Camisa Celeste 2022

September 28, 2022 by


https://i.imgur.com/RJL92RC.png
https://i.imgur.com/D4GtDTX.jpg

https://i.imgur.com/46YsQC7.jpg
https://i.imgur.com/HiLDPQ7.jpg

No último dia 14, a Umbro lançou a nova camisa celeste do Grêmio. Nas primeiras imagens divulgadas, o azul parecia puxar mais para um turquesa do que para o celeste (outras fotos no site da Umbro também davam essa sensação). Mas vendo “ao vivo” achei o tom da camisa bem interessante, próximo do que a Seleção Uruguai costuma usar.

A camisa bem parecida com as simulações que fiz de uma versão azul da camisa reserva desse ano e de uma versão azul com o mesmo modelo da camisa titular do Sport Recife.
https://64.media.tumblr.com/9033d4dd6935de651fd6a3eeda5957e7/fbad1ff43228bd83-86/s1280x1920/26ce08092788ed7d8a093f6731c5775c13077867.png

Achei o resultado legal. É uma peça com muito mais “serventia” do que a camisa branca. Mas gostaria de ter visto outra gola, uma vez que essa é muito parecida com a da camisa titular.

https://64.media.tumblr.com/045a756f9eda579084c92b3650e207a5/fbad1ff43228bd83-fe/s1280x1920/a90b8d287d90d708d779de855e2ba071a9cac784.png

Uma possibilidade seria usar uma gola semelhante a da camisa reserva do Santos (acima)

Ou com a gola vista nas camisas da coleção Charlie Brown Jr. do Santos.

https://64.media.tumblr.com/0771926ac9ccb424aa6515f8ceb1a7ca/fbad1ff43228bd83-63/s1280x1920/2c33189183106afd2e76003a86fb74319e719125.png

https://64.media.tumblr.com/c7990f57d11d69c0606ed52275f2ad40/fbad1ff43228bd83-b2/s1280x1920/d835e171e85ce8c4effa0b4fe3055553f3145325.png

Ou ainda, com a gola no estilo da Inglaterra dessa coleção Nations.

Mencionei em post anterior que, se e a ideia  é homenagear a seleção uruguaia, ficaria melhor o Grêmio ter usado calções e meias pretas.

E acho (só acho) que se o conjunto com camisa azul com calções e meias pretas ficaria melhor com os números e patrocínio do Banrisul em preto (tal como era na camisa reserva de 94/96 e como o Uruguai vem usando desde a década de 70)

https://64.media.tumblr.com/fc94ea4c1b264aaaa8004444c00d038f/fbad1ff43228bd83-83/s1280x1920/92b3ed557d52c1112f32091dc5d92bee38ac9481.png

https://i.imgur.com/3x2RfaQ.jpg

Sobre a eleição para o Conselho Deliberativo

September 24, 2022 by

Hoje será realizada a eleição para renovação de 50% do Conselho Deliberativo do Grêmio.

Como já havia adiantado na entrevista que dei para o Darci Filho, não irei concorrer à um terceiro mandato como conselheiro (pretendo falar mais sobre isso nos próximos dias).

8 chapas estão concorrendo. Me parece uma demasia. Obviamente seria antidemocrático querer impor um número máximo de candidaturas. Contudo, não vejo tantas correntes e formas de pensar o clube que justifiquem esse número elevado de chapas e movimentos políticos. Acho que é razoável concluir que essa diluição/pulverização de forças favorece muito o status quo.

Sobre a eleição de hoje, acho válido acrescentar um ponto sobre quem pode votar amanhã. Em maio, o clube anunciou um plano onde todos os sócios que estejam com mensalidades em aberto junto ao Quadro Social (QS) poderão regularizar as suas associações mediante pagamento de uma taxa de regularização no valor de uma mensalidade, mais a mensalidade do mês corrente, independente do valor, além de garantir a manutenção da matrícula original e tempo de associação“.

Confesso que achei surpreendente a decisão da diretoria, uma vez que na reunião do conselho de 6 de abril de 2022,  CEO Carlos Amodeo, ao ser questionado sobre o tratamento dispensado aos sócios que buscavam regularizar sua situação com o clube informou que “Atualmente, o sócio pode retornar antes dos doze meses, desde que o faça com uma nova matrícula. Se o associado quiser manter sua matrícula e o histórico associativo, terá que pagar todos os meses anteriores“.

Foi convocada uma reunião do conselho deliberativo, realizada no dia 8 de agosto, para “Interpretar e deliberar sobre o direito dos Associados que aderiram ao Plano de Regularização das mensalidades, de votar e de ser votado.”

Na reunião, o Presidente Romildo fez uma breve introdução sobre o tema, dizendo que o plano de regularização foi: “ato importante, concluído em 30 de junho deste ano, tendo sido prorrogado por duas vezes, dando nova chance àqueles que quisessem novamente se engajar no processo associativo.“. Na sequência o CEO Carlos Amodeo divulgou alguns números sobre o plano, afirmando que o clube arrecadou pouco mais de um milhão de reais com a regularização de 2.513 sócios (sendo que destes 2.513, 172 não podem votar porque tem menos de 2 anos de associação, 850 não podem ser votados pois possuem menos de 5 anos de associação e 32 são menores de 16 anos.

Foi lido o parecer da Comissão de Assuntos Legais sobre esse tema. Para mim ele foi definitivo, especialmente quando deixou claro que em nenhum momento foi feita qualquer restrição ou ressalva em relação à regularização nas regras e no material que o Grêmio usou para divulgação do plano. A palavra foi colocada à disposição dos conselheiros, eu me manifestei nos seguintes termos:

[…] O Conselheiro André Kruse sustentou que a conclusão do parecer da Comissão de Estatutos Legais e Estatutários está correta. O que o Grêmio propôs ao seu sócio foi muito claro: a regularização mediante o pagamento de uma mensalidade em atraso e mais a mensalidade vigente. Que não se pode chegar agora para o sócio, que de boafé aceitou a proposta, e dizer que não se trata bem de uma regularização, mas apenas de uma regularização que permite comparecer aos jogos, não para votar e ser votado. Que o Grêmio não pode agora frustrar o que havia prometido aos seus sócios. Afirmou que o problema não reside na votação de hoje, mas no fato de que, antes do seu lançamento, o plano deveria ter passado pelo Conselho Deliberativo, justamente para que fossem debatidas essas consequências que estão sendo analisadas agora e também porque, todas as vezes que se falou em recuperação de associados, foi referido que não se poderia desprestigiar os sócios que estão em dia. [….]”

Além disso, eu acrescentaria que todos os esforços feitos na política do Grêmio nos últimos 20 anos foram no sentido de aumentar e facilitar a participação dos sócios.

Os conselheiros Douglas Fischer, Marco Antônio Souza e Bruno Carvalho fizerem manifestações contrárias ao direito à voto. O primeiro se identificou como apoiador da gestão do Presidente Romildo e está concorrendo na chapa 2. Os dois últimos são integrantes do Grêmio do Prata. Faço esta referência porque me chamou a atenção que nenhum dos integrantes do Conselho de Administração, diretores e assessores presentes na reunião se manifestou sobre um tema que é consequência de um ato da gestão que eles integram.

