Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Camisa Preta – Mockup do Modelo do Everton FC

June 29, 2018

Em abril eu publiquei uns mockups de camisa celeste do Grêmio usando como base template da camisa titular que o Everton FC usou na temporada 2017/2018 do campeonato inglês  (modelo visto também nas camisas reservas do Hull CityDerby County e Bornemouth). 

Na época fiz também alguns modelos de camisa preta, mas acabei não publicando. Com essa parada da Copa, achei que era válido publicar elas.

O primeiro usa a mesma marca d´água da camisa da Inglaterra na Copa de 1990. As outras usam uma marca d´água da umbro criada pelo designer Alberto Mariani.

Advertisements

Camisa Branca – Mockup do Modelo do Everton FC

June 29, 2018

Em abril eu publiquei uns mockups de camisa celeste do Grêmio usando como base template da camisa titular que o Everton FC usou na temporada 2017/2018 do campeonato inglês  (modelo visto também nas camisas reservas do Hull CityDerby County e Bornemouth). 

Na época fiz também alguns modelos de camisa branca, mas acabei não publicando. Com essa parada da Copa, achei que era válido publicar elas.

Os primeiros modelos se baseiam um pouco no uniforme reserva de 1999.

Já os últimos tem a óbvia inspiração na camisa reserva da Libertadores de 2009.

Média de público na fase de grupos da Libertadores

May 25, 2018

medias gremio fase de grupos desde 1982

Em relação ao ano passado, houve uma melhora na média de público do Grêmio nos jogos da fase de grupos, mas não o suficiente para voltar ao patamar da segunda metade da década de 2000 e primeira metade da década de 2010.

medias fase de grupos brasileiros 2018

* Flamengo fez dois jogos com portões fechados, que neste cálculo entraram como público zero e renda zero. Se considerarmos apenas o jogo contra o Emelec (36.754 pagantes e renda de R$ 2.779.990,00) o rubro-negro estaria na frente do Cruzeiro em média de pagantes e atrás do Palmeiras em média de Renda)

Mais uma vez o Grêmio ficou numa posição intermediária na média de público pagante dos times brasileiros. Vale lembrar que o Grêmio foi o único time do Brasil a fazer todos os seus jogos em casa antes das 20h (o que deve ter algum impacto no público).

medias gremio fase de grupos desde 2013

Em relação ao ano passado, a média de público na fase de grupos cresceu 14,4% enquanto a média de renda cresceu 47,6% (Vale dizer, para efeitos de comparação, que o Palmeiras teve uma queda de público pagante de 18,6% acompanhada de uma queda renda de 11,6% )

Camisa Celeste “Charrua” Umbro 2018

April 19, 2018

umbro 2018cumbro 2018grêmio-uruguai-nations-2018-umbro-1grêmio-uruguai-nations-2018-umbro-2

Confesso que esperava mais dessa camisa “Charrua” do Grêmio. De toda essa coleção “Nations” da Umbro era a proposta que mais fazia sentido. E talvez, juntamente com a do Bahia, seja a camisa que ficou melhor resolvida. Mas mesmo assim tem alguns problemas.

O principal, para meu gosto, reside no fato da camisa ser demasiadamente semelhante a camisa celeste do ano passado. Assim como em 2017 a gola é redonda e preta. Assim como no ano passado o corte é raglan (e a do ano passado parecia vestir melhor). Assim como no passado os logos da Umbro e do Banrisul são estampados em preto. A principal alteração foi a mudança/correção do tom de azul da camisa (mas o distintivo segue tendo um azul diferente da camisa), o que parece ser muito pouco para justificar um novo lançamento.

Gostei dos pequenos detalhes, das listras na lateral e na abaixo da gola nas costas, assim como da marca d´água. Mas acho que foram pouco (ou mal) explorados. A marca d´água ficou restrita a parte do peito, onde já um excesso de elementos com distintivos, patch e marca do fornecedor. E as listras poderiam ter mais destaques. Fazia tempo que eu queria ver um uniforme do Grêmio com algum elemento da camisa continuando ou se repetindo no calção. Aparentemente isso foi feito, mas somente com o calção de azul (e só é possível perceber isso de soslaio nas fotos do Instagram e no vídeo do YouTube).

