida para o Grêmio pudesse ser aplicada de uma maneira mais inteligente. Abaixo uma comparação com o modelo original e duas possibilidades de “correção”. Na do centro a listra azul seguiria até em cima, suprimindo esse detalhe da gola. Na da direita esse V ficaria em branco.

No modelo do ano passado já havia uma diferença entre a gola da camisa de jogo para a gola da camisa feminina. Dessa vez o modelo de jogo feminina tem a mesma gola do modelo de jogo masculino, porém a versão de “torcedora” e o kit infantil tem uma gola distinta das demais camisas (uma gola mais tradicional e harmoniosa, diga-se de passagem)

LA-kitof1_infantil(recolor)

Outra questão que não tem explicação é esse “recorte” em outro tom de azul na parte de cima das costas da camiseta. Abaixo fiz um comparativo com duas possibilidades de “correção”. Na do centro a listra azul seguiria até em cima. Na da direita, esse recorte ficaria em preto.

 

Outra coisa que vem se repetindo a cada temporada é o fato do Banrisul da parte da frente ser em transfer/silkado enquanto o das costas é sublimado (o patrocínio sublimado é mais resistente/durável e confortável)

E assim como já aconteceu no ano passado a camisa versão de torcedor não tem patrocínio nas costas (faria mais sentido uma versão sem nenhum patrocínio).

E sigo achando que o patrocínio do Banrisul está demasiadamente largo (começa antes do logo da Umbra e termina depois do distintivo)

 

LA-of1ml_frente(recolor)1

Como pode se ver no comparativo acima a Umbro vem alternando a cor da listra centralizada, nos anos pares é azul, enquanto nos anos ímpares é preta (de 2000 pra cá só tivemos a listra branca centralizada nos uniformes de 2006 e 2013)

Sigo achando que a listra branca da camisa está demasiadamente estreita. Nas camisas clássicas, na média, a listras preta e azul costumam ser quatro vezes maior que a listra branca. Contudo,a após 2015 a Umbro passou usar outras proporções (conforme gráfico abaixo) nas suas criações:

listras certo v

– Na camisa de 2015 a listra preta e a listra azul eram 4 vezes maiores que a listra branca.

– Na camisa de 2016 a listra preta e a listra azul eram 6 vezes maiores que a listra branca.

– Na camisa de 2017 a listra preta e a listra azul eram 8 vezes maiores que a listra branca.

– Na camisa de 2018 a listra preta e a listra azul eram 3,6 vezes maiores que a listra branca.

– Na camisa de 2019 a listra preta é 9,5 vezes maior que a listra branca, enquanto a listra azul é 10,7 vezes maior que a listra branca.

– Na camisa de 2020 a listra preta é 8,5 vezes maior que a listra branca, enquanto a listra azul é 7,5 vezes maior que a listra branca