Conforme consta no site do clube, “ficou decidido, por 122 votos a 94 que os associados que aderiram ao novo Plano de Regularização não estão aptos a votar e serem votados.

O conselheiro Alceu “Brasinha” ingressou com uma ação para questionar esta decisão, tendo obtido uma liminar, que posteriormente foi cassada em função de agravo protocolado pelo clube.

Série B 2022 – Grêmio 3×0 Sport Recife

September 23, 2022 by

https://live.staticflickr.com/65535/52371965362_ed654c3cca_b.jpg

https://live.staticflickr.com/65535/52371965757_7dfdd4ffda_b.jpg

O desempenho do time no segundo tempo foi convincente/tranquilizador. Porém, é preciso se ater a possibilidade do Sport estar perdendo fôlego nesta resta final de série B.

Na TV ficou muito bonito o tom de azul desse novo fardamento. Porém, se a ideia era homenagear a seleção uruguaia, acredito que seria melhor o Grêmio ter usado calções e meias pretas. Até porque em somente uma das suas 56 partidas de Copa do Mundo os uruguaios utilizaram um fardamento todo azul.

https://live.staticflickr.com/65535/52373224039_2c1f62e1a9_b.jpg

– Média de público do Grêmio na Série B 2022:
22.431 (21.013 pagantes)

– Média de público do Grêmio nos 24 jogos da atual temporada:
21.549 (20.200 pagantes)

Como curiosidade, vale apontar que a média de público dos 24 primeiros jogos que o Grêmio fez com torcida na temporada de 2005 foi de 20.101 (16.788 pagantes). Cabe lembrar que naquele ano o clube tinha menos de 20 mil sócios (contra pouco mais de 63 mil sócios ao final de agosto de 2022).

https://pbs.twimg.com/media/FdJQFuhWYAAM2TW?format=jpg

Fotos: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

https://i.imgur.com/M85P5Is.jpeg

GRÊMIO: Brenno; Edílson (Rodrigo Ferreira, 20’/2ºT), Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bitello (Elkeson, 35’/2ºT), Biel (Pedro Lucas, 40’/2ºT), Lucas Leiva (Lucas Silva, 20’/2ºT) e Guilherme (Jhonata Robert, 35’/2ºT); Diego Souza.
Técnico: Renato Portaluppi

SPORT: Saulo; Eduardo, Rafael Thyere (Fábio Alemão, 16’/2ºT), Sabino e Sander (Wanderson, 12’/2ºT);  Fabinho, Ronaldo Henrique (Denner, 32’/2ºT), Giovanni (Labandeira, 12’/2ºT) e Luciano Juba; Gustavo Coutinho e Vagner Love (Thiago Lopes, 33’/2ºT).
Técnico: Claudinei Oliveira

31ª Rodada – Série B 2022
Data: 20 de setembro de 2022, Terça-feira, 19h00min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Público: 24.688 (23.157 pagantes)
Renda: R$ 856.189,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA-SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN/VAR-FIFA)
Cartões amarelos: Thiago Santos, Edílson, Lucas Leiva, Diogo Barbosa e Bruno Alves; Sander
Gols: Biel aos 5, Lucas Leiva aos 13 e Bitello aos 28 minutos do 2º tempo

Brasileirão 2000 – Grêmio 2×1 Sport Recife

September 20, 2022 by
https://64.media.tumblr.com/727ef02d6521b2c16d04a2033dd7b2a6/20c40536c53fef2d-d1/s1280x1920/727e138fa206052078e9fd72ed1b1eeb71c91374.jpg

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

https://64.media.tumblr.com/027912f8cd417f456b5af65728dd1324/9361fe804f4f1003-af/s640x960/caa9b58aed8b0f2d02e66c712ddfa5d691270850.jpg

Foto: José Ernesto (Correio do Povo)

No Brasileirão de 2000, o Grêmio recebeu o Sport pelo jogo de ida das quartas de final da competição.

Como se pode ver nas matérias transcritas abaixo, o destaque foi todo para Ronaldinho, que marcou os dois gols gremistas.

O treinador do Sport, Emerson Leão, havia sido anunciado como treinador da seleção brasileira pouco mais de um mês antes dessa partida. Com o resultado do jogo do Olímpico, Leão acabou sendo muito questionado pela não convocação do atacante gremista para confronto contra o Colômbia pelas eliminatórias.

Acho que as finais do Gauchão de 1999 acabaram sendo mais marcantes pelo título, vitória em clássico e dribles em cima do Dunga, mas eu acho que o melhor período do Ronaldinho no Grêmio foi justamente nesse mata-mata da Copa João Havelange, onde ele jogava “solto” no ataque.

https://64.media.tumblr.com/96319cc28606c8604d4ee25f047b7cc2/e33a17b46cda3a5a-03/s1280x1920/07c7a7227e733d296d9302516f414b2e25ee3da2.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

 

“É RONALDINHO

Apenas por exercício de raciocínio, façamos o seguinte. Tentamos imaginar o jogo de ontem contra o Sport sem Ronaldinho. Não haveria nem a jogada que culminou na falta e muito menos a cobrança do primeiro gol, certo? Assim como não haveria a ginga, o zagueiros tontos, o chute rasteiro cruzado – e o seguindo gol

Já pensou? Que chatice seria? Mas o Grêmio tem Ronaldinho, com direito a show e molecagens com a bola nos pés que muitos treinadores ainda insistem em censurar. E foi através dele que a vitória por 2 a 1 foi construída. Agora, o Grêmio joga por qualquer empate em Recife, no domingo.

O Primeiro gol foi completamente construído por Ronaldinho. Houve, antes, a virada de jogo perfeita de Zinho, o único que conseguiu não ser ofuscado pelo brilho intenso da luz do craque.

Ele driblou e driblou e recebeu a falta. E cobrou no canto, com força. Eram 41 minutos do primeiro tempo. Até aquele instante, a rigor, as chances de marcar foram do Sport. Uma aos 3, quando Sydnei chutou livre de marcação por cima, e outra aos 35, depois de um bate-rebate na pequena área. Quando todos pensaram, que a cota de talento da primeira etapa estava esgotada, o artilheiro surgiu de novo.