Ademais, eu acho que existe uma confusão conceitual na camisa. Todas as demais peças da coleção estão inspiradas nas bandeiras dos países homenageados. Na do Grêmio não fica claro se a inspiração é a bandeira uruguaia ou a camisa da seleção uruguaia.  E caso seja a seleção, é bom lembrar que tradicionalmente os uniformes da Celeste Olímpica possuem a gola branca (foi assim em 1924, 1928, 1930, 1950 e na maioria e das suas participações em Copa do Mundo. A Copa da Rússia será a primeira que o Uruguai usará a camisa celeste com gola preta). E, apesar de ter gostado da marca d´água, não entendi porque ela também foi usada na camisa do Cruzeiro (qual seria a possível ligação entre Grêmio, Uruguai, Islândia e Cruzeiro?)

Par enfatizar a semelhança nas duas últimas camisas celestes, tentei fazer, na imagens abaixo, uma simulação de como ficaria a camisa do ano passado com o tom de azul de 2018 e como ficaria a camisa dessa temporada com o tom de azul de 2017.

tres 2017batres 2018zc

Camisa Celeste – Modelo Everton FC

April 12, 2018

Uma vez que já circula a informação de que a próxima camisa que a Umbro fará para o Grêmio será celeste, resolvi fazer mais uma simulação com base em modelos lançados pela marca inglesa recentemente.  Dessa vez me baseei no template da camisa titular que o Everton FC está usando no campeonato inglês  (modelo visto também nas camisas reservas do Hull City, Derby County e Bornemouth)

 

Na primeira versão, as camisa seria toda celeste, apenas com os detalhes da Umbro e Banrisul em branco (Acima, na esquerda). No outro modelo o detalhe embaixo do braco ficaria branco (acima, a direita)

Nessas versões o detalhe embaixo do braço ficaria em preto, alterando apenas a cor do logo da umbro do Banrisul

Essa de cima com o detalhe da manga/ombro em preto.

E as últimas com o detalhe da manga/ombro em branco (lembrando um pouco o modelo do Uruguai na Copa América de 1987)

Gauchão 2018 – Brasil de Pelotas 0x3 Grêmio

April 12, 2018

2018 brasil 0x3 gremio ricardo giusti - Cópia - Cópia
Pronto. Acabou o Gauchão. E acabou também o “jejum” de títulos estaduais do Grêmio. Acabou também o “mistério” sobre a permanência de Renato. Agora o clube pode voltar todas as suas atenções para os objetivos mais nobres da temporada.

O Brasil chegou a incomodar em alguns lances no primeiro tempo, Alisson Farias e Calyson estiveram perto de abrir o marcador em chutes aos 13 e 23 minutos, respectivamente. Mas no segundo tempo, após a expulsão de Leandro Leite (dessa vez não há qualquer controvérsia em relação ao cartão vermelho), o jogo foi todo do Grêmio. Cícero marcou o primeiro 35, Alisson ampliou dois minutos depois e Leo Moura marcou o terceiro aos 44 minutos.

40612019394_707601e0d0_k39516271520_a52490ea3c_k40429766435_1a58d5cda5_k26453629757_56de9196b8_kFotos: Ricardo Giusti (Correio do Povo) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Brasil de Pelotas 0x3 Grêmio

BRASIL: Marcelo Pitol; Edinei, Leandro Camilo, Heverton e Bruno Collaço (Rafael Dumas, aos 29’/2°T); Leandro Leite, Valdemir, Calyson e Mossoró (Van Basty, aos 5’/2°T); Alisson Farias e Lourency (Léo Bahia, aos 26’/2°T)
Técnico: Clemer

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur e Maicon, Ramiro (Alisson, aos 28’/2°T), Luan (Cícero, aos 34’/2°T) e Everton; Jael (Thonny Anderson, aos 21’/2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

Gauchão 2018 – Final – Jogo de volta
Data: 08/04/2018, Domingo, 16h00min
Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas – RS
Público: 8.156 pagantes
Renda: R$ 417.945,00
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael Silva Alves e Lúcio Beiersdorf Flor
Cartões amarelos: Jael (GRE); Leandro Leite (BRA)
Cartões vermelhos: Leandro Leite, aos 3 minutos do 2º tempo
Gols: Cícero, do Grêmio, aos 35 minutos do segundo tempo; Alisson,do Grêmio, aos 37 minutos do segundo tempo. Léo Moura, do Grêmio, aos 44 minutos do segundo tempo

Libertadores 2018 – Grêmio 4×0 Monagas

April 5, 2018

Gremio x Monagas

O primeiro tempo do Grêmio foi um tanto arrastado. O time passou quase a totalidade dos 45 minutos no campo de ataque, mas não conseguiu criar chances e obter desarmes nas tentativas de saída de bola do Monagas.

Tudo isso mudou aos cinco minutos do segundo tempo, quando Cortez fez boa jogada pela ponta esquerda e cruzou para Jael abrir o marcador. O 1×0 no placar fez com que o jogo do Grêmio voltasse a fluir com naturalidade. Everton fez o segundo, Luan o terceiro e Cícero o quarto.