Desta vez, aplicou o mesmo drible de corpo destinado a descadeirar zagueiros com que driblou Ronaldão em Campinas, e serviu na medida para Zinho fazer o gol. Só que, ao contrário do Moisés Lucarelli, estava na área. Então em vez de passar, bateu direto. Romário, que já afirmou está entre os seus sonhos formar dupla de ataque com o gremista no Maracanã, pela seleção, balançou as redes dezenas de vezes dessa forma: chute cruzado, rasteiro, no canto. O placar de Ronaldinho – 2 a 0 – era perfeito. Só uma catástrofe tiraria a classificação no Recife. Mas Leão foi ousado. Arriscou. E se deu bem. No segundo tempo, o técnico da Seleção colocou o time ainda mais à frente. Tirou Ranielli e fez entrar o habilidoso Adriano. Retirou o improdutivo Almir e colocou o meia Marquinhos. Ambos jogadores do meio para frente. Em pouco tempo o Sport pressionou e cavou um escanteio. Aos 16 minutos, Leonardo cruzou. Tailson, ex- Brasil-Pe, subiu mais alto que Marinho e descontou de cabeça. O Grémio recuou, recuou e recuou. Perdeu o meio-campo. Mal conseguia reter a bola, facilitando a pressão adversária. O segundo tempo foi do Sport como o primeiro foi do Grêmio. A torcida pediu um atacante. Roth substituiu Warley por Rodrigo Mendes. Os torcedores queriam a saída de Itaqui e aplaudiram Warley. Depois, ao 42, Eduardo Costa entrou no lugar de Gavião.” (Diogo Olivier, Zero Hora, 1º de dezembro de 2000)

https://64.media.tumblr.com/6900ecc3eb3616282d48228dd06b184f/f1c93eaade559cc2-60/s1280x1920/a92df3e1e3defba6f604c024b61b6f7aaa3dfe87.jpg

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

RONALDINHO DÁ A VITÓRIA AO GRÊMIO CONTRA O SPORT

Com dois gols de Ronaldinho, ambos no primeiro tempo, o Grêmio bateu o Sport por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre.

Taílson descontou para o Sport no segundo tempo. Com o resultado, o Grêmio joga por um empate na Ilha do Retiro, neste fim de semana. Uma vitória de 1 a 0 serve para o Sport conseguir a classificação.

A primeira chance foi do Sport, quando Sidney foi lançado e arrematou por cima do gol. O Grêmio quase marcou com Ronaldinho e Zinho. Ronaldinho concentrava todas as jogadas. Warley estava mal e não conseguia concluir. Em resposta, o Sport incomodava nos contra-ataques. Seus laterais subiam com freqüência, enquanto Sidney, Leonardo e Taílson mostravam-se à vontade nas imediações da área. O meio-campo e o ataque gremistas decepcionavam e a defesa exibia a insegurança habitual.

Para sair o gol só mesmo de bola parada e por obra de Ronaldinho. Foi o que ele fez, depois de cobrar falta sofrida por Sandro Blum, no final do primeiro tempo. A bola ainda bateu na trave antes de entrar. O gol abriu caminho para mais um. Ronaldinho entrou na grande área, driblou dois adversários e chutou para estabelecer o 2 a 0.

No segundo tempo, o Grêmio preferiu proteger a vantagem obtida, apenas experimentando os contra-golpes. Quase chegou aos 3 a 0 com Ronaldinho e Warley. Mas quem descontou foi o Sport. Após cobrança de escanteio, Taílson subiu e fez 2 a 1. O Grêmio reagiu e, de novo, perdeu o terceiro gol, primeiro com Patrício e depois com Warley.

Apesar da reação gremista, a equipe de Emerson Leão preocupava e quase empatou com Marquinhos. Aos 33 minutos, foi a vez do Grêmio com Rodrigo Mendes acertando a trave. Adriano, do Sport, entretanto, arrematou outra na trave e, logo, Leonardo também perdeu sua oportunidade na pressão dos pernambucanos. Mesmo com dificuldades, o Grêmio manteve sua vantagem.” (Terra, Quinta-feira, 30 Novembro de 2000, 23h39min)

 

ERROS DE PASSE IRRITAM O ANIVERSARIANTE ROTH

A comemoração pelos 43 anos completados na quinta-feira poderia ter sido mais tranqüila para Celso Roth, técnico do Grêmio. Ao ter seu nome anunciado nos alto-falantes do Olímpico antes de enfrentar o Sport, uma vaia foi ouvida no estádio. Talvez a reação da torcida e a importância da decisão tenham deixado Roth mais tenso do que o habitual.

Já nos minutos iniciais da partida, ele mostrou toda sua impaciência com o time, principalmente pelos passes errados e a marcação deficiente. Até a primeira metade da etapa inicial, Roth cobrava jogadas pelo lado esquerdo do ataque, com Sandro Neves e Ronaldinho, e também mais proximidade para a troca de passes. Mesmo presenteado com os dois gols de Ronaldinho, o técnico não gostou do desempenho da equipe.

– Tivemos muita ansiedade e falhas na marcação no primeiro tempo – comentou Roth – No segundo, melhoramos na marcação e tivemos a oportunidade de marcar o terceiro gol.

A segunda etapa, o gol e a enorme pressão feita pelo Sport em um Grêmio que se abateu, acentuaram ainda mais os defeitos que Roth tentou, sem sucesso, corrigir.

– Até o gol deles, o time estava bem. Depois, o jogo ficou igual. Na tentativa de buscar mais um gol, abrimos espaços para o Sport – disse.

Roth anunciou que não pretende alterar a equipe para o jogo em Recife, para garantir o empate e a vaga:
– O sufoco que eles podem dar lá é o mesmo que eles tomaram aqui.” (Marcelo Perrone, Zero Hora, 1º de dezembro de 2000)

PERGUNTAS SOBRE RONALDINHO IRRITAM LEÃO

Os dois gols de Ronaldinho que deram a vitória de 2 a 1 e a vantagem do empate para o Grêmio na partida de volta, domingo, em Recife, deixaram o técnico do Sport, Émerson Leão, irritado. A exasperação do treinador da equipe pernambucana e da seleção brasileira pôde ser percebida durante a coletiva. Ao ser questionado sobre a qualidade e a importância do craque no jogo, Leão não respondeu e encerrou a entrevista.

– Não foi o Ronaldinho que desequilibrou, e sim o Sport que dominou as ações no segundo tempo – disse, antes de finalizar a coletiva.

O técnico considerou o resultado injusto. Ressaltou que seu time jogou em igualdade de condições com o Grêmio desde o primeiro tempo. Mais: foi melhor do que a equipe de Celso Roth no segundo tempo, e merecia pelo menos o empate.

– Criamos quatro situações claras de gol. Empurramos o Grêmio e mostramos que não temos medo de ninguém”, afirmou Leão. – O segundo tempo será na Ilha e tenho certeza de que será um bom jogo.

A verdade é que Ronaldinho preocupou Leão desde o primeiro minuto de jogo. Isso pôde ser percebido quando o técnico, logo aos seis minutos, mandou o zagueiro Erlon grudar no atacante. Mais: ao ver que Ronaldinho estava obtendo vantagem sobre seu marcador, pediu para o volante Sidney recuar um pouco mais para acompanhar a movimentação do craque. Pouco adiantou. Ronaldinho outra vez definiu o jogo. Azar de Leão, alegria do torcedor no Olímpico.” (Sérgio Villar, Zero Hora, 1º de dezembro de 2000)

“TORCIDA CRITICA APATIA, DIREÇÃO ELOGIA VITÓRIA
Dirigentes e torcida do Grêmio fizeram uma análise distinta da vitória por 2 a 1 sobre o Sport, na noite de quinta-feira, no Olímpico. Enquanto torcedores criticaram a apatia da equipe no segundo tempo, o vice de futebol, Antônio Vicente Martins, valorizou o resultado, que deixa o time a apenas um empate das semifinais.