Gremio x Monagas
29714828_1901080893516897_4678047150095990784_n - Cópia

Foi interessante notar que ontem Maicon jogou mais adiantado do que o Arthur. E Maicon jogou bem. Mas ainda acho que é necessário que o Grêmio enfrente algum adversário que o exija mais na parte defensiva para avaliar a pertinência de usar os dois como únicos volantes do time.

O público de ontem foi o segundo mais baixo do Grêmio em jogos de Libertadores na Arena. 21 mil torcedores presentes por jogo é a média do Grêmio em casa esse ano. Na maioria das vezes os públicos de Libertadores ficam bem acima da média do clube na temporada.

Acho curioso que pelo segundo ano seguido o Grêmio tenha recebido um time venezuelano que atuou com meia preta, calção branco e camisa amarela/verde limão.

Por falar em uniforme, o Grêmio segue usando a meia branca do ano passado e a fonte de 2016 no calção.

Gremio x Monagas
Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net) e Superior_Norte (Instagram)

Grêmio 4×0 Monagas

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson, intervalo), Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur e Maicon (Cícero, aos 25/2ºT), Ramiro,Luan e Everton; Jael (Thonny Anderson, aos 32/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

MONAGAS: Baroja; Bracho, Lencinas, Trejo, Óscar González; Palacios; (Christian Flores, 34’/2ºT), Suárez, Agnel Flores (Reyes, 20’/2ºT), García, Luis González; Cádiz (Romero, 34’/2ºT)
Técnico: Jhonny Ferreira

Data: 04/4/2018, quarta–feira, 19h15min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS
Público: 21.250 (19.348 pagantes)
Renda: R$ 612.168,00
Árbitro: Carlos Orbe Ruiz (EQU)
Auxiliares: Luis Vera (EQU) e Edwin Bravo (EQU)
Cartões amarelos: Kanneman, Cádiz
Gols: Jael, aos 5 minutos; Everton, aos 15;  Luan, aos 41; e Cícero aos 44 minutos do segundo tempo.

Gauchão 2018 – Inter 2×0 Grêmio

March 22, 2018

2018 Inter 2x0 Gremio Diego Guichard GloboEsporte2018 Inter 2x0 Gremio Ricardo Giusti Correio do Povo

Não acredito em um “bom momento” para perder um jogo, muito menos para ser derrotado em um clássico. Mas se havia em 2018 um momento que uma vitória colorada não teria maiores consequências para a temporada tricolor, esse momento foi ontem.

O jogo começou muito ruim, com um festival de chutões e divididas. Foi só após a primeira metade do primeiro tempo que o Inter, que precisava de três gols, foi conseguir ter algum tipo de iniciativa mais organizada, se aproximando da área gremista.  Aos 33 minutos, Bressan cometeu pênalti em Rodrigo Moledo. Nico Lopez converteu a cobrança. O Inter obviamente se animou com 1×0, mas não apresentou uma melhora repentina na qualidade do seu jogo. A pressão seguia muito mais na base de força, da vontade, especialmente nas bolas cruzadas na área (27 cruzamentos do Inter contra 7 do tricolor).

O segundo tempo acabou sendo um tanto parecido com o segundo tempo do Grenal de 10 dias atrás, com um Grêmio aparentando cansaço e o Inter buscando ocupar espaços no seu campo de ataque. D´alessandro marcou o segundo, logo aos 2 minutos, cobrando uma falta inexistente (só o bandeirinha viu um contato faltoso de Kannemann em Gabriel Dias). O 2×0 no placar deixou o jogo ainda mais tenso, mas o Inter não articulou nenhuma jogada concreta depois de marcar o segundo gol, apesar de seu treinador ter colocado todo seu time a frente.

Grenal

Arrisco a dizer que desde 2011/2012 (quando o estádio estava em obras) não havia se registrado um público abaixo da casa dos 30 mil em Gre-nais no Beira-Rio.

Entendo que desmerecer a vitória do adversário é inerente ao folclore da rivalidade, mas eu não me filio a esse corrente que considera “gol de bola parada” como algo de menor valor.

Não acho absurda a escolha feita por Renato de começar o jogo com Cícero de titular. A opção por um jogador que auxiliaria bastante na defesa no jogo aéreo fazia muito sentido. O problema é que ele não mostrou bom entrosamento com Jaílson, tanto na hora de sair jogando e especialmente na hora de marcar (era perceptível o distanciamento dos dois, o que deixou a dupla de zaga um tanto exposta).