– O importante é ganhar. Jogamos com raça e fizemos a lição de casa” avaliou Vicente.

Zinho e Polga entraram em contradição na análise da atuação do Grêmio no segundo tempo. Enquanto o capitão da equipe atribuiu as dificuldades ao crescimento do adversário, Polga foi enfático:

– Paramos na partida e tomamos gol em bola parada, o que não pode acontece – reclamou.

Zinho admitiu que o gol do Sport provocou uma queda de rendimento. Mesmo assim, considera que a vantagem adquirida poderá desequilibrar na hora da decisão.

– É importante lembrar que vamos começar o jogo classificados. Teremos que ter personalidade para segurar o resultado – afirmou.

Os problemas da equipe também foram notados pelo presidente José Alberto Guerreiro. Ele considerou que, no segundo tempo, faltou maior proteção na frente da zaga. E disse esperar que esse defeito seja corrigido pelo técnico Celso Roth, domingo, em Recife.

Guerreiro perdeu a paciência diante da afirmativa de que o Grêmio é dependente de Ronaldinho.

– Isso é uma grande bobagem. Só não depende de Ronaldinho quem não conta com um jogador como ele – afirmou.

Autor do único gol do Sport, o atacante Taílson recordou que, em 1998, atuando pelo Brasil de Pelotas, contribuiu para tirar o Grêmio da decisão do campeonato gaúcho” (Zero Hora, 1º de dezembro de 2000)

https://i.imgur.com/sjYFinD.jpg

“WARLEY E MARINHO BUSCAM RECUPERAÇÃO
Atacante vive má fase e zagueiro falhou no gol

Warley tornou o jogo em Recife, contra o Sport, muito mais dramático para o Grêmio.

Quinta-feira, aos 30min do segundo tempo, quando recebeu um dos tantos passes milimétricos com que Ronaldinho costuma brindar os companheiros, o atacante trazido da Udinese fez o que ninguém esperava. Chutou alto, longe da meta, tendo apenas o goleiro pela frente.

– Foi excesso de confiança – desculpou-se Warley, ontem.

O único consolo foi ter deixado o gramado sob aplausos dos torcedores, uma forma de reconhecimento por seu esforço.

Sem marcar desde 11 de novembro, quando o Grêmio goleou o Atlético-PR por 3 a 0 no Olímpico, pela fase classificatória, Warley admite que vive má fase. Mas procura manter a calma, dizendo que tornará a situação mais difícil se ficar afobado.

– Os gols terão que voltar naturalmente – diz o atacante, que já marcou sete vezes na Copa João Havelange.

O zagueiro Marinho admitiu ter falhado no gol de Taílson. Ontem, antes do embarque para Recife, ele ainda comentava a forte discussão que teve com o volante Gavião logo após o Sport ter descontado.

– O Gavião pediu que eu marcasse mais de perto. Na hora, retruquei. Mas, agora, sei que ele estava certo – disse Marinho.

Patrício garante não estar abalado com as críticas que vem recebendo. A constante mudança de posição pode ser a principal causa do rendimento insatisfatório, acredita o jogador.

Domingo, por exemplo, ele deverá ser improvisado novamente no lado esquerdo, diante do retorno de Anderson ao time, recuperado de lesão no tornozelo direito.

– Como a tradição do Grêmio sempre foi a de ter grandes laterais, a torcida torna-se exigente – afirma.

De volta à reserva, Sandro Neves, outro lateral contestado, acha que só ganhará confiança, inclusive para chutar a gol, como na época do Caxias, com a seqüência de partidas.” (Luis Henrique Benfica, Zero Hora, sábado, 2 de dezembro de 2000)

https://64.media.tumblr.com/bd4743a7fd2fec6171961f7f470b7633/f1c93eaade559cc2-c6/s1280x1920/872b1ff7c3126307b421c85f49ddeea66c172f2f.jpg

Foto: Mauro Vieira (Zero Hora)

https://i.imgur.com/YcY5xWY.png

GRÊMIO: Danrlei, Patrício, Marinho, Nenê e Sandro Neves; Polga, Gavião (Eduardo Costa), Itaqui e Zinho; Ronaldinho e Warley (Rodrigo Mendes)
Técnico: Celso Roth

SPORT: Bosco: Saulo, Érlon, Sandro Blum e Dutra; Leomar. Sidney, Raníelli (Adriano) e Almir (Marquinhos); Leonardo e Tailson
Técnico: Emerson Leão

Data: 30 de novembro de 2000, quinta-feira, 21h40min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre, RS
Público: 40.183 ( 34.656 pagantes)
Renda: R$ 230.114,00
Árbitro: Márcio Rezende de Freitas (FIFA-MG),
Auxiliares: Marco Antônio Mastins (MG) e Helbert Costa Andrade (MG)
Cartões amarelos: Tailson, Érlon. Sandro Blum e Ronaldinho.
Gols: Ronaldinho aos 41 e 45 minutos do primeiro tempo. Tailson, aos 17 minuto do segundo tempo.

Série B 2022 – Novorizontino 2×0 Grêmio

September 19, 2022 by

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Da mesma forma como o desempenho no jogo em casa no jogo contra o Vasco não foi tão diferente na comparação com o empate com o Cruzeiro, dá pra se dizer que essa derrota foi muito parecida com a derrota para o Criciúma na 27ª rodada. Nesses dois últimos jogos fora de casa o Grêmio foi um time totalmente sem reação, que praticamente não ameaçou o gol adversário.

A partir daí podemos extrair duas conclusões: Roger não era o principal culpado pela má performance do time e Renato, por mais talentoso que seja, não é capaz de fazer mágica ao ponto de se notar mudanças no time com poucos dias de trabalho.

https://live.staticflickr.com/65535/52363677797_bc0cd54683_b.jpg

https://live.staticflickr.com/65535/52362064697_908295ef28_b.jpg

https://i.imgur.com/M85P5Is.jpeg

NOVORIZONTINO: Lucas Frigieri; Willean Lepo, Joílson, Rodolfo e Romário; Jhony Douglas, Gustavo Bochecha (Léo Baiano, 29’/2ºT), Douglas Baggio (Hélio, 38’/2ºT), Diego Torres (Ramón Martínez, 29’2ºT) e Lucas Tocantins (Ronald, 14’/2ºT); Bruno Costa (Quirino, 38’/2ºT).
Técnico: Mazola Júnior

GRÊMIO: Brenno; Edílson (Rodrigo Ferreira, 26’/2ºT), Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti (Lucas Silva, 37’/2ºT), Lucas Leiva (Elkeson, intervalo), Biel, Thaciano (Thiago Santos, 37’/2ºT) e Guilherme (Pedro Lucas, 26’/2ºT); Diego Souza.
Técnico: Renato Portaluppi

30ª Rodada – Série B 2022
Data: 16 de setembro de 2022, sexta-feira, 21h30min
Local: Estádio Jorge de Biasi, em Novo Horizonte, SP
Público: 2.889
Renda: R$ 54.710,00
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Éder Alexandre (SC) e Marcyano da Silva Vicente (MG)
VAR: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelos: Lucas Leiva, Edilson e Thaciano ; Gustavo Bochecha, Bruno Costa, Lucas Tocantins
Gols: Douglas Baggio aos 23 minutos, e Bochecha aos 32 minutos do 1º tempo

Série B 2022 – Grêmio 2×1 Vasco

September 12, 2022 by

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

É possível dizer que se viu um campo um time mais vibrante, mas o nivel de atuação não foi muito diferente do restante da temporada. Depois de fazer 2×1, o Grêmio não teve domínio do jogo mesmo diante de um Vasco com dificuldade em criar. O tricolor teve chances de fazer um terceiro da mesma forma que por esteve por vezes muito perto de sofre o empate.