Grenal
Fotos: Diego Guichard (GloboEsporte.com),  Ricardo Giusti (Correio do Povo) e Lucas Uebel (Grêmio.net)

Inter 2×0 Grêmio

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano (Brenner, aos 5′ do 2°T), Rodrigo Moledo, Cuesta (Camilo, aos 40′ do 2°T) e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Gabriel Dias (Wellington Silva, aos 29′ do 2°T), Patrick e D’Alessandro; Nico López.
Técnico: Odair Hellmann

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson, aos 27′ do 2°T), Bressan, Kannemann e Cortez; Jailso e Cícero; Ramiro, Luan e Everton (Michel, aos 46′ do 2°T); Jael (Arthur, aos 19′ do 2°T).
Técnico: Renato Portaluppi

Gauchão 2018 – Quartas de final – Jogo de volta
Data: 21/3/2017, quarta-feira, 21h45min
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, RS
Público: 26.219  (23.753 pagantes)
Renda: R$ 961.157,00
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Lúcio Beiersdorf Flor
Cartões amarelos: Rodrigo Dourado, Nico López, D’Alessandro, Cuesta e Rodrigo Moledo; Bressan, Cortez, Kannemann e Alisson
Gols: Nico López (de pênalti) aos 33 minutos do 1°T e D’Alessandro aos 2º minutos do 2° tempo

Amistoso em 1940 – Grêmio 2×1 Independiente

February 21, 2018

O Gremio

O primeiro confronto da história entre Grêmio e Independiente aconteceu em 30 de janeiro de 1940. Foi o segundo jogo dos argentinos em solo gaúcho naquele mês, em compromissos arranjados por Luiz Aranha,  Presidente da CBD (Confederação Brasileira de Desportos) . No primeiro deles o time de Avellaneda empatou em 2×2 com o Inter nos Eucaliptos.

O segundo aconteceu numa quinta-feira chuvosa, as 21 horas na Baixada. O Grêmio saiu perdendo por um 1×0, mas Luiz Carvalho entrou no time no intervalo, fez o gol de empate aos 20 minutos do segundo tempo  e a cinco minutos do fim deu a assistência para Malaquias fazer  gol da vitória.

O curioso que surgiram “lendas” sobre a participação de Luiz Carvalho nessa partida. David Coimbra, na edição original e nas posteriores do livro “A História dos Grenais”, bem como em seu blog na Zero Hora, afirmou que o centroavante tricolor estava aposentado desde 1938 e foi convencido no intervalo da partida a voltar a ativa para reverter o placar desfavorável. Tal informação não corresponde a realidade.  Luiz Carvalho jogou as duas partidas anteriores do Grêmio, fez gol contra o Americano em 16 de janeiro e iniciou a partida contra o Força e Luz em 23 de janeiro. Luiz Carvalho estava relacionado para partida contra os argentinos e sua escalação como titular era cogitada na reportagem do Correio do Povo do dia da partida (ver imagem abaixo)

Ainda mais estranha é afirmação de David Coimbra de que “No dia seguinte, o Correio do Povo mancheteou: “Só se viu um maestro em campo e era Luiz Carvalho”. A rartir de então, ele passou a ser conhecido como El Maestro”. Como se pode ver na imagem acima, não há nenhuma manchete com esse teor na edição do Correio do Povo que cobriu essa partida. Da mesma forma, não há nenhuma referência de Luiz Carvalho como “El Maestro”, e sim como “Condottieri“.

Mais recentemente o jornalista Marcos Bertoncello afirmou essa partida contra o Independiente “marcou a despedida do futebol de Luiz Carvalho”, o que também não é verdade.  Luiz Carvalho jogou as duas partidas seguintes ao confronto contra o Rojo, a primeira como titular contra o Cruzeirinho na Baixada em 08 de fevereiro e a segunda entrando no segundo tempo de um Gre-Nal nos Eucalitpos em 13 de fevereiro.