Contudo, o mais importante foi a reação demonstrada e virada no placar em menos de 20 minutos.

Eu não acho que deva se marcar pênaltis em lances como este, mas a bola bateu na mão de Nenê dentro da área aos 37 minutos do primeiro tempo.

Na última reunião do conselho deliberativo, o Presidente Romildo Bolzan informou que, na partida contra o Cruzeiro, não se utilizou o número máximo de catracas nos portões de acesso à arquibancada norte. E pelo que foi dito ontem na entrevista coletiva, ainda não foi aumentado o número de catracas. Sinceramente, se não for nos jogos com mais de 50 mil presentes, quando é que vai se utilizar o número máximo de catracas?

https://live.staticflickr.com/65535/52351261419_108508e5e6_b.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

 

– Média de público do Grêmio na Série B 2022:
22.270 (20.860 pagantes)

– Média de público do Grêmio nos 23 jogos da atual temporada:
21.413 (20.071 pagantes)

Como curiosidade, vale apontar que a média de público dos 23 primeiros jogos que o Grêmio fez com torcida na temporada de 2005 foi de 18.965 (15.648 pagantes). Cabe lembrar que naquele ano o clube tinha menos de 20 mil sócios (contra pouco mais de 63 mil sócios ao final de agosto de 2022).-

https://live.staticflickr.com/65535/52349988942_a77814284d_b.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio.net)

https://i.imgur.com/M85P5Is.jpeg

GRÊMIO: Brenno; Edílson, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti e Bitello (Thiago Santos, 23’/2ºT); Biel, Campaz (Thaciano, 7/1ºT, depois Lucas Leiva, 23’/2ºT) e Guilherme (Lucas Silva, 42’/2ºT); Diego Souza (Elkeson, 42’/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

VASCO: Thiago Rodrigues; Léo Matos (Palacios, 42’/2ºT), Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri (Juninho, 30’/2ºT), Andrey Santos, Marlon Gomes (Figueiredo, 14’/2ºT); Nenê e Alex Teixeira (Bruno Tubarão, 14’/2ºT); Raniel (Raniel, 30’/2ºT).
Técnico: Jorginho

29ª Rodada – Série B 2022
Data: 11/09/2022, domingo, 16hh00min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre, RS
Público: 50.886 (48.860 pagantes)
Renda: R$ 2.319.558,00
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP-VAR-FIFA)Cartões amarelos: Pedro Geromel, Bitello e Diogo Barbosa e Andrey Santos, Bruno Tubarão e Figueiredo
Gols:  Léo Matos aos 3, Bitello aos 9 e Thaciano aos 19 minutos do 1º tempo

Série B 2022 – Grêmio 2×1 Vila Nova

September 4, 2022 by
https://live.staticflickr.com/65535/52330348706_5080802d86_b.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Eu não entendi essa troca de treinador feita pelo Grêmio. Especialmente depois do presidente afirmar queNão via erro no conteúdo no trabalho do Roger” e que “internamente, estávamos satisfeitos com o Roger“. A justificativa foi oambiente que é previamente vaiado“.

Curiosamente, uma dessas vaias prévias aconteceu quando Roger não escalou Lucas Leiva de titular contra o Ponte Preta. Contra o Vila Nova o treinador interino fez a mesma coisa. E o time teve um bom começo de jogo, para depois apresentar as dificuldades já conhecidas.

Não acho que houve pênalti para o Vila Nova na origem do segundo gol gremista. De qualquer maneira, as imagens mostrados no VAR não demonstram que houve um “erro claro e óbvio” por parte do juiz.

https://live.staticflickr.com/65535/52330775540_14be92cb09_b.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

– Média de público do Grêmio na temporada:
20.073 (18.763 pagantes)

– Média de público do Grêmio na Série B 2022:
22.270 (20.860 pagantes)

Como curiosidade, vale apontar que a média de público dos quatorze jogos que o Grêmio fez com torcida na Série B de 2005 foi de 27.254 (22.475 pagantes). Cabe lembrar que naquele ano o clube tinha menos de 20 mil sócios (contra pouco mais de 63 mil sócios ao final de agosto de 2022).

https://live.staticflickr.com/65535/52330775675_374d85219f_b.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

https://i.imgur.com/M85P5Is.jpeg

GRÊMIO: Brenno; Edílson (Rodrigo Ferreira, intervalo), Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti, Bitello (Thiago Santos, 36’/2ºT), Biel (Thaciano, 13’/2ºT), Campaz (Lucas Leiva, 36’/2ºT) e Guilherme; Diego Souza (Elkeson, 43’/2ºT).
Técnico: Cesar Lopes (interino)

VILA NOVA: Tony; Alex Silva, Alisson Cassiano, Rafael Donato e Willian Formiga (Railan, 36’/2ºT); Sousa (Romário, 36’/2ºT), Jean Martim (Matheuzinho, 11’/2ºT) e Arthur Rezende; Dentinho, Daniel Amorim (Rubens, 36’/2ºT) e Kaio Nunes (Hugo Cabral, 36’/2ºT).
Técnico: Allan Aal

28ª Rodada – Série B 2022
Data: 02 de setembro de 2022, Sexta-feira, 21h30min
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, RS
Público: 13.775 (12.381 pagantes)
Renda: R$ 422.544,00
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (FIFA/DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Lehi Sousa Silva (DF)
VAR: Wagner Reway (PB)
Gols: Biel, aos 2 minutos do 1º tempo; Thaciano, aos 17, e Matheuzinho aos 32 minutos do 2º tempo.

Série B 2005 – Grêmio 0x0 Vila Nova

September 1, 2022 by
https://64.media.tumblr.com/5fc7c9084bd164116dd2d2ab06949be3/46219f18f83d469d-a5/s1280x1920/e65e5a3aea1a90029fbb2d10b4d253ad3dcf4932.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

Em 2005, o Grêmio recebeu o Vila Nova em partida válida pela 19ª rodada da primeira fase da Série B.

Tal como acontecerá agora, o jogo foi disputado numa sexta-feira à noite. O curioso é que em 2005 o clube esperava mais de 35 mil pessoas no estádio (numa época que tinha 16 mil sócios). Para amanhã, vi uma previsão de 10 mil espectadores (sendo que o clube tem hoje 63 mil sócios).

Pra mim, essa camisa de 2005 é uma das melhores, se não a melhor, camisa de titular da era moderna do Grêmio (as feitas de polyester, a partir de 1991). O interessante é que  essa versão manga longa TAMBÉM era muito legal (o que não costuma ser o caso em modelos que não repetem as listras do tronco nas mangas).

https://64.media.tumblr.com/9fff7d168abe41f8be97a33d2a98e013/46219f18f83d469d-bc/s1280x1920/fc196a889f027cfbf4bd488e1dc1c1489be5c90c.jpg

Foto: Valdir Friolin (Zero Hora)

“FESTA PELA VAGA
Digamos que venceu o pragmatismo. Seria bem mais animador classificar-se de forma antecipada à próxima fase da Serie B, quem sabe, com uma reluzente vitória em casa. Mas faltava um ponto, afinal de contas. E os quase 2 mil torcedores viram esse ponto chegar as custas de um empate em 0 a 0 com o Via Nova, ontem, no Olímpico. Com direito à pênalti perdido por Anderson, na sua despedida antes do Mundial sub- 17, aos 44 minutos do segundo tempo.

A festa perdeu um pouco do brilho, mas ficou para o Grêmio, virtualmente classificado, a certeza do dever cumprido. No primeiro tempo, o Grêmio mostrou-se rengo. Enquanto Patrício e Marcelo mostravam qualidade e desenvoltura nas jogadas de ataque pela direita Raone e Marcel colecionavam erros na esquerda. Raone, até ser substituído por Beuasejour no intervalo, sofre dramaticamente para conter Vando. Quando Anderson, parado apena e tão somente com faltas, enveredava do meio para a direito, o Grêmio envolvia com assombrosa naturalidade o organizado Vila Nova, cuja disciplina defensiva é de se ressaltar.

Foi assim que, logo aos três minutos, Patrício recebeu de Anderson e, ao tentar encobrir Michel, acertou o travessão. Antes de Patricio, outra vez, bater de fora da área, obrigando Michel a ótima defesa, Vando havia perdido gol incrível ao entrar a drible pelo meio. A rigor, foi o único jogador que teve vitória pessoal sobre os zagueiros do Grêmio. Foi nele a falta cobrada por Valdeir na qual Galatto teve sua única e perfeita participação no jogo. Marcel perderia, de cabeça, aparando cruzamento de Patrício, a chance clara de abrir o placar, aos 34 minutos.

O técnico Mano Menezes percebeu que seu time estava manco. Com Beausejour no lugar de Raone, apareceram algumas ações ofensivas pela esquerda. O Grêmio seguiu, embora com menos ímpeto, controlando a partida. O Vila, na hora de se defender, colocava 10 jogadores no seu campo. Nessas circunstâncias, Sandro e Jeovânio revelaram enormes dificuldades para se somar aos homens de frente quando não têm maiores tarefas de marcação. Apenas o pequenino Vando mantinha-se à frente no Vila Nova. Aos 17 minutos, Mano colocou Ricardinho no lugar de Samuel. Aos 27, acrescentou outro atacante, o uruguaio Lipatin. Retirou Marcel. Não adiantou. Os últimos 20 minutos foram cadenciados, lentos. O empate servia ao Vila Nova, sétimo colocado. E ao pragmático Grêmio de Mano Menezes, que segue na luta para voltar a Série A.

Pênalti
O técnico Mano Menezes disse qe foi dele a escolha de Anderson para cobrar o pênalti, ao invés de Patrício, batedor oficial, aos 44 minutos do segundo tempo.
– Mandei ordem pelo Lipatin para o Anderson cobrar. Esse é o fato. O resto é versão — afirmou Mano, procurando encerrar a discussão e chegando a indagar a um repórter se a pergunta embutia algum questionamento à competência do camisa 10.

Na saída de campo, entretanto, Patrício afirmou que veio de Anderson a iniciativa de tirar-lhe a bola das mãos: — Talvez ele quisesse sair um pouco mais feliz. Mas temos que entender.” (Diogo Olivier, Zero Hora, sábado, 27 de agosto de 2005)

https://i.imgur.com/qFF4rsL.jpg

TRICOLOR EMPATA SEM GOLS CONTRA O VILA NOVA NO OLÍMPICO
Resultado garante classificação antecipada à próxima fase da Série B

O Grêmio está classificado para o quadrangular semifinal da Série B. A classificação não veio como a torcida queria, com vitória diante do Vila Nova, mas o empate sem gols na noite desta sexta, no Olímpico, garantiu ao time do técnico Mano Menezes o pontinho necessário para a obtenção da vaga. Com o resultado, o tricolor chega aos 33 pontos na tabela, onde poderia estar em melhor situação caso Anderson, que fez a sua última partida antes de se apresentar à seleção sub-17, não tivesse desperdiçado um pênalti aos 45 minutos do segundo tempo.

Mesmo jogando pelo empate, o Grêmio se atirou para cima no início da partida. Afinal, os jogadores não queriam decepcionar os cerca de 30 mil torcedores que compareceram ao Olímpico. Logo aos três minutos, Patrício recebeu de Anderson e tentou encobrir o goleiro Michel, que se esticou todo e conseguiu tocar na bola antes dela explodir no travessão. O lance, o mais perigoso do primeiro tempo, acordou o Vila Nova, que logo em seguida equilibrou a partida.

O objetivo do técnico Roberto Fernandes, que acabou sendo alcançado, era levar um ponto de Porto Alegre. Nem por isso, o time goiano deixou de se aventurar no campo de defesa do Grêmio. O atacante Vando, que quase sempre levou vantagem sobre os defensores gremistas, fez ótima jogada individual aos 11 minutos e deixou o Paulinho Kobayashi cara-a-cara com Galatto. O veterano atacante, porém, arrematou por cima do gol, para alegria da torcida.

Na segunda etapa, Mano Menezes tratou de corrigir os defeitos apresentados no primeiro tempo. Tirou Raone, que poucas vezes foi visto além da linha central, e colocou o chileno Beausejour na lateral-esquerda. Com a alteração, o time passou a atacar também por aquele lado, o que não havia feito até então. Foi da ponta esquerda que saiu o passe para Marcel, aos 25 minutos, desperdiçar uma boa oportunidade, chutando por cima.

Como a primeira troca não surtiu efeito, Mano tirou Samuel, que era dúvida para a partida, e colocou Ricardinho no ataque. Logo em seguida, foi a vez de Marcel dar lugar ao uruguaio Lipatin, que fez sua estréia. O Grêmio continuou insistindo, mas o Vila Nova armou uma fortaleza na entrada da área. Se defendendo com 10 jogadores, o time goiano não permitiu que os donos da casa penetrassem em seus domínios. A solução encontrada pelo tricolor foi levantar bolas na área, que também não deram resultado.