1940 Gremio Independiente b

Luiz Carvalho ensinou o caminho das redes
A assistencia, á entrada do team tricolor no field, encarou com pessimismo a ausencia de Luiz Carvalho no commando do ataque. Isso porque se annunciara que o laureado crack, juntamente com Lacy, envergaria mais urna vez a jaqueta da Baixada, em logar de Allemãosinho, cujas ultimas “performances” no haviam primado pela segurança.
Cedo, os afficionados sentiram a falta do habilidoso “condottieri”. E sentiu-o tambem a propria offensiva gremista, que trabalhou completamente enredada, na 1ª phase, com um Allemão improductivo, inexpressivo mesmo. Por duas vezes, naquelle periodo, a torcida tricolor teve a visão do goal. E, por duas vezes, Allemãosinho falhou, sacudindo os nervos da assistencia.
Dessa maneira, o Independiente jogou quasi á vontade, no 1.° half-time, obrigando o tricolor a permanecer cerradamente na defesa. Ahi, agigantou-se a actuação da rectaguarda local, O triangulo integrado por Edmundo, Luiz e Dario transformou-se numa verdadeira muralha, onde se chocava, de momento a momento, a offensiva portenha, algo debilitada com a ausência de Sastre, mas ameaçadora e vistosa.
A efficiencia de Laxixa, hontem o primeiro homem da defesa tricolor, na aza esquerda da linha média, cobriu a indecisão inicial de Noronha e foi um estimulo permanente ao estreiante André, que, na aza direita, andou bem durante todo o match.
Dessa maneira, o Gremio contou apenas com a solidez da sua rectaguarda, na primeira etapa. A pressão do Independiente, felizmente, não se expandiu muito no marcador, e só um unico goal conseguiram os argentinos, por intermedio de Coll. Foi um lance bonito, aliás. O “center” portenho recebeu a pelota de De La Mata, cruzou velozmente entre Luiz e Dario, arremessando um “shoot” baixo e collocado, no canto direito.
O tento foi marcado no vigésimo minuto e o assedio dos visitantes continuou, registrando-se mas um ponto, dois minutos depois que o arbitro, Alfredo Cesaro acertadarnente invalidou, por se encontrar o seu autor, Vilariño, em franco impedimento.
A REACÇÃO DO GREMIO E O TRIUMPHO

Nas archibancadas, após o 1.º tempo, tinha-se a impressão de que o match continuaria no mesmo “train” e que o Independiente faria subir o placard. Uma surpresa estava reservada, entretanto, aos

bi campeoes estrearaoaviaoos coloradosO independiente volta a se exibir

“O quadro, tantas vezes campeão, apresentará Luiz Luz, Noronha, Laxixa, Allemãosinho e talvez, o laureado Luiz Carvlho num cotejo de forças com Colleta, Leguizamón, De La Mata e o incomparável Sastre” (Correio do Povo – 30 de janeiro de 1940)

luiz carvalho centro avantehistoria dos grenaisGremio Americano 17 janeiro 1940

diario de noticias 1940 zdiario de noticias 1940 c

“Apareceram mais os três médios gremistas, Luiz Carvalho na meia-esquerda em lugar de Fogo que passou para a ponta esquerda” (Diário de Notícias – 09 de Fevereiro de 1940)

IMG_1369

Gauchão 2018 – Veranópolis 2×1 Grêmio

February 20, 2018

38517828030_e1ee749265_k

O Grêmio perdeu o jogo em dois erros bizarros dos seus jogadores. No primeiro tempo, Bressan foi afastar uma bola de dentro da área mas não conseguiu fazer com que ela passasse por Felipe Mattioni, que estava intermediária. O ex-lateral aproveitou o presente e mandou um canudo na gaveta. No segundo tempo foi Paulo Victor que espalmou uma bola para trás, aonde foi assinalado o gol da vitória do VEC.

Me parece que a bola de fato entrou nesse lance, mas as imagens da transmissão da TV não são esclarecedoras.

vec1vec2Fotos: Lucas Uebel (Grêmio.net)  MasterLynK (Veranópolis E.C.)

Veranópolis 2×1 Grêmio

VERANÓPOLIS: Reynaldo; Vinícius Bovi, Bonfim, Léo Dagostini e Matheus Bertotto; Romano, Felipe Mattioni (William Paulista, aos 28′ do 2°T), Talles Cunha (Fabricio, aos 15′ do 2°T) e Eduardinho; Wesley (Matheus, aos 25′ do 2°T) e Juba.
Técnico: Julinho Camargo

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Gomes, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Thaciano (Vico, no intervalo), Michel e Ramiro; Lima (Maicosuel, aos 18′ do 2°T), Thonny Anderson (Dionathã, aos 27′ do 2°T) e Alisson.
Técnico: Renato Portaluppi

08ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2018
Data: 17/2/2018, sábado, 21h30min
LocalEstádio Antônio David Farina, em Veranópolis – RS
Árbitro: Jean Pierre Lima (RS)
Auxiliares: Michael Stanislau e Gustavo Marin Schier
Cartões amarelos: Bressan; Talles Cunha e William Paulista
Gols: Felipe Mattioni, aos 27 minutos do primeiro tempo.Thonny Anderson, aos oito minuto e Matheus Bertotto, aos 11 minutos do segundo tempo