Quando a torcida já se contentava com o empate, veio a grande oportunidade do Grêmio marcar. Aos 44 minutos, Marcelo cobrou escanteio da direita e a zaga do Vila Nova rebateu para a intermediária. Sandro, de cabeça, mirou o ângulo, mas Marquinhos Paraná, que não é goleiro, defendeu com a mão e acabou expulso. Na cobrança da penalidade, Anderson substituiu Patrício, o batedor oficial, e chutou fraco no canto esquerdo de Michel. O goleiro do Vila Nova defendeu com facilidade e garantiu o ponto fora de casa.” (Márcio Ramos Luiz, Diário Gaúcho, 26/08/2005, 22h29min)

https://i.imgur.com/HOT5ykD.jpg

Foto: Paulo Franken (Zero Hora)

https://i.imgur.com/nF1q9LT.jpg

https://i.imgur.com/kCj42m7.jpg

https://i.imgur.com/h4X4CCx.jpg

https://i.imgur.com/Fl6z1Bo.jpg

https://i.imgur.com/e8VCxjM.jpg

https://64.media.tumblr.com/4289b3d86628431f3fb233ff32553e95/46219f18f83d469d-5c/s1280x1920/ed4ed1ec2571c64979d83b4c5f48a16510cc06ff.jpg

https://64.media.tumblr.com/88b7713a07aaafb3de515ad72a3cbd16/46219f18f83d469d-99/s1280x1920/3809c2f627a3fec3ce043a9584f7905d8c7d205b.jpg

https://64.media.tumblr.com/6d4bf20494aba217481451c977798d14/46219f18f83d469d-f9/s1280x1920/35927584c27b622844695b69ee2d6095d3b07409.jpg

GRÊMIO: Galatto; Patrício, Pereira, Marcelo Oliveira e Raone (Beausejour); Jeovânio, Sandro Goiano, Marcelo Costa e Anderson; Marcel (Lipatin) e Samuel (Ricardinho)
Técnico: Mano Menezes

VILA NOVA: Michel Alves; Marquinhos, Vitor, Accioly e Marcos Paulo (André); Fábio Bahia, Heleno, Valdeir (Tim) e Itaqui; Wando e Paulinho Kobayashi (Alexandre)
Técnico: Roberto Fernandes

Público: 23.258 (21.385 pagantes)
Renda: R$ 236.458,00
Árbitro: Cléver Assunção Gonçalves
Auxiliares: Marco Antônio Martins e Márcio Eustáquio Santiago

Série B 2022 – Criciúma 2×0 Grêmio

August 31, 2022 by
https://pbs.twimg.com/media/FbcywNqWQAAJZsi?format=jpg&name=4096x4096

Foto: Alex Ignácio (Criciúma E.C.)

Esse foi um dos piores jogos do Grêmio nessa série B. Um time sem reação.

E por estar o Grêmios sem reação na partida, fica ainda mais difícil entender o porque do pênalti marcado por Marcelo de Lima Henrique.

https://scontent.fgel2-1.fna.fbcdn.net/v/t39.30808-6/301626317_10159324457427599_2503827417088115962_n.jpg?_nc_cat=110&ccb=1-7&_nc_sid=a26aad&_nc_eui2=AeGNJPdxvpLgUlXPOqMx0EXp0umK7uh57XfS6Yru6Hntd7gOMK_nNXb--VfGnG_15zAOXX0TfV-oaQz83_yRH1fW&_nc_ohc=P6cyNa9JqHYAX84LCvq&_nc_ht=scontent.fgel2-1.fna&oh=00_AT-cQGgnAiUf6w5uazI200I6k5yCN1eo_f__cOaWbp3VBA&oe=63152C28

Foto: Celso da Luz (Criciúma E.C.)

https://live.staticflickr.com/65535/52322623487_ae47807644_b.jpg

Foto: Lucas Uebel (Grêmio FBPA)

Criciúma 2×0 Grêmio

CRICIÚMA: Gustavo; Cristovam (Gedeílson, 45’/2ºT), Rodrigo, Zé Marcos e Hélder; Marcos Serrato, Arilson, Hygor (Marcelo Hermes, 49’/2ºT), Thiago Alagoano (Rafael Bilú, 25’/2ºT) e Fellipe Mateus (Rômulo, 45’/2ºT); Caio Dantas (Fernando Viana, 25’/2ºT)
Técnico: Cláudio Tencati

GRÊMIO: Brenno; Edilson, Bruno Alves, Geromel e Nicolas (Diogo Barbosa, 14’/2ºT); Villasanti (Thaciano, 25’/2ºT), Lucas Leiva (Elkeson, 14’/2ºT), Janderson (Campaz, 38’/1ºT), Bitello  e Guilherme (Gabriel Silva, 25’/2ºT); Diego Souza.
Técnico: Roger Machado

27ª Rodada – Série B 2022
Data: 30 de agosto de 2022, terça-feira, 2130min
Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma, SC
Público: 17.682
Renda: RS 543.440,00
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Naílton Júnior de Sousa Oliveira (CE) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)
VAR: Vinícius Furlan (SP)
Cartões amarelos: Bitello, Campaz e Edilson (Grêmio); Marcos Serrato (Criciúma)
Gols: Caio Dantas aos 11 minutos do 1º tempo. Rafael Bilú (de pênalti) aos 40 minutos do 2º tempo

Brasileirão 1994 – Criciúma 1×0 Grêmio

August 30, 2022 by
https://64.media.tumblr.com/e33eb982910874821e0c3d9d758b51a6/61feb85a69b78e62-2b/s1280x1920/2e297cb84fe93dd15cae860813557ea2114f87d0.jpg

Foto: Roberto Santos (Correio do Povo)

 

No Brasileirão de 1994, o Grêmio foi derrotado pelo Criciúma no Heriberto Hulse em jogo da primeira fase.

Na minha memória a participação tricolor naquela competição foi bastante decepcionante, tendo a equipe sentido demais a ausência de Nildo (que passou praticamente todo semestre lesionado)

 

https://64.media.tumblr.com/eea9c048639ab9de41d2938b89f0aa4c/61feb85a69b78e62-51/s1280x1920/7ca967863c23d6215f80147cc3ecd97f944d0354.jpg

Foto: Roberto Santos (Correio do Povo)

 

GRÊMIO PERDE OUTRA E FICA AMEAÇADO
Levou um gol aos 43min contra o Criciúma e tanto pode obter o ponto extra como ir para repescagem

O Grêmio voltou a perder no Brasileiro e agora já está ameaçado até de disputar a repescagem. Ontem à tarde, perdeu de 1 a O para o Criciúma no estádio Heriberto Hülse, sofrendo o gol aos 43 minutos. Na semana passada levou 1 a O do Corinthians aos 46min. Domingo, enfrenta o Bragantino, precisando somar ao menos um ponto para assegurar a vaga. Se vencer, pode até obter o ponto de bonificação, dependendo dos outros resultados.

A partida entre a equipe catarinense e a gaúcha foi muito disputada, especialmente no primeiro tempo, com o Criciúma tomando a iniciativa do ataque e buscando o gol. Danrlei apareceu sempre com muita firmeza para garantir o empate. Aos poucos, o time treinado por Luís Felipe foi equilibrando o jogo, conseguindo bons contra-ataques. Aos 35, o Criciúma reclamou pênalti, num lance em que Pingo teria colocado a mão na bola.

No segundo tempo, os dois times voltaram mais retraídos, arriscando pouco para evitar contra-ataques do adversário. O Criciúma, apoiado por sua torcida, forçou mais. Mas, aos 22, quase Carlos Miguel marcou para o Grêmio. Aos 41, Gilvan caiu na área após um confronto com Roger. O árbitro assinalou pênalti, que Betinho bateu para fazer 1 a 0” (Correio do Povo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

FELIPÃO TENTARÁ DEVOLVER A CONFIANÇA AOS JOGADORES
De líder e forte candidato ao ponto extra do grupo, o Grêmio em dois jogos caiu na tabela e, pior ainda, está com a confiança da equipe ameaçada após a derrota para o Criciúma, ontem. Por isso, no vestiário, enquanto os jogadores reclamavam da arbitragem, o treinador Luís Felipe e o vice Luís Carlos Silveira Martins, buscavam palavras de alento e lamentavam a “injustiça” do resultado.

Luís Felipe disse que vai conversar com o grupo para verificar por que o time voltou a perder nos últimos minutos do jogo, repetindo o que houve contra o Corínthians. Contestou as críticas ao lateral Ayupe, dizendo que o jogador cumpriu as suas determinações. Já Silveira Martins mostrava-se desolado com a segunda derrota consecutiva.

Domingo, no Olímpico, contra o Bragantino, que já está desclassificado, o Grémio garante a vaga com um simples empate. E talvez já conte com Ciro, que se apresentou ontem.” (Correio do Povo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

HILTOR MOMBACH: “Ciclo I

As equipes de futebol vivem ciclos de vitórias e de derrotas. Normalmente são períodos curtos ou médios. O Grêmio, que está longe de possuir um grande time, viveu recentemente uma fase de vitórias que o colocaram entre os mais fortes candidatos ao ponto de bonificação. Em alguns jogos, contou com a sorte ao seu lado. Agora os ventos mudaram. Já são três jogos sem vitória no Brasileiro.

Ciclo II

O treinador Luis Felipe, após o jogo de ontem, disse que não houve falta de sorte pelo fato de o time ter perdido de novo nos minutos finais. Faltou capacidade, definiu o técnico. Malasuerte, cabe a ele, agora, descobrir o que houve com a capacidade que o time tinha até há pouco para vencer seus jogos. Se não conseguir, o ciclo negativo irá se prolongar perigosamente.

Dois toques
Não acredito que a simples chegada de um centroavante rompedor possa resolver o problema do Grémio.
Ciro pode ser bom, mas a marca de Nildo ainda é forte na memória do torcedor. Ciro, que pode estrear contra o Bragantino, precisa sair marcando gol. Já e uma responsabilidade.
Paulão já começa a fazer falta. Principalmente por sua experiência e tranquilidade.
Ayupe caiu de rendimento no momento em que o Grêmio perdeu seu homem-gol, que estava sempre na área para aparar os cruzamentos do lateral.
Luís Felipe tem apoio total e irrestrito da direção, Mas até o melhor técnico tem um limite para sua quota de derrotas.” (Hiltor Mombach, Correio do Povo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

https://64.media.tumblr.com/f7686f908fd0a3bbbe9fd000993e1f9c/61feb85a69b78e62-d0/s1280x1920/fee47279974b5c3ae93faad205f946bffe806b84.jpg

O JOGO: O Criciúma foi melhor, dominou o jogo desde o início e a vitória lhe fez justiça. O Grêmio, mais uma vez, não conseguiu mostrar um bom futebol.” (Tabelão Placar, 1994)

 

TROPEÇO ADIA A CLASSIFICAÇÃO
Criciúma – O Grêmio voltou a perder no Brasileiro. Desta vez foi contra o Criciúma, em Santa Catarina, com um gol assinalado aos 43 min do 2° tempo, de pênalti, cobrado por Betinho. Com a derrota, o Grêmio passou a dividir a 2″ colocação com o Flamengo e Sport, todos com 10 pontos, um atrás do líder Corinthians. Mas os três estão ameaçados pelo Criciúma, que tem nove.

Assim, o Grêmio não está classificado, mas precisa de um ponto contra o Bragantino no próximo domingo, no Olímpico, para não depender de outros resultados. Uma vitória garante a vaga e pode até trazer o ponto extra, desde que O Corinthians perca para o Criciúma e o Flamengo empate com o Sport.

“Me preocupa perder da forma como aconteceu e temos que encontrar formas de acabar com este trauma de sofrer gols nos minutos finais”, disse o técnico Luis Felipe, referindo-se a derrota aos 46min para o Corinthians.” (Pioneiro, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

 

“GRÊMIO PERDE PARA CRICIÚMA E SE COMPLICA
O Criciúma venceu o Grêmio ontem por 1 a 0, mas a sua situação no Campeonato Brasileiro é crítica.
O time, quarto colocado no Grupo A com nove pontos, terá que vencer o líder Corinthians, que está com onze pontos, no próximo domingo, quando acontece a última rodada desta fase.
O Grêmio, que poderia estar classificado para a próxima fase com um empate, perdeu a oportunidade de ser líder e concorrer ao ponto de bonificação;
Pior, deu oportunidade, para Flamengo e Sport embolarem a classificação . As três equipes, agora, têm dez pontos.
O time gaúcho enfrenta no próximo fim-se-semana o Bragantino, último colocado da chave com quatro pontos e já sem chances no “grupo de elite”. Fechando os jogos do grupo, o Flamengo recebe o Sport.
O gol do Criciúma foi marcado aos 43min do segundo tempo, num pênalti cobrado por Betinho. Agnaldo, do Grêmio, cometeu pênalti em Gilvan.
Três minutos antes do gol, Paulo da Pinta, do Criciúma, foi expulso de campo. Ele xingou o juiz José Carlos Marcondes por ter anulado um gol. Pinta estava impedido.” (Folha de São Paulo, segunda-feira, 19 de setembro de 1994)

https://i.imgur.com/ZccC26r.png

CRICIÚMA: Roberto; Sandro, Vilmar, Wilson e Gilvan; Nenê, Paulo da Pinta, Betinho e Miranda (Jairo Lenzi); Dauri e Soares (Marcos Gaúcho)
Técnico: Lori Sandri

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Luciano, Agnaldo e Roger; Pingo, Jamir (Jaques), Emerson (Grotto) e Carlos Miguel; Fabinho e Osias.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Brasileirão 1994 – 1ª Fase – Grupo A – 9ª Rodada
Data: 18 de setembro de 1994, domingo, 16h00min
Local: Heriberto Hülse, em Criciúma, SC
Público: 11.518 pagantes
Renda: R$ 42.626,00
Juiz: Jose Carlos Marcondes (PR)
Cartões amarelos: Nene, Vilmar, Emerson e Agnaldo;
Cartão Vermelho: Paulo da Pinta, 39 do 2ºT
Gol: Betinho (de pênalti), 43 do 2°t